5 Incríveis Bares Temáticos Espalhados Pelo Mundo

Conheça alguns bares temáticos espalhadas pelo mundo onde você pode tomar um drink e aproveitar uma experiência incrível ao mesmo tempo. Uma das melhores coisas de viajar é a oportunidade que temos de conhecer novos lugares e ter acesso a experiências culturais únicas.

Saber como um determinado povo vive ou saborear alguns pratos da culinária local é sempre uma descoberta sem igual. Porém, alguns empreendedores vão além e estão dispostos a criar experiências únicas não apenas para os moradores das cidades em que vivem como também para visitantes do mundo todo. É o caso desses 5 estabelecimentos que nós selecionamos. Tratam-se de alguns bares temáticos espalhados pelo mundo que não se limitam a deixar a ideia que pretende transmitir apenas na decoração.

Todos os bares citados têm um “q” de curioso. Como ficam em grandes cidades e são pontos turísticos imperdíveis recebem grande quantidade de turistas e, por isso, aceitam cartão pré-pago internacional. Mas, é sempre bom levar uma segunda opção, como por exemplo, a moeda em espécie, caso, naquele dia a máquina esteja quebrada… já pensou!

Em muitos casos, você pode ir além e, literalmente, se tornar parte de uma experiência incrível. A lista poderia ser muito maior e pesquisando você vai encontrar lugares inusitados e curiosos em praticamente todas as partes do mundo. Nesse artigo nós escolhemos 5 deles, localizados na Europa, na Ásia e na América do Norte, que certamente deveriam estar na sua lista de lugares para conhecer. Você toparia encarar todas essas experiências?

1 – The Red Sea Star, em Eilat, em Israel

À primeira vista o The Red Sea Star, localizado na cidade israelense de Eilat, pode parecer mais um bar qualquer em um píer. Porém, basta entrar nele e conhecer o segundo ambiente para perceber que você está diante de uma experiência incrível. O subsolo do bar fica literalmente debaixo do mar.

As janelas com vista para o fundo do oceano dão a impressão de que você está cercado por peixes e outros animais marinhos. A decoração também dá um ar de como se você estivesse mergulhando nas profundezas das águas. Trata-se de um dos bares mais curiosos de Israel, pioneiro no mundo a criar algo nesse sentido.

2 – Hobbit House, em Manila, nas Filipinas

Os filmes inspirados na obra de J. R. R. Tolkien arrebataram milhões de fãs pelo mundo. Foram duas trilogias: “O Senhor dos Anéis” e “O Hobbit”, ambas com bilheterias astronômicas e que colocaram para sempre os seus nomes na história do cinema. Inspirado nesse sucesso foi criado o Hobbit House na cidade de Manilla, nas Filipinas.

Toda a decoração se assemelha às tocas do hobbits. Outra curiosidade é a equipe de garçons: todos eles são anões, devidamente caracterizados de hobbits, o que faz com que você entre ainda mais no clima da Terra Média. Precioso, para dizer o mínimo. O bar virou uma atração turística da cidade e se você tiver a oportunidade de passar por lá, não deixe de conferir e tirar muitas fotos.

3 – Heart Attack Grill, em Las Vegas, nos Estados Unidos

A sua saúde pode até reclamar, mas há quem goste de consumir hambúrguer e bacon em grandes quantidades. O paraíso para isso é o Hearth Attack Grill, localizado em Las Vegas, nos Estados Unidos. Em tradução direta, o nome do bar significa “ataque cardíaco”. Para começar, se você pesar mais de 160 quilos não paga para comer.

Ao entrar, o visitante recebe um avental como se fosse um paciente de um hospital. Os garçons estão vestidos de médicos e as garçonetes de enfermeiras. O prato principal é um hambúrguer de 8 “andares”, com nada menos que 8 mil calorias. E se você não conseguir comer tudo, uma enfermeira vai encaminhar você para o meio do salão onde você receberá umas palmadas no bumbum. É o paraíso do politicamente incorreto.

4 – Skeleton Bar, em Liubliana, na Eslovênia

Se você está em busca de experiências um pouco mais macabras, no bom sentido da palavra, uma das alternativas é uma visita ao Skeleton Bar. Localizado na cidade de Liubliana, capital da Eslovênia, o lugar tem como principal atração o fato de ter esqueletos espalhados por toda parte. A decoração se assemelha a uma necrópole, com réplicas de ossos humanos espalhadas pelas paredes e no teto.

O ambiente, é claro, é escuro e a música que toca é bastante alta. Para dar um clima de maior mistério ao local, não há indicações claras de onde é o banheiro, por exemplo. Como se você estivesse preso em uma caverna, será preciso encontrar algumas pistas para decifrar onde está o toilette ou a porta de saída. Sem dúvida, curioso a ponto de merecer a sua visita caso você dê uma passada pela cidade.

5 – The Lockup, em Tóquio, no Japão

Imagine ir para uma prisão para saborear uma deliciosa refeição. Parece absurdo, não é mesmo? Pois no Japão tiveram uma ideia como essa no The Lockup, um bar e restaurante localizado na cidade de Tóquio. O caminho começa com você enfrentando um labirinto para chegar ao salão de jantar. Só que o salão é… diferente, digamos assim.

As mesas ficam dentro de celas apertadas e escuras. Durante as suas refeições, atores caracterizados de prisioneiros aparecem para tentar roubar a sua comida. Os nomes dos pratos e das bebidas também são bastante sugestivos: pílulas de suicídio, injeção letal, choque elétrico e cápsulas de bomba-relógio. Claro, tudo não passa de uma grande brincadeira. Você encararia esse desafio pela experiência?

Fonte: Confidence Câmbio

Autora: Carolina Riffel

10 Benefícios Incríveis da Framboesa para a Saúde

A framboesa é uma das frutas mais ricas em fibras e é uma boa opção de alimento para melhorar o intestino. Seu valor calórico é baixo: a cada 100 gramas de bagas de framboesa há 52 calorias e cerca de 6,5 gramas de fibras.

Confira os 10 Benefícios Incríveis da Framboesa para a Saúde:

10 Benefícios Incríveis da Framboesa para a Saúde

 

1 – Prevenir o câncer

Alguns nutrientes presentes na framboesa possuem um papel importante quando se refere à redução do estresse oxidativo, o desenvolvimento a reprodução de células cancerosas. O fruto pode prevenir o câncer, como de mama, do colo do útero, do cólon e da próstata. As framboesas são eficientes no reparo de danos às membranas celulares. Além disso, ela ajuda na redução do crescimento de bactérias e alguns fungos no corpo.

2 – Contém propriedades antioxidantes

A framboesa é uma grande fonte de antioxidantes que combatem os radicais livres. Os antioxidantes do fruto são a vitamina C, carotenoides, ácido elágico e quercetina, todos possuem uma eficácia anticâncer. Os antioxidantes são nutrientes essenciais que ajudam a fortalecer o Sistema imunológico, ajudando no combate de doenças.

3 – Alivia a cólica menstrual

A framboesa pode ser uma boa opção para aliviar a cólica menstrual, o chá pode regular o ciclo, aliviar as dores e até reduzir o fluxo. Além disso, o chá de framboesa pode ajudar as grávidas: aliviando náuseas, evitando hemorragias e reduzindo dores e ajuda no parto. Para as mães que estão produzindo leite o chá ou o fruto podem ajudar no aumento da produção do leite materno.

4 – Controla a pressão arterial

Antocianinas, que são encontradas nas framboesas, demonstraram suprimir a inflamação que pode levar a doenças cardiovasculares. O seu teor de polifenóis também pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares e, dessa maneira, pode evitar o acúmulo de plaquetas e reduzir a pressão arterial através de mecanismos anti-inflamatórios. O potássio que também existe nas framboesas protege a saúde cardíaca.

