10 Principais Alimentos que Fortalecem os Ossos

Fortalecer os ossos desde a infância é um dos processos mais importantes na alimentação, principalmente em mulheres. A osteoporose, doença causada pela falta de nutrientes importantes no sistema ósseo, é uma das causas de morte mais comum entre as mulheres na faixa dos 60 anos. Porém, independente do gênero, cuidar da saúde dos ossos é necessário, e deve ser parte fundamental de qualquer dieta.

Basicamente, o sistema ósseo depende dos seguintes nutrientes para se manter saudável:

  • Cálcio
  • Magnésio
  • Vitamina D
  • Vitamina K2

E cabe ressaltar um ponto aqui: o leite, embora seja considerado um dos mais importantes na saúde dos ossos, ele não é o mais indicado. Isso porque, ainda que possua uma boa quantidade de Cálcio, ele é muito deficiente em Vitamina K2, que ajuda no crescimento dos ossos e atua junto com a Vitamina D na sintetização do Cálcio. Portanto, o leite e seus derivados podem até fazer parte da dieta, mas não devem ser a fonte principal de nutrientes para os ossos.

Vamos mostrar à seguir 10 alimentos que fortalecem os ossos:

Alimentos que fortalecem os ossos

1) Suco de Laranja

Sucos em geral possuem uma boa dose de Vitamina D, essencial para a sintetização do Cálcio, além de fortalecer o organismo como um todo.

Mas para os ossos, recomendamos especialmente o suco de laranja, pois sua quantidade de Vitamina C, além de fácil absorção por conta do estado líquido, também ajuda na aquisição de Vitamina D.

Bebendo um copo ao dia, por pelo menos 3 vezes na semana, já será o suficiente para manter uma boa saúde óssea.

2) Salmão

As melhores fontes de cálcio estão nos frutos do mar. E uma das mais importantes é o salmão: além de conter proteínas importantes para o organismo, o salmão possui níveis altos tanto de Cálcio como de Vitamina D.

E apesar do sushi ser uma das formas mais conhecidas de preparo, você pode fazer bom uso do salmão assado ou cozido no vapor.

3) Brócolis

O brócolis, junto com algumas outras folhas verde-escuras como espinafre e couve, possuem uma grande quantidade de Vitamina K2, aquela que fica em falta no leite e nos seus derivados.

E apesar de não ser muito popular entre as crianças, a vantagem do brócolis é que existem formas de prepará-lo sem perder suas propriedades nutricionais, e ainda assim ficar delicioso para elas. Você pode usar o brócolis como um substituto para o queijo quanto a fonte de cálcio.

4) Pão

Se os brócolis são a fonte regular de Cálcio e Vitamina K2 para o almoço, o pão deve ser a fonte diária no café da manhã, e muito mais fácil de inserir na alimentação dos pequenos.

Os pães integrais, e até mesmo o tradicional pão francês, possuem uma boa quantidade de Vitamina D e Cálcio. Porém, o ideal é que sejam consumidos ainda “novos”, para que seus nutrientes sejam absorvidos com mais facilidade.

5) Tofu

Sejamos sinceros: o tofu não tem um sabor prazeroso. Na verdade, não tem sabor algum. Ainda assim, não pode ser negligenciado como parte da sua dieta para conseguir uma boa fonte de nutrientes para os ossos, principalmente Magnésio.

Se você não curte tanto o sabor, o que é perfeitamente aceitável, inclua o Tofu como parte da sua salada, ou em molhos.

6) Ostras

As ostras são um dos alimentos mais completos em nutrientes para os ossos. Além de possuírem uma boa fonte de Cálcio, Vitamina K2, Vitamina D, e Magnésio, elas possuem baixa gordura e possuem um preço muito acessível de mercado. Incluir as ostras regularmente em sua dieta vai tornar seus ossos muito mais saudáveis.

7) Cereais

Cereais naturais são uma fonte forte de Vitamina D, e podem ser inclusos facilmente no café da manhã no lugar do pão. Uma sugestão para aprimorar ainda mais essa absorção de nutriente é incluir a aveia, o cereal com maior fonte de Vitamina D, com a banana.

Sua quantidade de magnésio e potássio vão fortalecer ainda mais os ossos, e podem adicionar mais variedade a sua dieta. E outra opção… é o leite! Misturar o leite e os cereais permite suprir uma das faltas de nutrientes no Laticínio.

8) Sardinha

Caso o salmão esteja muito longe da sua realidade, mas ainda assim quer aproveitar os nutrientes que os peixes trazem para sua saúde óssea, um excelente substituto é a Sardinha.

Com grandes quantidades de Cálcio, Vitamina K2 e Vitamina D, ela pode ser incorporada a alimentação diária com mais facilidade por conta dos preços. E de quebra, possui ainda mais opções de preparo – experimente fazê-la na panela de pressão, por exemplo.

9) Amêndoa

Amêndoas são fontes excelentes de Vitamina D, e mais ainda de Magnésio. São fáceis de serem encontradas, tem poucas calorias, e pode ser adicionada a dieta como uma forma de manter ou perder peso.

Seus preços podem variar de acordo com a região, então procure bem antes de incluí-la na lista de compras. A amêndoa pode ser inclusa como uma sobremesa após grandes refeições, ou uma opção que também inclua laticínios, é comê-la junto com o iogurte integral, formando assim um sabor único.

10) Abacate

Outra fonte excelente de Magnésio e Vitamina D é o abacate. Aliás, entre as frutas, o abacate é o que mais se encaixa como um substituto do leite e seus derivados, pois suas propriedades se equivalem ao leite em quantidade, e são ainda mais completas.

Você pode degustar o Abacate como parte de uma vitamina de frutas, ou integrá-la a outros alimentos. Inclusive batendo junto com o leite para tornar sua proteção ainda mais completa.

Gostou das dicas? Quais alimentos você vai incluí-lo na sua dieta? Deixe nos comentários para nós, e vamos expandir essa lista de alimentos ricos em Cálcio para tornar sua saúde óssea ainda melhor. Até a próxima!

10 alimentos que fortalecem os ossos

Fontes:

http://thehealthyadvocate.com/2012/04/10/the-best-bone-building-food-p-s-it-is-not-milk/

http://healthland.time.com/2012/10/09/10-ways-to-build-healthy-bones-and-keep-them-strong/

Saiba Tudo Sobre a Circuncisão

O processo de circuncisão é um dos mais antigos da humanidade, e até hoje causa algumas controvérsias devido a discussões entre os aspectos religiosos e clínicos que o envolvem. Basicamente, a circuncisão é o processo cirúrgico em que se retira o prepúcio, a pele que envolve a glande, e que pode ser feito tanto na infância como na vida adulta.

Como dito acima, embora seja um procedimento clínico de certa forma comum nos dias atuais, muitas vezes a circuncisão é vista como uma forma de invasão ao corpo, ou um processo obrigatório para todo menino. Na verdade, quando indicado por médicos – e unicamente neste ponto – a circuncisão pode prevenir doenças relacionadas ao pênis como melhorar a função do sistema reprodutivo. Mas se aplicado de forma errada, pode gerar um enorme trauma na criança.

Vamos mostrar adiante como o processo é importante, e não tão cheio de mistérios quanto parece.

1) Como é feito a circuncisão?

O que é circuncisão?

