10 Motivos para Modernizar a sua Empresa

Muitos empresários não acreditam que modernizar a sua empresa seja necessário. Contudo, isso é essencial para que o empreendimento possa se adaptar a constante evolução do mercado.

 
Aperte o play acima e ouça a narração desse post feita pelos nossos parceiros do Vooozer.

Um negócio de sucesso precisa ter como base três elementos essenciais: tecnologia, organização e recursos humanos. Esses fatores precisam ser constantemente atualizados para que a empresa não fique obsoleta, como afirmava o próprio pai da administração Peter F. Drucker, e acabe perdendo espaço no seu segmento.

Não há nada tão inútil do que executar com eficiência tarefas que nem deveriam ser feitas
— Peter F. Drucker

É comum vermos empresários presos a métodos antiquados. Isso sem falar na própria estrutura do negócio, que, muitas vezes já está defasada, mas, por conta do comodismo, nunca foi melhorada.

Se você ainda tem dúvidas, listamos alguns motivos que te convencerão a modernizar a sua empresa.

1) Adequação ao mercado

Por conta da Era Digital, hoje todos os setores estão se modernizando para se adequar a essa nova onda mercadológica. Se você quiser se manter competitivo perante os seus concorrentes é preciso mudar tudo aquilo de obsoleto dentro da empresa.

2) Melhorar o Desempenho

Equipamentos e técnicas mais modernas interferem diretamente no aumento do desempenho de um negócio. Modernizar a sua empresa irá fazer com que todos os processos tenham um crescimento.

3) Mais Organização

Já se passou o tempo que um empreendimento sofria com o acúmulo de papéis, extravio de documentos e perda de dados. Hoje, com o armazenamento em nuvem, tudo pode ser guardado em um servidor, e as informações poderão ser acessadas de qualquer lugar.

4) Segurança

Estruturas e equipamentos antigos demais podem tornar acarretar uma série de problemas perigosos. Modernizar a sua empresa trará mais segurança não só para a própria empresa, como, também para todos os envolvidos.
Um sistema de gestão, por exemplo, oferece segurança SSL que é a mesma usada pelos grandes bancos.

5) Sustentabilidade

Hoje, se um empreendimento não é sustentável ele irá sofrer boicote não só do mercado, como, também, dos consumidores. A preocupação com o meio-ambiente tem crescido cada vez mais, e é preciso demonstrar que o seu negócio faz parte dessa onda.
Substituir processos que exigiam técnicas não-sustentáveis ou poluentes por métodos mais “verdes” irá não só colocar a sua empresa dentro desse cenário, como, também, ajudará o próprio Planeta Terra.

6) Custo-benefício

Processos e equipamentos obsoletos exigem uma manutenção muito mais cara do que os de última linha. Modernizar a sua empresa poderá, em um primeiro momento, exigir um investimento maior. Contudo, em longo prazo, o custo-benefício dessa modernização irá compensar o valor gasto.

7) Mais Estabilidade

Depender de técnicas e mecanismos ultrapassados oferece muitos riscos ao empresário. Isso porque, ele precisa depender de pessoas que saibam como utilizar esses métodos. Renovando esses processos, fica mais fácil achar colaboradores que saibam lidar com eles.

8) Praticidade

Modernizar o seu negócio irá facilitar o seu dia a dia e de seus colaboradores. Ações que levavam horas para serem concretizadas, hoje podem ser feitas rapidamente pela internet, o que aumenta a praticidade e desempenho do empreendimento.

9) Conectividade

Hoje, tudo que se possa imaginar já poder ser conectado a internet. Além de possibilitar maior controle, isso também aumenta a interação do negócio com o restante do mercado. Investir em equipamentos inteligentes, por exemplo, irá facilitar todo o processo produtivo da sua empresa.

10) Aumento nos Lucros

Quando você deixa de gastar o seu dinheiro em manutenção de processos e técnicas ultrapassadas, e passa a investir na modernização do seu negócio, o aumento dos lucros é certo.

Isso porque, toda e qualquer mudança, para melhor, do seu empreendimento irá interferir diretamente na sua receita. Além disso, substituir coisas antiquadas dentro do seu empreendimento permite um olhar mais inovador sobre as possibilidades de negócio.
Como empresário, é preciso ter em mente que modernizar a sua empresa não é um custo extra para o negócio. Mas, sim, um investimento que trará todos os benefícios citados e muitos outros.

11) Dica extra:

Ao utilizar a tecnologia de um sistema de gestão empresarial no seu negócio, você tem todas as vantagens supracitadas na sua empresa.

Um ERP online possibilita que todos os setores da sua empresa como o de venda, estoque, financeiro, cadastros e muito mais, sejam integrados e você ganha tempo com digitações e espaço na memória do seu computador ao dispensar o uso de inúmeras planilhas. Você pode conhecer um pouco mais de como funciona esse tipo de programa em: sistema de gestão online.

Você não tem uma empresa mas quer economizar dinheiro?

Para você que gostaria de sair da crise, mas para a sua vida pessoal, também temos 10 dicas perfeitas para este caso. Veja o artigo 10 Dicas Eficientes para Economizar Dinheiro, e comece uma nova vida, profissional e pessoal, hoje mesmo.

Autora: Gabriela Vitória, redatora do GestãoClick.

10 Sinais que Indicam que Você está Ficando Viciado no Celular

Não há dúvida de que a vida sem celulares seria muito difícil. Precisamos deles para fins diários, incluindo manter contato com os amigos, fazer e receber chamadas importantes, trabalhar, jogar e assim por diante. No entanto, algumas pessoas sabem e entendem que o uso excessivo de celulares não é bom para a saúde. É fácil para você ficar viciado no celular, especialmente porque os celulares têm muito a oferecer.