5 – Protege os olhos

A framboesa é capaz de proteger os olhos de degeneração macular, devido ao seu teor de antioxidantes. O fruto tem uma propriedade natural de proteção para a saúde dos olhos, que ajuda a proteger contra essa degeneração, que é muito comum em idosos. A degeneração macular é uma doença grande que pode causar a perda de visão.

6 – Ajuda a controlar a fome

Os carboidratos da framboesa são liberados lentamente o que evita o aumento e a diminuição nos níveis de açúcar no sangue que pode ajudar a controlar a fome . A framboesa possui um número baixo de calorias e é rica em fibras solúveis que mantem o estomago cheio e reduz o número de dores causadas pela fome: evitando que uma pessoa coma excessivamente.

7 – Contém propriedades anti-inflamatórias

A framboesa ajuda a evitar danos às membranas celulares e outros componentes, e reduz o crescimento de fungos e bactérias no corpo. Ela também pode reduzir reações alérgicas, febre, diarreia, alivia a bexiga e previne infecção do trato urinário.

8 – Aumenta o metabolismo

A framboesa pode ajudar nos dois sentidos. As cetonas presentes no fruto ajudam a aumentar o metabolismo nas células de gordura, aumentando a atividade enzimática, o consumo de oxigênio e a produção de calor em alguns tipos de células de gordura. Perda: A framboesa também é rica em fibra dietética e manganês, e estas fibras ajudam a retardar o processo digestivo e assim, você sente uma saciedade maior por mais tempo. O mangânes também ajuda a manter sua taxa metabólica alta e assim queima a gordura.

9 – Controla a diabete

A framboesa ajuda a diminuir o risco de desenvolver diabetes. Ela possui um baixo índice glicêmico, e isso ajuda na quebra de carboidrato, retardando a liberação de açúcar no sangue, fator que provoca uma baixa demanda de insulina pelo corpo, importante para pacientes diabéticos. A framboesa possui casca e elas ajudam, pois possuem muita fibra que ajudam a manter o nível de açúcar no sangue em um nível ideal.

10 – Previne a queda de cabelo

A framboesa está cheia de vitaminas do com complexo B, que são essenciais ao se tratar da redução da queda de cabelo e ao envelhecimento. A framboesa também possui ácido fólico que ajuda na capacidade de crescimento. A vitamina C, que está presente na framboesa, ajuda na promoção de um couro cabeludo em estado saudável.

Fontes:

http://www.medicalnewstoday.com/articles/283018.php

http://www.stylecraze.com/articles/amazing-health-benefits-of-raspberries/

Saiba Tudo Sobre Intolerância ao Glúten

A  Intolerância ao Glúten é um problema conhecido também como doença celíaca ou não celíaca (alergia), que significa que seus portadores possuem reações adversas ao consumir glúten, proteína que está presente na cevada, trigo, malte, centeio e suas derivações, como, por exemplo, massas, pães, bolachas, bolos, bebidas, etc.

Você com certeza vê embalagens de alimentos por aí informando se contém ou não glúten, exatamente porque é uma lei obrigatória, evitando prejudicar a saúde e a alimentação das pessoas que tem intolerância a este ingrediente. Assim, esta intolerância leva a problemas de absorção de vitaminas, água e sais minerais pelo organismo.

A seguir saiba tudo sobre intolerância ao glúten, suas causas, sintomas, diagnóstico e tratamento:

Intolerância ao Glúten - Tudo o que Você Precisa Saber!

1. O que causa intolerância ao glúten?

O que leva a intolerância ao glúten é uma predisposição genética para desenvolver o problema e alterações na permeabilidade do intestino. Dessa forma, é uma doença autoimune, em que a pessoa desenvolve um problema que ataca seu próprio organismo.

Pode iniciar em qualquer idade, mas geralmente a doença se manifesta já na infância, levando a criança a níveis baixos de ferro e cálcio, gordura nas fezes, saúde dental precária e crescimento lentificado quando não corretamente tradada.

2. Sintomas


Os sintomas que caracterizam a intolerância ao glúten são:

  • Gases, prisão de ventre;
  • Sensação de estufamento e dores abdominais;
  • Refluxo;
  • Vômito;
  • Palidez;
  • Diarréia frequente;
  • Grande volume de fezes, que podem apresentar gordura;
  • Perda de peso sem motivo aparente;
  • Perda de massa muscular;
  • Dores fortes de cabeça;
  • Perda ou alto ganho de apetite;
  • Apatia;
  • Fadiga;
  • Fraqueza;
  • Desnutrição (principalmente anemia em crianças, uma vez que o intestino não absorve corretamente as substâncias necessárias);
  • Alterações de humor, como irritabilidade, ansiedade e depressão;
  • Problemas neurológicos (formigamento e vertigem);
  • Infertilidade (em casos graves);
  • Outras doenças autoimunes, como psoríase, lúpus, esclerose, colite ulcerativa etc;
  • Problemas nas articulações, principalmente joelhos e mãos, como fibromialgia (dor crônica);
  • Problemas de pele e fraqueza das unhas.

3. Como se diagnostica intolerância ao glúten?

Não existe um teste específico que diagnostica a intolerância ao glúten, porém, é possível realizar alguns exames para confirmar o problema, como:

  • Exame de urina;
  • Exame de fezes;
  • Exame de sangue;
  • Endoscopia digestiva com biópsia do intestino (para analisar a inflamação e a mucosa intestinal).

Inicialmente o médico avaliará os sintomas e o histórico do paciente, para depois solicitar os exames e confirmar sua hipótese. Geralmente, os sintomas são confundidos com outras doenças. Por isso, é importante realizar todos estes exames a fim de confirmar o diagnóstico e dar início ao tratamento.

4. Como é o tratamento?

Não há cura para intolerância ao glúten. O tratamento para este problema é exatamente retirá-lo da alimentação do paciente, substituindo-o por outros alimentos que fornecerão os nutrientes necessários ao organismo.

Dessa forma, a pessoa não poderá ingerir nada que contenha glúten, nem o que for derivado dele, como, por exemplo, e já citado anteriormente, pão, bolo, massas, cerveja, uísque, biscoitos, salgadinhos ou qualquer outro alimento que indique a presença de glúten em sua composição.

Os alimentos que podem ser ingeridos pelos pacientes e que são substitutos do glúten são:

  • Batata e fécula de batata;
  • Mandioca e farinha de mandioca;
  • Fubá;
  • Milho e farinha de milho;
  • Farinha de arroz;
  • Polvilho;
  • Alimentos orgânicos, carnes e ovos;
  • Frutas;
  • Sementes;
  • Leite e seus derivados;
  • Probióticos;
  • Legumes;
  • Nozes.

Ao deixar de consumir glúten, os pacientes já sentem uma grande diferença, sendo que os sintomas desaparecem logo após alguns dias. Por isso é muito importante seguir a dieta sem glúten de maneira correta, evitando complicações.

5. O que ocorre se a intolerância ao glúten não for tratada?

As complicações que podem surgir caso a intolerância ao glúten não for tratada corretamente são:

  • Outras doenças autoimunes;
  • Câncer de intestino;
  • Doença hepática;
  • Osteoporose;
  • Infertilidade;
  • Anemia;
  • Deficiência de vitaminas importantes.

Portanto, siga todas as orientações médicas, nunca se automedicando e retirando completamente o glúten do cardápio, a fim de levar uma vida normal e com melhor qualidade.

Veja este programa que fala sobre a insuficiência ao glúten (22:39):

Fonte:

https://www.mindbodygreen.com/0-7482/10-signs-youre-gluten-intolerant.html

10 Sinais que o Seu Parceiro(a) Está Traindo Você

A fidelidade e a confiança são algumas das coisas mais importantes em um relacionamento sério. É difícil encontrar alguém que nunca tenha sentido insegurança em uma relação e infelizmente nem todos os casais conseguem manter essas qualidades, o que pode significar o fim de um namoro, noivado e até mesmo casamento.