A circuncisão é feito através de um procedimento cirúrgico, em que a pele que cobre e protege a glande no pênis é retirada. Geralmente leva-se alguns dias ou até mesmo um mês para a recuperação completa, variando de caso a caso.

A operação só pode ser feita por encaminhamento médico, que irá avaliar a necessidade da operação e os riscos que ela pode trazer. O procedimento não dura mais do que 10 minutos, e deve ser feito sob anestesia.

Geralmente, a Circuncisão é realizada na infância, ou na pré-adolescência em casos de Fimose Patológica, em que o prepúcio não se retrai. Para mais detalhes sobre como a fimose pode ser complicada para o desenvolvimento desta região, e sua diferença para a fimose fisiológica, você pode conferir aqui.

2) Por que devo fazer a circuncisão?

Existem algumas causas tanto normais para a circuncisão como quadros clínicos mais preocupantes. Uma delas é a já citada fimose patológica, e pode ocorrer tanto na infância como na adolescência. Outro caso, ainda mais grave, é a Parafimose, que ocorre devido a falta de higiene. Mas existe outra circunstância que pode-se levar a uma circuncisão.

Os quadros de infecção no pênis, como bálano-postite, assim como algumas DSTs que afetam esta região, podem exigir uma cirurgia de emergência. Estes casos, embora mais raros, devem ser tratados o quanto antes para não gerar prejuízos a médio prazo.

3) Quais são as vantagens de fazer a circuncisão?

Veja os benefícios e vantagens da circuncisão:

  • Redução de infecções – tanto as infecções urinárias como as infecções no prepúcio podem ser evitadas com a cirurgia de circuncisão. A retirada da pele evita a aglomeração de bactérias, prevenindo assim doenças. Contudo, não se esqueça que a higiene pessoal deve ser ainda mais cuidadosa, já que a glande está mais exposta.
  • Diminuição nas chances de câncer de pênis e de colo de útero – quando a circuncisão é feita ainda na infância, as chances de diminuir o câncer de pênis, embora não estejam isentos de terem esta condição. E você pode achar estranho citarmos o câncer de colo de útero, mas homens não circuncidados possuem resistência a patógenos como o HPV, e não causam tais riscos a suas parceiras.
  • Prevenção contra DSTs – O HPV não é o único vírus a ser evitado nesta região. A circuncisão também ajuda na prevenção de doenças como a Tricomoníase e HIV. Outras doenças, como a Gonorreia e a Sífilis, não tem dados precisos, mas também costumam entrar como medidas preventivas.

4) Existe algum risco? 

Quanto aos riscos, eles estão mais relacionados a cirurgia em si, e não chegam a ser grandes o bastante para impedir o procedimento cirúrgico. Pequenos sangramentos e infecções hospitalares são possíveis, mas ocorrem em menos de 0,5% dos casos.

O que pode ser considerado um risco, embora não seja de verdade, é quanto a redução da libido ou de satisfação sexual como um todo. O argumento é que o prepúcio, com sua mucosa, aumenta o prazer sexual, que seria diminuído com a retirada da pele.

Apesar de lógico, não há nenhum caso cientificamente comprovado que a retirada do prepúcio diminua a sensação de prazer, ou perda de libido, seja com a cirurgia feita na infância ou na vida adulta. Porém, assim como qualquer condição anterior, ela só pode ser feita adequadamente com uma indicação médica.

5) Como originou a circuncisão?

Circuncisão 4

Por fim, ainda existe toda a discussão ética que envolve o processo de circuncisão. Apesar de se relacionar com as crenças judaicas e egípcias, com circunstâncias e significados diferentes, o princípio básico no processo era a de ligação com o divino. Como parte da formação cultural do povo, eram realizados ainda na infância.

Embora exista o fator religioso, nenhuma cirurgia de circuncisão deve ser realizada sem indicação médica. Os riscos a saúde da criança são enormes, seja eles físicos, como uma exposição precoce a efeitos externos, como psicológicos: mesmo que seja nos primeiros anos de vida, o trauma que será gerado será sentido durante toda a vida.

Portanto, o melhor a se fazer é procurar por um médico de confiança para ter o direcionamento adequado para se fazer a circuncisão de forma segura. Este é um procedimento que deve sempre ser feito pelo bem estar dos pacientes, então não deixe  que outros pontos sobreponham a saúde.

Fonte:

http://kidshealth.org/en/parents/circumcision.html

10 Principais Doenças Causadas por Protozoários

A palavra “protozoário” tem origem grega e seu significado se relaciona a “animal primitivo”. Pertencentes ao reino Protista, os protozoários apresentam apenas uma célula e por isso são chamados de seres unicelulares.

Eles são eucariontes, tendo seu núcleo celular separado do citoplasma por uma membrana chamada carioteca e são popularmente conhecidos por causarem doença como chagas, amebíase, malária, giardíase, toxoplasmose, leishmaniose e tricomoníase.

1) Como habitam os protozoários?

Eles são organismos heterotróficos; ou seja, incapazes de produzir seu próprio alimento e por tanto necessitam ingerir moléculas orgânicas vindas de outros seres vivos.

Eles habitam variados tipos de ambientes, geralmente aquáticos ou úmidos e podem viver isolados ou em colônias, também podem ter vida livre ou associar-se a outros organismos, sendo que algumas espécies são parasitas de diversos seres, inclusive o ser humano.

2) Quais são os grupos de protozoários?

Os protozoários são classificados em grupos de acordo com o tipo de locomoção:

  • Rizópodes ou Sarcodíneos – esses se locomovem estendendo expansões em suas células chamadas de pseudópodes, que atuam como “falsos pés”. Um exemplo deste grupo são as amebas.
  • Ciliados – os protozoários pertencentes ao grupo dos ciliados possuem pequenos filamentos ao longo do corpo que são chamados de cílios e permitem a sua locomoção. Um exemplo deste grupo é o paramécio.
  • Flagelados – este grupo de protozoários flagelados possui longos filamentos que vibram, permitindo a locomoção, como se estivessem “nadando”. Esses filamentos são chamados de flagelos.
  • Esporozoários – esses são todos parasitas pois não possuem estruturas de locomoção e necessitam retirar do parasitado os nutrientes para sua sobrevivência. Todos esses parasitas causam doenças, como no caso do plasmódio, o causador da malária.

3) Como se reproduzem?

Apesar de alguns protozoários fazerem reprodução sexuada, a maioria realiza reprodução assexuada, por cissiparidade.

Neste tipo de reprodução ocorre a divisão celular através do processo conhecido como mitose, onde de uma célula são originadas duas novas células geneticamente idênticas, ou seja, cada nova célula possui o mesmo material genético da “célula-mãe”.

4) Como podem contaminar? 

Entre as principais doenças causadas pelos protozoários podemos destacar o Trichomonas Vaginalis, um parasitário que se aloca na vagina das mulheres, e também a doença de Chagas, que é transmitida através das fezes dos barbeiros, essas fezes são deixadas nas proximidades onde o inseto picou o seu hospedeiro, o que permite que o protozoário da espécie Trypanosoma Cruz penetre na corrente sanguínea através do local onde foi picado.

As pessoas podem contrair os protozoários através da ingestão de carnes cruas ou mal passadas que estejam contaminadas, bebidas ou alimentos contaminados, como água não tratada ou vegetais consumidos crus, ou de forma congênita, onde a gestante contaminada pode transmitir a doença à criança.

