10 Principais Sinais de Autismo nas Crianças

autismo, também chamado pelos profissionais da área de Transtorno do Espectro Autista (TEA), é um distúrbio neurológico que se desenvolve antes dos 3 anos de idade. Segundo o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5), a doença compromete todo o desenvolvimento psiconeurológico e se caracteriza pela dificuldade de interação social, principalmente, por meio da comunicação verbal (a fala).

A maioria dos autistas possui uma restrição no comportamento, seja pela repetição dos movimentos ou pela imitação. Eles apresentam também um interesse em áreas específicas e preferem ficar isolados.

A doença atinge cerca de 0,6% da população geral e quatro vezes mais o sexo masculino do que o feminino, em qualquer classe social. O grau da doença varia e pode ir desde um quadro mais leve, em que a fala e o aprendizado não são afetados, até um grau mais alto, em que ocorrem casos de atraso mental e agressividade por parte do autista. Certa dos 60% dos indivíduos autistas apresentam epilepsia.

O DSM-5, última edição do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, acrescenta mudanças importantes, englobando a Síndrome de Asperger como uma forma mais branda de autismo. Assim, os pacientes passam a ser diagnosticados apenas em graus de comprometimento, tornando o diagnóstico mais completo.

I) Quais são as causas do autismo?

As causas desse transtorno são desconhecidas e há muitas pesquisas sendo desenvolvidas sobre o assunto. Há pouco tempo acreditava-se que a doença estava relacionada apenas às relações familiares “problemáticas”, porém, essas hipóteses foram descartadas. Algumas pesquisas já afirmam que as causas do autismo é uma combinação entre os fatores genéticos e ambientais.

Hoje, alguns estudos sugerem que a hereditariedade esteja ligada à doença, porém não foram encontrados genes específicos que comprovem essa suposição. Um estudo feito por pesquisadores suecos e publicado no The Journal of the American Medical Association (JAMA) explicou que os fatores genéticos são apenas 50% das causas do autismo. A outra metade está, segundo a pesquisa, relacionada aos fatores ambientais individuais, que podem incluir a medicação recebida antes da gravidez, as infecções da mãe nesse período, as dificuldades durante o parto e até o ambiente de criação.

II) Quais são os sintomas?

Os sintomas do autismo podem ficar aparentes antes dos três anos de idade, logo nos primeiros meses, e variam muito de acordo com o grau da doença e com o paciente.

Os principais sintomas são:

  • Sintomas que dificultam a relação social: não gostam de contanto visual, são indiferentes a existência ou os sentimentos dos outros, incapacidade de fazer amizade, não conseguem ler expressões faciais, corporais e, às vezes, são um pouco agressivos.
  • Sintomas que afetam a comunicação verbal e não verbal: dificuldade para se comunicar alguns chegam nem a falar, ausência de comunicação verbal e não verbal (expressões faciais, gestos, mímica ou linguagem falada).
  • Sintomas ligados imaginação e generalização: ausência de atividade imaginativa como: representações de papéis em peças, falta de interesse em histórias repletas de acontecimentos não reais, dificuldade em matérias com álgebra, não por não saberem matemática, mas pela dificuldade de generalizar.
  • Sintomas ligados ao movimento comuns: fazem movimentos corporais como: pancadas com as mãos ou rotação movimentos de torção, movimento de vai-e-vem do tronco, batimentos de cabeça, movimentos complexos de todo corpo.
  • Sintomas ligados a objetos e a mudanças: preocupação excessiva com partes de objetos ou ligação e atração por objetos estranhos. A mudança de ambiente ou rotina para o autista causa sofrimento, se atenta a detalhes e se eles forem alterados causa um sentimento de angústia.

III) Confira a Lista Abaixo as 10 Principais Sinais de Autismo nas Crianças:

10 Principais Sinais de Autismo nas Crianças

1) Desafios  sociais

É preciso estar bastante atento às crianças, pois o desenvolvimento de cada uma delas é diferenciado, apesar de existir um padrão médio. No caso de crianças autistas, os desafios sociais, ou seja, a interação com outros indivíduos, como olhar para as pessoas, buscar as vozes, ou mesmo agarrar um dedo são realizadas de formas tardias.