Desconfiar que está sendo traído é um dos piores sentimentos, ainda mais quando falta coragem para confrontar o parceiro e perguntar se está havendo alguma coisa. Mas a maioria das pessoas que são infiéis mudam algumas coisas no seu dia a dia e no seu comportamento.

Aqui Vão os 10 Sinais de que Seu Parceiro Pode Estar te Traindo.

10 Sinais que o Seu Parceiro(a) Está Traindo Você

1) Vaidade

De acordo com psicólogos um dos primeiros sinais que os infiéis dão de que estão traindo o seu parceiro é a mudança no visual. Normalmente eles passam a se arrumar mais, a sair com roupas mais bonitas e provocantes. Além disso eles passam a se preocupar com o físico. Começam a fazer uma dieta e até se matriculam em uma academia. Se essa decisão for muito repentina, ou se a pessoa nunca havia se preocupado tanto com a sua aparência ou com a opinião alheia pode ser um motivo de preocupação;

2) Uso do celular e computador

Atualmente com a tecnologia é comum as pessoas passarem um bom tempo no celular, computador e nas redes sociais. A internet facilitou a comunicação entre as pessoas, mas também facilitou a vida dos parceiros com más intenções.

É comum que as pessoas que tenham um caso extra conjugal usem com mais frequência o celular e o computador, para se comunicar com o (a) amante. Além disso, ele tentará evitar que o parceiro tenha acesso ao seu celular, pois poderia encontrar alguma prova da traição.

Então se seu namorado (a) ou marido (a) sempre deixou você mexer em seu celular sem preocupações e agora não deixa mais, ou então colocou senhas que você não conhece em todos os dispositivos pode ser um sinal de que ele (a) está tendo um caso.

3) Horas extras

Seu parceiro (a) sempre foi dedicado ao trabalho e esforçado, mas nunca passou muito do horário e nem mesmo fez viagens por causa do emprego. Então, sem um motivo aparente ele (a) começa a ficar até mais tarde trabalhando, precisa viajar em alguns finais de semana a trabalho… isso pode ser uma desculpa para se encontrar com a (o) amante, principalmente se isso se tornar frequente.

4) Muitos compromissos

Assim como as horas a mais no trabalho o seu parceiro (a) pode aparecer com vários compromissos que não tinha antes. Vai visitar parentes que você nunca soube que existiam, quer sair com os (as) amigos (as) e não te leva junto e até mesmo as confraternizações do trabalho aumentam a frequência, e você nunca pode acompanhá-lo (a).

Se a pessoa era tranquila, caseira e gostava de sair junto com você e derrepente mudou e prefere sair mais e sozinha, pode ser motivo para preocupação. As pessoas infiéis sempre criam e inventam novos compromissos para poderem se encontrar com o (a) amante.

5) Falta de interesse

Sua esposa (marido) ou namorada (o) sempre estava disposta a ouvir os seus problemas, os seus desabafos e buscava te aconselhar da melhor maneira. Se quando você chega do trabalho e quer contar sobre o seu dia ela (e) não te dá mais tanta atenção e não demonstra interesse no que tem a dizer também pode ser um indício de traição.

A pessoa que trai pode ter suas conversas do dia a dia com o (a) amante, portanto não tem muito interesse no que seu parceiro tem a dizer, pois já desabafou e já falou sobre o seu dia com outra pessoa. Psicólogos também afirmam que os infiéis veem seus amantes como alguém que estará sempre disponível e alegre, ou seja, eles tem uma falsa imagem de que esta pessoa não tem problemas e não precisará desabafar com ele. Quando seu cônjuge tenta fazer isso eles vêem isso como um sacrifício.

6) Atenção

Quando se fala de traição e atenção é automático pensar que quando um dos parceiros está traindo o outro ele tende a dar menos atenção à pessoa, mas na prática nem sempre ocorre desta forma. A pessoa que está sendo infiel pode, muitas vezes, se sentir culpada e mal. Desta forma ela busca maneiras de tentar compensar o que está fazendo, uma dessas formas é dar muita atenção ao parceiro.

Portanto, atenção demais ou atenção de menos podem ser sinais de traição. Se o seu (sua) parceiro (a) sempre fez questão de lembrar o quanto te ama e o tamanho da sua importância na vida dele e recentemente não tem feito isso é um sinal. Mas se ele (a) sempre foi uma pessoa um pouco fria e fechada e ultimamente tem lhe dado presentes, carinho e muitos elogios também é um indício de traição.

7) Sexo

A questão do sexo pode se assemelhar à da atenção, pois um caso extra conjugal pode esquentar mais as coisas entre o casal assim como pode esfriar completamente, mas é fato de que haverá uma mudança. Se o seu parceiro (a) sempre tentava te provocar e hoje prefere assistir à televisão ou mexer no celular é um sinal, assim como o contrário.

8) Irritabilidade

Alterações no humor do seu parceiro também podem significar que ele está saindo com outra pessoa. Psicologicamente existem várias explicações para essas mudanças repentinas de humor. Uma delas foi citada em um dos tópicos acima, que se justifica pelo fato de que a pessoa vê o amante como uma figura sempre feliz e sem defeitos e quando se depara com o seu marido ou esposa se irrita pelo fato dele não corresponder às expectativas de ‘pessoa perfeita’.

Outra razão pode ser a culpa pela traição. Se alguém está em um relacionamento significa que tem algum sentimento pela outra pessoa, portanto se está traindo ela pode se sentir mal e então buscar motivos. Ela tenta justificar o seu erro buscando defeitos no marido ou esposa para sentir menos culpa.

Por isso, se existe traição, provavelmente o relacionamento terá mais discussões, mais brigas e todas sem um motivo específico ou que justificasse tais atitudes. Isso pode se tornar também uma desculpa para sair de casa. Ele (a) inventa uma briga para depois dizer que precisa sair e esfriar a cabeça.

9) Sono

A culpa de trair um parceiro pode fazer uma pessoa perder o sono. Normalmente os infiéis tem dificuldades para dormir, sofrem de insônia ou não tem um horário regular. De acordo com psicólogos, a culpa e a exaustão de estar em um relacionamento não satisfatório podem causar esses problemas.

10) Rotina

Além de todos os pontos já citados é possível identificar algum sinal de que seu companheiro está te traindo simplesmente observando a rotina dele. Pequenas coisas como chegar em casa e ir direto para o banho, ajudar mais na limpeza e na organização da casa e até mesmo mudanças na alimentação podem te deixar em alerta.

É extremamente importante ressaltar que cada um dos pontos citados pode ocorrer sem nenhuma relação com a infidelidade. Seu parceiro pode estar se arrumando mais para chamar sua atenção, pode estar usando mais o celular ou ficando horas no trabalho por ter muitos afazeres novos. Claro que se a pessoa mudou de cargo ou recebeu uma promoção ela pode precisar trabalhar mais do que o normal, então é sempre bom usar o bom senso e não achar que tudo é por causa de traição.

Ele pode também ter decidido dedicar um tempo só aos amigos e ter algumas mudanças na rotina, simplesmente por estar em uma fase diferente da vida. Além disso, alguns desses problemas podem ser ocasionados apenas por uma crise no relacionamento, e não necessariamente uma traição. O mais correto a se fazer é ter uma conversa franca e sincera sobre o que está acontecendo. Perguntar se ele (a) está passando por um momento difícil e no que você poderia ajudar é uma boa opção para melhorar a relação.

 

10 Benefícios Incríveis do Pomelo para a Saúde

O pomelo é uma fruta cítrica que muitas vezes é confundida com a toranja, porém, apesar de parecer com uma laranja grande, o pomelo possui a casca amarelada ou esverdeada e a polpa que varia entres as cores amarelo e vermelho, além de ser menos doce que a laranja e menos e ácido que o limão.

