Lista de Músicos Famosos com Zumbido e Perda Auditiva

Fizemos um grande estudo com vários músicos famosos e percebemos que uma grande porção deles tem perda auditiva. O problema tem afetado até as estrelas mundiais do rock, como Eric Clapton, Phil Colins, Paul Stanley, Will. I. Am, Bono do U2, Rogério Flausino e o DJ Frank Wilde. Nós notamos que todos eles têm algo em comum além da fama: problemas de audição desenvolvidos depois de décadas de exposição ao som em alto volume.

1) A exposição à poluição sonora é a principal causa de zumbido

Beethoven uma vez disse: “Meus ouvidos apitam e assobiam dia e noite. Posso dizer que estou levando uma vida miserável.”

“Eu tenho tocado muito rock no volume maximo durante 35 anos da minha carreira e nunca usei nenhum tipo de proteção”, comenta Ulrich, 46, baterista do Metallica

Steve Martin, o astro do filme “Doze é demais” começou a ter o problema de zumbido depois de ter filmado cenas de tiros durante a filmagem do “Três Amigos” em 1986. “Acabei me acostumando”! Ele comenta.

Bono e The Edge, da mega banda irlandesa U2 são alguns dos muitos artistas que desafiam problemas de audição. Em uma das músicas do U2 – Staring At the Sun, ele fala sobre o zumbido no ouvido que atormenta eles diariamente. ‘There’s an insect in your ear if you scratch it won’t disappear It’s gonna itch and burn and sting….. “Há um inseto no seu ouvido mas mesmo coçando não irá desaparecer Irá coçar, arder e atormentar…..

E o cantor Will.i.am do Black Eyed Peas não sabe mais o que é o silêncio. “Tem sempre um zumbido lá o dia todo, todos os dias”, diz o treinador de um reality show The Voice. “Eu não consigo ficar quieto quando o zumbido vem nos meus ouvidos.”

Não somente os artistas internacionais, mas os músicos, como Rogério Flausino, 35 anos, vocalista do grupo Jota Quest, revelou em um documentário no novo DVD da banda que perdeu 30% da audição por causa de anos convivendo com sons altos.

O problema que estamos falando aqui é a perda auditiva e o zumbido – a percepção de ruído constante nos ouvidos e é um dos primeiros sinais de perda auditiva. Existem outros famosos que também sofrem com o zumbido, como a cantora Barbra Streisand que culpa o seu mal temperamento por causa desse problema. E não são somente os músicos famosos que são afetados pelo zumbido – estima-se que uma em cada dez pessoas sofrem de zumbido e a qualquer momento metade da população mundial pode estar desenvolvendo-o em algum momento.

John Graham, do Hospital Royal National Garganta, Nariz e Ouvido de Londres, recomenda o Tinnitus Retraining Therapy (Terapia de Re-treinamento de Zumbido), que é semelhante à terapia cognitivo-comportamental, além de se aplicar técnicas de relaxamento também. Ela está disponível no NHS (Serviço Nacional de Saúde). Este tipo de terapia, utiliza técnicas de relaxamento para ajudar as pessoas a lidar com o zumbido e em seguida concentra-se em ajudar a ignorar o barulho.

Há uma teoria que todos nós ouvimos estes ruídos agudos, mas aqueles que têm zumbido se concentram mais nele. É mais comum em pessoas com perda auditiva, como eles percebem menos ruído de fundo para distraí-los.

“Sabemos que o cérebro demora cerca de três meses para se acostumar com alguma coisa – novos óculos, por exemplo – E da mesma forma, leva alguns meses para se acostumar com o zumbido também.” É um trabalho difícil, mas os responsáveis por esta terapia tiveram pacientes que se recuperaram completamente de zumbido graças a esta técnica.

Existem muitas outras terapias que são usadas para tratar o zumbido, mas cada pessoa tem o seu tipo de tratamento e é de grande importância consultar um especialista da audição. Evite o consumo de cafeína e álcool porque podem impactar e piorar ainda mais o seu zumbido. A grande sacada é estar atento para saber o que prejudica mais sua audição, às vezes até certos alimentos podem influenciar no problema.

O guitarrista veterano Paul Gilbert dá conselhos aos músicos e amantes da música, para que possam evitar o mesmo tipo de deficiência auditiva que ele sofre.

A carreira musical do virtuoso guitarrista Paul Gilbert está repleta de bons exemplos do que você não deve fazer, se quiser manter a sua audição. Hoje, ele vive com perda auditiva e zumbido.

2) Conselho de Paul Gilbert

Através de seu trabalho com as bandas Racer X e Mr. Big, além da sua carreira solo, Paul Gilbert tem tocado sua guitarra por horas, dia após dia. Ele tocou em centenas de concertos e gravou mais de 30 álbuns e, ainda ao longo de tudo isso, ele não tomou as devidas precauções para proteger a sua audição. Pelo contrário, Paul Gilbert sempre amou a música alta com o amplificador ligado por horas a fio. Tudo isso resultou em sua dificuldade em ouvir frequências altas e um zumbido constante.

Paul Gilbert gostaria de ter feito algumas coisas de forma diferente em sua vida. Ele gostaria de ter tomado algumas medidas de prevenção e alguns cuidados simples quando era mais novo, para hoje poder conversar sem problemas.

Paul Gilbert, portanto, listou diversos conselhos aos outros músicos e amantes da música caso eles queiram manter a sua audição e evitar o zumbido. Entre outras coisas:

  • Não se sente com as orelhas diretamente ao lado de seus alto-falantes quando a música estiver tocando, independentemente do quanto você ama o som e a música.
  • Não ligue os fones de ouvido muito altos, quando, por exemplo, ouvir sua música favorita.
  • Não ligue o som do seu carro no máximo quando você estiver dirigindo.
  • Se você é um músico, no estúdio você não deve se sentar e gravar durante 14 horas por dia com o metrônomo ligado.
  • Não tente editar músicas em ambientes que não sejam adequados para o trabalho. Isso pode levar a frustração e confusão em torno da acústica e, muitas vezes, pode resultar ainda no aumento do volume, de modo a escutar melhor os instrumentos individualmente.
  • Evite situações onde a música está muito alta. Coloque os dedos nos ouvidos ou saia da sala.

3) Veja a lista dos famoso com zumbido no ouvido

Lista de Músicos Famosos com Zumbido e Perda Auditiva

  • Steve Martin (Ator)
  • Pete Townshend (Músico)
  • Jeff Beck (Rolling Stones)
  • Noel Gallagher (Oasis)
  • Gerard Butler (Ator)
  • John Entwistle (Músico)
  • Ayumi Hamazaki (Músico)
  • Neil Young (Músico)
  • Ozzy Osbourne (Músico)
  • Eric Clapton (Músico)
  • Phil Collins (Genesis)
  • William Shatner (Capitão Kirk do Star Trek)
  • WIll.I.Am (Black Eyed Peas)
  • Chris Martin (Coldplay)
  • Ludwig Van Beethoven (Compositor)
  • Ronald Reagan (Ex Presidente dos EUA)
  • Anthony Kiedis (Red Hot Chilli Peppers)
  • Rogerio Flausino (Jota Quest)
  • Bono (U2)
  • Sylvester Stallone (Ator)
  • Paul Stanley (Kiss)
  • David Letterman (Apresentador)
  • Sting (Músico)
  • Cher (Músico)
  • Lars Ulrich (Metallica)
  • James Hetfield (Metallica)

4) Software Hearing Guardian Pode Ajudar os Músicos Famosos

O-Hearing-Guardian-V1-melhora-o-seu-zumbido-como-fisioterapia-para-o-corpo

Biosom é uma empresa com objetivo de resolver um dos males que mais afetam a vida dos músicos – a perda de audição. No entanto, ao contrário das empresas anteriores de tecnologia que assumem que a perda auditiva é irreversível, nós aplicamos uma teoria radicalmente diferente. Na perda auditiva, desde que as células ciliadas não estejam mortas, elas podem ser recuperadas pelo condicionamento de estimulação sonora. Nos casos dos músicos, nós observamos que 80% dos casos de perda auditiva são causados por células disfuncionais e não por células mortas, como a ciência antiga determinava. Nós trouxemos esse software ao Brasil que diagnostica e melhora a audição atualmente (4 patentes registradas na Coréia e pendente em 39 países).

O nosso estudo comprovou que 90% das pessoas com perda auditiva leve tiveram uma melhora significativa, enquanto pessoas com perda moderada tiveram uma melhora de 75%. O software oferece tudo o que os músicos famosos precisam para manter as suas carreiras produtivas.

Acreditamos que o Hearing Guardian será um grande benefício a todos eles.