 2) Dificuldade de aprendizado

Como no primeiro sinal, a dificuldade de aprendizado se torna uma das principais características da criança com autismo, ou seja, além de não realizar interações com outras pessoas, a criança também possui uma dificuldade maior em realizar tarefas consideradas “fáceis”.

3) Hiper ou Hiposensibilidade

A entrada sensorial em indivíduos com autismo é processada de forma diferente. Neste caso, a criança autista pode desenvolver tanto a hiper como a Hiposensibilidade, sendo ambos referentes a questões como luz, sons, cores, texturas, gostos e cheiros. Dessa forma, a hipersensibilidade faz com que a criança não goste de determinadas cores, sons, enquanto na Hiposensibilidade ela buscará os sons, luzes e cores que a estimulam como, por exemplo, pulando na direção da luz.

4) Anexo do objeto

Como a maior parte das crianças autistas tem dificuldade de interação com outras pessoas, elas costumam substituir essa interação para realizar com bonecos ou brinquedos que, à primeira vista, podem ser considerados prediletos.

5) Fascinações

Assim como no tópico anterior, as crianças autistas que possuem algum objeto preferido costumam ficar fascinadas por ele, buscando conhecer todos os fatos ou detalhes que envolvam a preferência em específico.

6) Aparente falta de empatia

Enquanto a empatia é um sentimento facilmente percebido na maioria das crianças, pode haver certa dificuldade em detectá-la na criança com autismo, tendo em vista que elas possuem uma maior dificuldade em entender as situações a partir da perspectiva de outra pessoa.

7) Indiferente à interação humana

A dificuldade de comunicação e do desenvolvimento social interfere diretamente nesse sinal de que a criança possa ter o transtorno. Crianças com autismo não costumam estabelecer relações, sendo comum que elas não se interessem por jogos ou atividades que incluam socialização.

8) Comportamentos repetitivos

Considerado um dos sintomas centrais do autismo, a criança que possui o transtorno costuma realizar comportamentos repetitivos, como movimentos de mão, arrumar objetos, repetir sons ou frases. Repete palavras ou trechos memorizados, como comerciais.

9) Disfunção do sono

Não ter o sono regular também é uma das características das crianças com autismo que, se não tratadas, podem afetar também os adultos que convivem com o transtorno.

10) Desenvolvimento da comunicação não verbal

Pelas dificuldades, já citadas aqui, de comunicação, interação e desenvolvimento social, a criança autista costuma estabelecer uma grande relação com a comunicação não verbal. Dessa forma, desenhos, fotos ou gestos podem tornar-se uma forma de estabelecer o contato com elas.

Alguns outros sinais característicos de quem tem autismo são

  • Falta de medo em situações perigosas.
  • Crises de choro e de riso sem razão aparente.
  • Avesso às mudanças.
  • Evita o contato físico.
  • É muito passivo ou hiperativo.
  • Possui os sentidos sensoriais (audição, tato, olfato, paladar) ampliados ou diminuídos.

IV) Como diagnosticar?

Normalmente, é um neuropediatra ou um psiquiatra especializado em autismo que identifica os sintomas. Alguns familiares também podem perceber os sinais, porém, eles tendem a achar alguns comportamentos normais para uma criança.

O médico vai buscar por sinais de atraso no desenvolvimento da criança e poderá encaminhá-la aos especialistas da área, afim de obter um diagnóstico mais preciso. Para se enquadrar no autismo, a criança deve possuir pelo menos 6 sintomas clássicos do transtorno, conforme informado no DSM-5.

Os Estados Unidos possuem uma Associação Nacional para a doença (ASD), assim como o Brasil há a Associação Brasileira de Autismo (ABRA). No site da Associação Brasileira, você pode encontrar uma cartilha com muitas informações e tirar suas dúvidas. Veja a cartilha aqui: http://www.autismo.org.br/site/images/Downloads/7guia%20pratico.pdf 

V) Quais são os tratamentos?