É rico em fibras, vitaminas A, B e C, potássio e outros minerais, alem de nutrientes importantes para o organismo. Porém, deve ser ingerido com cautela por pessoas com problemas hepáticos e renais, além de interferir na eficácia de certos medicamentos.

A seguir, veja 10 benefícios do pomelo para a saúde:

10 Benefícios Incríveis do Pomelo para a Saúde

1. Previne problemas bucais

O pomelo aumenta a resistência das gengivas e das outras estruturas da boca, uma vez que contém vitamina C, que é responsável por produzir colágeno. Assim, evita doenças bucais (como perda dos dentes, gengivite etc) e sangramentos, levando a gengivas fortalecidas e dentes mais saudáveis.

2. Trata infecções urinárias

A vitamina C também aumenta a acidez da urina, o que evita o aparecimento de bactérias no sistema urinário. Dessa forma, infecções são afastadas, fortalecendo o sistema imune. Além disso, a vitamina C evita o inchaço da região abdominal, que consequentemente elimina qualquer possibilidade de ocorrem infecções.

3. Queima gorduras e acelera o metabolismo

O pomelo é um dos poucos alimentos a apresentar uma poderosa enzima que derrete gorduras prejudiciais ao organismo, a “Carnitina pamitoyl-transferase”, e reduz o nível de açúcar no sangue. A fruta também possui muita fibra, que dá saciedade, reduzindo o consumo excessivo de alimentos e acelerando o metabolismo.

4. Rejuvenece a pele

A vitamina C é considerada um antioxidante que retarda o envelhecimento das células, regenerando a pele e eliminando os radicais livres. Assim, evita rugas, flacidez e manchas. Dessa forma, produz mais colágeno, aumentando a elasticidade da pele. Além da vitamina C, os outros antioxidantes presentes no pomelo previnem o aparecimento de células cancerígenas, eliminando-as.

5. Previne a osteoporose

O pomelo também é rico em potássio, que fortalece os ossos e absorve melhor todos os minerais presentes nele. Os ossos, portanto, ficam mais fortes, evitando o aparecimento dos quebradiços, o que ocorre nos casos de osteoporose, que impede a flexibilidade da estrutura óssea. O cálcio é outro mineral desta fruta que desenvolve potencialmente os ossos do corpo.

6. Evita dores musculares e cãimbras

Novamente o potássio é citado como importante mineral do pomelo. Ele nivela os fluídos corporais, evitando dores musculares, ligamentos rompidos, desidratação e o aparecimento de câimbras. Dessa maneira, controla os níveis de sódio, magnésio e do próprio potássio no organismo.

7. Desobstrui as artérias

O pomelo, por conter potássio, funciona como um vasodilatador, que alivia a tensão das artérias, aumentando a circulação e a oxigenação do sangue. Isso impede a formação de coágulos, e, consequentemente, o aparecimento de doenças cardiovasculares. É uma fruta amiga do coração, regulando a pressão arterial e eliminando toxinas. A pectina presente no pomelo também ajuda a desobstruir as artérias, aumentando sua elasticidade.

8. Ajuda na digestão

As fibras presentes no pomelo potencializam a digestão dos alimentos, evitando prisão de ventre, hemorróidas e outros problemas gastrointestinais. Elas fazem com que o estômago e o intestino tenham uma movimentação suave, digerindo melhor alimentos mais complexos de serem quebrados. E como o potássio e a vitamina C aumentam a elasticidade das artérias, contribuem ainda mais para um melhor funcionamento do sistema digestivo.

9. Fortalece o sistema imunológico

É sabido que a vitamina C fortalece o sistema imunológico e por isso o pomelo não deixa de ser uma fruta importante. Além de antioxidante, esta vitamina regula as funções das células responsáveis pelos anticorpos que defendem o sistema imune, ajudando a combater agentes infecciosos responsáveis por tosse, asma, gripes, resfriados e outros problemas de saúde. Além disso, ao consumir o pomelo, mais ferro é absorvido, evitando o aparecimento de anemias.

10. Cicatriza feridas

A vitamina C presente no pomelo contribui para desenvolver mais colágeno no corpo, que, assim, deixa a pele mais flexível, recuperando-a de lesões como feridas, eliminando as células mortas da pele lesionada e aumentando o crescimento de uma nova pele mais saudável, ou seja, promovendo a cicatrização do tecido.

Veja este vídeo que ensina como consumir o pomelo (5:16):

Saiba Tudo Sobre os Principais Tipos e Sabores de Vinho

O vinho é uma bebida que atrai muitos apaixonados e até mesmo os que não entendem muito sobre o assunto. São inúmeros tipos e sabores, são tantas diferenças que encantam e que requerem atenção para você saber qual o vinho ideal para o seu jantar, almoço ou comemoração. Aprenda e entenda mais sobre os vinhos de uma maneira mais simples.

Aos que entendem: compreenda ainda mais sobre essa bebida famosa que os atrai e que combina com momentos importantes e por muitas vezes românticos. Aos que não entendem: aprenda os tipos de uva, cores, sabores e surpreenda amigos, familiares e até o seu par.

I) Tipos de uvas e essências

1) Carbenet Sauvignon

A uva Carbenet Sauvigon é a mais utilizada nos vinhos tintos de todo o mundo. É de origem francesa, cultivada na região de Bordeaux e também em países como Argentina, Chile, Estados Unidos e Brasil. Esse tipo de vinho possui alta longevidade, estrutura, robustez e são vinhos encorpados, possui uma tonalidade violeta. Pode acompanhar queijos, filés, bacalhau e carnes.

2) Merlot

A uva Merlot São criadas em diferentes lugares do mundo, e sua origem é de Bordeaux, na França. Essa uva da origem ao vinho seco, encorpado, com cor intensa e acidez baixa fazendo com que produza bebidas macias com aroma e sabores frutados, ótimo para ser ingerido quando jovem. Com sabor adocidado, o vinho Merlot acompanha pratos leves quando jovem e combina com grelhados, queijos bem temperados, strogonoff de carne quando mais velho.

3) Malbec

Originária da França, a uva Malbec foi difundida em outros países, principalmente na Argentina, a maior produtora dessa uva. Com essas uvas o vinho recebe um aroma frutado, encorpado e com uma acidez balanceada, o vinho possui um caráter macio e aromático, com um leve sabor de flores e especiarias. O vinho Malbec é uma ótima opção para acompanhar massas, aves e carnes assadas.

4) Carménère

Como a maioria das uvas, a uva Carménère também é de origem francesa, de Bordeaux. Apesar de ser típica na região ela é mais comum em região chilena com a cepa considerados um dos melhores do mundo. Essa uva possui um vinho bem encorpado e, ao contrário dos outros vinhos franceses, ela possui um leve aroma apimentado com sabor frutado.

5) Pinot Noir

A uva Pinot Noir é originária da Borgonha e uma das uvas mais populares da França, mas é cultivada em diversos países. É a uva que faz o vinho Romanée-Conti, um dos mais prestigiados e caros do mundo, a uva é de de difícil e cara produção. Essa uva é responsável por vinhos secos e suaves, discretos, com tom sofisticado e único, possui cor violácea e possui com aroma de morango ou framboesa. O vinho Pinot Noir possui corpo médio e é ideal para acompanhar frutos do mar, massas, fondues e aves.

6) Syrah

Francesa e originária do Vale do Rhône, a uva Syrah se adaptou bem em vários países, como a Austrália, Argentina e Uruguai. Essa uva produz um vinho de cor intensa e com um aroma com especiarias e defumados, e caracteriza um sabor frutado. Produz um vinho tinto com forte e longa vida, podem ser guardados por no mínimo três anos e ser desfrutados durante as refeições.