O Hearing Guardian poderá ser diretamente baixado em www.biosom.com.br

Fonte:

http://www.alancross.ca/a-journal-of-musical-things/2012/4/7/hope-for-musicians-and-everyone-with-hearing-loss.html

http://www.dailymail.co.uk/health/article-2133154/You-tune-ringing-ears-Singers-Will-Barbara-Streisand-suffer-tinnitus.html?ito=feeds-newsxml

http://www.hear-it.org/Paul-Gilbert-How-to-avoid-hearing-loss

Saiba Tudo Sobre o Uso dos Aparelhos Ortodônticos

Os aparelhos ortodônticos são indicados para aqueles que precisam de correções de dentes, de abertura da boca, com relação a posição dos dentes, seja para fins estéticos ou de mastigação.

Segundo o ortodontista Bruno Castilhos, existem vários tipos de aparelhos orotodônticos, desde o aparelho fixo ao móvel. Dentro dos aparelhos fixos há os convencionais – metálicos e estéticos, que podem ser de policarbonato, cerâmica ou até mesmo de safira -; os aparelhos linguais, que são usados na parte interna nos dentes e também existem as opções alinhadoras, que são placas removíveis utilizadas para realizar o alinhamento dos dentes. “Cada um tem sua indicação, cada um é utilizado em determinado caso, após uma análise de algum ortodontista especializado”, afirma.

Não há uma idade certa para colocar um aparelho, porém é preciso verificar o estado das gengivas. O ideal é manter um acompanhamento a partir dois seis anos de idade com o ortodontista, pois o profissional trabalha não apenas com a boa posição dos dentes, mas também com a parte do crescimento ósseo. “Nessa idade você consegue avaliar se o crescimento está correto, se a parte de cima está se desenvolvendo da mesma maneira que a parte de baixo, se o paciente não está desenvolvendo uma mordida cruzada, que é a chamada ortopedia funcional dos maxilares”.

Já a utilização dos aparelhos dentais poder usados a partir dos 11 anos, pois é quando o paciente já possui quase todas as trocas dentárias completas. De acordo com Castilhos, não adianta colocar aparelho em crianças menores, a maioria de seus dentes ainda serão de leite, ainda não terão de desenvolvido.

Por existir muitos tipos de aparelhos, os ortodontistas se especializam em áreas que lhe são mais acostumados a trabalhar ou possuem mais afinidade, não há algum melhor para cada aparelho, mas sim um que procure mais especialização, pois é preciso credenciamentos para exercer cada procedimento.

Conheça os diferentes modelos de aparelhos ortodônticos e suas funções

1) Que tipo de aparelhos ortodônticos existem?

Aparelhos Ortodônticos: Veja os Tipos, Período e Preços!

1) Aparelho fixo

O aparelho fixo é um dos mais comuns, ele possui bandas, fios e braquetes. Nesse modelo de aparelho, os dentes são puxados e movidos para a posição correta, pois ele dá movimentos precisos. Ele exige uma grande higienização pois pedaços de comidas podem ficar presos.

2) Aparelho fixo estético

Com a mesma função dos aparelhos de metal, o estético é feito com materiais transparentes para melhorar a estética dos aparelhos ortodônticos. Eles são feitos de policarbonato, cerâmica, safira ou porcelana. Eles são discretos e podem proporcionar uma maior beleza ao sorriso.

3) Aparelho móvel

O aparelho móvel é muito usado por crianças, até os 12 anos de idade, com ou sem a dentição final. Esse tipo de aparelho tem como função manter os dentes na certa posição, é indicado, normalmente, após o uso do aparelho fixo para manter o novo alinhamento dos dentes. Ele deve ser usado regularmente, mesmo sendo móvel, pois o uso irregular pode prejudicar o processo.

4) Expansor palatino

Desconhecido por muitas pessoas, o expansor palatino busca promover um ganho transversal na largura do céu da boca. Esse tipo de aparelho é indicado para pacientes que possuem, mordida cruzada. Quando mais cedo tratado melhor, pois muitas vezes em casos de adultos é necessária uma cirurgia.

5) Aparelhos alinhadores

Os alinhadores são muito usados em tratamentos de teor estético, eles são quase invisíveis e muito sofisticados, e podem promover um tratamento muito mais higiênico, com poucas dores e mais resultado.

6) Aparelho lingual

O aparelho lingual é indicado em casos de curta duração e simples. Esse tipo de aparelho é considerado um aparelho da ortodontia invisível devido ao fato de que seus braquetes são inseridos na parte de interna dos dentes e, dessa maneira, ficam em contato com a língua. Possui a mesma funcionalidade que os aparelhos fixos, mas ficam escondidos dentro da boca. Esse modelo ajuda no ganho estético e é indicado para pessoas que praticam esportes, já que o aparelho fica escondido e mais distante de possíveis colisões na boca.

7) Invisalign

Este aparelho ficou extremamente popular por ser transparente. O aparelho é moldado com o formato do seu dente e é trocado a cada duas semanas para mover pouco a pouco a posição dos seus dentes. Este tipo de aparelho é recomendável para aqueles que precisam de uma pequena modificação nos dentes.

II) Por quanto tempo devo usar?

Você já deve ter visto crianças ou adultos com anos de uso de aparelhos ortodônticos, mas nem sempre isso acontece.

Para ter um leve noção do tempo de uso de um aparelho odontológico você deve compreender que cada caso possui um grau de complexidade, portanto cada um leva um tempo específico.

O tempo de tratamento também varia de pessoa para pessoa, cada uma possui uma dor diferente e uma necessidade diferente. Embora não tenha como delimitar um tempo certo para o uso de um aparelho odontológico e é preciso ser visto mediante as consultas e análises com seu ortodontista, o tempo médio de uso é de 2 anos e meio.

O tempo varia e muitas vezes pode ser maior que o esperado, mas uma coisa que não deve ser feita é tirar o aparelho antes do fim do processo pois isso pode acarretar o retorno da situação antiga. O importante é aguentar o uso do aparelho odontológico algum tempo para poder ficar com um belo sorriso para a vida.

III) Qual preço?

Colocar um aparelho odontológico não é muito barato.

Antes de colocar o aparelho o paciente deve passar por algumas consultar, exames e fazer uma documentação ortodôntica, que são feitos em clínicas radiológicas. Esses exames ajudam o dentista no planejamento e diagnóstico para o tratamento. Em média, esses exames custam R$300,00.

São muitas variedades de Aparelho Ortodôntico, portanto você pode escolher o que lhe agrada e o mais em conta. O preço varia conforme o tipo e especialidade. O aparelho convencional, o fixo metálico, custa cerca de R$500,00 a R$1000,00. O fixo estético, com baquetes transparentes, o preço gira em torno de R$1000,00 a R$2500,00.

As manutenções são recorrentes e é preciso que o paciente encontre o seu dentista periodicamente para ajustes e avaliações. Dependendo do tipo do aparelho as manutenções mensal podem ser entre R$100,00 a R$250,00.

Ao retirar os aparelhos fixos, principalmente, o paciente deve utilizar a contenção. Ela serve para estabelecer o posicionamento correto dos dentes. O preço do aparelho de contenção começa em torno de R$750,00.

Desde o exame até a remoção do aparelho com um período de 2 anos de uso sairia na média de R$ 5000 reais. Porém. é importante lembrar que você deve verificar a especialização do seu dentista e ter certeza que ele tem os diplomas das especializações. Se ele tiver todos estes certificados, o preço não sairá tão barato.

IV) Qual dentista devo procurar?

Procure por um ortodontista certificado.  Existem muito dentistas que não tem especialização e não são certificados para colocar aparelho odontológico. Caso você tenha escolhido um dentista que não é certificado, você estará em sérios riscos.

Veja a reportagem sobre os perigos de usar aparelhos ortodônticos sem ajuda de um especialista (4:56):

https://youtu.be/gqu7CUcPouE

10 Benefícios Incríveis de Antioxidantes e Principais Alimentos

Existe uma substância essencial para a saúde humana e que pode ser encontrada em variados tipos de alimentos: os antioxidantes. Para quem não sabe o nosso corpo é capaz de produzi-lo, mas em quantidades não suficientes para manter a nutrição necessária do organismo, e é aí que entra a grande importância de consumirmos alimentos com propriedades que atuam contra a oxidação.

Diversas são as vantagens proporcionadas pelo antioxidante na saúde e razões não faltam para que você comece a inseri-los na sua dieta, e pensando nisso, o artigo a seguir irá lhe dar as 10 dicas das principais vantagens fontes dessa substância imprescindível para a sua saúde.

I) Confira Abaixo os 10 Benefícios Incríveis de Antioxidantes para a Saúde:

1) Impede alterações provocadas pelos radicais livres

Os radicais livres têm seu papel positivo para saúde do ser humano, contudo o problema é quando eles se apresentam em grandes dosagens no nosso organismo, promovendo o chamado estresse decorrente da oxidação.

Embora o processo oxidativo seja natural, é importante consumir alimentos que tenham propriedades antioxidantes para garantir que haja equilíbrio desses radicais, impedindo que surja danos futuros em nossas células, prejudicando a saúde.