10 Principais Sinais de Autismo nas Crianças

O autismo não tem cura e a pessoa diagnosticada precisará conviver com o distúrbio para o resto da vida. Para amenizar alguns sintomas e até para diminui-los são usados alguns tratamentos que variam de acordo com o paciente.

A seguir seguem alguns dos tratamentos mais usados, lembrando que o acompanhamento médico nesses casos é primordial:

A) Estimulação: a estimulação precoce é a melhor ferramenta para o autista se desenvolver bem, estimular a fala, a interação social, amenizar sintomas como agressividade, alimentação, pois alguns autistas se restringem a poucos tipos de alimentos, algumas manias destrutivas e aprende a lidar com mudanças.

Existem escolas públicas de estimulação precoce, porém a estimulação precoce é ideal para bebês e como o diagnóstico de autismo no Brasil é tardio, essa estimulação se torna complicada.

B) Intervenções terapêuticas: Têm diversas intervenções terapêuticas que tratam o autismo, trabalhando com: a linguagem/comunicação, os problemas comportamentais e sociais.

A terapia de fala (o que inclui um fonoaudiólogo), musicoterapia, osteoterapia, alguns medicamentos (para controlar a hiperatividade, a impulsividade, as dificuldades para dormir, as convulsões e a irritabilidade), o treinamento auditivo, a prática de atividade física, fisioterapia e a psicoterapia (individual ou em grupo), são algumas das formas para tratar o distúrbio. Com os tratamentos adequados e combinados com uma orientação familiar constante, o autista consegue conviver normalmente com seus familiares e com a sociedade.

Há medicamentos que amenizam os sintomas do autismo, mas somente um especialista pode indicá-los, caso seja necessário.

Como curiosidade, são exemplos de autistas conhecidos: Michael Phelps, Bill Gates, Beethoven e Albert Einstein.

VI) Onde Tratar o Autismo?

Existe a Associação Amigos do Autista (AMA), onde o atendimento é gratuito, atuando em todo Brasil e ajudando muitas famílias. Trata o autismo com medidas psicoeducacionais, ajuda e orienta a família e desenvolve a linguagem/comunicação.

A equipe da AMA é muito capacitada e conta com: psiquiatras, psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas e educadores físicos.

Métodos Utilizados pela AMA

A Associação Amigos do Autista (AMA) utiliza métodos com comprovação científica. Entenda a seguir um pouco sobre estes métodos.

  • TEACCHR (Treatment and Education of Autistic and Related Communication Handcapped Children): é um programa estruturado que combina diferentes materiais visuais para organizar o ambiente físico através de rotinas e sistemas de trabalho, de forma a tornar o ambiente mais compreensível; esse método visa à independência e o aprendizado.
  • PECSR (Picture Exchange Communication System): é um método de comunicação alternativa através de troca de figuras, uma ferramenta valiosa tanto na vida das pessoas com autismo que não desenvolvem a linguagem falada, quanto na vida daquelas que apresentam dificuldades ou limitações na fala.
  • ABA (Applied Behavior Analysis): análise comportamental aplicada que se embasa na aplicação dos princípios fundamentais da teoria do aprendizado baseado no condicionamento operante e reforçadores para incrementar comportamentos socialmente significativos, reduzir comportamentos indesejáveis e desenvolver habilidades. Há várias técnicas e estratégias de ensino e tratamento comportamentais associados à análise do comportamento aplicada que tem se mostrado útil no contexto da intervenção, incluindo (a) tentativas discretas, (b) análise de tarefas, (c) ensino incidental e (d) análise funcional.

O uso do medicamento deve ser prescrito pelo médico e é indicado quando existe alguma co-morbidade neurológica e/ou psiquiátrica e quando os sintomas interferem no cotidiano. Mas vale ressaltar que até o momento não existe uma medicação específica para o tratamento do autismo. É de grande importância o médico informar sobre o que se espera da medicação, qual o prazo esperado para que se perceba os efeitos, bem como os possíveis efeitos colaterais, segundo a AMA.