7) Tannat

Originário do sul da França, a uva Tannat se adaptou muito bem no Uruguai. O vinho possui sabor frutado, com passagem pelo carvalho o que lhe faz ter equilíbrio e complexidade. É uma uva que caracteriza um vinho encorpado, com características que fazem com que ele seja saboreado após o envelhecimento, sendo mais suaves. É um vinho ideal para acompanhar pratos fortes, como carnes vermelhas e queijos com forte sabor.

8) Tempranillo

De origem espanhola e muito usado em vinhos portugueses e em argentinos, o vinho Tempranillo possui corpo médio e sabor frutado com aroma de ervas e especiarias. Ao ficarem envelhecidos eles podem obter notas de baunilha. Com uma boa acidez e encorpados o vinho se encaixa perfeitamente com carnes defumadas ou grelhadas, queijos, massas e até pratos da cozinha mexicana.

9) Chardonnay

Uva francesa, originária da Borgonha, responsável por produzis os mais famosos vinhos brancos e espumantes do mundo. O Chardonnay produz vinhos encorpados, macios e elegantes, ainda mais quando produzidos em terras francesas. Quando fermentado e amadurecido em toneis de carvalho o paladar se torna mais suculento. O vinha harmoniza com queijos de leite de casa, de búfalo e de cabra, desde os macios até os semiduros.

10) Sauvignon Blanc

Os Sauvignon Blancs mais conhecidos são originários do Loire, na França – Sancerre e Poully Fumé. A Nova Zelândia também produz ótimos vinhos a partir dessa uva. A maioria dos vinhos feitos a partir desta uva são em grande parte brancos, com uvas novas e secos, feitos para serem bebidos o quanto antes. O vinho possui sabor e aroma intenso, características de capim e groselha, com uma boa acidez.

II) Conheça as classes dos vinhos e seu teor alcoólico

  • Vinhos de mesa – possui uma graduação alcoólica de 10° a 13°g/l.
  • Vinhos Leves – possuem sua graduação alcoólica ente 7 a 9,9% do total de seu volume.
  • Vinhos Finos e nobres – sua graduação que pode variar entre 8,6 a 14,0% do seu volume.
  • Vinhos Espumantes Natural – a graduação alcoólica varia de 10 a 13%.
  • Vinhos Moscatel Espumantes ou mostro Espumante – seu conteúdo alcoólico varia de 7 a 10%.
  • Vinhos Frisantes – contém teor alcoólicos entre 7 a 13%.
  • Vinhos Gaseificados ou Filtrado Doce – apresenta um conteúdo alcoólico entre 10 a 13%.
  • Vinhos Licorosos – do seu volume total contém conteúdo alcoólica natural ou adquirido em 14 a 18%.
  • Vinhos Compostos – seu teor alcoólico é de 15 a 18% em volume.
  • Vinhos licorosos – a concentração alcoólica de 14 a 18° GL.
  • Vinhos compostos – sua concentração alcoólica varia entre 15° a 20° GL.

III) Confira o teor de açúcar do vinhos

1) Doce

O  vinho doce é feito com açúcar natural da uva após fermentação e não se transforma totalmente em álcool. Se você deseja começas a tomar vinhos, o vinho doce é ideal para você se familiarizar com essa bebida. É um bom acompanhamento para sobremesas. Ele é serviço em taças menores devido ao seu alto teor alcoolico.

2) Suave

Vinho com sabor doce exaltado, tendo concentrações acima de 20,1 gramas de açúcar por litro

3) Seco

O vinho seco é vinho no qual não se encontra adição de açúcar. Durante sua fermentação todo o açúcar – ou quase todo-  é transformado em álcool, ou seja, o teor de açúcar é tão baixo que se torna quase imperceptível, possuem até 5 gramas de açúcar por litro. Este é o vinho que mais tomamos no dia a dia.

4) Semi-Seco ou Meio Seco

Vinhos que começamos perceber o sabor doce, possuindo de 5,1 a 20,0 gramas de açúcar por litro.

5) Fortificado

São vinhos que possuem adição de aguardente vínica com função de interromper a fermentação e aumentar o teor alcóolico. Quase não apresentam sabor doce, possuem de 0 a 5 gramas de açúcar por litro.

IV) Conheça os tipos de vinhos

1) Vinhos tintos

São vinhos que se caracterizam por sua cor avermelhada em diferentes tons, devido aso fato de serem fermentador com a casca da uva. Quanto mais clara a sua tonalidade mais leves e de mais rápido consumo – como o Beaujolais Nouveau da Bourgogne francesa, já os mais escuros devem ser armazenados e envelhecidos – como o Cabernet Sauvignon da Califórnia.

  • Vermelho-púrpura: são tintos muito jovens e apresentam um equilíbrio acidez-tanicidade-maciez, é mais favorável aos dois primeiros.
  • Vermelho-rubi: são jovens a pronto, possuem acidez-tanicidade-maciez com um discreto equilíbrio.
  • Vermelho-granada: são vinhos que sofreram algum envelhecimento, possuem equilíbrio acidez-tanicidade- maciez, tende mais à maciez.
  • Vermelho alaranjado: são vinhos tintos que sofreram um grande envelhecimento. Possuem um equilíbrio acidez-tanicidade-maciez, mais favorável à maciez. Esse tipo de tonalidade pode ser considerada ruim se encontrada em vinhos mais jovens.

2) Vinhos Brancos

Os vinhos brancos são fermentados sem a casca da uva, por isso apresentam uma cor amarelada, muitas vezes com tons esverdeados e dourados. São feitos com uvas não muito maduras e buscam assegurar uma maior carga de acidez, tento um frescor gustativo. Pode ser dividido em Branco Seco e Branco Doce.

  • Amarelo-esverdeado: jovens, ligeiros, frescos e brilhantes. Possui equilíbrio acidez-maciez, sendo mais ácido. Normalmente são obtidos a partir de uvas colhidas antes de sua maturação e que sofreram alguns processos como filtração, clarificação. Os reflexos verdes podem diminuir depois de um ano de sua produção.
  • Amarelo-palha: é a cor dos brancos jovens que possuem um balanceamento entre acidez-maciez bem equilibrado. São obtidos a partir de uvas colhidas durante a maturação, apresentam boa concentração de açúcar.
  • Amarelo-dourado: possuem equilíbrio acidezmaciez, e tendem à maciez. São feitos de uvas bem maduras. A coloração também pode também obtida de maneiras diferentes como a maturação em barris de carvalho.
  • Amarelo-âmbar: possui equilíbrio acidez-maciez, sendo mais favorável à maciez. Normalmente são feitos a partir de técnicas que produzem vinhos licorosos.

3) Brancos Secos

São geralmente feitos com uvas brancas (casca verde). Em sua maioria são jovens e frescos e mais simples – não possuem profundidade de aromas e sabores, como os Bordeaux brancos, Aligoté e Mâcon e dos italianos Frascati e Verdicchio. Podem ser frutados e aromáticos como os melhores alemães do Reno e Mosela e os franceses da Alsace. Também há os encorpados e aromáticos que são maturados em barris de carvalho..

4) Brancos Doces

São chamados de vinhos de sobremesa, o açúcar deste tipo de vinho vem da própria uva. O mais famoso é o Sauternes, da região de Bordeaux.

5) Rosés

Produzidos com uvas tintas, cuja casca é retirada no meio do processo, de forma que tinja apenas levemente o vinho. São produzidos na França, no vale do Rhône (Tavel) e no vale do Loire (Rosé d’Anjou)

  • Rosado ou rosa tênue: é o termo usado para descrever vinhos rosados que lembram a cor da flor do pêssego. Por ser obtido de uvas tintas ele assume na juventude reflexos violetas. Pode ser obtido de uvas com pouca cor e, dessa maneira, terá cores que remetem à casca da cebola.
  • Cereja: a cor do vinho lembra cerejas e o seu reflexo podem ir do violeta ao alaranjado, assim monstra o grau de maturidade do vinho.
  • Clarete: Possui uma cor entre rosado e tinto, é como um vinho tinto com pouca intensidade de cor. Normalmente possui uma boa vivacidade de cor, com reflexos violeta no primeiro ano, podendo perder o frescor depois de dois anos de produção se tornando mais alaranjado.