Veja a Seguir 10 Sinais que Indicam que Você está Ficando Viciado no Celular:

10 Sinais que Indicam que Você está Ficando Viciado no Celular

1) Acessa a todo minuto

Você sempre manterá seu celular em sua mão. Pessoas que são viciadas são vistas conversando, usando algum aplicativo de rede social aleatório ou jogando. É difícil para essas pessoas deixarem seus celulares por um longo tempo. Se, por engano, as pessoas viciadas deixarem seus celulares em casa e perceberem no meio do caminho, voltam em casa e o buscam. Essas pessoas precisam ter seus celulares por perto constantemente, caso contrário, se sentem incompletas.

2) A bateria não dura muito tempo

Você pega o carregador instantaneamente assim que você recebe a notificação de bateria baixa? Você vai saber que é viciado se sempre carrega a bateria várias vezes em um dia. Utilizar muitos aplicativos, com o wifi ligado, por exemplo, drena a bateria rapidamente. E muitos viciados se sentam ao lado do celular carregando para continuar usando.

3) Preocupação excessiva em perder o celular

Viciados em celulares estão constantemente preocupados se vão perder o celular e provavelmente vão ter um ataque de pânico se o perderem, mesmo por pouco tempo.

4) Leva para o banheiro

Se você é viciado em seu celular, então são grandes as chances de que você irá levá-lo para o banheiro e normalmente vai demorar mais do que o habitual para sair, uma vez que o aparelho vai ser uma distração.

5) Usa em ocasiões sociais

Sair com os amigos ou para um encontro deve ser aproveitado ao máximo e o propósito dessas ocasiões é conversar com as pessoas ao seu redor em vez de estar em seu celular. No entanto, na maioria das vezes, as pessoas viciadas estão coladas nos seus celulares. Tal comportamento pode parecer rude para as outras pessoas, especialmente se querem falar com você e conhecê-lo melhor.

6) Verifica sem qualquer razão

Pessoas viciadas em seus celulares irão verificá-los, constantemente, sem qualquer razão. Elas só sentem a necessidade de estar com o aparelho, mesmo que não estejam esperando uma mensagem importante ou ligação. Em alguns casos, as pessoas até sentem vibrações fantasmas de seus celulares.

7) Acorda e dorme com o celular

Você o pega assim que acorda de manhã e é a última coisa que faz ao dormir. Se assim for, então você pode estar viciado em seu celular. Manter o seu celular próximo de você enquanto dorme pode causar interrupções graves nos seus padrões de sono. Portanto, esse comportamento não é saudável.

8) Não desfruta das férias

A maioria das pessoas estraga suas férias por estar com o celular constantemente em vez de ter um tempo de qualidade com a família e desfrutar do lugar diferente em que está como uma praia.

9) Obsessão por e-mails e mensagens

As pessoas que são viciadas em seus celulares tornam-se obsessivas quando o assunto é chamadas perdidas, mensagens e e-mails. Elas irão inventar uma desculpa para ver o celular, mesmo se estão ocupados com o trabalho ou durante reuniões importantes.

10) Procrastina no trabalho

Se você é um viciado em celular, então provavelmente vai procrastinar seu trabalho. Mesmo tendo datas pra entregar, sempre deixa pra última hora e isso pode influenciar no resultado final. Porém, viciados em celular não veem o tempo passar quando estão no aparelho.

Veja esta animação de 1 minuto que descreve a realidade dos seres humanos pelo uso de celular. 

 

Fontes:

http://www.addictiontips.net/phone-addiction/phone-addiction-signs/               

Saiba Tudo Sobre a Auto-Hemoterapia

É sempre comum usarmos medicamentos e tratamentos convencionais diante de um problema de saúde, mas durante anos vemos pessoas que buscam tratamentos e terapias alternativas como forma de curar uma condição médica, inflamações e doenças em geral. E é dentro desses tratamentos alternativos que se encontra a auto-hemoterapia, um tipo de prática utilizada há muitos séculos.

Veja agora o que é auto-hemoterapia, como funciona, suas indcações, benefícios e riscos:

1. O que é auto-hemoterapia?

A auto-hemoterapia é um procedimento onde se retira sangue pela veia de uma pessoa e se aplica em um músculo dela mesma (geralmente braços ou nádegas), ou seja, é uma terapia onde a pessoa faz uso de seu próprio sangue.

Especialistas nesta técnica dizem que com isso se estimula a produção de macrófagos pela medula espinhal, células derivadas de um tipo de glóbulo branco (leucócito) presente no sangue. Eles realizam uma limpeza no organismo, produzindo defesas e eliminando, por exemplo, sangue coagulado, bactérias, vírus, células tumorais etc, o que fortalece o sistema imunológico da pessoa.

Esta prática causa muita polêmica entre os profissionais da área da saúde, pois muitos acham que se trata de uma técnica perigosa e de risco à saúde, uma vez que não há comprovação científica quanto à sua eficácia. A auto-hemoterapia é, portanto, uma terapia não aprovada pelo Ministério da Saúde e está ainda proibida no Brasil, mas em constante estudo para ser reconhecida.

Existe um tratamento chamado “hemoterapia” que é realizado por médicos hematologistas e reconhecido pelo Conselho Federal de Medicina, porém, não tem nenhuma relação com a auto-hemoterapia. Dessa forma, não podemos confundir os dois tipos de práticas.