Veja esta reportagem sobre o autismo (62:00):

 

5 Razões para Você Comer Devagar a Partir de Hoje

Quanto tempo você costuma levar durante uma alimentação? Caso seja menos de 20 minutos, é bem possível que tenha alguns problemas de saúde, direta ou indiretamente ligados ao seu sistema digestivo. Por mais que a pressa do dia a dia exija momentos mais rápidos, comer devagar ainda é algo essencial e importante.

Além de ser um momento de relaxamento do dia, a alimentação por si pede por processos fisiológicos que não são nem um pouco saudáveis caso sejam apressados. Ainda assim, há um costume cada vez maior de fazer um “lanche rápido”, ou qualquer coisa do gênero, o que leva a outros problemas de saúde.

Para evitar que esses problemas aconteçam a médio e longo prazo, vamos mostrar algumas boas razões para que você faça da sua alimentação adequadamente. O objetivo não é comer de forma demorada, mas se alimentar no tempo certo.

Confira Abaixo as 5 Razões Convincentes para Você Comer Devagar a Partir de Hoje

1. Diminui a famosa Gordura Abdominal

A gordura abdominal ocorre não apenas por uma má alimentação, mas pela absorção muito rápido de gorduras no nosso organismo, levando a distensões musculares. Comer devagar não apenas ajuda os músculos da região a trabalharem menos, como também diminui outros grandes riscos ao corpo, como os de infarto, por exemplo.

Existe um bom motivo para se preocupar com a gordura abdominal nesses casos, além do fator estético e do saciamento ao se alimentar. Quanto maior a “barriguinha”, ou quanto maior for a flacidez, mais gordura visceral é produzida. Essa gordura, maligna, é a principal responsável pelos casos de infarto.

Portanto, mais do que apenas comer devagar, é preciso selecionar bem os pratos que vai ingerir, em qualquer refeição.

2. Torna o processo de digestão mais acurado e leve

Quando ingerimos um alimento, desde a mastigação até chegada do mesmo ao estômago, nosso sistema digestivo realiza uma série de processos que exigem energia do nosso organismo. Isto vai desde a trituração do alimento na boca, até a digestão no estômago, e por fim a separação dos nutrientes e dejetos o intestino.

Quando aceleramos a alimentação, esse processo se torna muito precário, fazendo com que o organismo não absorva todos os nutrientes, ou não consiga na quantidade ideal. Além disso, por conta do processo mais apressado, o corpo acaba gastando mais energia para processar os alimentos.

O resultado, além de um aproveitamento pobre de nutrientes, você acaba mais “cansado”, devido ao esforço extra de fazer algo mais demorado em um ritmo mais intenso. O tempo ideal de alimentação é entre 20 e 25 minutos

3. Comer Devagar ajuda a apreciar os sabores

Convenhamos: poucas pessoas, se não nenhuma, consegue de fato apreciar o sabor de uma boa comida se alimentando rápido. Além de prejudicial a saúde, a falta de uma boa apreciação do sabor não torna o momento relaxante, e não estimula suas papilas gustativas.

As papilas, mais do que apenas identificar os vários sabores, também ajudam na salivação, tão importante para levar a comida adequadamente ao estômago. Por isso, além de comer devagar, aproveite o momento para de fato saborear o que come, seja de sua própria receita, seja preparado por outras pessoas.

Ao estimular o seu paladar, você ganha dois excelentes benefícios. O primeiro é a facilidade de identificar e desenvolver suas preferências com sabores, o que permite saber, inclusive, quando um alimento está fora do ponto. O segundo benefício é a produção de dopamina e serotonina, hormônios responsáveis pela sensação de prazer e bom humor.

4. Ajuda a comer menos

Comer devagar não somente ajuda a absorver os nutrientes melhor mas também ajuda a comer menos. Isso porque o cérebro demora para processar que o estômago está cheio. É necessário que o cérebro tenha tempo o suficiente para processar e informar que você está cheio e não precisa comer mais.