6) Espumantes

Feitos de uvas brancas ou tintas, resulta muitas vezes em um vinho branco ou rosé, com gás. O melhor exemplo é o feito na região francesa de Champagne.

7) Fortificados

Produzidos como vinhos de mesa, possuem adição de álcool e são mais doces com maior durabilidade. É o caso do vinho do Porto e do Madeira, de Portugal e de vinhos degustados em sobremesas, como os franceses Muscat de Beaunes-de-Venise e o português Moscatel de Setúbal.

A aparência de um vinho pode nos dizer muito – sobre idade, sanidade, corpo, viscosidade, acidez, efervescência, adstringência, teor alcoólico, tipo de uva que o compõe. Ele pode nos dizer a respeito da safra, da região de que veio, em que temperatura ele foi elaborado e se teve amadurecimento em barris de madeira. Com um olhar atento você já pode se informar muito a respeito de um vinho.

V) Como saber se o vinho é bom?

Vinho: Saiba Sobre os Principais Tipos e Sabores de Vinho!

O ideal é inclinar a taça contra um fundo branco, em seu centro analisamos a tonalidade e nas bordas, os reflexos. Quando giramos o líquido no copo, podemos avaliar a viscosidade ou fluidez, pode que indicar o corpo, peso e até teor alcoólico. As arquetes, conhecidas como lágrimas que escorrem pelas paredes da taça demonstram a quantidade de álcool: quanto mais lágrimas, ou mais numerosas e finas são suas “pernas”, mais álcool deve haver no vinho e quanto mais lenta elas escorrerem mais densa será a bebida.

“Quanto mais escuro um vinho é, ele é mais encorpado; quanto mais brilhante, mais ácido e jovem; quanto mais esmaecido, mais velho e menos ácido”. Aprenda a analisar as cores dos vinhos.

Agora até você pode dar uma aula sobre vinhos. Aproveite e aprecie um bom vinho que combine com seu gosto. 

Manteiga ou Margarina: Qual é Mais Saudável?

A manteiga e margarina são muito conhecidas por serem utilizadas nos cafés da manhã, no pão, na produção de bolos, doces e massas que fazem parte da nossa rotina. Mas quais são as diferenças? Qual é mais saudável? Nós sempre pensamos que a margarina é mais saudável porque é feito de óleo vegetal. Mas nem sempre as margarinas são mais saudáveis. Vejas as diferenças que preparamos.

Començas a comperação, os dois produtos são ricos em gorduras. Mas a manteiga possui colesterol e uma quantidade maior de gordura saturada, enquanto a margarina possui maior quantidade de insaturada e não possui colesterol, por ser um produto de origem vegetal, e contém gordura trans.

A manteiga é de origem animal, derivada do leite – feita pela nata ou creme do leite. Ela pode ser feita em casa sendo batida até se tornar um creme homogêneo.  A margarina é produzida pelo óleo vegetal. O processo é chamado de hidrogenação – faz com que o óleo de líquido se torne sólido. Depois do processo são adicionados outros produtos para finalizar sua composição final.

A manteiga possui mais minerais – como cálcio e magnésio – e uma menor quantidade de vitaminas em sua fórmula. Para melhorar a composição, as vitaminas lipossolúveis são mais utilizadas na fórmula da margarina.

Em números:

Uma colher com 8 gramas – Calorias

  • Margarina – 54,8
  • Manteiga – 58,64

Uma colher com 8 gramas – Colesterol (mg) 

  • Margarina – 0
  • Manteiga – 17,52

Uma colher com 8 gramas – Gordura saturada (g) 

  • Margarina – 0
  • Manteiga – 4,04

Uma colher com 8 gramas – Gordura trans (g) 

  • Margarina – 0,7
  • Manteiga – 0

Uma colher com 8 gramas – Gordura total (g) 

  • Margarina – 6,06
  • Manteiga – 6,48

Pessoas com níveis elevados de colesterol consomem maior quantidade de margarina, pois favorece a síntese do colesterol. Em contrapartida, o grande consumo de margarina pode gerar a diminuição do HDL (bom colesterol) e pode geral aumento do LDL (mau colesterol). Portanto, o consumo elevado de manteiga pode gerar problemas cardiovasculares – causando o entupimento de artérias – devido à predominância de colesterol e gordura saturada.

Afinal qual é o mais saudável? Manteiga ou Margarina?

Antigamente, a margarina era considerada mais saudável porque era extraído de óleo vegetal e acreditava-se que a manteiga era ruim para a saúde do coração como resultado de suas gorduras saturadas e colesterol. Porém os especialistas alertam que devido a alta quantidade de gordura trans, a margarina tem maior chance de causar doenças cardíacas.

Além disso, a margarina é feita a partir de óleo vegetal, que é rico em gorduras poliinsaturadas. Este tipo de gordura tem sido associado a câncer e doenças cardiovasculares. Por isso a margarina não é considerada uma escolha adequada. Mesmo que a que a margarina seja rotulada “sem gordura trans”, isso quer dizer que o teor de gordura trans seja inferior a um certo limiar, isso não quer dizer que a margarina não contém nenhuma gordura trans.

Mesmo que você tenha escolhido a manteiga, todo alimento consumido em grande quantidade pode fazer mal ao nosso organismo. Optar por escolhas mais leves e saudáveis – como azeite de oliva ou até mesmo requeijão light, cream cheese light ou queijo tipo cotage – também é uma solução para conseguir fazer com que nosso organismo trabalhe da melhor maneira. Além de possuir menor número de calorias, eles oferecem nutrientes como cálcio e proteínas.

Fontes:

http://www.doctorshealthpress.com/food-and-nutrition-articles/butter-vs-margarine/

10 Melhores Restaurantes Vegetarianos em São Paulo

O vegetarianismo é um tipo de alimentação que abomina todo tipo de comida obtido do sacrifício de animais. Porém, existem exceções, os ovolactovegetarianos, por exemplo, que restringem apenas a carne de animais, mas agrega ovos e laticínios em seu plano alimentar. Muitas vezes,  os vegetarianos se preocupam com questões ecológicas e por isso deixam de consumir carne. Além das crenças religiosas ou filosóficas, ou simplesmente para uma opção de vida mais saudável. Em São Paulo temos mais de 15 mil restaurantes e 25 mil bares. Acha que isso é o bastante? Nós não podíamos deixar de fora os restaurantes vegetarianos.

Confira a lista dos 10 melhores restaurantes vegetarianos de São Paulo

1) Moinho de Pedra

10 Melhores Restaurantes Vegetarianos em São Paulo - Moinho de Pedra

O Moinho de Pedra é um restaurante que desde seu início serve sanduíches e sucos naturais, passando para cardápios mais elaborados após alguns anos, como sopas e cozidos, por exemplo. Há sempre um prato do dia, que acompanha uma salada ou sopa, aperfeiçoados com o melhor da culinária vegetariana e seus ingredientes orgânicos. Funciona também como café e um empório, onde se vende produtos naturais.

  • Endereço: Rua Francisco de Morais, 227, Chácara Santo Antônio.
  • Funcionamento: Segunda a sexta, das 08h30 às 17h00. Sábado, das 09h00 às 17h00.
  • Website

2) Banana Verde

10 Melhores Restaurantes Vegetarianos em São Paulo - Banana Verde

No restaurante Banana Verde você poderá provar deliciosos risotos e massas, além de um cardápio a la carte de pratos mediterrâneos, saladas e vegetais. Um dos pratos mais requisitados é o macarrão de pupunha ao molho e berinjela assada. Também possui música ambiente em um local bem descontraído.