Essas contaminações geralmente acarretam em parasitoses que de forma geral causam sintomas como febre, diarreia, manchas vermelhas pelo corpo e mal estar.

5) Listamos abaixo as 10 principais doenças causadas por protozoários:

As pessoas podem contrair doenças causadas por protozoários através da ingestão de carnes cruas ou mal passadas que estejam contaminadas, bebidas ou alimentos contaminados como água não tratada ou vegetais consumidos crus, em contato com animais contaminados ou de forma congênita, onde a gestante contaminada pode transmitir a doença à criança.

Essas contaminações geralmente acarretam em parasitoses que de forma geral causam sintomas como febre, diarreia, manchas vermelhas pelo corpo e mal estar.

10 Principais Doenças Causadas por Protozoários

1) Doença de Chagas

A doença de chagas é causada pelo protozoário Trypanosoma cruz e transmitida por um inseto conhecido como barbeiro, quando este pica o ser humano.

O inseto libera suas fezes infectadas na pele, o que leva à coceira e consequentemente faz com que o parasita entre na corrente sanguínea.

2) Toxoplasmose

O protozoário Toxoplasma gondii causador da doença é transmitido por animais domésticos contaminados. A toxoplasmose pode ser assintomática ou causar sintomas como ínguas pelo corpo.

3) Leishmaniose

Os causadores da leishmaniose são os protozoários do gênero Leishmania que é transmitida por mosquitos, causando feridas na pele e em casos mais graves pode invadir órgãos internos.

4) Tricomoníase

A tricomoníase é transmitida principalmente pelo contato sexual, esta doença é causada pelo protozoário Trichomonas vaginalis.

Também pode ser transmitida por assentos sanitários, roupas e toalhas contaminadas.

5) Malária

O transmissor da malária é o mosquito Anopheles que carrega em seu organismo protozoários do gênero Plasmodium. Esta é uma doença histórica e amplamente conhecida.

6) Giardíase

O causador é o protozoário Giardia lamblia. Seus cistos são encontrados em água parada e em alimentos. Esta doença pode causar um quadro de desnutrição.

7) Amebíase

É causada pelo protozoário Entamoeba histolytica. Os cistos são ingeridos através de alimentos mal lavados. Eles concentram-se no intestino grosso humano, onde passa a se alimentar de do alimento que ingerimos.

8) Balantidiose

Causada pelo protozoário Balantidium coli e transmitido por água, alimentos contaminados e pelo contato com porcos, pois geralmente é o animal contaminado pelo protozoário.

9) Doença do Sono ou Tripanossomíase Africana

Tendo como causador o protozoário Tripanossomo gamiens, a contaminação acontece através de uma mosca conhecida como tsé-tsé que transmite o protozoário na corrente sanguínea.

Ela pode causar sonolência, forte anemia, problemas no sistema nervoso central como convulsões, e em alguns casos até a morte.

10) Mal de cadeiras

Causado pelo protozoário Trypanosoma evansi o parasita se aloja nos órgãos de cavalos e pode ser transmitida dos eqüinos para diversos outros animais através de sanguessugas chamas popularmente de mutucas.

Isto pode acarretar em um impacto econômico, visto que a doença diminui a produtividade e reprodução, podendo levar à morte do animal.

6) Como prevenir destas doenças causadas por protozoários?

10 Principais Doenças Causadas por Protozoários

Algumas dicas são importantes para a prevenção destas doenças em humanos:

  • Sempre lavar as mãos antes das refeições e após o uso do banheiro;
  • Cuidado com a higienização dos alimentos que serão consumidos crus;
  • Ingerir apenas água potável;
  • Utilizar mosquiteiros e telas em janelas e portas principalmente em locais com muitos mosquitos;
  • Usar sempre preservativo no ato sexual.

Veja também a explicação do Prof. Vanylton sobre os protozoários (13:17):

10 Hábitos que as Pessoas Mais Ricas do Mundo não Ensinam

Pessoas muito ricas tendem a ter hábitos, rotinas e cotidianos diferenciados. Baseado em diversas pesquisas e estudos, conseguimos pesquisar e separar os 10 hábitos que as pessoas mais ricas e bem-sucedidas têm em comum.

Confira e adote estes 10 hábitos que as pessoas mais ricas do mundo têm mantido em segredo: 

10 Hábitos das pessoas mais ricas do mundo

1) Comece cedo e trabalhe duro

Não é segredo para ninguém que pessoas bem-sucedidas e consequentemente ricas, não medem esforços para conseguirem o que querem. A maioria deles, tendem a começar a vender suas ideias bem cedo, às vezes antes mesmo de ingressar em uma faculdade já correm atrás de investidores e pessoas que acreditem no potencial que eles têm a oferecer. Bem diferente de nós, meros mortais que nos descobrimos pouco a pouco, o que geralmente ocorre com a prática e o dia-a-dia da vida adulta.

2) Saiba se organizar

O foco é a principal característica de pessoas bem de vida. São diversas as pessoas consultadas que garantem que a calma e o objetivo são segredos para o sucesso. Basicamente, é necessário se organizar, traçar uma meta, procurar evitar distrações e fazer tudo que estiver ao alcance para chegar aos resultados.

3) Terceirização de serviços

A riqueza é obtida somente com a gestão correta do tempo. Ao longo de um dia, é possível notar e separar as obrigações que devem ser realizadas somente por você e as que podem facilmente ser delegadas para outra pessoa. Desta maneira, o serviço todo renderá e será possível obter resultados mais rapidamente.

4) Exercícios regularmente

Acredite se quiser, mas grande parte das pessoas entrevistadas garantem que praticam exercícios físicos com frequência. Isso porque além de se preocupar com a aparência, a saúde vem sempre em primeiro lugar.

5) Crescimento e aprendizagem

Pessoas ricas buscam constantemente crescer e aprender cada vez mais, uma vez que quanto mais você sabe, mais você ganha. Habilidades e experiências são sempre bem-vindas para alcançar o objetivo esperado e consequentemente aumentar a conta bancária.

Pessoas mais ricas do mundo estão sempre aprendendo coisas novas

6) Gastar menos do que se ganha

Parece óbvio, mas muitas pessoas se enrolam com dívidas por querer gastar mais do que recebe utilizando cartões e afins. Este tipo de prática é completamente eliminada por pessoas ricas, que tendem a controlar e fiscalizar suas finanças para evitar despesas desnecessárias.

7) Alimentação balanceada

Juntamente com os exercícios, a alimentação balanceada é a chave primordial para uma saúde adequada e consequentemente evita gastos com contas médicas. Investir em si mesmo em primeiro lugar, é o primeiro passo para desfrutar dos melhores retornos.

8) Demonstrar gratidão

Gratidão é um hábito muito poderoso, que quando praticado diariamente pode ser uma ferramenta elementar para todos que buscam grandeza. Agradecer com sinceridade, ajuda a manter pessoas dispostas a sempre ajudar ao seu redor. Os ricos têm o costume de demonstrar gratidão enviando presentes ou cartões aos que julgam merecedores.

9) Persistência

Pessoas ricas nunca desistem. 90% da população considerada rica, tentaram e falharam infinitas vezes antes de atingir o sucesso. Possivelmente haverá uma grande perda de dinheiro no processo, mas os erros viram experiências e pouco a pouco a independência financeira aparece.