Para que o corpo ajude a absorver bem os nutrientes, também é preciso uma boa alimentação. De nada adianta comer por 30 minutos, se a alimentação é feita a base de alimentos pesados, gordurosos e pouco nutritivos. Uma boa ideia para fazer desse momento mais prazerosos e benéfico é utilizar a pirâmide dos alimentos.

A pirâmide dos alimentos organiza, em ordem de importância em sua base até o topo, todos os grupos alimentos que nosso organismo precisa para estar em seu melhor estado. Utilizá-la como referência em todas as suas refeições pode tornar até aquele prato mais estranho aos olhos algo muito saboroso.

5. Comer devagar ajuda a diminuir o consumo de líquidos

Uma das falhas mais comuns de quem costuma se alimentar rapidamente é quanto a ingestão de líquidos junto ao mastigar. Eles podem ser de um simples copo d’água, até bebidas alcoólicas. Além de tornar a ingestão mais pesada, devido ao excesso de alimento e líquido, ele potencializa as chances de refluxo, azia e outros problemas estomacais.

A melhor forma de evitar esses problemas é justamente comer devagar. Com o aumento na produção de saliva e na mastigação, a ingestão de alimentos se torna menos pesada no corpo, e as bebidas podem ser ingeridas com melhor apreço ao final da alimentação, para justamente facilitar o processo de ingestão.

Quanto as bebidas em si, opte sempre por opções mais leves, como água ou sucos, pois eles facilitam ainda mais a digestão, e de quebra oferecem outros nutrientes. Refrigerantes e outras bebidas gaseificadas, ou mesmo as alcoólicas, podem ser consideradas, mas tenha um uso moderado.

Pelo que podemos ver, comer devagar não só ajuda a diminuir um pouco do stress do dia a dia, como oferece diversos benefícios a saúde. Torne a alimentação o grande momento do dia, em todos eles. Com o tempo, sua apreciação se torna mais prazerosa, e qualquer dificuldade é atenuada. Até a próxima!

5 Exercícios Imperdíveis para Eliminar a Gordura das Costas

É comum conhecer pessoas que estejam tentando eliminar gorduras do corpo, mas tem algumas que são mais difíceis de perder do que outras. Uma das complicadinhas é a gordura das costas. No geral, as mulheres são as que mais se incomodam com ela, principalmente na hora de colocar um top ou um biquíni, pois eles marcam bastante. Entretanto, por mais difícil que seja eliminar essas gordurinhas, não é impossível. Vamos te mostrar alguns exercícios que podem ser feitos:

Veja os 5 Exercícios Físicos para Eliminar a Gordura das Costas

Exercício 1

5 Exercícios Físicos para Eliminar a Gordura das Costas - prancha abdominal

O primeiro exercício é a famosa prancha, temida por muitos. É o exercício em que você apoia os cotovelos no chão e equilibra todo o seu corpo com eles e com as pontas dos pés. Ele trabalha vários músculos, inclusive os das costas. Para surtir efeito, você deve manter o seu corpo reto (sem levantar mais o bumbum) e contrair os músculos do abdome. Permaneça na posição por 30 segundos e repita duas vezes, intercalando com 10 segundos de descanso.

Exercício 2

5 Exercícios Físicos para Eliminar a Gordura das Costas - Dumbbell

O segundo você irá precisar da ajuda de dois dumbbells (peso). Você ficará em pé, com os pés alinhados ao quadril, com um haltere em cada mão. Se curve até que você esteja olhando para o chão, mas com a coluna reta. Abra os braços (como se fosse abraçar alguém) e os levante até a altura do dorso. Faça 3 séries de 15 repetições, com 30 segundos de descanso entre elas.