  • Endereço: Rua Harmonia, 278, Vila Madalena.
  • Funcionamento: Terça a sexta, das 12h00 às 15h30 e das 19h00 às 23h00. Sábado e feriado, das 12h00 às 16h30 e das 19h00 às 23h00. Domingo, das 12h00 às 16h30.
  • Website

3) Panda Vegetariano

10 Melhores Restaurantes Vegetarianos em São Paulo - Panda Vegetariano

Conhecido também como Panda Express e Panda Vegano, é um restaurante self-service que acima de tudo oferece um vasto cardápio baseado na gastronomia asiática combinada com a cozinha brasileira. Em média são 17 pratos de saladas e 22 pratos quentes à sua escolha. Sem contar as opções de molhos e sobremesas. Uma dica: vale dar atenção especial ao guioza de legumes e aos sorvetes de milho e chocolate que são cortesia da casa.

  • Endereço: Rua Líbero Badaró, 137, Centro.
  • Funcionamento: Segunda, das 11h00 às 15h00. Quarta à sexta, das 11h00 às 14h00. Sábado, das 16h00 às 02h00 da manhã. Domingo, das 08h00 às 22h00.
  • Website

4) GOA

10 Melhores Restaurantes Vegetarianos em São Paulo - GOA

O GOA é um restaurante ovolactovegetariano que não faz uso de produtos de origem animal e industrializados, pensando na preservação do meio ambiente e sua conscientização. Possui um ambiente inspirado na cultura oriental, além de ter também uma loja de produtos naturais. Funciona somente no horário do almoço, com um cardápio amplo. Dentre suas especialidades estão o escondidinho de brócolis, feijoada vegetariana, purê de cenoura e panqueca de palmito, além de servirem sempre saladas e sopas como entrada.

  • Endereço: Rua Cônego Eugênio Leite, 1152, Pinheiros.
  • Funcionamento: Terça a sexta, das 12h00 às 15h15. Sábado, domingo e feriado, das 12h00 às 16h15.
  • Website

5) Casa da Coxinha Vegana

10 Melhores Restaurantes Vegetarianos em São Paulo - Casa da Coxinha Vegana

O nome já diz tudo para quem é apaixonado (a) por coxinhas. A casa é especializada em coxinhas assadas com a massa de raízes, tudo artesanal. Como opções para a massa eles têm mandioquinha, bata e mandioca. São 20 tipos de salgados com mais de 10 recheios para as coxinhas. A loja também trabalha com quibes, tortas, esfihas veganas, dentre outras especiarias.

  • Endereço: Rua Augusta, 1523, Consolação.
  • Funcionamento: Terça a sexta, das 10h00 às 18h00. Sábado, das 09h00 às 13h00.
  • Website

6) Barão Natural

10 Melhores Restaurantes Vegetarianos em São Paulo - Barão Natural

O Barão Natural, também chamado de Barãozinho, é um dos restaurantes veganos self-service com o preço mais acessível da cidade. Durante o dia eles servem um ótimo almoço, com uma vasta opção de combinações para os pratos. O ambiente também é um diferencial, possui uma simples decoração com lousas e pôsteres temáticos, além de uma iluminação aconchegante. Nas noites de quinta a domingo, o local passa a ser uma pizzaria, de cardápio vegano e vegetariano.

  • Endereço: Rua Alameda Barão de Limeira, 1090, Campos Elíseos.
  • Funcionamento: Almoço – segunda a sexta, das 11h30 às 15h00. Sábado, das 12h00 às 16h00. Jantar / pizzaria – quarta a domingo, das 18h00 às 23h00.
  • Website

7) Gopala Madhava

10 Melhores Restaurantes Vegetarianos em São Paulo - Gopala Madhava

 

Bem quista pelo público, devido ao tempo que está em São Paulo, mais de 20 anos na cidade, e aplicar os preceitos da filosofia de Hare Krishna (que usa ingredientes sempre frescos, combinados a elementos nobres da culinária indiana), o restaurante é focado em cozinha lacto vegetariana contemporânea. Além desse toque especial na receita, o local serve duas opções de almoço com suco natural, salada, prato principal e sobremesa.

  • Endereço: Rua Antônio Carlos, 413, Consolação.
  • Funcionamento: Segunda a Sábado, das 11h30 às 15h00.
  • Website

8) Taste and See

10 Melhores Restaurantes Vegetarianos em São Paulo - Taste and See

Localizado na zona sul, o Taste and See tem um amplo cardápio lactovegetariano que agrada na verdade qualquer pessoa. Dentre seus pratos estão, por exemplo, taste árabe, grelhados vegetarianos, taste chinês de tofu com legumes, moqueca baiana vegana, lasanha vegana, nachos mexicanos, wrap, entre outros, além de dar sobremesa e água de cortesia.

  • Endereço: Alameda Raja Gabaglia, 254, Vila Olímpia.
  • Funcionamento: Segunda a Sexta, das 07h00 às 15h00. Domingos e feriados, das 10h00 às 16h00.
  • Website

9) Vegacy

 10 Melhores Restaurantes Vegetarianos em São Paulo - Vegacy

O restaurante Vegacy é uma ótima opção para os vegetarianos, servindo em seu buffet pratos como macarrão de soja e berinjela à milanesa, além de atender também como uma lanchonete, com opções de lanches, doces, beirutes e sucos. Possui um ambiente descolado, muito freqüentado por jovens e tem WiFi disponível.

  • Endereço: Alameda Jaú, 1581, Jardim Paulista.
  • Funcionamento: Segunda a Sexta, das 11h30 às 15h00. Sábado, das 12h00 às 16h00.
  • Website

10) Casa Prema

10 Melhores Restaurantes Vegetarianos em São Paulo - Casa Prema

O restaurante Casa Prema é um local que baseia suas especialidades veganas no conceito espiritualista de Srila Sidhara Maharaj, um mestre indiano. Possui comida por quilo, onde sua especialidade é a feijoada vegetariana, vatapá de algas e nhoque de batatas, e aos sábados comidas indianas, como, por exemplo, cozido de soja com legumes, quiche e samosas. Além disso, oferece curso de yoga e meditação com mantras.

  • Endereço: Avenida Eusébio Matoso, 246, Pinheiros.
  • Funcionamento: Segunda a Sexta, das 11h30 às 15h00. Sábado, das 12h00 às 15h30.
  • Website

Autora: Mariana de Andrade

Conheça Todas as Belezas de Santa Cruz Cabrália

Se você estiver planejando férias para descansar com um cenário paradisíaco, vale a pena pensar em Santa Cruz Cabrália, uma cidade no litoral sul da Bahia, bem pertinho de Porto Seguro. Santa Cruz Cabrália ainda tem traços marcantes do descobrimento do Brasil, além das deslumbrantes paisagens regionais com as praias de mar cristalino e águas calmas, envoltos por belíssimos recifes. A cidade ainda tem uma rica vegetação, típica da mata Atlântica, o que deixam os turistas em contato profundo com a natureza.

I) História de Santa Cruz Cabrália

Santa Cruz Cabrália

A cidade é dividida em parte alta e baixa. Na parte alta estão as construções históricas construídas nos séculos XVII e XVIII, além da Igreja Nossa Senhora da Conceição e a histórica Casa de Câmara e Cadeia.

Toda essa região baiana é muito rica em história brasileira, e ao visitar a parte alta para se aprofundar nela, você ainda ganha uma vista panorâmica belíssima das melhores paisagens da cidade.

II) As Praias de Santa Cruz Cabrália

Santa Cruz Cabrália

Santa Cruz Cabrália possui praias diversas para todos os gostos, e um cenário belo para cada uma. Conheça um pouco de cada uma delas e outros passeios imperdíveis da região.