10) Generosidade

Ser generoso é uma virtude que grande parte dos milionários possuem. Se você parar para analisar, pessoas como Bill Gates e Andrew Carnegie são filantropos, sempre ajudando os que mais necessitam sem medir esforços.

 

Fontes:

http://www.lifehack.org/articles/money/15-daily-habits-wealthy-people.html

http://www.marketwatch.com/story/10-habits-of-high-net-worth-women-2014-07-02

Quais são as Doenças mais Comuns no Inverno?

O frio é ideal para programas caseiros e cenários românticos, porém é também nessa época que algumas doenças aparecem. Gripes e resfriados podem ser recorrentes, porém há outras doenças mais comuns no inverno como a sua época de proliferação.

Isso acontece porque elas podem ser causadas por micro-organismos, como vírus, fungos e bactérias, e para fugir do frio é frequente encontrar aglomerações de pessoas em locais fechadas, facilitando assim a transmissão de tais agentes. As reações alérgicas também dão as caras no inverno, isso porque em ambientes fechados é possível encontrar vários estímulos alérgicos.

Conheça um pouco mais sobre as doenças mais comuns no inverno, e saiba qual a melhor maneira para se prevenir:

10 doenças mais comuns no inverno

1) Pneumonia

A pneumonia é uma das doenças mais comuns no inverno, é normal ouvirmos aquele aviso das nossas mães “não esquece o casaco ou vai pegar pneumonia”. Mas, por que não devemos sair sem casaco? Primeiramente, é importante entender o que é essa doença. Basicamente, a pneumonia é provocada pela invasão de um agente infeccioso, que pode ser vírus, fungo ou bactéria, no espaço alveolar, local onde é realizado as trocas gasosas.

Ao contrário do que nossas mães imaginam a pneumonia não é uma doença transmitida através do vento ou exposição ao frio, por ter como agente causador um micro-organismo e ser uma doença transmissível, é a aglomeração de pessoas o principal vilão. Porém, por mais que não seja a exposição ao frio o que cause a doença, esse fator auxilia para que o indivíduo tenha uma baixa em sua imunidade, tornando-se assim mais propenso a contrair a doença.

2) Gripe

A gripe tem notário papel durante os meses de inverno, é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza, seus sintomas aparecem subitamente e tem cura espontânea. Por ser uma doença transmissível torna-se mais comum no inverno, isso por que as pessoas para se esconderem do frio acabam se aglomerando em locais fechados, tornando o ambiente perfeito para a transmissão do vírus.

3) Otite

Otite é mais uma doença causada por vírus ou bactéria. Pessoas com lesões no ouvido, essas geralmente causadas por cotonetes, possuem maiores chances de adquirirem. Doenças respiratórias, infecções na garganta e gripes podem evoluir para otite. Crianças são mais suscetíveis à doença.

4) Meningite

Meningite é uma inflamação que ocorre nas membranas que envolvem o cérebro. A meningite mais comum é causada por vírus, porém também há casos de bactérias e fungos. Essa é uma doença grave, que pode chegar a matar em menos de 24 horas. A sua transmissão é através da saliva, porém ao contrário do que muitos dizem, é necessário um longo contato para o contágio. Pode ocorrer em qualquer época do ano, porém no frio a sua incidência é maior, já que há um aumento na possibilidade de permanência em lugares fechados.

5) Amigdalite

A amigdalite é uma inflamação que causa inchaços nas amígdalas, que são gânglios linfáticos presentes no fundo da garganta, defendendo a região de fungos e bactérias. Geralmente, o seu agente causador é o vírus, mas também é possível haver infecção bacteriana. Os seus sintomas são muito parecidos com as da dor de garganta comum. A transmissão ocorre com contato direto com gotículas de saliva, principalmente em pessoas que se encontram com a saúde enfraquecida.

6) Bronquite

A bronquite é uma inflamação dos brônquios, causadas normalmente por vírus e costuma aparecer junto com outras doenças mais comuns no inverno como gripes e resfriados. A doença possui dois tipos, a aguda e a crônica, esta última tem como principal vilão o cigarro. A melhor forma de prevenção é evitar locais fechados e não fumar.

7) Rinite

A rinite é uma reação imunológica a partículas inaladas, das quais o corpo considera estranhas. Essas substâncias são chamadas de alérgenos. O indivíduo alérgico possui uma reação exagerada a essas substâncias causando os diversos e incômodos sintomas da rinite. O inverno é a estação mais propícia para essa doença, já que as pessoas acabam passando muito tempo dentro de casa e em ambientes fechados, ficando em contato com vários alérgenos.

8) Sinusite

A sinusite é, infelizmente, uma doença muito comum principalmente no inverno. Ela se caracteriza por uma inflação nos seios nasais, e pode ser causada tanto por fatores alérgicos, como por agentes infecciosos como vírus, fungos e bactérias. É ainda mais comum no frio, já que esse clima é propenso a alergias respiratórias, por conta da baixa umidade e do maior número de partículas suspensas no ar, e facilita a transmissão de micro-organismos.

9) Asma

A asma é a inflamação dos brônquios, que sofrem inchaço dificultando a passagem de ar. O causador da asma é desconhecido, já que cada pessoa reage a um estímulo diferente, podendo ser desde reação alérgica a mudanças climáticas. Para prevenir é preciso observar quais são os agentes causadores, e evitar contato com estes.

10) Faringite

A faringite é uma inflamação na região da faringe, a parte superior da garganta. O seu aparecimento é comum no inverno, época em que o ar é mais seco e a aglomeração de pessoas em locais fechados é mais frequente. Também conta com vírus, bactéria e fungo como agentes causadores.

Existem algumas atitudes que ajudam na prevenção destas e de diversas outras doenças.

Como prevenir as doenças mais comuns no inverno?

  • Evite permanecer em locais fechados.
  • Mantenha as mãos sempre higienizadas.
  • Evite uma exposição direta ao frio.
  • Não leve as mãos aos olhos, boca e nariz.
  • Evite compartilhar objetos de uso pessoal.
  • Faça uma maior higienização em sua casa.
  • Evite o contato com fumaça de cigarro.
  • Consuma alimentos ricos em vitaminas C, como limão, acerola e laranja.
  • Mantenha as suas vacinas sempre em dia.
  • Hidrate-se e umidifique o ambiente.

Cuide da sua saúde, se previna, e assim você poderá aproveitar o melhor que o inverno pode oferecer, e longe das doenças.

Assista este vídeo que fala sobre como prevenir contra as doenças mais comuns no inverno (3:54):

 

Fontes:

http://www.nhs.uk/Livewell/winterhealth/Pages/Winterhealthrisks.aspx

http://medipub.blogspot.kr/2011/12/common-disease-in-winter-magical-season.html

 

 

 

 

 

 

 

10 Benefícios Incríveis da Vitamina B para a Saúde e seus Complexos

Vitamina B é solúvel em água e se tornou indispensável para nossa saúde. Um fato que precisa ser esclarecido é que vitamina B é um complexo de 8 vitaminas distintas e não apenas uma só. Essas vitaminas funcionam de maneiras diferentes no organismo e não necessitam uma da outra para agirem.

Seus maiores benefícios são para promoção da saúde física e mental. Combatem a ansiedade, melhoram a pele, cabelos, nervos, evitam a perda de memória, entre outros. Além disso, transformam alimentos em energia para a realização das atividades diárias. Ela fornece energia para o corpo, previne doenças do coração, protege nosso cérebro e está presente em vários cosméticos de beleza.