Exercício 3

5 Exercícios Físicos para Eliminar a Gordura das Costas - Dumbbell 2

Para este exercício você precisará de dumbbell também. Você deverá inclinar o seu tronco para baixo com os braços esticados. Mantenha o tronco reto no mesmo lugar e puxe o peso para trás como se você estivesse puxando o remo. Desça devagarinho na hora de descer o peso. Repita o movimento 10 vezes e refaça a série mais três vezes, com o intervalo de 30 segundos entre cada uma.

Exercício 4

5 Exercícios Físicos para Eliminar a Gordura das Costas - Superman

Este é muito parecido com o exercício 3. A única alteração é no movimento do braço, que, ao invés de levantá-lo para trás, agora você irá erguê-lo para frente. Ao deitar de bruços, estique os braços acima da cabeça e levante-os ao mesmo tempo em que levanta as pernas. Faça também 3 séries de 15 repetições, com 20 segundos de descanso entre elas.

Exercício 5

5 Exercícios Físicos para Eliminar a Gordura das Costas - Costa inferior

Para esse exercício, fique de pé com o tronco reto e abaixe o tronco devagarinho em 90 graus com braços esticados e joelhos levemente flexionados. Volte a posição reta. Faça 3 séries de 10 vezes com um intervalo de 30 segundos entre cada série.

Além dos exercícios citados, a natação é uma boa aliada para quem está buscando perder essa gordura das costas e não consegue achar uma solução. Mas vale lembrar que qualquer exercício aeróbico pode colaborar para que as gordurinhas (não só das costas) desapareçam.

Como Remover o Cheiro de Mofo das Toalhas

Nas residências, muitas vezes surgem alguns incômodos no dia a dia, por exemplo, o cheiro de mofo nas toalhas utilizadas após o banho para o corpo todo e até mesmo naquelas usadas apenas para o rosto. O mau cheiro, pode ser consequência pelo suor ou a grande umidade à que são submetidas diariamente, o que as pessoas geralmente chamam de mofo ou bolo, são fungos, que geralmente surgem em locais muito úmidos.

De qualquer maneira, é fundamental ter acesso a dicas que podem contribuir para que esse problema seja resolvido facilmente. Não se preocupe, é possível ter o cheiro de mofo removido das toalhas com simples truques que vão além da lavagem adequada delas.

Veja a seguir 5 dicas de como remover o cheiro de mofo das toalhas:

1) Utilize vinagre branco para lavar as toalhas

Como Remover o Cheiro de Mofo das Toalhas

Dilua uma xícara de vinagre branco (aproximadamente 250 ml) em um copo de água. Coloque as toalhas na máquina de lavar, de preferência utilizando água quente. Dentro da máquina, coloque o copo de água com o vinagre branco e deixe que ela conclua seu ciclo de lavagem.

Posteriormente a finalização da lavagem, também é recomendado recomeçar o ciclo, mas dessa vez, coloque 125 gramas de bicarbonato de sódio com sabão em pó, sem qualquer amaciante ou outro produto. Vale lembrar que não é recomendado que o vinagre e o bicarbonato sejam misturados, por isso que são dois passos, a primeira lavagem com vinagre branco e a segunda com o bicarbonato.

2) Deixe as toalhas de molho em água quente com sabão em pó

Como Remover o Cheiro de Mofo das Toalhas

Em um balde ou outro tipo de recipiente grande, adicione 2/3 de uma xícara de sabão em pó e posteriormente, água bem quente. Tenha cuidado para não se queimar espirrando a mistura. É recomendado a utilização de luvas. Posteriormente, coloque as toalhas de forma que fiquem totalmente submersa.

Deixe-as de molho aproximadamente 48 horas, depois disso, torça e coloque-as para lavar na máquina, com o ciclo que possibilite o uso de água mais quente o possível, utilizando sabão em pó ou outro produto de limpeza que deseja. Após esse procedimento, coloque-as para secar ao ar livre, de preferência no sol.