2) Combate radicais livres

Ressaltamos que tais radicais   precisam ser monitorados constantemente, visto que sua elevação pode promover problemas que prejudiquem o nosso organismo. E para garantir isso, você deve primeiramente começar a consumir alimentos com substâncias antioxidantes.

Inclusive, reveja seus hábitos ruins, pois podem estar ajudando a elevar a produção destes radicais no seu corpo, tais como: uso de nicotina, consumo de bebida alcóolica excessivamente e exposição ao sol. Além disso, se expor a poluição do ar, radiação, substancias tóxicas e infecção também pode contribuir.

3) Combate a possíveis inflamações

Para quem não sabe, os alimentos antioxidantes possuem propriedades inflamatórias, fazendo com que as inflamações não piorem. Quem não quer ter acne ou até mesmo as inevitáveis ruguinhas, já pode começar de agora a impedir que eles apareçam, através de uma dieta rica em antioxidantes.

4) Retarda o envelhecimento

Aqueles que adoram cuidar da saúde física também vão gostar dessa dica. A substancia antioxidante evita que o indivíduo tenha seu processo de envelhecimento acelerado antecipadamente. Tal benefício garante que a pele se mantenha completamente saudável, promovendo desse modo, o rejuvenescimento das nossas células corporais.

5) Previne muitas doenças

Acredite ou não, os alimentos antioxidantes são capazes de te ajudar a prevenir doenças graves, das quais podemos destacar: aquelas ligadas ao coração, tipos variados de câncer como o câncer de pulmão, de estomago e de próstata, e doenças consideradas crônicas pela medicina.

6) Protege o coração

Se você ainda tem dúvidas sobre o quão fundamental é consumir fontes de substâncias antioxidantes, daremos mais um motivo: eles são indispensáveis para manter a saúde do nosso coração. O cacau por exemplo, é rico de tais substâncias e é um ótimo aliado para que a nossa saúde cardiovascular e a nossa circulação funcionem sempre eficazmente.

7) Previne possíveis dados celulares

Os antioxidantes, como já vimos anteriormente, previnem alguns tipos de câncer e com base nisso reforçamos o seu grande benefício que impede que ocorram danos as nossas células. O dano citado é o ponto de partida para o surgimento futuro de tumores, e as substâncias aqui tratadas combatem esse possível mal.

8) Combate o aparecimento de acnes

Amora, mirtilo, morango e muitas outras frutas são fontes ricas de antioxidantes, que também são capazes de evitar o aparecimento de acnes na pele. A substância acaba promovendo a regulação do curso do sangue, fazendo com que nosso corpo seja nutrido corretamente e com qualidade.

9) Ajuda a cicatrizar

As substâncias com propriedades antioxidantes também auxiliam no processo de tecido cicatricial no rosto de uma pessoa, diminuindo-o significativamente, isto é, uma vez que elas são capazes de manter o curso do sangue no corpo ocorrendo eficazmente, isso faz com que as aparências das cicatrizes sejam amenizadas instintivamente, e além disso, contribuem para o processo da cicatrização.

10) Repara danos causados pelo sol

Quem se expõe muito a luz solar e inclusive não se protege corretamente, pode futuramente sofrer com problemas que ela tem capacidade de promover na nossa pele. Antioxidantes atuam justamente fazendo com que nas células cresçam e substituam as células danificadas pela luz solar. É por isso que os cremes faciais e hidratantes disponíveis no mercado possuem em sua composição o tão importante antioxidante.

Veja a seguir 25 super alimentos ricos em antioxidantes:

25 Super Alimentos Ricos em Antioxidantes

Antioxidantes são substâncias que combatem o processo de oxidação das células, causada pelos radicais livres e, consequentemente, previnem o envelhecimento precoce, mutação das células, desregulação de funções do sistema imunológico etc. E através de uma alimentação saudável, conseguimos evitar essa oxidação e incorporar estes alimentos ricos em antioxidantes melhorará o funcionamento do organismo.

1. Azeite

O azeite é um alimento que não pode faltar na nossa lista Alimentos Ricos em Antioxidantes. O azeite, repleto de sustâncias antioxidantes (vitamina E) funciona como um antiinflamatório natural para o organismo. Consumir até 2 colheres de sopa ao dia do azeite extra-virgem, que é mais puro, combate o envelhecimento precoce e doenças que podem acometer as artérias do coração.

2. Linhaça

O poder antioxidante da linhaça é incrível, contando com muitas fibras, ômega 3 e 6, vitamina E, zinco e outros minerais. Funciona como um antiinflamatório natural, regula os hormônios, protege o organismo contra o câncer e reforça a imunidade, podendo ser polvilhado (triturá-lo antes no liquidificador) sobre qualquer refeição e também no iogurte desnatado com frutas picadas.

3. Aveia

A aveia é um cereal poderoso, que contém silício, magnésio, fósforo, beta-glucanas (fibras), vitamina B e E, substâncias responsáveis pela melhora do aspecto da pele, circulação do sangue, eliminação de gorduras e do sistema imune. Pode ser polvilhada também em lanches como iogurtes com frutas.

4. Chia

A chia é uma semente que tem conquistado muitos adeptos da boa alimentação, contendo fibras, cálcio, magnésio e outros minerais importantes, que controlam os hormônios, fortificam a imunidade e ainda ajudam a controlar o peso. Deve ser consumida com moderação, uma vez que podem causar problemas gastrointestinais. Geralmente é polvilhada sobre sanduíches naturais, sucos, iogurtes e frutas.

5. Gergelim

Outra semente antioxidante é o gergelim, em especial seu óleo, que contém bastante vitamina E, protegendo o organismo contra inflamações e atividades dos radicais livres. Pode ser usado como tempero em saladas, grelhados, frutas e em lanches naturais entre as refeições.

6. Maçã

A maçã é uma das frutas que mais desintoxica o organismo, por conter uma substância antiinflamatória e antialérgica, a quercetina. Além disso, contém muita fibra e vitamina C, que ajudam a prevenir problemas no coração, diabetes, hipertensão e Alzheimer, fortalecendo o sistema imunológico. Coma pelo menos uma maçã todos os dias para sentir seus benefícios.

7. Abacaxi

O abacaxi tem alta concentração de vitamina C, um poderoso antioxidante que melhora o sistema imune, prevenindo resfriados, gripes, doenças cardiovasculares, deixando o organismo mais fortificado para se defender de invasores e combatendo os radicais livres, causadores do envelhecimento. Ingira 2 rodelas de abacaxi entre as refeições.

8. Limão

O limão possui função antibacteriana e antibiótica, através da presença da d-limoneno, uma substância capaz de combater problemas psicológicos como a depressão, por exemplo, e desentupir artérias, além de desintoxicar o organismo devido à presença de bioflavonóides e vitamina C. Você pode adicionar 1 limão para temperar saladas ou tomá-lo como suco.

9. Laranja

A laranja, além de ter muita fibra, vitamina C, A e minerais importantes (potássio, magnésio, cobre, ácido fólico etc), também contém bioflavonóides, assim como o limão, melhorando a circulação sanguínea, evitando problemas cardíacos e o envelhecimento precoce. Geralmente é usada para fazer sucos, em sua forma natural, ou ingerida como sobremesa após as refeições.

10. Uva

A uva é uma grande aliada na prevenção de problemas que atacam as artérias, desobstruindo-as, além de funcionar como um antiinflamatório natural para o organismo. Seu suco ainda é mais poderoso, contendo polifenóis (como a catequina e o resveratrol), responsáveis pela manutenção das funções cerebrais e cardíacas, da pressão arterial e do sistema imune.

11. Tomate

O tomate possui uma substância altamente antioxidante, os carotenóides, que previne o envelhecimento precoce e ainda atua no combate ao câncer. Possui muita vitamina C e potássio, que também ajudam a prevenir doenças cardiovasculares. Consuma 1 tomate como salada todos os dias, podendo ser em rodelas ou picada e temperada com meio limão.

12. Peixe

O peixe contém ômega 3, uma substância responsável por evitar problemas ósseos, como a osteoporose, por exemplo. Contém também betacarotenos e é fonte de vitamina D, melhorando a absorção de cálcio, que ajudam na saúde dos ossos, e no funcionamento dos neurônios, além de equilibrar os níveis de colesterol no organismo.  Consuma peixe grelhado ou assado pelo menos 1 vez por semana.

13. Batata-doce

Vemos muitos atletas e praticantes de atividades físicas ingerirem batata-doce em sua dieta. E não é para menos que ela é tão importante. Possui vitaminas A, C e E, potássio, manganês e ferro, sendo considerada um dos alimentos antioxidantes mais poderosos, principalmente para aqueles que pretendem ganhar massa muscular. Você pode consumi-la com pratos salgados ou doces.