Na verdade não se trata de apenas uma vitamina, mas de oito que fazem parte do complexo de vitamina B. É necessária a reposição dessa vitamina diariamente já que o nosso corpo não é capaz de fazer uma reserva, por assim dizer. Encontramos a vitamina B em alimentos como: leite, carnes, grãos e vegetais verdes. Ainda existem os suplementos em formas de cápsulas ou comprimidos.

Estudos mostram que 39% da população têm algum tipo de deficiência de vitamina B o que traz grandes males a saúde. Mas como veremos seu excesso também prejudica o funcionamento correto do corpo.

I) Veja agora os benefícios de cada vitamina do complexo B

Vitamina B: 10 Benefícios Incríveis da Vitamina B para a Saúde e 8 Tipos

1) B1 – Tiamina

A tiamina é importante para a renovação e produção das nossas células – inclusive as sanguíneas, isso mantêm todo nosso sistema funcionando. Ela também modifica os carboidratos em açúcar, protege o sistema imunológico e produz ácido clorídrico.

Sua deficiência pode causar patologias como Beribéri – doença que afeta todo o sistema nervoso, coração e sistema digestivo, levando a paralisia e insuficiência cardíaca. Um segundo grupo de risco são as pessoas alcoólicas que não se alimentam corretamente.

Vitamina B1 em excesso não faz mal a saúde já que é automaticamente eliminada nas fezes.

Fontes de consumo: Feijão, nozes, cereais, couve, carnes e espinafre.

2) B2 – Riboflavina

A Riboflavina retarda o envelhecimento precoce, pois combate células defeituosas. Diante disso ela previne contra catarata, vista cansada, envelhecimento e doenças cardíacas.

Não podemos esquecer seu poder em transformar carboidratos em gordura e proteína. Essa vitamina faz parte do processo para a produção de células do sangue, já que elas são as responsáveis por levar oxigênio. Por fim, citaremos ainda que ela trata câimbras, síndrome túnel de carpo e acne.

Fontes de consumo: leite e derivados, soja, amêndoas, ovos e couve de bruxelas.

3) B3 – Niacina

Consumir niacina aumenta o bom colesterol ou HDL, consequentemente ela faz o efeito inverso que é diminuir o colesterol ruim ou LDL. Mas não é só isso, ela também melhora a circulação sanguínea melhorando o aspecto da pele.

Fontes de consumo: ovos, carne vermelha, leite e verduras.

4) B5 – Ácido pantotênico

Está intimamente ligada a produção de hormônios, entre eles os esteróides ou testosterona, cortisona na glândula suprarrenal, além fazer parte da coenzima A.

Para a beleza ela é responsável por deixar a pele saudável prevenindo manchas e envelhecimento.

Fontes de consumo: iogurte, carne, legumes, abacates e ovos.

5) B6 – Piridoxina

Piridoxina age diretamente na saúde mental, pois traz uma sensação de bem estar, diminui o estresse e melhora o sono. Para melhorar a saúde cardíaca ela diminui a quantidade de homocisteína.

Para quem sofre de artrite ela reduz a inflamação e age nas células de crescimento em crianças e jovens.

Fontes de consumo: semente de girassol, cenoura, frango, salmão, queijo.

6) B7 – Biotina

Biotina é conhecida como a vitamina da beleza, pois melhora a pele, queda de cabelo e unha.

Ela também age no crescimento celular o que é ideal principalmente para bebês, nesse caso a biotina deve ser ingerida durante a gravidez. E por fim, ela controla a diabete e produz ácidos graxos.

Fontes de consumo: fígado de boi, batata, nozes, carne de porco e frango.

7) B9 – Ácido fólico

Ácido fólico é conhecido pela sua grande importância para a mulher grávida, especialmente para a formação do bebê e prevenção de doenças. Mas no geral, ele previne contra problemas neurológicos como perda de memória e depressão.

Fontes de consumo: beterraba, salmão, vegetais verdes, trigo, feijão.

8) B12 – Cobalamina

Vitamina B12 é a mais conhecida de todas as vitaminas devido aos seus diversos benefícios, entre eles estão:

  1. Combate a anemia por ajudar na produção de ferro
  2. Combate o envelhecimento das células
  3. Melhora a digestão
  4. Previne danos nos nervos
  5. Ajuda no crescimento
  6. É vital na formação de DNA
  7. Promove a fertilidade

Fontes de consumo: Ela é encontrada em alimentos de origem animal.

Vitamina B pode ter uma série de efeitos contrários quando ingerida em excesso, os quais citaremos: gota, diabete, problemas na pele, coração, fígado e visão. Ainda provoca náuseas e úlceras no estômago. Pacientes em tratamento de quimioterapia não devem consumir ácido fólico.

II) Confira abaixo os benefícios da vitamina B para o nosso corpo e mente

Vitamina B: 10 Benefícios Incríveis da Vitamina B para a Saúde e 8 Tipos

1- Melhora as funções do cérebro

Doenças como Alzheimer, tem se tornado comuns à medida que envelhecemos, para combater esse problema a vitamina B tem um importante papel. Com o tempo o nosso cérebro tende a atrofiar, a vitamina B6 diminui o aminoácido homocisteína do nosso corpo, responsável por causar essa condição. Também ocorre uma melhora significativa nas funções cognitivas.

2- Aumenta a energia

Nesse caso a vitamina B12 é capaz de fazer a quebra das moléculas de gordura e carboidrato, transformando em energia para nosso organismo que será utilizada nas tarefas cotidianas. A falta dessa importante vitamina pode levar a fadiga.

3- Mantêm os cabelos saudáveis

Quando o assunto é ter lindas madeixas logo se pensa em tomar vitamina B. Essa vitamina é responsável por transportar nutrientes diretamente para os folículos do cabelo tornando-os mais saudáveis. Por exemplo, a vitamina B9 promove o crescimento por acelerar a divisão celular dentro de um folículo. Já, a biotina melhora a cor, textura e evita a queda. Inclusive ela é usada no tratamento do tampão de berço ou caspa em bebês.

4- Deixa sua pele saudável

Não restam dúvidas de que a vitamina B é a vitamina da beleza, para a pele ela previne doenças e manchas. Em especial a vitamina B12 equilibra a pigmentação ou coloração da pele. Ela também evita as manchas escuras que todo mundo odeia. No caso da vitamina B5, ela trata a temida acne por quebrar as moléculas de gordura como o colesterol do nosso corpo, além de facilitar a cicatrização.

Por fim, a vitamina B3 melhora as doenças de pele, inclusive as crônicas, como dermatite por exemplo.

5- Faz bem para o coração

Por combater o mau colesterol e a gordura do nosso sangue a vitamina B tem contribuído para um coração mais saudável. Isso evita o entupimento das artérias. Ainda, combate a homocisteína responsável por danificar as artérias e provocar um ataque cardíaco.

6- Fortalece as unhas

Toda pessoa gosta de unhas bonitas, mas sempre existem os contratempos como unha quebrada e lascada. A solução para esse problema é a vitamina B. Em especial, a riboflavina é que ajuda na absorção do ferro o que deixa suas unhas mais fortes, sem esse mineral a unha fica com uma mancha branca. A vitamina B9 ajuda na formação de novas células, atuando no crescimento.