2. Como funciona a auto-hemoterapia?

A auto-hemoterapia é uma prática simples e funciona da seguinte forma:

  • Com uma seringa são retirados de 5 a 20 ml de sangue do antebraço da pessoa;
  • Injeta-se este sangue nos músculos da própria pessoa (braço ou nádegas);
  • O sangue injetado provoca uma reação de rejeição no organismo, o que estimula o sistema imunológico enviar os macrófagos aos locais de defesa, ou seja, fabricando mais anticorpos para combater doenças;
  • Os níveis de macrófagos são elevados de 5 a 22%, criando uma alta defesa no organismo em até 8 horas após a aplicação;
  • O efeito da dose sanguínea dura por volta de 5 dias e depois disso cai o nível de macrófagos novamente para 5%, sendo necessária nova aplicação. A técnica é geralmente realizada de 7 em 7 dias.

A auto-hemoterapia, então, tem sido utilizada não somente para combater doenças pré-existentes, mas também para fortalecer o sistema imunológico contra patógenos que possam invadir o organismo.

3. Quais são as indicações da auto-hemoterapia?

A auto-hemoterapia é indicada para qualquer pessoa em qualquer idade, tanto para tratar doenças como para preveni-las. De uma forma geral, ela trata doenças infecciosas, inflamatórias e alérgicas, como asma, psoríase, acne, dermatites, hipertensão, cistos e artrite, por exemplo.

4. Quais os benefícios da auto-hemoterapia?

Os benefícios da auto-hemoterapia são:

  • Melhorar o sistema imunológico do organismo, combatendo vários tipos de doenças;
  • Aumentar a quantidade de macrófagos que defenderão ainda mais o organismo;
  • Ser um método de custo baixo, feito em qualquer lugar, onde se utiliza somente uma seringa, uma pessoa que saiba manipulá-la e pulsar uma veia (de forma higiênica), além do sangue não necessitar de refrigeração, uma vez que, assim que é retirado, logo é injetado novamente;
  • Funcionar como forma complementar no tratamento de depressão e câncer, que também inclui os medicamentos tradicionalmente prescritos para esses problemas.

Assim, ela pode ser uma medida preventiva e servir como complemento à medicina tradicional, ou seja, independente disso, é importante seguir corretamente o tratamento médico convencional, podendo utilizar a auto-hemoterapia de maneira complementar.

5. Há riscos em aplicar a auto-hemoterapia?

Por não ser aprovada pelos órgãos de saúde responsáveis, a auto-hemoterapia não pode ser aplicada por médicos. Alguns especialistas dizem ser uma prática de risco, uma vez que:

  • Podem ocorrer hematomas e infecções generalizadas por uso incorreto da técnica (seringa e mãos contaminadas, por exemplo), sem as condições de higiene adequadas;
  • Não tem sentido injetar o mesmo sangue que se acabou de tirar, ou seja, colocar em circulação um sangue que anteriormente já estava circulando;
  • O corpo pode estranhar este sangue e causar uma reação alérgica contra a própria circulação, gerando outras doenças.

De qualquer maneira, o que os especialistas indicam é que é melhor aguardar a realização de novos estudos sobre a eficácia da auto-hemoterapia e que ela seja cientificamente reconhecida para depois se fazer uso dela.

Dessa forma, nunca abandone um tratamento convencional para adentrar em terapias que você desconheça. Tendo dúvidas no tratamento de uma doença, é sempre bom conversar com mais de um profissional antes de optar por uma ou outra alternativa terapêutica.

Veja a matéria sobre auto-hemoterapia no programa Domingo Espetacular (11:37):

Fonte:

http://www.abovetopsecret.com/forum/thread575080/pg1

3 Receitas de Inhame Para Ter uma Saúde de Ferro

O conhecido como Inhame no Sudeste (do nome científico Colocasia Esculenta) também é conhecido em como cará, no Norte e Nordeste do Brasil. Além desses dois nomes, também são dados outros nomes de acordo com as variações regionais do tubérculo. O inhame é uma raiz, também cultivada na Ásia, África e Oceania, além da América Latina.

Composição e benefícios do Inhame

O Inhame contém carboidratos (fornece energia), fósforo (participa absorção de carboidratos pelo organismo, na formação do DNA, dos ossos e dentes), potássio (auxiliar no controle de pressão arterial e contração muscular) e fibras (importantes para regular o funcionamento intestinal e controlar de colesterol).

Receitas de inhame para potencializar a sua saúde

1) Purê de Inhame Light

pure-de-inhame

Por ser fonte de carboidrato, o purê de inhame, assim como o de batatas, deve ser consumido em substituição do arroz ou macarrão, por exemplo, para não exagerar no consumo de carboidratos na mesma refeição.

Ingredientes:

  • 2 ou 3 inhames médios
  • 1 colher (de sopa) margarina light
  • 1⁄2 xícara (de chá) de leite desnatado
  • Sal a gosto
  • Azeite extra virgem a gosto

Modo de Preparo:

  • Descasque e corte os inhames em pedaços pequenos e leve ao fogo para cozinhar em água e sal por cerca de 20 minutos ou até estarem amolecidos
  • Escorra a água e amasse os inhames – ou passe-os pelo espremedor de batatas
  • Acrescente o leite e a margarina ao inhame amassado
  • Misture tudo até que esteja com consistência de purê
  • Acerte o sal e coloque o azeite
  • Sirva quentinho, acompanhado por uma proteína (carne, frango, peixe, ovos ou proteína texturizada de soja).