14. Brócolis

O brócolis contém substâncias capazes de combater a ação dos radicais livres desintoxicando o organismo, principalmente de células prejudiciais que podem propiciar o câncer. Entre elas estão as vitaminas A, C, E e K, betacarotenos, selênio e sulforano. É geralmente utilizado para compor saladas.

15. Couve

A couve pode ser utilizada para saladas ou refogados e tem muita vitamina B, C e K, além de fibras e importantes nutrientes, como cálcio, enxofre, ferro, silício, entre outros. Sua função antioxidante se dá através da presença de carotenóides e flavonóides, substâncias capazes de combater os radicais livres e a oxidação celular.

16. Pepino

O pepino é um dos alimentos de baixa caloria e rico em água, além de vitaminas A e C, que eliminam toxinas e fortalecem o sistema imune contra gripes e resfriados, sendo considerado um antiinflamatório natural. É muito consumido como salada (temperado com limão), acompanhamentos ou sopas.

17. Cenoura

A cenoura é muito conhecida por sua ação de melhorar a visão e dar cor à pele, além de combater infecções, maximizar o estado da pele, diminuir o colesterol ruim (LDL) e eliminar toxinas, devido à presença de betacarotenos, fibras, vitamina A, B, C e K, e minerais como cálcio, potássio e fósforo. Consuma pelo menos meia cenoura por dia, como salada ou suco.

18. Alho

O alho é utilizado para temperar todos os tipos de comidas e até mesmo como chá, já que possui função antibacteriana e antiinflamatória, através da alicina, substância que fortalece a resposta imunitária do organismo. Ele também ajuda a desobstruir coágulos, melhorando a circulação, melhorar a visão e o funcionamento dos neurônios.

19. Gengibre

O gengibre possui vitamina B6, potássio, cálcio e magnésio. Funciona como termogênico, antiinflamatório natural, antimicótico e antioxidante, ajudando a tratar problemas digestivos e diminuindo o colesterol ruim. Você pode consumi-lo como sopa, salada e chá, ou até mesmo ralado em sucos desintoxicantes combinado com couve, abacaxi e hortelã.

20. Cacau

O cacau é conhecido pelo seu poder antioxidante através da presença dos flavonóides, fibras e magnésio, que ajudam a prevenir doenças cardiovasculares, pressão alta, além de possibilitar a sensação de bem-estar. O ideal é consumi-lo em sua versão amarga, pelo menos 70% cacau ou em pó 100% cacau, uma vez que é muito calórico. Uma barra de 50% de chocolate amargo 70% cacau já possibilita todos estes benefícios.

21. Café

Se você nasceu no Brasil, deve saber que café é uma grande fonte de antioxidantes. Estudos recentes indicam que café tem mais antioxidantes do que frutas e vegetais juntos.

22. Frutas Vermelhas

O sucesso das frutas vermelhas está nos diversos fitonutrientes, também denominado de antioxidantes, presentes em sua composição, que auxiliam na manutenção do organismo. Dentre as frutas mais conhecidas estão: mirtiloframboesa, amora, morango, cereja e acerola.

23. Pimentão

Sem dúvidas, é uma ótima fonte de antioxidantes naturais e possui altos teores vitamínicos. Suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias ajudam a proteger o organismo.

24. Caldo de cana

Os antioxidantes no caldo da cana ajudam a combater infecções e a fortalecer o sistema imunológico. Também protege o fígado contra infecções e ajuda a manter os níveis de bilirrubina controlados. Esta é uma das razões pelas quais os pacientes de icterícia tomam caldo de cana, pois é uma das poucas coisas que é facilmente digerida e ajuda na redução dos níveis de bilirrubina.

25. Chicória

A chicória é o último alimento da nossa lista alimentos ricos em antioxidantes. Ela possui propriedade antioxidante, por isso, ajuda a remover toxinas, mantendo o corpo limpo e sem de substâncias nocivas, também podem auxiliar na prevenção de doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer. Os agentes antioxidantes ajudar a combater fatores externos como poluição, radiação, fumo, álcool, entre outras fontes.

Roupa para Churrasco: Dicas de Looks para Homens e Mulheres

O churrasco é uma comemoração muito comum em várias partes do mundo. Para nós, brasileiros, o famoso “churras” é sinônimo de carne, comida boa, cerveja, caipirinha, família e amigos. Porém, mesmo nesse cenário de lazer e descontração, a roupa para churrasco precisa ser bem pensada para que você curta seu dia com conforto e estilo.

Para acertar na escolha da sua roupa para churrasco o primeiro passo é pensar em qual vai ser o ambiente do churras e quais serão as pessoas presentes nesse evento. O local possui área externa com piscina? O churrasco é da sua família ou da sua empresa? Todas essas questões te ajudam a não escolher peças inadequadas e acertar no look.

Quer escolher sua roupa para churrasco? Confira nossas dicas!

I) Roupa para churrasco informal

1) Roupa para churrasco de dia

Um churras entre amigos e família costuma ser um ambiente bem tranquilo e liberal em relação às roupas. Portanto, em dias de sol, não tenha medo de ficar à vontade. Nesse cenário, os shorts, saias, vestidinhos, bermudas, regatas, chinelos e rasteirinhas são bem-vindos para compor sua roupa para churrasco! Também é super permitido abusar das cores, estampas e acessórios como chapéus e bonés, criando uma composição mais moderna e alegre.

amigos comemorando em churrasco informal

Para as mulheres, os vestidos ou macacões mais soltinhos são ótimas opções. Além deles, camisetas, batas e ciganinhas com shorts jeans é uma combinação que vai sempre bem. Nesse caso, o top cropped também pode ser usado sem medo, com eles dá pra usar um quimono para criar algo mais soltinho.

roupa para churrasco casual feminina com shorts jeans mulher com traça braid box e macacão jeans

Para os homens, as regatas, camisetas, chinelos e papetes são ótimas peças para uma composição bem à vontade.

roupas para churrasco masculinas usando bermuda e camiseta

roupa para churrasco informal masculino bermuda e regata

No entanto, se você for o convidado em um churrasco familiar, ou seja, quando a família não é a sua, é interessante buscar peças um pouco menos despojadas. Para isso, a dica é seguir a linha verão, mas investir em roupas um pouco mais comportadas. Os homens podem usar camisetas no lugar de regatas, e tênis no lugar de chinelos, por exemplo.

Uma dica legal para mulheres são as saias longas soltinhas e as pantalonas curtas estampadas, que carregam esse ar mais descontraído sem perder a elegância.

looks com calça pantacourt e saia longa estampada verão

2) Roupa para churrasco à noite

Fazer churrasco a noite é bastante comum. Muitas pessoas fazem festas de aniversário ou confraternização entre amigos tendo a churrasqueira como atração do evento.

No momento de escolher a roupa para churrasco à noite vale levar em consideração que esse churras geralmente tem mais cara de festa, muito por conta do ambiente noturno que naturalmente deixa as pessoas mais arrumadas. Para isso, o ideal é pensar em um look que misture a sofisticação de uma balada ou barzinho com o conforto de um churrasco caseiro.

Outro fator importante é o tempo, a não ser que a data esteja no auge do verão, a noite costuma ventar mais, por isso, a dica é se proteger contra um possível “friozinho”. Para isso, quando for escolher sua roupa para churrasco a noite o ideal é substituir as peças mais leves e abertas.

Para entrar no clima noturno, as mulheres podem usar macaquinhos; camisetas mais descoladas com calça jeans skinny e  botinhas; e até mesmo vestidos curtinhos de cores mais escuras ou estampas mais sóbrias. Tudo depende do que é mais confortável de acordo com o estilo pessoal.

looks descolados usando jeans, preto e camiseta looks noturnos casuais usando preto, botas e tênis

Já para os homens, trocar as bermudas por calça jeans é uma boa opção para não passar frio. O mesmo serve para os chinelo: o ideal é colocar um tênis ou uma bota curtinha. Quanto às demais peças, as opções são diversas: camisetas descoladas, camisas bem estampadas, camisas polos… Assim como ocorre com as mulheres, vai depender do gosto.

looks masculinos com calça jens, tenis e camiseta

II) Roupa para churrasco formal

Se o evento é o churrasco de confraternização da sua empresa ou um churrasco de negócios para fazer networking, é necessário pensar melhor no look para não usar roupas inadequadas. Com isso, a roupa para churrasco formal é aquela que é casual, mas não totalmente informal. Ou seja, aqui não cairia bem as regatas, chinelos ou acessórios como bonés e chapéus.