7- Melhora o humor

Dessa vez as vitaminas B12, B6 e o ácido fólico vão agir diretamente no nosso humor. Isso se deve a participação dessas vitaminas na produção de serotonina – hormônio do bem estar – que gera o bom humor.

8- Combate a anemia

Em casos de anemia os médicos prescrevem alimentos com grandes quantidades de vitaminas B, veja só os motivos: a vitamina B12 age na divisão das células aumentando os chamados glóbulos vermelhos do sangue. Como citado acima, essa vitamina ajuda o corpo a metabolizar o ferro. A falta desse mineral leva a anemia.

9- Melhora a visão

Estudos realizados em Harvard mostram que a vitamina B melhora a visão e previne contra doenças. Foram feitos testes com algumas mulheres que receberam doses de ácido fólico diariamente e o resultado foi a redução no desenvolvimento da degeneração macular. O estudo mostrou que a junção com outras vitaminas pode diminuir o risco de catarata.

10- Combate a asma

Por incrível que pareça, estudos mostram que baixos níveis de ácido fólico podem provocar doenças de pele e respiratória como a asma. Nesse caso o ideal é procurar um médico para um melhor tratamento.

Como já foi dito, a nossa alimentação é capaz de nos fornecer a quantidade necessária de vitamina B, porém em muitos casos é necessário tomar suplementos para atingir as necessidades do nosso corpo. Para isso, busque orientação médica.

 

Veja também esta reportagem sobre a vitamina B (3:29):

Fontes:

http://www.everydayhealth.com/pictures/surprising-health-benefits-b-vitamins/

http://www.myvitamins.com/articles/nutrition/beauty-benefits-of-b-vitamins/

http://www.drwhitaker.com/nutrient-spotlight-benefits-of-b-vitamins/

10 Dicas Infalíveis que Ajudarão na Digestão

Você não anda bem de estômago? Sempre está com a sensação de barriga inchada? Não consegue ir no banheiro todos os dias? A digestão tem como função quebrar os alimentos ingeridos em nutrientes que o corpo precisa, excluindo o que não presta. E se você trata a saúde digestiva com negligência, seu corpo pode passar por uns maus bocados por conta dessa falta de nutrientes. Se é o seu caso, temos uma saída para você.

Veja as 10 Dicas Infalíveis para Ajudar a Digestão

Sua digestão é diretamente impactada pelos alimentos que come e o estilo de vida que leva. Tomando os passos certos para melhorar sua digestão, não só esse sistema do corpo funcionará com mais qualidade, mas sua saúde como um todo será beneficiada de diversas formas. Então sem demora, vamos às dicas para melhorar o seu sistema digestivo.

1) Faça uma dieta com alimentos ricos em fibras

 

Uma forma muito simples de melhorar sua digestão sem grandes mistérios é através de uma alimentação a base de fibras. Grãos, vegetais, legumes e frutas de um modo geral possuem uma boa quantidade de fibras, que entre outros benefícios, aumenta a sensação de saciedade, facilitando o processo digestivo a longo prazo. Além disso, ainda ajuda a manter o peso, já que o espaço entre refeições fica melhor definido.

Outro excelente benefício de uma dieta rica em fibras é a prevenção de várias doenças e transtornos no sistema digestivo. Só para citar alguns, estão a hemorroida, a síndrome do intestino irritado, e a diverticulose.

Exemplos de Alimentos

  • Aipo
  • Maçã
  • Aveia
  • Grão de Bico
  • Cenoura

2) Coma fibras insolúveis e solúveis

É importante que se consuma ambos os tipos de fibra, em que cada uma auxilia seu sistema digestivo de formas diferentes. A fibra insolúvel, mais conhecida como forragem ou comida frugal, não costuma ser totalmente digerida pelo organismo, o que reforça o processo de excreção.

Por outro lado, a fibra solúvel é absorvida com mais facilidade pelo organismo, o que também facilita o processo de digestão. O equilíbrio entre as duas é o segredo para um estômago e intestino saudáveis. Veja boas fontes de fibra insolúvel e solúvel para facilitar sua dieta.

Fibra Insolúvel

  • Farelo de Trigo
  • Vegetais (pimentão, pepino, couve-flor, brócolis)
  • Grãos (feijão, arroz integral, aveia)

Fibra Solúvel

  • Nozes
  • Sementes (linhaça, centeio, castanha de caju)
  • Legumes (beterraba, abóbora)

3) Prefira Carnes Magras

Proteínas são uma parte essencial de uma dieta saudável, mas gorduras ruins podem prejudicar o processo de digestão, como vamos ver no tópico seguinte. Ao comer carnes, prefira manter uma dieta com carnes de aves ou suína, que equilibram a quantidade de gordura sem pesar no organismo.

4) Limite os alimentos com alto nível de gordura

De forma geral, carnes muito gordurosas consomem muita energia do sistema digestivo, tornando o processo mais demorado, e contribuindo para aquela sensação de cansaço que o corpo sente após a refeição. Mas como gorduras são necessárias para o organismo, o ideal é procurar por carnes magras, que não o tiram da dieta. Portanto, evite ao máximo comidas muito gordurosas e frituras, até para prevenir doenças em outras áreas, como no coração, por exemplo.

5) Incorpore Probióticos na sua dieta

Probióticos são bactérias benignas, presentes no intestino. Sua função é garantir que efeitos como stress, uma dieta pobre e mesmo antibióticos não afetem seu organismo de maneira muito pesada. Além disso, eles podem facilitar a absorção de nutrientes, fortalecer o sistema imunológico, e combater a síndrome do intestino irritável se forem bem estimulados. Portanto, incluir probióticos em sua dieta pode facilitar e muito seu sistema digestivo.

Exemplos de alimentos ricos em Probióticos

  • Iogurte
  • Kefir
  • Queijo
  • Leite Fermentado

6) Coma no tempo certo

O segredo de um sistema digestivo saudável não é comer pouco ou muito, mas a quantidade certa nos horários certos. Então você pode fazer aquele lanchinho sem problemas, só não exagere. E procure sempre manter os momentos adequados para comer, seja lanches ou as refeições principais, e seu estômago vai recompensá-lo de várias formas.

7) Beba bastante água

Beber água com uma boa frequência é bom para sua digestão. A presença constante de água no sistema digestivo ajuda a dissolver gorduras e fibra solúvel, permitindo essas substâncias passarem com mais facilidade. Aqueles dois litros por dia fazem muita diferença.

8) Pule os maus hábitos

Bebidas alcoólicas, cafeína e cigarros podem interferir no funcionamento do seu sistema digestivo, levando a problemas como azias e úlceras. Procure acabar com esses hábitos de uma vez, vai ver como fica mais tranquilo de verdade.

9) Faça exercícios regularmente

Praticar algum esporte ou arte marcial, ou apenas fazer boas caminhadas, mantém os alimentos se movendo com mais facilidade no sistema digestivo. Além disso, a prática constante ajuda a manter o peso ideal, então procure fazer exercícios ao menos três vezes por semana.

10) Controle o stress

Excesso de stress ou ansiedade pode interferir no sistema digestivo, levando a níveis insuportáveis. Procurar por atividades que reduzem seu estresse, como os próprios exercícios que recomendamos acima, vão reduzir a irritação do sistema digestivo e não acabar com toda sua dieta.