2) Suco de Inhame com banana

receitas-de-inhame-com-banana

Ingredientes:

  • 1 inhame descascado
  • 4 copos d’água
  • 2 bananas prata
  • Açúcar mascavo ou demerara ou adoçante, a gosto

Modo de preparo:

  • Bata o inhame com a água
  • Acrescente a banana cortada e descascada, e bata por alguns minutos
  • Sirva nos lanches intermediários ou como refeição pré-treino, pois é rico
    em carboidratos que fornecem energia.

3) Pastinha de Inhame

pastinha-de-inhame

Ingredientes:

  • 3 inhames pequenos cozidos em água
  • Azeite a gosto
  • Salsinha, manjericão, coentro, cebolinha, orégano, alho, cebola e outros
    temperos que desejar, a gosto
  • 1 colher de sopa de maionese light ou requeijão light
  • Sal a gosto

Modo de preparo:

  • Amasse os inhames cozidos com a maionese light ou requeijão light
  • Acrescente os temperos a gosto
  • Pode bater no liquidificador para ficar mais homogêneo
  • Acrescente o azeite
  • Acerte o sal
  • Sirva com torradas, barquinhas de canapés, biscoitos de arroz, chip de
    tapioca ou pão sírio.

Dietas Restritivas são Ineficientes em Longo Prazo

A busca pela dieta perfeita entre quem busca perder peso e manter uma vida saudável pode ser uma longa trajetória. Apesar de resultados de fato existirem, as dietas da moda, ou dietas restritivas utilizam um método chato e que enjoa. A alimentação precisa ser pensada como saúde, e não apenas como um método para emagrecer.

As dietas restritivas são sustentáveis em longo prazo e quem as segue, não conseguem manter uma reeducação alimentar sólida. Não é saudável a ideia de “regime”, em que se cumpre por um curto período e não consegue manter de forma saudável por longos
períodos.

Saiba Por Que as Dietas Restritivas são Ineficientes em Longo Prazo!

1) Dieta sem glúten

sem-gluten-dietas-restritivas

O glúten é a proteína do trigo, presente em alimentos que utilizam farinha de trigo, por exemplo. Não há estudos que comprovam que as dietas restritas em glúten, por exemplo, possam trazer benefícios para pacientes que não são intolerantes. Ou seja, pode ocorre a perda de peso por conta da redução do consumo de calorias que vem dos alimentos que usam farinha, como pães e massas, porém, o paciente pode desenvolver uma intolerância que antes não existia.

2) Dieta sem lactose

sem-gluten-dietas-restritivas

Lactose é o açúcar presente principalmente no leite. Com a restrição desse açúcar, pode ocorrer a redução de peso, mas não é garantido que a redução seja de gordura corporal, e com a restrição da lactose, nosso corpo reduz a produção da enzima responsável por sua digestão (a lactase), e pode desenvolver uma intolerância quando a pessoa voltar a consumir o leite e os derivados.

3) Dieta dos chás

dieta dos chas dietas restritivas

Cada um dos chás possuem substâncias diferentes e podem auxiliar em diversos tratamentos. Qualquer chá pode auxiliar na eliminação de líquidos e por isso, diminuir a retenção de líquido corporal, mas isso não quer dizer que houve perda de peso, e sim, de água. É comum que a pessoa tenha perda de peso na balança, mas isso não quer dizer que perdeu gordura e emagreceu, mas desinchou. É preciso cuidado na ingestão de chás, pois alguns têm quantidades recomendadas restritas por aumentar batimentos cardíacos, ou serem tóxicos para os rins, por exemplo.

4) Dieta low carb

dieta restritiva baixo carb

A dieta low carb, é uma dieta com baixa quantidade de carboidratos. Os
carboidratos são responsáveis por gerar energia ao nosso corpo. Na ausência de carboidratos, é comum aparecerem sintomas de cansaço, fadiga, falta de atenção e dores de cabeça, pois não havendo carboidrato para gerar energia, não há glicose no sangue e no cérebro.

5) Dieta paleolítica

dietas-restritivas-piramide

A dieta paleolítica é o tipo de dieta composta por alimentos que eram consumidos na era paleolítica, dos homens das cavernas. Na época, a alimentação era composta por alimentos de origem animal e vegetal apenas. Os alimentos de origem animal possuem grandes quantidades de proteína e gorduras, e tem poder de promover saciedade, porém, em grande quantidade são calóricos e podem aumentar os níveis de colesterol.

Não há milagres para perder peso e manter uma alimentação saudável. O ideal é a reeducação alimentar, onde a pessoa consegue mudar o corpo e a cabeça, que é o mais importante! Qualquer dieta deve ser elaborada de forma individualizada e acompanhada por nutricionista.

Receita Caldo Verde Light para Ficar Aquecido e em Forma!

Toda oportunidade em que se puder acrescentar couve ao cardápio, deve-se aproveitar!
Rica em cálcio, magnésio, vitamina A e vitaminas do complexo B, a couve auxilia na desintoxicação e melhora a função intestinal. Para tornar o caldo verde light, vamos substituir a batata por couve-flor, que tem menor quantidade de carboidrato!