Para os homens, é uma boa opção investir nas camisas. Quanto às cores, optar por tons neutros pode ser melhor do que as estampas muito coloridas. É possível completar a roupa para churrasco com as bermudas, sapatenis ou tênis mais estilosos como o keds e o all star (fuja desesperadamente dos esportivos!).

bermuda com tênis e camisa social

bermuda de alfaiataria com camisa social e sapatenis

No caso dos mais elegantes, uma boa ideia é investir no estilo preppy e compor o look com camisas polo, suéteres, bermudas de alfaiataria, mocassim e até as gravatas borboletas, que ficam bem estilosas nas camisetas sociais. Para quem não sabe, o estilo preppy nasceu nos Estados Unidos em 1970, associado aos meninos da elite. Ou seja, o estilo preppy nada mais é do que o chamamos no Brasil de “mauricinho”.

calça de alfaiataria com camisa social e mocassim

estilo preppy masculino calça de alfaiataria, camisa social e gravata borboleta

Para as mulheres, um vestido de tecidos mais pesados com um salto alto ou sapatilha é uma ótima opção. Os vestidos longos também são bem-vindos, mas nesse caso, opte por cores mais diurnas, para não sobrecarregar o look e deixa-lo com cara de festa noturna.

looks com vestido para trabalho

Outra roupa para churrasco que fica linda é a composição: pantalonas ou pantacourts com camisa. Nesse caso, é possível completar com um salto (fino ou quadrado).

looks com pantacourt, camisa e salto alto

10 Benefícios da Cânfora e as Contra Indicações

Cânfora é uma erva, da mesma família da canela, que possui um aroma refrescante e muito relaxante. Pode ser usada tanto na culinária em forma de tempero como na medicina para tratamento fitoterápico. No mercado é possível encontrar cânfora nas versões: Creme, óleo, pó, líquido e comprimidos (bloquinhos)

Segue dados científicos da cânfora

  • Nome botânico – Cinnamomum camphora
  • Origem – Japão, Vietnã e China
  • Outros nomes – Karpur, Karpooram, Pachai Karpooram, Kalpooram, Karpoora e Kappur

Para obter a cânfora é necessário um processo de destilação feito com a própria casca e ramos, depois é feito a purificação e sublimação.

Já o óleo só pode ser extraído de árvores que tenham acima de 50 anos e para esse processo utiliza-se o vapor. Três diferentes óleos podem ser produzido – marrom, amarelo e branco.

Na culinária o tipo de cânfora usada é a pachai karpooram, que confere sabor e aroma em pratos doces e remédios caseiros.

Existe também cânfora sintética obtida através do óleo de terebintina, essa é uma versão mais barata e não deve ser usada para os cuidados com a saúde.

I) Conheça os principais benefícios da cânfora

10 Benefícios da Cânfora e as Contra Indicações

 

1- Alivia a dor

Uma das propriedades especiais da erva é o alívio da dor causada por ferimentos, entorse (ao praticar atividade física, por exemplo), ou picadas de inseto. A aplicação pode ser feita diretamente sobre a pele, no local da dor.

As grávidas também podem obter alívio de cólicas por fazer a ingestão da cânfora. Porém, informe seu médico antes de utilizar.

2- Combate à queda e problemas no couro cabeludo

Desordens no couro cabeludo afetam mulheres e homens e podem ser difíceis de tratar.  Problemas como caspa, coceira e piolhos podem ser facilmente tradados com cânfora devido a sua capacidade antibacteriana e anti-parasitas.

No caso de queda, o óleo de cânfora pode nutrir as raízes do cabelo e promover o crescimento. Você também pode acrescentar outros ingredientes para potencializar essa nutrição.

3- Combate infecções

Esta erva é uma poderosa anti-inflamatória, que age tanto no tratamento como na prevenção de infecções.

Sua ação calmante, alivia a dor e diminui o inchaço. Use também as sementes pra fazer um antisséptico e aplicar nos machucados e evitar a infecção.

4- Alívio dos problemas intestinais

Esta erva alivia e reduz a formação de gases, que podem causar dores e consequentemente levar a distensão abdominal. Também é muito eficaz na cura de diarréia.

Ter uma alimentação saudável com a ingestão de cânfora pode prevenir que outros problemas gástricos aconteçam.

5- Afrodisíaco natural

Sim, esta erva pode ser a solução para seus problemas sexuais. Pesquisas mostram que essa erva ativa regiões do cérebro que estimulam desejos e impulsos sexuais.

O uso do óleo pode aumentar libido e tratar disfunção erétil.

6- Cura osteoartrite

Para quem sofre com problemas nas articulações como rigidez e osteoartrite, o uso de cânfora pode fornecer alívio para esses problemas.

Faça uma solução a base de cânfora junto com outras ervas medicinais e consuma algumas vezes na semana, logo os resultados serão visíveis.

7- Promove a Circulação de Sangue

Má circulação sanguínea tem sido a causa de várias doenças graves de saúde. Patologias como gota, artrite e doenças reumáticas podem ser evitadas e curadas.

Para isso, faça inalação de cânfora, isso vai estimular o sistema circulatório. Lembrando que a cânfora também diminui o inchaço.

8- Alivia a coceira e irritações da pele

Aplique uma pequena quantidade no local afetado pela coceira, vermelhidão, queimaduras e cicatrizes. A cânfora ativa algumas terminações nervosas e promove uma sensação suave.

Sua especialidade mais conhecida é sem dúvida, o tratamento contra acne.  Por ter propriedades anti-inflamatórias ela reduz o inchaço e dor. Reduz a vermelhidão e irritação, porém mantem a pele hidratada.

Melhora eczema e até mesmo olheiras, com certeza a cânfora é quase um milagre pra nossa pele.

9- Trata ansiedade

Esta erva tem um efeito calmante e relaxa o corpo e a mente. Quando inalada, provoca uma redução na intensidade dos distúrbios nervosos. Além de proporcionar uma boa noite de sono.

Durante o verão, você poderá fazer uso de algumas gotas de óleo de cânfora na água para se sentir mais fresco e relaxado.

10- Alivia os sintomas da gripe

Se você está sofrendo com aquela tosse persistente que dura há algumas semanas e está com o nariz entupido, use cânfora e veja os grandes benefícios.

Para isso, inale o vapor refrescante de cânfora. Dissolva em água quente por 10mim. Esse procedimento alivia a irritação na garganta, descongestiona o nariz e trata a bronquite.

II) Cuidado! Existem algumas contra indicações, são elas:

Os vários benefícios da cânfora alistados acima são incríveis, porém seu uso deve ser moderado. Uma super dosagem, pode causar uma intoxicação ou overdose. Envenenando seu próprio corpo, normalmente os sintomas ocorrem dentro de poucos minutos, são eles:

  • Irritação dos olhos, pele e mucosas
  • Diarréia,
  • Náuseas,
  • Vômitos,
  • Dor de cabeça,
  • Desmaios
  • Convulsões
  • Queda na temperatura corporal

Não se esqueça de guardar fora do alcance de crianças já que nos pequenos ela pode causar convulsão.

Fontes:

http://www.stylecraze.com/articles/amazing-benefits-of-camphor-for-your-skin-hair-and-health/#gref

http://www.wildturmeric.net/2014/08/benefits-uses-of-camphor-for-skin-hair-acne.html

https://www.curejoy.com/content/benefits-of-camphor/

Fio Dental – Por Que Você Deveria Usar Neste Instante?

A limpeza dos dentes é um cuidado básico ensinado desde que somos pequenos. É uma necessidade comum na vida de todos, mas um detalhe que muitas vezes nos esquecemos é a respeito do fio dental.

I) 2 Razões para usar fio dental neste instante

1) Alcança áreas em que a escova não alcança

De acordo com o ortodontista Bruno Castilhos, o fio dental é necessário pois ele alcança áreas em que a escova de dentes não atinge. “Entre os dentes, onde tem a parte da gengiva, geralmente entra algum alimento e com a escova você não consegue alcançar essa região, e o uso do fio dental ele complementa a higienização”, afirma Castilhos.

2) Evita inflamaçôes de gengiva

O uso do fio dental pode muitas vezes evitar inflamações de gengiva que pode ocorrer devido ao acúmulo de alimentos gera, consequentemente, o surgimento de bactérias que se alimentam desse substrato, dando espaço para a doença da gengiva (periodontal). Além disso, também pode evitar a cárie.

Segundo o ortodontista o ideal é utilizar o fio dental pelo menos uma vez ao dia. “Para uma maior eficiência seria interessante utilizá-lo uma vez de manhã e uma durante a noite, mas acabamos esquecendo, então o principal seria ao menos uma vez ao dia”, reforça.

Castilhos alerta que em alguns casos como quando a pessoa possui um processo de retração de gengiva, o fio não é indicado. O fio dental pode acabar agredindo ainda mais a gengiva caso não seja utilizado de maneira adequada, é preciso de uma indicação com relação ao fio ou a fita dental e com a força que é aplicada.

II) 5 Passos para usar o fio dental:

Fio Dental - Por Que Você Deveria Usar Neste Instante?

  1. Enrole um pedaço de fio dental ao redor dos dois dedos médios, deixando um espaço entre eles
  2. Segure o fio entre o dedo polegar e o indicador – de mãos diferentes-, e o introduza entre os dentes, de maneira leve e com sentidos para cima e para baixo.
  3. Use o fio ao redor das bases dos seus dentes, sem força-los para evitar algum possível machucado na gengiva
  4. Não utilize o mesmo trecho de fio dental em todos os dentes, use sempre um trecho de fio limpo em cada dente
  5. Ao retirar o fio entre do meio dos dentes faça movimentos para trás e para frente.