E aí, gostou das dicas? Elas são fáceis de serem aplicadas, e seu sistema digestivo será muito bem beneficiado ao longo do tempo. Com o tempo, não apenas seu estômago, mas todo o seu organismo terá uma boa recompensa. Até a próxima.

10 Coisas que Nunca Deveria Fazer Enquanto Estiver Consumindo Bebidas Alcoólicas

Muitas vezes em festas, baladas ou até em reunião com os amigos, muitas pessoas acabam consumindo bebidas alcoólicas além da conta. Nesses momentos nos descontraímos e acabamos nos esquecendo dos problemas, mas também de algo muito importante que devemos nos ater: a responsabilidade.

Sendo assim, você poderá tomar algumas atitudes que não convém, atitudes essas, que poderão prejudicar tanto você quanto outras pessoas.

Veja a lista de 10 coisas sérias caso esteja consumindo bebidas alcoólicas:

Bebidas Alcóolicas

Não misture bebidas

É muito difícil nessas ocasiões, porém tente consumir o mesmo tipo de bebida toda noite. Caso queira beber coquetel tente se certificar que estará bebendo sempre a mesma bebida.

Tudo isso poderá evitar de maneira considerável uma embriaguez muito elevada, pois o ato de misturar bebidas faz com que o álcool consumido, passe mais rapidamente do estômago para o sangue.

Lembrando que não adiantará muita coisa caso você consuma muito álcool, pois o que determina a embriagues é o nível de álcool no sangue, independente da bebida alcoólica que consumir. A mistura só acelerará o processo.

Não dirija

Todos já estão cansados de saber que bebida e direção não combinam, caso ingira álcool mesmo que uma quantidade mínima, fique o mais longe possível de um carro. A embriaguez no volante não põe apenas sua vida em risco, mas também a de várias outras pessoas.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, diante dos demais países, o Brasil é o quinto com maior número de mortes ocasionados por acidentes de trânsito, sendo que 30% dos casos ocorrem devido ao uso de bebidas alcoólicas, segundo estudos realizados pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego. Então é necessário ter cautela.

Não mexa em suas redes sociais

Perdi a minha namorada por ter usado redes sociais quando estava bêbado. Se cuide! Caso não esteja disposto a pagar um dos maiores constrangimentos da sua vida, fique distante das redes sociais, pois nessas ocasiões como estamos fora de si, falamos ou fazemos muitas coisas inadequadas.

Então evite o máximo possível, caso contrário poderá dar início a uma conversa desagradável ou se expor de maneira indesejada. Talvez nunca mais ver a pessoas novamente seja um favor que fará a si próprio, caso decida se aventurar nas redes sociais embriagado.

Evite falar muito

Você já deve ter se lamentado por ter falado tanta besteira em uma noite. Quando bebemos, muitas vezes revelamos ser uma outra pessoa, talvez uma pessoa que se esconda em nosso âmago, porém nunca saiu de lá, pois somos conscientes o bastante para frear suas atitudes.

Porém, a bebida é capaz de libertá-la, e acabamos falando coisas que não falaríamos de modo algum, isso pode levar ao constrangimento. Sem mencionar que a bebida faz com que nos tornemos umas das pessoas mais sinceras do mundo, podemos falar algumas verdades que podem magoar ou irritar pessoas ao nosso redor.

Esteja entre pessoas confiáveis

Esse fator evitará que quando estiver fora de si seja roubado ou que algo de ruim aconteça com você, esteja próximo a amigos de confiança, caso contrário poderá se colocar em risco. E também caso passe um pouco do limite excessivo de álcool, você garantirá a volta para casa de forma segura.

Não aceite qualquer bebida

Você já deve ter visto em filmes de terror, a pessoa acordando em uma banheira cheia de gelo sem um rim. Tome cuidado! Saiba sempre a procedência da bebida que está consumindo, caso contrário não saberá qual sua composição, isso pode acabar com sua noite, caso alguém mal-intencionado decida oferecer algo desconhecido.

Não esteja de barriga vazia

Caso você estiver devidamente alimentado ou estiver se alimentando enquanto bebe, você diminuirá relativamente o seu nível de embriaguez. Pois dependendo do alimento, ele poderá absorver uma parte do álcool consumido, evitando que ele entre no sangue, como as batatas fritas por exemplo.

Essa atitude poderá salvar sua noite, então ao beber procure pedir também alguns aperitivos extras, tenho certeza que não irá se arrepender.

Não esteja tomando analgésicos

Você já deve ter ouvido isso! Eu já caí embriagado por ter bebido depois de ter tomado remédio. Isso mesmo! Não é aconselhável beber caso você estiver tomando medicamentos, pois a bebida pode anular seu efeito. Também não é recomendado tomar alguns remédios na intenção de frear a embriaguez de alguma forma, ao contrário do que muitos pensam, essa atitude pode fazer mais mal do que bem.

Alguns analgésicos poderão apenas piorar a situação que você se encontra, como por exemplo a Aspirina ou o Ibuprofeno, que podem causar insuficiência renal.

Medicamentos opiáceos (derivados do ópio), quando misturados com álcool, são capazes de diminuir sua respiração, podendo levar a inconsciência. Alguns medicamentos que possuem ópio em sua substância são o Vicodin, OxyContin, Tylenol 3 e o Percocet.

Sem mencionar medicamentos antidepressivos, alguns como Xanax, Valium, Lorazepam e Klonopin, quando misturados com álcool podem causar perda de memória, tonturas entre outros problemas sérios.

Não combine álcool com cafeína

Essa combinação também pode ser um problema, ao tomar cafeína que é um estimulante, e logo após álcool que é um sedativo, em comparação é como se você entrasse em um carro e pisasse no acelerador e no freio simultaneamente.

Sua coordenação motora, tempo e reação de seus reflexos e seu julgamento estão prejudicadas devido ao efeito do álcool, e ao ingerir qualquer bebida que possui cafeína em sua composição, fará com que você não sinta os sintomas da embriaguez, mas está longe de evitar a embriaguez em si.

As bebidas energéticas normalmente possuem elementos como a taurina e o ginseng, mas o ingrediente principal que o compõe é a cafeína. Por isso que muitos se embriagam facilmente ao misturar bebidas alcoólicas com energéticos.

Não arranje encrenca

O álcool tem o poder de fazer com que com muitas pessoas se sintam invencíveis, e não levando desaforos para casa, por isso quando estiver bêbado é bem mais fácil de arrumar brigas ou discussões.

Para que não volte com um olho roxo para casa, procure se controlar, brigas sempre fazem com que você tenha grandes arrependimentos no dia seguinte. E sempre considere que além da ressaca poderá ganhar um corpo dolorido.

Veja o que acontece com nosso organismo quando ingerimos bebidas alcoólicas nesse divertido vídeo a seguir (3:46):

 

Fonte:

http://news.softpedia.com/news/12-Things-You-Did-not-Know-About-Alcohol-74723.shtml

http://listsurge.com/10-things-you-should-never-do-when-drunk/

Como Pegar no Sono em um Minuto?

São diversas as receitas, chás, remédios ou meditações que prometem eliminar a insônia e fazer a pessoa pegar no sono mais rapidamente. Entretanto, se elas funcionam é uma outra história.