Confira Abaixo a Receita de Caldo Verde Light

caldo-verde-light-receita

A) Ingredientes:

  • 1 maço de couve (uma parte para bater junto aos ingredientes, e outra parte para ralar e acrescentar depois de pronto)
  • 1 couve-flor média
  • 2 litros de água
  • Cebola e alho picados a gosto
  • Cebolinha e salsinha picadas a gosto
  • Sal a gosto
  • 1⁄2 kg de acém cozido sem gordura desfiado

B) Modo de Preparo:

  • Cozinhe o acém com água e sal e os temperos que desejar, até que fique macio o suficiente para desfiar, desfie e reserve
  • Cozinhe a couve flor com água e sal até que fique ao dente
  • Refogue a cebola e o alho e reserve
  • Bata a couve-flor no liquidificador com a água, a cebola e o alho, a
    cebolinha e salsinha, e a cebola e alho refogados
  • Em uma panela, junte a couve-flor batida com a carne desfiada
  • Se desejar, coloque pedaços da couve rasgada ou cortada em tiras
  • Acerte o sal e sirva quente.

O caldo pode ser acompanhado de croutons temperados, mini torradas, ou pães frescos com azeite e orégano.

4 Receitas de Inverno que irão te Manter em Forma

No inverno a maioria das pessoas tende a comer em maior quantidade e alimentos mais calóricos, na tentativa de aquecer o corpo. Não é necessário nos privar de preparações típicas de inverno, mas podemos fazer substituições inteligentes, para não ter surpresas na balança!

1) CAPPUCCINO LIGHT

capuccino-light

Ingredientes:

  • 200g de leite em pó desnatado (fique atento ao rótulo e evite marcar que tenham maltodextrina na lista de ingredientes, pois a presença da maltodextrina – que é um carboidrato – faz com que o leite deixe de ser
    leite puro e passe a ser um composto lácteo)
  • 100 g de café solúvel
  • 3 colheres (de sopa) de cacau em pó
  • 1 colher (de sopa) de canela em pó.

Modo de Preparo:

  • Misture todos ingredientes e guarde em um recipiente bem fechado.
  • Para preparar o cappuccino, adicione 1 colher de sopa da mistura em 1 xícara de chá de água quente e sirva.

2) CHOCOLATE QUENTE MEXICANO LIGHT

chocolate quente mexicano

Ingredientes:

  • 2 xícaras (de chá) de leite desnatado
  • 1 colher (de sopa) de açúcar mascavo ou demerara – ou adoçante a gosto;
  • 150 g de chocolate 70% cacau
  • 1⁄2 colher (de chá) de extrato de baunilha
  • 1 pitada de canela em pó
  • 1 pitada de pimenta caiena em pó.

Modo de Preparo:

  • Misture todos ingredientes e guarde em um recipiente bem fechado.
  • Para preparar o cappuccino, adicione 1 colher de sopa da mistura em 1 xícara de chá de água quente e sirva.

Obs.: A canela e a pimenta são alimentos termogênicos, por isso, aumentam a temperatura do corpo e auxiliam na queima de gordura pois aceleram o funcionamento do organismo.

3) ARROZ DOCE LIGHT

arroz doce light

Ingredientes:

  • 2 xícaras (de chá) de arroz integral cozido
  • 500 mL de leite desnatado
  • 1⁄2 xícara (de chá) de leite condensado light
  • 2 paus de canela
  • Canela em pó a gosto
  • Paçoca diet ou paçoca com aveia ou paçoca com whey protein a gosto.

Modo de Preparo:

  • Cozinhe o arroz integral em água
  • Leve o arroz cozido ao fogo com o leite desnatado
  • Adicione o leite condensado light e a canela em pau
  • Deixe apurar até atingir a textura de sua preferênci
  • Adicione a paçoca de sua preferência a gosto
  • Polvilhe canela em pó a gosto.

4) SOPA CREME DE TOMATE

sopra creme tomate light

Ingredientes:

  • 1 colher (de sopa) de azeite extra virgem
  • 3 dentes de alho picados
  • 3 cebolas picadas
  • 8 tomates médios maduros
  • Sal a gosto
  • 1⁄2 colher (de sobremesa) de gengibre cortado em lascas finas
  • 1⁄2 colher (de café) de noz-moscada
  • 1 xícara (de chá) de cebolinha
  • 1 pote de iogurte natural desnatado sem soro, temperado com sal e noz- moscada.

Modo de Preparo:

  • Em uma panela de pressão, coloque o azeite, o alho, a cebola e doure.
  • Acrescente os tomates e refogue, coloque o sal
  • Tampe a penla e deixe cozinhas por 15 minutos
  • Deixe esfriar e acrscente o gengibre, a noz moscada e a cebolinha
  • Bata essa mistura no liquidificador até formar um creme
  • Passe pela peneira, leve novamente ao fogo e ferva por 15 minutos
  • Sirva em pratos fundos, coloque no centro do prato 1 colher de sopa do iogurte temperado, e polvilhe cebolinha.
  • Para incrementar, pode servir com torradas, croutons temperados, ou pães frescos regados com azeite e orégano.

Obs.: O gengibre é um alimento termogênico e por isso, aumenta a temperatura do corpo, portanto, é uma excelente alternativa para aquecer no inverno. Além disso, ele auxiliar no funcionamento do organismo e na queima de gordura corporal.

3 Pisos Mais Populares para Decorar a sua Casa

Anda pensando em trocar o piso da sua casa, mas não sabe qual escolher? Isso é comum quando queremos mudar a decoração de casa ou quando ficamos perdidos com tantas opções no mercado, já que a variedade de materiais usados em pisos e revestimentos tem crescido muito. E para te dar uma ajuda nesse sentido, nós preparamos uma lista especial com as características principais de três pisos muito usados no mercado. Talvez um deles possa te agradar e no futuro vir a fazer parte da sua decoração. Vamos às opções!