Tudo Sobre as Doenças Auto-Imunes

As doenças auto-imunes (DAI) estão se tornando cada vez mais comuns, atingindo a maior parte das mulheres da população mundial, se comparado aos homens. No artigo de hoje será possível entender melhor sobre elas, bem como conhecer as suas principais causas, sintomas e formas de tratamento, mas antes disso é necessário compreendermos de uma vez por todas sobre o que é exatamente uma doença autoimune.

Primeiramente, é importante saber que existe um grupo constituído por mais de cem doenças que são consideradas autoimunes e a ele chamamos de DAI. De forma mais sucinta, devemos saber em primeira instância, que o sistema imunológico é o responsável por produzir anticorpos que protegem o nosso organismo de possíveis agentes externos danosos, como é no caso de bactérias, por exemplo. Quando um desses agentes invade o nosso corpo, automaticamente o sistema imunológico reconhece a invasão e produz anticorpos que destruirão eles, protegendo assim o nosso organismo. Entretanto, quando existe uma doença imunológica em jogo, esse sistema de defesa já não consegue mais distinguir o que faz parte ou não do próprio corpo e acaba produzindo anticorpos para destruir órgãos e sistemas dele mesmo, como forma de proteção, mas não é bem isso que acontece.

Em outras palavras, a doença em questão trata-se de um problema existente no sistema de imunidade de um indivíduo, que ao invés de exercer a sua função primordial de proteger o seu organismo, faz justamente o contrário: ataca ele. Por isso dizemos que a DAI costuma atacar mutuamente dois ou mais órgãos ou sistemas de uma pessoa ou simplesmente focar-se em um único alvo. A seguir iremos falar mais sobre outros aspetos das doenças autoimunes. Saiba mais sobre as causas das doenças auto-imunes, tipos, sintomas, como se diagnostica e tratamentos a seguir:

1. O que causa as doenças auto-imunes?

Ainda não se descobriu uma causa específica que leva às doenças auto-imunes, porém, alguns fatores internos (do organismo) e externos (do ambiente) podem parecer desencadeá-las, como:

  • Hereditariedade / predisposição genética para desenvolver uma doença auto-imune;
  • Exposição a bactérias, vírus e/ou toxinas que o sistema imune não combateu corretamente;
  • Alteração hormonal;
  • Sistema imunológico debilitado com freqüência;
  • Estresse;
  • Medicamentos que desestabilizam o sistema imune;
  • Higiene excessiva, que debilita o sistema imunológico, propiciando o aparecimento de infecções.

2. Tipos de doenças auto-imunes

De uma forma geral, as doenças auto-imunes podem atingir órgãos e tecidos como tiróide, rins, estômago, intestino, pâncreas, articulações, pele, plaquetas etc. Existem mais de 100 tipos de doenças auto-imunes, sendo as mais conhecidas:

  • Diabetes tipo 1 (atinge o pâncreas);
  • Lúpus (atinge pele, rins, cérebro, articulações);
  • Psoríase (atinge a pele);
  • Vitiligo (atinge a pele);
  • Artrite reumatóide (atinge as articulações);
  • Anemia perniciosa (atinge o estômago);
  • Anemia hemolítica (atinge o sangue);
  • Tiroidite de Hashimoto (atinge a tiróide);
  • Doença de Graves (atinge a tiróide);
  • Esclerose múltipla (atinge o cérebro e a medula espinhal);
  • Doença de Crohn (atinge o trato digestivo);
  • Doença celíaca (atinge o intestino).

3. Quais os sintomas?

Quando o assunto é doença autoimune não há como dar precisão sobre os sintomas que de fato refletem a existência ela no organismo de algum indivíduo. Uma mesma doença pode apresentar sintomas diferentes em duas pessoas, por isso, tal imprecisão torna mais difícil receber o diagnóstico do problema, levando em média cerca de cinco anos aproximadamente para alguém conseguir ser diagnosticado com uma DAI. Logo abaixo listaremos alguns dos sintomas mais comuns que podem surgir em casos desse tipo, mas lembre-se, fique atento à frequência deles e durabilidade, e claro, procure sempre um profissional para esclarecer o seu caso de forma segura. Os sintomas são:

  • Cefaleia (Dor de cabeça);
  • Crises de ansiedade;
  • Algum tipo de confusão mental;
  • Dificuldade para manter atenção (déficit);
  • Surgimento de acnes;
  • Manchas vermelhas na pele descamando ou não;
  • Surgimento de Psoríase;
  • Eczema;
  • Problemas com dermatite e alergia em geral;
  • Sintomas de boca seca;
  • Resfriados que ocorrem de forma frequente;
  • Aumento ou diminuição do peso;
  • Asma;
  • Diarréia e gases;
  • Problemas com cólicas na região do estômago;
  • Aspecto de rigidez e dores similares sintomas de fibromialgia;
  • Prisão de ventre;
  • Sensação de estômago inchado.

Ainda existem muitos outros fatores que podem sim ser considerados como sintomas da DAI, contudo, como foi possível perceber, a maioria dos sintomas supracitados são comuns a várias doenças, o que dificulta o processo de diagnóstico. O importante é sempre ir em um médico em casos de sintomas que persistem, uma vez que o corpo pode estar dando algum alerta desta ou de outra possível doença. Fique atento!

4. Como se diagnostica uma doença auto-imune?

Pelo fato de muitos sintomas se confundirem com outras doenças, o diagnóstico das doenças auto-imunes pode ser difícil. Os médicos geralmente suspeitam de uma doença auto-imune devido ao se tratar de algo que atinge vários órgãos.

Além disso, um exame único não consegue detectar a presença de uma doença auto-imune, sendo necessária uma investigação mais complexa. O médico avalia o quadro baseado nas queixas e no histórico do paciente, faz um exame físico e solicita alguns exames complementares que vão depender da causa da doença, como, por exemplo, exame de sangue completo e de anticorpos (fator antinuclear).

5. Tratamentos

E quando diagnosticada, a Doença autoimune tem tratamento? Claro que sim. Embora não possua cura, é possível tratá-la e cuidar para que o seu sistema imunológico não te prejudique, como ocorre nesses casos. E assim como existem várias dessas doenças, não há um modelo padrão de tratamento que funcione para todas elas. O que ocorre no geral é o tratamento que se utiliza de drogas imunossupressoras, tais como os corticoides, que são capazes de fazer com que o sistema imunológico de um indivíduo seja inibido.

O grande fator negativo desse tipo de tratamento é justamente o fato de que essas drogas não atingem apenas os anticorpos que causam danos ao corpo, como todos os outros que seriam supostamente benéficos, e isso faz com que os pacientes de tratamentos de doenças autoimunes fiquem com maiores chances de contrair infecções, bactérias e até fungos. Mas tratar-se é importante e crucial para que o indivíduo sobreviva diante de uma doença desse gênero.

Portanto, se você apresentar mais de um dos sintomas aqui expostos, não deixe de ir a um profissional para que ele esclareça o seu caso e se por ventura existir o diagnóstico de doença autoimune, certifique-se de fazer o tratamento de forma correta e não se preocupe que você poderá viver normalmente, só não pode deixar de se cuidar tá certo? Com saúde não se brinca e ela com certeza é o maior tesouro que você pode ter na vida.