O médico, professor e escritor formado pela Universidade de Harvard, Dr. Andrew Weil criou o exercício 4-7-8, ou “tranquilizante natural do sistema nervoso” no qual são utilizadas técnicas de respiração que prometem fazer a pessoa adormecer em somente 60 segundos.

Confira este truque de pegar no sono que consiste em três passos simples:

pegar no sono

  • Fique em uma posição que não atrapalhe a sua respiração.
  • Com a boca fechada, conte até quatro enquanto inspira silenciosamente pelo nariz.
  • Conte até sete mentalmente enquanto segura a respiração.
  • Expire o ar pela boca fazendo barulho até chegar no número oito.

Segundo o Dr. Weil, em até quatro ciclos a pessoa já caiu no sono, acordando somente no outro dia sem se lembrar ao menos de ter parado de contar. Ressalta ainda que a técnica é absurdamente simples e dispensa a utilização de qualquer equipamento. O método é baseado na prática indiana Pranayama, que significa “Controle da respiração”

Para garantir um funcionamento perfeito, é essencial contar direitinho, sem acelerar ou reduzir a velocidade dos segundos. Além disso, realizar a técnica sem interrupções (sem voltar a respirar normalmente) também é recomendado. Desta maneira, o cérebro fica impossibilitado de produzir outros pensamentos que possam causar distrações e ocasionar a ansiedade.

Com este exercício, é possível sentir o ritmo cardíaco desacelerar e abrandar, acalmando a mente e fazendo o corpo relaxar. Diversas pessoas já relataram caírem no sono antes mesmo de realizar o segundo ciclo de respirações.

O truque é recomendado principalmente para pessoas que sofrem de ansiedade e nervosismo, além de poupar o bolso e o organismo, evitando o consumo de remédios sedativos. O estresse faz com que as pessoas respirem breve e superficialmente chegando a prender a respiração inconscientemente.

Com o exercício, você se obriga a melhorar a oxigenação afetando positivamente a corrente sanguínea, causando um efeito anestésico e calmante. Ele vai acalmar seu coração instantaneamente, além de acalmar o sistema nervoso em geral.

Técnicas de respiração vêm sido usadas em modalidades como ioga, que proporcionam o relaxamento e o bem-estar do corpo. O 4-7-8 é um dos mais conhecidos nos Estados Unidos e apesar de não garantir benefícios à saúde, está comprovado que o exercício ajuda quem o pratica a adormecer mais rapidamente. Além disso, pode-se praticar alguns instantes antes de um evento, reunião ou simplesmente se você está nervoso e busca calmaria.

Conheça outras maneiras de combater a insônia e melhorar a qualidade do sono:

  • Reduzir o consumo de bebidas alcoólicas e estimulantes como café preto e energéticos;
  • Evitar refeições pesadas antes de pegar no sono. O ideal é substituí-las por alimentos leves ou chás calmantes como camomila ou ervas;
  • Evitar dormir durante o dia ou trocar os horários;
  • Não praticar exercícios físicos muito próximos ao horário de dormir, pois os mesmos aumentam o metabolismo e energia;
  • Evitar discutir problemas e esforços físicos. Sempre buscar relaxar a mente e o corpo pelo menos duas horas antes de deitar;
  • Manter o quarto limpo, confortável, silencioso e escuro, evitando sempre materiais que possam causar alergia como carpetes e tapetes;
  • Escolher uma boa posição para dormir, evitando sempre optar pela barriga para baixo, grande causadora de problemas na coluna;
  • Evitar passar muito tempo na cama, como ver TV ou mexer no computador. A cama deve ser utilizada somente para dormir;

Fontes:

http://news.bitofnews.com/4-7-8-method/

http://www.byrdie.com/how-to-fall-asleep-fast

Beber Água Antes de Dormir Trará Efeitos Inacreditáveis

Beber água é um hábito essencial para nosso organismo. A água detém valiosos minerais e nutrientes que nos mantém o nosso corpo sempre saudável. Além disso, é necessário manter a boa hidratação do corpo, caso contrário, poderá desencadear sérios problemas.

Ao consumir água logo de manhã, você estará ajudando o corpo a ativar os órgãos internos. E ao beber um copo de água previamente a cada refeição você ajudará a estimular a digestão, e também a regular a quantidade de alimento que deve ingerir.

Mas as perguntas mais feitas referentes ao tema são: Tomar água antes de dormir é correto? E quais são os benefícios? Muitos consideram que esse hábito pode prejudicar o sono, pois, possivelmente você terá que levantar de madrugada para ir ao banheiro, porém isso é algo muito relativo.

A verdade é que beber água antes de se deitar é o correto, pois faz muito bem a saúde. Você ajudará o ciclo do corpo por meio de toxinas a dissipar resíduos, além de evitar desidratação noturna que pode causar cãibra muscular, acidente vascular cerebral e até mesmo um ataque cardíaco.

Veja os 4 incríveis benefícios proporcionados pelo hábito de beber água antes de dormir.

beber água

1) Hidrata o corpo

Ao adquirir esse hábito logo ao se deitar, você estará ajudando seu corpo a repor os fluidos que perdeu durante o dia realizando atividades do cotidiano, pois ao dormir o corpo se manterá estático e não expelirá fluidos.

Sem mencionar que um corpo hidratado corretamente é um corpo que possui o funcionamento ideal e necessário. Então, ao tomar água antes de dormir, você estará ajudando a recarregar o nível de hidratação necessário para o dia seguinte.

2) Queima as calorias

Como é muito falado popularmente, o hábito de beber água gelada é uma ótima maneira de queimar calorias e assim influenciar a perda de peso. Embora seja algo um pouco relativo, pois é necessário levar várias coisas em consideração, não deixa de ser verdade.

Ao consumir especificamente água gelada, o corpo terá o dobro de trabalho para se manter aquecido, o que ocasiona no aumento da taxa do metabolismo e queimará calorias.

Mesma coisa se aplica para quando você for dormir, porém surtirá um efeito ainda mais eficiente. Como você estará dormindo não adicionará caloria alguma ao organismo, então ele começará a queimar o excesso de calorias que você já possui.

3) Estimula o sono

A água também é responsável por equilibrar as vitaminas do corpo, bem como os nutrientes e minerais. Portanto, quando você for beber água antes de se deitar, você também estará equilibrando os hormônios, os níveis de energia, músculos e articulações, isso ajudará você a relaxar, além de proporcionar mais disposição na manhã seguinte.

4) Limpa as toxinas do organismo

O corpo humano acumula muitas toxinas que são derivadas de alimentos, lugares, entre outras coisas. Por isso que o consumo constante de água se faz importante, pois seu principal e mais eficiente benefício é agir como um limpador natural dentro do nosso corpo.

Essa limpeza proporcionada pela água, fará com que o corpo fique mais saudável, e ao fazer isso antes de dormir você oferecerá mais tempo, pois seu corpo ficará estático para limpar o organismo de toxinas indesejadas. Esse processo poderá beneficiar seu aparelho digestivo, músculos e até mesmo melhorar a pele no processo.

Veja algumas dicas referente a quantidade de água que devemos tomar por dia nesse vídeo a seguir (3:27):

 

Fonte:

http://www.fitday.com/fitness-articles/nutrition/healthy-eating/are-there-benefits-to-drinking-water-before-bedtime.html

http://www.simpleorganiclife.org/this-is-what-happens-when-you-drink-a-glass-of-water-before-bed-1796296312.html