Veja os 3 Pisos Mais Populares para Decorar a sua Casa

1. Piso porcelanato

3 Pisos mais Populares para Decorar sua Casa - Piso porcelanato

O piso porcelanato é uma das opções mais em conta do mercado. Aliado a isso, ele tem boa resistência e durabilidade, podendo ser assentado em qualquer cômodo da residência. Sua instalação também é mais fácil se comparado a outros modelos. Sua alta diversidade de tons e texturas o torna ideal para quase qualquer tipo de decoração.

Se sua casa é decorada em tons de madeira, possuindo uma atmosfera rústica, você pode usar o piso porcelanato que imita madeira ou cimento. Se sua casa é mais moderna, com móveis metálicos, há o porcelanato que simula piso metálico. Agora, se você tem cômodos com estofados amplos e tapetes felpudos, temos o porcelanato que imita tecido. Também há o modelo que imita fibra natural, couro, mármore e por aí vai. Ou seja, se procurar bem, provavelmente você vai encontrar aquele modelo que lhe agrade.

Além disso, os porcelanatos podem ser brilhosos, foscos ou rústicos, conforme o tipo (polido, acetinado ou rústico). Alguns possuem acabamento esmaltado, facilitando a higiene. Aliás, eles podem ser limpos com detergente. Tem um bom índice de impermeabilidade e não acumulam tanta sujeira nas divisórias, já que elas são finas.

Aproveitando a tendência, no ano de 2016 surgiu o famoso PORCELANATO LÍQUIDO. Que não passa de um Epóxi Auto Nivelante. Veja uma foto dele abaixo:

2. Piso de pedras

3 Pisos mais Populares para Decorar sua Casa - PIso de pedras

Os pisos feitos de pedras são uma alternativa duradoura para o chão da sua casa/apartamento. Os dois mais comuns usados em ambientes internos são o granito e o mármore. Ambos possuem uma estética muito bonita e podem ser encontrados em diferentes modelos de cores e padrões visuais. Contudo, eles podem manchar facilmente. Por isso, recomenda-se que sejam limpos com regularidade. Em locais úmidos, é bom passar um impermeabilizante, especialmente no mármore. Essa pedra possui alto grau de porosidade e absorvância.

Essas pedras são frias, sendo ótimas para locais com clima quente, pois ajudam a manter os cômodos mais frescos.  Dá também para usá-las combinando com mesas ou bancadas feitas também de mármore ou granito.

3. Pisos laminados

3 Pisos mais Populares para Decorar sua Casa - Pisos laminados

Os pisos laminados são compostos por placas de compensado de madeira HDF (High Density Fiberboard), sendo muito utilizados em ambientes residenciais e comerciais. Possuem bons níveis de isolamento acústico. São resistentes e duráveis. Pode-se instalar algumas dezenas de metros quadrados deles num único dia sobre superfícies que estejam bem niveladas e uniformes.

Podem ser encontrados em diferentes cores e tons. As estampas que lembram madeira também variam. Esse tipo de piso é ideal para quem quer uma decoração mais caseira ou rústica, combinando bem com móveis de madeira. Só deve-se ter cuidado para evitar contato excessivo com luz solar forte e água, pois pode causar deformações no piso laminado. A limpeza é simples, podendo ser usado um pano úmido.  

8 Erros mais Comuns nas Entrevistas de Emprego

Muita gente por aí pensa que só pelo fato de ter sido convocado para as entrevistas ou ter um bom currículo já está praticamente contratado. Certamente, se o recrutador selecionou seu currículo, é porque você possui os requisitos mínimos para trabalhar naquela função, mas isso não quer dizer que a vaga já é sua.

Uma boa apresentação pessoal, a forma como se comporta e como se fala em uma entrevista contarão muito mais pontos do que seu currículo anteriormente selecionado. Muitos já sabem dicas de como se comportar diante do recrutador, mas nem sempre as pessoas fazem aquilo que deveria. E diante da atual crise que o país vem passando, é melhor não perder as oportunidades que surgem ou que vão aparecer, certo?

Confira abaixo os 8 erros mais comuns nas entrevistas de emprego:

8 Erros mais Comuns nas Entrevistas de Emprego

1) Não buscar informações sobre a empresa anteriormente

Ao receber a ligação do recrutador para a entrevista, muita gente não procura saber anteriormente o nome da empresa, somente as informações sobre a vaga. Claro que, quando estamos desempregados, mandamos currículos para tantas vagas que às vezes não lembramos por onde enviamos nosso currículo e, assim, as informações sobre a empresa e a vaga ficam perdidas.

De qualquer forma, na própria ligação pergunte o nome da empresa e, antes de comparecer à entrevista, procure saber mais sobre ela, sua história, ramo de atuação, cultura, missão, objetivos, para depois, ao ser questionado pelo recrutador, você demonstrar que leva a empresa a sério, que sabe informações sobre ela e que tem interesse em fazer parte de sua equipe.

2) Ir com roupas inadequadas

Muita gente já imagina qual roupa é mais indicada para as entrevistas de emprego, mas nem sempre uma pessoa que vai de terno e gravata será realmente contratada se ela não tiver um bom desempenho durante a conversa. O conteúdo e conhecimento do candidato serão levados mais em conta, mas também deverá ter uma boa apresentação.

Cada função exige um tipo de vestimenta. Você, por exemplo, não vai vestido tão formalmente para uma vaga mais informal e vice-versa. De qualquer maneira, tenha sempre bom censo e não exagere no tamanho de certas peças (opte por cores mais neutras e discretas), nem no perfume, maquiagem ou penteado.