1) Praia Coroa Vermelha

Essa praia é muito famosa, pois de acordo com os pesquisadores históricos ela foi o ponto de desembarque da expedição portuguesa comandada por Pedro Álvares Cabral, além de ser o lugar escolhido para a primeira missa católica realizada no Brasil.

Os visitantes são atraídos pelo valor histórico de estar nessas terras, além de ficarem encantados pela energia do mar de Coroa Vermelha.

2) Praia de Arakakaí

Quem prefere turismo de aventura e esportes certamente vai ser atraído pela Praia de Arakakaí, destino ideal para os praticantes de surf e windsurf.

Com ondas boas, águas limpas e claas e areias avermelhadas, o cenário é lindo e convidativo para a prática de esportes. A praia está no centro da cidade, então é de fácil acesso, além de contar com uma boa estrutura local, com barracas que servem frutos do mar e drinks locais.

3) Ponta de Mutá

A apenas nove quilômetros do centro, a Ponta de Mutá é cercada pela vegetação da Mata Atlântica e coqueiros locais, o que a torna ainda mais bonita e com um ar de natureza selvagem. Corais formam piscinas naturais de águas bem clarinhas quando a maré está baixa, formando um cenário deslumbrante.

O pôr do sol também é lindíssimo visto de lá, portanto os visitantes costumam aproveitar a praia durante o dia e ficar até o cair da tarde para presenciar o espetáculo.

4) Fazenda Mãe Tereza

Esse parque ecológico está na região central de Santa Cruz Cabrália e atrai turistas que buscam atividades como natureza, pesca, banhos de rio, passeios de caiaque e etc.

Durante o passeio os visitantes perdem o fôlego com a beleza da fauna e flora do lugar. Esse passeio pode ser feito pela família toda, já que as crianças adoram a chance de estarem tão pertinho de animais como bicho preguiça, tamanduá, macacos e pica pau.

5) Parque Marinho da Coroa Alta

Esse é o ponto de partida de embarcações, bem às margens do Rio Tiba. O Parque Marinho da Coroa Alta recebe visitantes interessados em ver as piscinas naturais que são formadas pelos corais.

No passeio também se conhece a Vila Santo André e suas praias, também muito bonitas.

III) Gastronomia

A culinária baiana dispensa propaganda: é famosíssima em todo o Brasil e fora do país também! Você pode degustar o melhor do tempero da Bahia em Santa Cruz Cabrália, em vários restaurantes locais.

A Coconut Experience é especializada em receber bem os turistas, e certamente indicarão os melhores passeios e locais.

IV) Lembrancinhas

Visitar um lugar tão rico em cultura e história pede uma lembrança mais elaborada para levar para casa.

Para quem deseja levar um pedaço de Santa Cruz Cabrália pode reservar algumas horas para visitar a feirinha da praia Coroa Vermelha, que oferece uma imensa variedade de artesanatos produzidos por índios pataxós da região.

Dá pra encontrar de tudo, esculturas feitas em madeira, bijuterias, luminárias feitas com palha e muitos outros objetos artesanais feitos a mão. São opções de souvenirs e presentes para todos os bolsos, então não deixe de levar a sua lembrancinha.

V) Como chegar em Santa Cruz Cabrália

Ficou animado para visitar Santa Cruz Cabrália? O aeroporto mais próximo é o de Porto Seguro, e você pode entrar em contato com a Coconut Experience que oferece serviços especializados para programar a sua viagem e descobrir essa cidade incrível.

Para mais informações sobre Santa Cruz Cabrália, e ter muitas dicas de como programar a sua viagem, não deixe de seguir as nossas redes sociais!

Saiba mais : https://natalpraias.com.br/

As 8 Melhores Praias de Porto Seguro

Destino certo para quem ama clima de verão, praia e animação, Porto Seguro é um oásis litorâneo com opções para todos os gostos. As praias de Porto Seguro, sempre esplendorosas e diferentes entre si, possuem uma riqueza natural que encanta. Seja para descansar com a família ou para curtir baladas a beira mar, não tem quem não se apaixone por lá.

Trazemos, então, uma lista de sugestões com as Praias de Porto Seguro que definitivamente devem entrar para o roteiro da sua próxima viagem, nem que seja só para tomar uma água de coco em uma paisagem paradisíaca!

As 8 Melhores Praias de Porto Seguro

1) Arraial D’Ajuda

Com uma arquitetura rústica e marcante, o famoso Arraial D’Ajuda em quase nada se parece com o município a que pertence, Porto Seguro. Charmoso e multicolorido, possui belíssimas praias de água cristalina e uma flora incrível, que dá ao lugar um toque de verdadeiro paraíso.

Opção para quem deseja desfrutar de férias tranquilas na areia e também para quem busca diversão e boa gastronomia.

2) Praia de Taípe

No próprio litoral de Arraial D’Ajuda podemos encontrar uma das praias mais desertas e preservadas, a Praia de Taípe. Ela se destaca por ser uma ótima opção para quem gosta de longas caminhadas, tendo falésias por toda sua extensão e muitas ondas, proporcionando aconchego para olhos e ouvidos.

3) Praia do Mutá

Situada no limite norte de Porto Seguro com Santa Cruz de Cabrália, a Praia do Mutá é o endereço certo se sossego é o que o visitante busca. Com águas calmas, na baixa da maré dá até para andar bons metros mar a dentro! Para quem tira férias em família e tem criança em casa, essa praia é uma excelente escolha.

4) Santa Cruz Cabrália

São mais de 30 km de pequenas praias semidesertas, circundadas por recifes e que formam piscinas naturais. Entre elas, destacamos Coroa Vermelha (que foi um dos pontos de desembarque no Descobrimento), em sua calmaria e areia branquinha, e também Arakakaí, com suas ondas perfeitas e surfistas prontos para domá-las.

5) Caraíva

Calma e bucólica, Caraíva oferece algo a mais que as outras praias: ela possui a chamada “barra”, encontro entre mar e rio, que deslumbra os turistas e dá um quê de relaxamento ao local. É local de simplicidade, perfeita para quem anda precisando refletir sobre a vida e se reencontrar.

6) Praia de Santo André

O acesso à Praia de Santo André é feito pelo rio, o que faz dela uma praia reservada e de pouca infraestrutura, mas que tem seus charmes. É bonita, tranquila e tão simples que toda a recepção e serviços oferecidos são feitos pelos nativos.

Foi lá que a Alemanha construiu seu centro de treinamento na Copa do Mundo de 2014, primando pelo sossego dessa praia em Porto Seguro.

7) Taperapuã

A mais badalada das praias de Porto Seguro. Se o propósito é se divertir muito em superfestas na areia branquinha até o amanhecer, Taperapuã é parada obrigatória. Durante o dia, ainda se pode aproveitar os diversos shows de axé e lambaeróbica, sempre animando os banhistas e quem passeia pela orla.

8) Trancoso

Lugar de sonho. De tão lindas, as pequenas praias que compõem Trancoso já foram palco de diversos videoclipes internacionais e estão sempre no topo da lista dos estrangeiros que vem conhecer o país.

Desde os coqueiros e amendoeiras, passando pelo Quadrado – praça repleta de casinhas coloridas no centro – e sem esquecer de sua areia macia e água azul cristalina, Trancoso adquiriu status cinco estrelas, mas conserva o astral e ternura dos hippies dos anos 70, que desvendaram esse pedaço de paraíso. Detém todos os tipos de atividades: festas, luaus, caminhadas ao ar livre e muito mais.

É fácil encontrar agências de turismo receptivo e empresas que ofereçam pacotes com visitas e serviços a essas e muitas outras praias em Porto Seguro. A Coconut Experience, por exemplo, é uma empresa especializada em organizar passeios incríveis ao longo da costa litorânea baiana.

Aposto que você já está pensando no próximo roteiro de férias, não é? Siga nossas redes sociais para mais informações sobre as praias de Porto Seguro!

Saiba mais : https://www.coconutexperience.com.br/