6. Remédios caseiros para as doenças auto-imune

Tudo Sobre as Doenças Auto-Imunes

  • Cúrcuma – a cúrcuma contém uma substância chamada curcumina que suprime as enzimas que aumentam a inflamação em doenças auto-imunes como artrite, doença de Crohn e colite ulcerativa. Ferva um copo de leite, adicione um colher de chá de cúrcuma em pó e tome 3 vezes por dia junto com as refeições.
  • Gengibre – as propriedades anti-inflamatórias no gengibre também podem ajudar a lidar com doenças auto-imunes. Ele ajuda a reduzir a inflamação, que é um problema comum em doenças auto-imunes. Ferva um copo de água, adicione um colher de chá de gengibre triturado. Beba o chá 2 a 3 vezes ao dia.
  • Óleo de coco – um estudo comprovou que o óleo de coco virgem tem propriedades anti-inflamatórias e analgésicas. Tome 2 colheres de sopa de óleo de coco para combater a inflamaçâo.
  • Aloe Verda ou Babosa – aloe vera contém lupeol e ácido salicílico que têm propriedades analgésicas, bem como certos compostos químicos, como ácidos graxos que têm um efeito antiinflamatório na artrite. Bata 2 colheres de sopa de  aloe vera com suco de limão e beba 1 copo ao dia.
  • Abacaxi – o abacaxi contém uma classe de enzimas chamadas de bromelina que tem propriedades anti-inflamatórias. Para ter mais efetividade, bata o suco de abacaxi com 3 colheres de chá de cúrcuma.
  • Óleo de peixe – o óleo de peixe contém ácidos graxos essenciais com propriedades anti-inflamatórias que alivia a dor nas articulações, rigidez e até reduz a dependência da medicação em pacientes com artrite reumatóide. Consuma uma cápsula de 500mg por dia.
  • Pimenta de caiena – quando você consome a pimenta, a propriedade chamada capsaicina inibe a atividade de um produto químico em seu corpo responsável pela transmissão de sinais de dor para o cérebro. Por esta razão, a pimenta caiena tem sido eficiente para tratar a artrite reumatóide e a dor da espondilite espinhal. Além disso, ela também melhora a circulação sanguínea geral que lubrifica as costas e as articulações rígidas. Misture um colher de sopa de pimenta de caiena triturada com mel e toma 2 a 3 vezes ao dia.
  • Vinagre de Maça – o vinagre de maçã é benéfico para doenças auto-imunes. Ele contém vitamina B5 (ácido pantotênico) que ajuda a reduzir o inchaço e a inflamação. O cálcio, manganês, potássio e fósforo facilitam ainda mais a dor nas articulações. Misture um colher de sopa de vinagre de maça em um copo de água quente. Depois adicione mel e gengibre, e beba duas vezes ao dia.
  • Canela – um estudo publicou que a canela é um remédio antiinflamatório eficaz no tratamento de doenças crônicas como a artrite reumatóide. Misture um colher de chá de canela em pó e mel em um copo de água quente. Beba diariamente.
  • Óleo de oregano – as propriedades anti-inflamatórias do óleo de orégano também é importante para tratar doenças auto-imunes, como artrite reumatóide e espondilite. Adicione 3 ou 4 gotas de óleo de oregano em um copo de água ou suco e beba 3 vezes ao dia.

Veja o canal do YouTube BIOMEDICINA BÁSICA sobre as doenças auto-imunes (6:48):

Fonte:

http://www.healthline.com/health/autoimmune-disorders

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16240238

Tudo Sobre a Gordura no Fígado

A esteatose hepática, ou gordura no fígado, é uma doença que leva ao acúmulo de ácidos graxos (células de gordura) neste órgão, dificultando suas funções normais.

É comum ter uma certa quantidade de gordura no fígado, mas quando ultrapassa seu limite, gera uma inflamação, que, se não for tratada, pode levar à cirrose hepática (necrose do fígado).

Veja agora as causas da gordura no fígado, sintomas, graus, tratamentos e dieta:

Tudo Sobre a Gordura no Fígado

1. Causas

As causas que levam a gordura no fígado são:

  • Obesidade;
  • Sobrepeso;
  • Má alimentação (jejum por longo tempo, pouca ingestão de proteínas, excesso de ingestão de alimentos gordurosos, processados, embutidos, açucarados etc, desnutrição);
  • Sedentarismo (falta de atividade física);
  • Consumo excessivo de bebidas alcoólicas e alcoolismo;
  • Problemas pré-existentes como diabetes tipo 2, hepatite B, C, inflamações crônicas do fígado, hipotireoidismo, apnéia do sono, concentração de gordura no abdome;
  • Resistência à insulina;
  • Colesterol e triglicérides altos;
  • Efeitos colaterais de certos medicamentos, como glicocorticóides, estrogênios, etc.

2. Quais os sintomas da gordura no fígado?

Os graus mais leves de gordura no fígado não provocam sintomas aparentes, mas quando o grau se eleva para um quadro pior, podem aparecer sinais como:

  • Dor de cabeça;
  • Náuseas e vômito;
  • Tremores;
  • Inchaço e dor na barriga;
  • Pele amarelada;
  • Olhos amarelados;
  • Fadiga;
  • Fraqueza;
  • Fezes de cor mais clara ou sem cor;
  • Perda de apetite e conseqüente perda de peso;
  • Alterações no sono;
  • Confusão mental.

Geralmente, é possível notar o fígado inchado em exames de ultrassonografia, além dos níveis de TGO e TGP no sangue. Se não tratado corretamente, o quadro de gordura no fígado evolui, gerando doenças mais graves como a cirrose hepática.

3. Graus

Existem 3 graus de gordura no fígado, que medem exatamente o nível crítico do problema:

  • Grau leve (1), onde não há tanto acúmulo de gordura,
  • Grau moderado (2), onde há uma quantidade razoável de gordura acima do normal, e o
  • Grau elevado (3), onde o acúmulo de gordura no fígado é muito grande.

Porém, há casos de pessoas que estão no grau 1, mas com uma grande inflamação característica do grau 3, ou vice-versa. Por isso é importante tratar o problema logo no início, evitando piora do quadro.

4. Tratamentos

O tratamento para gordura no fígado é mais voltado para a causa que leva ao problema, a fim de reverter o acúmulo de gordura. Dentre eles estão:

  • Uso de medicamentos, para alívio dos sintomas, como vitamina E, metformina, xenical, ursacol, ácido fólico etc.
  • Mudança de hábitos alimentares, através de uma reeducação alimentar, dieta de baixa caloria, evitando gorduras, frituras, doces etc.
  • Prática de exercícios físicos, por pelo menos 30 minutos por dia, facilitando a perda de peso.
  • Eliminação de maus hábitos, como fumar e ingerir bebidas alcoólicas.
  • Acompanhamento médico, para avaliar o caso desde o início e sua evolução, através de exames físicos e complementares, além de controlar doenças pré-existentes (diabetes, pressão e colesterol altos, hepatite etc).
  • Cirurgia, redução do estômago em casos de obesidade mórbida.

5. Existe tratamento natural para gordura no fígado?

A ideia da reeducação alimentar para gordura no fígado é exatamente ter uma alimentação mais saudável e balanceada, através do maior consumo de cereais integrais, frutas, legumes, verduras etc. Há receitas naturais que ajudam no combate da gordura no fígado como:

  • Chá de carqueja: dissolver 2 colheres de folha de carqueja em 200ml de água fervente, tomando o chá ao amornar. A carqueja regula a circulação e o metabolismo, retomando as funções normais do fígado.
  • Cebola: deve ter ingerida 1 cebola picada como salada no almoço ou janta todos os dias, uma vez que é um antiinflamatório natural.
  • Espinafre: inclua algumas folhas de espinafre em sua salada ou bata-as com 200ml de água e beba como um suco, uma vez que possui ácido fólico, regulando as atividades do fígado e desintoxicando o organismo.
  • Hortelã: experimente colocar algumas folhas de hortelã em um litro de água fervente, tomando todos os dias entre as refeições. Ela é muito recomendada para tratar problemas digestivos, além de aliviar a sensação de inchaço na barriga e enjôos.
  • Maçã: ingira 1 maçã por dia como lanche da manhã ou da tarde, uma vez que ela é rica em antioxidantes (desintoxica o organismo).
  • Limão: esprema 1 limão em um copo de 200ml de água morna e beba esta mistura todos os dias em jejum (uma hora antes do café da manhã). Além de ser rico em vitamina C, o limão possui antioxidantes que eliminam as toxinas do fígado e do corpo em geral.
  • Tamarindo: aproveite as fibras que ajudam na digestão e eliminam excesso de gordura adicionando algumas folhas de tamarindo em um litro de água fervente, consumindo logo após amornar.
  • Linhaça: pique alguns morangos ou uma banana e bata com um copo de 200ml de leite desnatado ou iogurte sem gordura com uma colher de sopa de linhaça, que também é rica em fibras e ômega 3, ajudando a eliminar o excesso de gordura do fígado e do organismo em geral e diminuindo o colesterol ruim (LDL).

6. Dieta para gordura no fígado

Os melhores alimentos a serem consumidos pelas pessoas com gordura no fígado são os integrais (macarrão integral, pão integral, trigo, aveia por exemplo), peixes (ricos em ômega 6), frutas, verduras, legumes, leite desnatado e suas derivações sem gordura.

A dieta recomendada para este problema é:

  • No café da manhã ingerir, por exemplo, 1 fatia de pão integral ou 2 torradas com queijo branco e um suco de fruta natural;
  • No almoço, por exemplo, ingerir uma carne branca (frango ou peixe grelhado), com uma colher de sopa de arroz integral mais uma salada (que pode ser de alface, tomate, rúcula, agrião, cenoura, repolho, vagem etc), temperando-a somente com limão;
  • No lanche da manhã ou da tarde pode ser ingerida uma gelatina sem açúcar ou iogurte desnatado com uma colher de sopa de linhaça com uma fruta picada;
  • O jantar pode ser parecido com o almoço, sempre optando por uma carne magra e variedade de verduras e legumes;
  • Consumir pelo menos 2 litros de água por dia para hidratar e desintoxicar fígado;
  • Comer a cada 3 horas para evitar o abuso de comida nas refeições principais, além de manter o nível de triglicérides normais, evitando os picos de açúcar no sangue;
  • Associar a dieta proposta à atividades físicas regulares, a fim de perder e controlar o peso.