3) Chegar atrasado nas entrevistas

Já é sabido que qualquer atrasado em uma entrevista, e também em várias ocasiões de nossas vidas, é visto com maus olhos. Mas mesmo assim muitos candidatos cometem este erro. Isso já é anotado como ponto negativo pelo recrutador. Em geral, é melhor chegar pelo menos 30 minutos antes da entrevista.

Quem mora em cidades grandes sabe que imprevistos podem acontecer, como, por exemplo, trânsito, acidentes, etc, mas antes de uma entrevista, estude com cuidado sua localização, formas de se locomover (se de carro, ônibus, metrô), rotas mais fáceis e pontos de referência de onde descer. Se o atraso for inevitável por conta de algum imprevisto, avise a empresa imediatamente.

4) Falar demais ou falar pouco

Candidatos que falam sem parar, interrompem o recrutador com perguntas ou também aqueles que não comentam absolutamente nada e não demonstram interesse na conversa são mal vistos. É melhor dar respostas mais objetivas, sem rodeios, sempre de forma a estar focado naquilo que foi perguntado.

Seja pontual, bem articulado, mostrando-se seguro ao falar, que conhece o assunto questionado, e com naturalidade. Por isso é importante estudar bem o seu currículo para depois saber do que está falando. O mais importante é sempre se ater à sua experiência profissional e ter uma boa postura, pois falar sobre outros assuntos, como problemas familiares ou financeiros, não trará pontos positivos ao seu favor.

5) Falar mal da empresa anterior

Ao serem questionados sobre o motivo que os fizeram sair de suas últimas empresas, muitos candidatos acabam “detonando” seus ex-chefes ou suas atividades anteriores. Conflitos existem em qualquer empresa e o recrutador vai querer saber como você se saiu ou se sairá em casos como estes.

Porém, nunca diga que não se dava bem com seu superior, seus colegas ou que odiava seu ex-emprego, pois o recrutador poderá pensar que você fará a mesma coisa com ele ou com a empresa caso venha a assumir o novo cargo, além de imaginar que você não sabe gerenciar conflitos e frustrações. Portanto, seja discreto e ético, informando que está em busca de uma melhor oportunidade que te leve a um melhor desenvolvimento profissional.

6) Inventar competências ou mentir sobre elas

Na grande maioria das entrevistas, antes do recrutador chamar para a sala, é comum preenchermos uma ficha cadastral na recepção. Vemos muitos currículos com informações divergentes do que é preenchido nesta ficha, como, por exemplo, datas de admissão e demissão, motivo da saída do último emprego, atividades exercidas, cursos, línguas, competências, etc.

Atente-se sempre a estes detalhes, preencha a ficha cadastral e os dados de seu currículo coerentemente, e sempre responda às perguntas do recrutador de acordo com as informações do seu currículo, de forma verdadeira, para que os dados não sejam divergentes e pareça que você está inventando ou mentindo sobre os fatos.

7) Ser arrogante e autoconfiante ao extremo

Você é avaliado desde a hora que entra na empresa até sua saída dela. A forma como se comporta com a recepcionista e com outros funcionários antes da entrevista já avalia sua personalidade e perfil.

É sempre interessante mostrar seu valor e realizações profissionais, mas não saia por aí mostrando autoconfiança demais e arrogância, que sabe de tudo, que não precisa dos outros para ter um bom desempenho e que se acha auto-suficiente, pois trabalho em equipe é um requisito considerado muito importante.

8) Pressionar o recrutador e fazer perguntas desnecessárias

Há candidatos que interrompem o recrutador logo no começo da entrevista, questionando salário, se há férias coletivas, se emendam pontes em feriados, quando será dada a resposta da entrevista, se enviarão algum feedback ou não, ou até após a entrevista, ligando várias vezes para obter resposta sobre a vaga, mandando muitos e-mails etc. Ou seja, precipitações e perguntas desnecessárias, que só atrapalham o andamento da entrevista e deixam impressões negativas sobre você, o que denota ansiedade e insegurança.

Portanto, aja com naturalidade e respeite o prazo que o recrutador informar sobre o fechamento do processo seletivo. Aguarde com paciência até a data estipulada, e caso não tenha retorno, aí sim você pode enviar um e-mail para saber sobre a resposta e até agradecer pela atenção que foi dada a você na entrevista.

Fonte:

http://www.telegraph.co.uk/finance/jobs/11237738/The-13-most-common-job-interview-mistakes.html

Ciúme Patológico: Causas e Como Lidar com o Ciúme de Forma Correta

Quem nunca ouviu o seguinte ditado “quem ama cuida”? Impossível não é? Em um relacionamento afetivo é comum experimentarmos sentimentos que vão desde uma sensação de felicidade extrema até uma sensação de desconforto, como, por exemplo, o ciúme. O ciúme é um sentimento comum e todos nós já experenciamos na vida essa emoção. Ele ocorre quando queremos zelar por alguém, demonstrar nossa preocupação, respeito, proteção e zelo pela pessoa amada. Porém, quando o grau de ciúme se torna exagerado e irracional, pode trazer sérios problemas para o relacionamento e para o próprio ciumento que sofre com esse sentimento.

Saiba mais a seguir sobre o ciúme patológico, causas, sintomas, tratamento e como lidar com o ciúme de forma correta:

1) Ciúme patológico X normal

O ciúme é caracterizado pelo medo de perder aquela pessoa amada por alguma razão ou para uma outra pessoa, ou seja, é um conjunto de emoções que aparecem diante de alguma ameaça ou instabilidade no relacionamento. O ciúme pode ocorrer também onde se existe uma relação afetiva intensa, como, por exemplo, entre pais e filhos, irmãos, amigos etc, e não somente na relação entre um homem e uma mulher.

No ciúme normal, o que se deseja em uma relação é preservá-la e muitos demonstram ciúme como forma de provar o amor que sentem, além de querer mostrar que valoriza o outro, mas também pode ser visto como baixa auto-estima e insegurança.

Quando o ciúme ultrapassa um grau onde começam a existir prejuízos na vida da pessoa, ele passa a ser considerado patológico, ou seja, é um ciúme doentio, um transtorno afetivo grave, onde a pessoa:

  • Possui suposições infundáveis, desconfiando de tudo e da pessoa amada;
  • Destrói o relacionamento, corroendo todos os bons sentimentos antes envolvidos, tendo sempre a sensação de estar ameaçada;
  • Passa a ser possessiva, repleta de emoções negativas, pensamentos irracionais, dúvidas, ideias delirantes de infidelidade e ações inaceitáveis, como, por exemplo, seguir o outro; controlar as ações da outra pessoa; revirar roupas, bolsas, carteiras; checar emails, ligações, mensagens e redes sociais do parceiro buscando por indícios de traição; implicar com roupas, penteados, perfumes do parceiro; discutir por horas o amor que pensa não ser correspondido; observar constantemente para onde e para quem o parceiro está olhando, etc.

2) Causas do ciúme patológico

Ciúme Patológico

Os pesquisadores sobre o tema tem dificuldades em encontrar a causa real que leva uma pessoa ao ciúme patológico, porém alguns fatores que pioram o ciúme doentio indicam presença de:

  • Traumas na infância (como, por exemplo, problemas de relacionamento entre os pais, e rejeição dos pais com a criança);
  • Modelo aprendido com os pais (comportamento de pais ciumentos, excesso de zelo e cuidados, preocupação e controle excessivo sobre os filhos, etc);
  • Predisposição emocional a sentimentos de inferioridade e insegurança;
  • Experiências anteriores de traição, separação, divórcio, etc;
  • Estresse excessivo, perdas, frustrações e mudanças ocorridas durante a vida;
  • Parceiro (a) que possui comportamentos provocativos (ou seja, fica provocando a pessoa para “testar” seu grau de ciúme e o quanto ela se importa com o relacionamento);
  • Problemas com álcool e outras drogas;
  • Depressão e Transtorno de Ansiedade;
  • Transtorno Obssessivo-Compulsivo;
  • Psicopatias e personalidades inseguras;
  • Psicoses, como, por exemplo, esquizofrenia.

Muitos ciumentos patológicos não apresentam outros transtornos mentais ou problemas com drogas, mas mesmo assim possuem a doença afetiva. Por isso o ciúme doentio ainda é um foco de estudo importante para os profissionais que investigam os casos.

3) Sintomas do ciúme patológico

As conclusões de pesquisas sobre o ciúme patológico indicam que as pessoas acometidas possuem os seguintes sintomas:

  • Ansiedade e angústia;
  • Sensibilidade extrema;
  • Sentimento de inferioridade, insegurança, baixa auto-estima, humilhação e vergonha;
  • Raiva excessiva;
  • Culpa e remorso;
  • Medo de perder o parceiro;
  • Grande preocupação com os relacionamentos anteriores e amizades do parceiro;
  • Pensamentos repetitivos e imagens infundáveis sobre os relacionamentos passados do parceiro;
  • Busca constante de evidências, desconfiança excessiva, desejo de vingança e rejeição com o parceiro;
  • Sentimento de possessividade e desejo de controle sobre os sentimentos e ações do outro;
  • Abandono de seu próprio desenvolvimento pessoal para viver literalmente a vida do outro.

É comum vermos casos policiais de homicídios seguidos de suicídio causados por pessoas que sofrem de ciúme patológico, uma vez que elas possuem comportamentos criminais, repletos de impulsividade, egoísmo e agressividade. Inclusive uma frase comum desses pacientes é “se não vai ficar comigo, não vai ficar com mais ninguém”.

4) Existe tratamento para ciúme patológico?

Diante do grande sofrimento causado, o tratamento para ciúme patológico geralmente é:

  • Psiquiátrico: o psiquiatra vai receitar medicamentos (antidepressivos e/ou antipsicóticos caso haja outros transtornos por detrás) para controlar os sintomas da doença.
  • Psicológico: o psicólogo, através da psicoterapia, vai ajudar o paciente a admitir seu problema, ressignificar o ciúme patológico, encontrar suas reais causas e como lidar com ele de maneira saudável, reaprendendo a se relacionar sem o excesso de controle e a angústia da dúvida constante, além de promover o autoconhecimento.

5) Como lidar com o ciúme de forma correta?

Diante de uma situação de ciúme, em que você desconfia de algo ou do amor que seu parceiro sente:

  • Admita o ciúme para si mesmo;
  • Fale abertamente com seu parceiro sobre o que está sentindo, questione o que realmente está te afligindo, revendo suas ações e as palavras ditas;
  • Coloque-se no lugar do outro, imaginando como seria se a situação fosse contrária (se ele estivesse também com ciúme de você e viesse discutir), avaliando se a situação é mesmo real ou não;
  • Lembre-se do que levou seu parceiro a estar com você, suas qualidades, pensamentos etc, e de tudo o que vocês já passaram juntos, para evitar que este ciúme desabe seu relacionamento;
  • Dê mais valor para você e tenha mais segurança em si e em sua relação com ele;
  • Procure ajuda profissional se perceber que o ciúme está evoluindo para um quadro patológico.

Fonte:

http://www.freethoughtlebanon.net/2012/10/pathological-jealousy-its-symptoms-and-definition/