Veja a especialista falando sobre a gordura no fígado (16:47):

Fonte:

http://www.healthline.com/health/fatty-liver#overview1

Spinners Realmente Ajudam a Diminuir a Ansiedade e o Estresse? Descubra!

Atualmente estão na moda os spinners, um tipo de brinquedo que possui três pontas circulares e giram conforme são manipuladas. É considerado um dispositivo anti-estresse, que alivia as tensões do cotidiano. Mas será que eles realmente ajudam a diminuir a ansiedade e o estresse?

Veja a seguir fatos sobre os spinners e se realmente ajudam a reduzir a ansiedade e o estresse:

Spinners Realmente Ajudam a Diminuir a Ansiedade e o Estresse? Descubra!

1. Como os spinners funcionam?

Os spinners tem um círculo em seu centro que giram ao serem pressionados. Suas três extremidades circulares também giram nas pontas dos dedos. Alguns possuem cores diversas e ao serem impulsionados geram um belo efeito visual, o que deixa a pessoa entretida.

2. Como surgiram?

Os spinners, da forma como são atualmente, surgiram no ano de 93, com intuito de ajudar crianças com déficit de atenção e autismo. Sua criadora tentou vendê-los, mas as fábricas de brinquedos não tinham interesse.

Após mais de 10 anos, os spinners ganharam uma versão diferenciada, como são conhecidos hoje, e começaram a ser vendidos justamente pelos mesmos fabricantes que haviam negado o produto anteriormente.

3. Qual a função dos spinners?

A função destes dispositivos é justamente aliviar os sintomas do estresse, ansiedade e melhorar a concentração de pessoas que sofrem com déficit de atenção e hiperatividade, de forma atrativa e relaxante.

4. Spinners ajudam ou não a aliviar a ansiedade e o estresse?

Alguns fatos provam a efetiva função dos spinners contra a ansiedade e estresse, como:

1) A pessoa foca sua atenção no dispositivo ao girá-lo, estimulando a concentração em uma só atividade.

2) Existe um relaxamento da mente ao realizar algo satisfatório, que dá prazer em exercitar, uma vez que os spinners conduzem movimentos repetitivos, retirando o foco de algo que antes incomodava para algo que realmente lhe faz bem, reduzindo o estresse.

3) Possibilitam treinamento do cérebro em se focar em uma só tarefa, algo muito difícil para pessoas com problemas de atenção e hiperatividade; por isso os spinners contribuem para o treinamento mental.

4) Estimulam a produção de dopamina, um neurotransmissor muito importante para o organismo que desempenha função de sensação de prazer, bem-estar, memorização de informações por longo período de tempo etc.

5) As pessoas se distraem ao brincarem com os spinners e interagem entre si, o que possibilidade a socialização, algo importante para aqueles que são mais introvertidos e necessitam socializar com outras pessoas; isso é mais um benefício para aliviar a ansiedade e o estresse.

6) Evitam que a pessoa gaste energia com outras estratégias (que ela pensa que alivia o estresse) ou incomode os outros que estão ao seu redor, como, por exemplo, roer as unha, bater os pés repetidamente no chão, balançar as pernas, batucar em uma superfície, bater a caneta repetidamente na mesa, pressionar as mandíbulas com força várias vezes etc.

7) Estimulam pessoas com dificuldades de coordenação ao desenvolverem as capacidades motoras que o cérebro exige para executar atividades mais complexas.

5. Há contraindicações?

Tudo que é em excesso não faz bem e o mesmo funciona para os spinners. A ideia é fazer com que a pessoa alivie a tensão do dia-a-dia e não se vicie no brinquedo, deixando de realizar atividades importantes de sua vida.

Uma pessoa que tem transtorno de ansiedade, por exemplo, se não buscar ajuda profissional e só utilizar o spinner como “fuga” de suas tensões, estará prejudicando a si mesma, piorando o problema da ansiedade. Portanto, utilizar o spinner como uma técnica de relaxamento é mais indicado do que tentar resolver todos os problemas usando o dispositivo a todo momento.

6. Como e onde conseguir um spinner?

Os spinners são vendidos normalmente em lojas de brinquedos e alguns sites na internet, podendo ser de plástico, metal ou outro material e de vários modelos e cores, ou seja, várias versões. O preço pode variar muito (em média de 10 a 50 reais), sempre dependendo do material e tipo do produto. E então, você será um novo adepto dos spinners?

Veja esta reportagem sobre o spinner no programa Bem Estar (4:26):

Afinal, Beber Água ou Líquidos Durante a Refeição Faz Bem ou Mal?

A água é um composto muito importante para nosso organismo. Sem a correta hidratação, problemas de saúde aparecem, como cabelos opacos, pele seca, cálculos renais, inchaços, hipertensão, entre outros. Ao ingerir água, diversos benefícios possibilitam uma vida mais saudável. Mas é adequado beber água ou outros líquidos durante as refeições? Será que isso prejudica ou não nosso organismo? É isso que vamos conferir a seguir.

I) Veja agora fatos que comprovam se beber líquidos durante as refeições faz bem ou mal:

1. Dificuldade na digestão dos alimentos

No processo da digestão dos alimentos, o suco gástrico é liberado para facilitar a quebra dos alimentos ingeridos e absorver os nutrientes necessários. Ao bebermos água ou qualquer outro líquido durante uma refeição, o ácido gástrico é diluído, deixando o processo digestivo mais lentificado, ou seja, dificultando o processo de quebra e absorção dos alimentos.

Além disso, o líquido ingerido junto com os alimentos dilata o estômago, deixando-o mais elástico e inchando o abdome, podendo acarretar uma indigestão. O ideal então é beber água ou outro líquido meia hora antes de comer ou uma hora depois.

2. Má absorção dos nutrientes

Além do suco gástrico liberado no processo digestório, algumas enzimas também são liberadas e mantém a concentração do ácido clorídrico estável. Quando se ingere líquidos em uma refeição, essa concentração do ácido diminui e as enzimas se diluem.

Isso leva a uma má absorção dos nutrientes no intestino e assim as fibras seguem mais rapidamente por ele sem realizar sua função corretamente, impedindo que vários nutrientes e vitaminas sejam absorvidos como necessário.

3. Aparecimento de gases

Assim como os nutrientes não são corretamente absorvidos ao beber água ou líquidos nas refeições, problemas no estômago podem ocorrer, como refluxo, flatulências e gases, já que o suco gástrico fica diluído.

Dessa forma, a digestão demora para se realizar, fermentando os alimentos que também ficam por mais tempo no estômago, aumentando a produção de gases e desconforto.

4. Aumento da sensação de fome

Ao ingerir água e outros líquidos temos a sensação de ter mais fome, uma vez que o estômago de dilata, ficando mais elástico. O cérebro entende que o estômago está vazio e que cabe mais comida, fazendo com que se coma mais.

Assim, os líquidos ingeridos tomam lugar desses espaços vazios, informando ao cérebro que está com fome, ingerindo mais alimentos durante o dia e aumentando de peso. O refrigerante e outras bebidas gaseificadas, por exemplo, por terem muito gás, aumentam ainda mais essa sensação, além de não terem nutrientes para ser absorvidos.

O correto então seria ingerir líquidos entre as refeições e não durante elas, para hidratar o organismo.

5. Mastigação incorreta dos alimentos

Algumas pessoas se queixam em não produzir a saliva necessária para digerir corretamente os alimentos e por isso ingerem bebidas durante as refeições.

Esse líquido ingerido faz com que alguns alimentos não sejam mastigados da forma certa, seguindo em grandes pedaços ao estômago e não sendo quebrados da forma ideal para serem absorvidos no organismo.

O ideal é mastigar os alimentos lentamente, facilitando a digestão e eliminando qualquer incômodo que poderia ocorrer ao ingerir líquidos nas refeições.

II) Afinal, Beber Água Durante a Refeição Faz Bem ou Mal?

Lendo os fatos acima podemos concluir que beber água durante a refeição não é muito bom para o nosso organismo. Porém, isso não quer dizer que você não pode nem encostar o líquido na boca. Você poderá tomar um pouco de água para ajudar a mastigar melhor. Alguns alimentos complementam a falta de líquidos nas refeições, já que possuem muita água em sua composição, como abobrinha, pepino, alface, chuchu, e frutas como tomate, abacaxi, laranja, melancia, melão etc.

Ingerindo alimentos ricos em água já repõe a necessidade de líquidos durante uma refeição, sendo que a melhor bebida a ser tomada após uma hora é a própria água ou sucos naturais, e nunca em excesso, evitando a distensão estomacal e problemas digestivos. Lembre-se também em se manter hidratado durante o dia.

Fonte:

http://www.healthline.com/nutrition/drinking-with-meals#section6