3) Lembre sempre de deixar a toalha pendurada após o uso

Como Remover o Cheiro de Mofo das Toalhas

Um ambiente úmido facilita o acúmulo de bactérias nos tecidos, contribuindo ainda mais para que o cheiro incômodo apareça. Por isso, pendurar a toalha após o uso contribui de forma significativa para combater o cheiro de mofo. Por mais que o costume seja pendurar no banheiro, outra dica é deixa-la secar completamente ao ar livre, isso pode remover o cheiro.

4) Cuidado com os produtos utilizados

É possível substituir os amaciantes em algumas lavagens pelo vinagre branco, além disso, nesse contexto uma dica importante é ter cuidado com detergentes usados no processo de lavagem. Afinal, amaciantes e detergentes utilizados sem cautela e em quantidades erradas, podem até ter, em diversos casos, um bom resultado a curto prazo. No entanto, é fundamental ter cautela para que os tecidos não sejam obstruídos, tendo como consequência um toque áspero que pode ter cheiro a mofo.

5) Cheque a higiene da sua máquina de lavar

Você sabia que a sua máquina de lavar pode ser infectada pelas peças mofadas? E ainda mais, dessa forma, outras peças podem adquirir o mal cheiro? A questão é que a borracha na máquina de lavar, a que evita o vazamento de água, pode reunir resíduos e água parada, que acaba contribuindo para o mal cheiro. Limpando essa área, você contribui com a remoção do cheiro de mofo nas lavagens e com que outras peças também sejam infectadas. Esse processo pode ser realizado com um removedor de mofo ou sabão em pó, para facilitar a limpeza de áreas mais difíceis é possível manusear uma escova de dentes antiga.

7 Passos para Remover Pelo Encravado Inflamado

Um pelo encravado inflamado é uma situação bem comum tanto para mulheres como para homens. A falta de cuidado ao limpar a pele, junto a outros fatores, acabam por gerar incômodos na pele, ou mesmo algo mais grave, como a necrose da pele ou furúnculo, por exemplo. E não adianta tirar de qualquer forma: sem saber as raízes reais do problema, pode-se gerar outras situações tão ruins quanto.

Para que consiga resolver essa questão de forma segura e saudável, vamos mostrar alguns passos importantes para resolver o pelo encravado. E se o seu caso for mais grave, não deixe de buscar ajuda médica, com um dermatologista. Mesmo para tratamentos caseiros, é importante ter um direcionamento clínico.

Vejamos como resolver.

I) O Que causa o pelo encravado inflamado?

7 Passos para Remover Pelo Encravado Inflamado

Existem diversos fatores que levam a esse ponto, alguns universais para eles e elas, outros mais específicos. O que é consenso, de forma geral, é que o pelo encravado inflamado costuma ocorrer em pessoas com uma quantidade enorme de pelos.

Vamos listar algumas das causas mais comuns.

  • Falta de cuidado ao se barbear ou depilar, geralmente por não abrir os poros da pele adequadamente;
  • Uso de roupas muito apertada em regiões com muitos pelos;
  • Suor excessivo
  • Mau crescimento dos pelos.

Em todos esses casos, o pelo ao invés de sair do bulbo capilar, fica dentro da pele, crescendo e se tornando mais incômodo. Em casos mais graves, ele pode gerar infecções perigosas aos portadores, o que exige medicamentos específicos..

II) Os passos para retirar pelos encravados inflamados

Agora que temos as causas bem definidas, vejamos como lidar com essa questão de forma cuidadosa.

1 – Confirme se é mesmo um pelo encravado

Nos primeiros dias em que a protuberância aparece, é muito fácil confundi-la com uma espinha, já que o formato e as regiões onde surgem são bem parecidas com a acne. O que diferencia o pelo encravado da espinha é, além do incômodo e a dor ao toque, e a falta da protuberância do com pus, quando a espinha está mais visível.

Ao identificar o pelo encravado inflamado, e certificar que ele não está gerando outros problemas, é o momento de aplicar os métodos de resolução.

2 – Use a esfoliação para diminuir a área machucada

Luvas, sabonetes esfoliantes, buchas naturais, entre outros, são alguns exemplos de esfoliantes que podem ser passados com cuidado na região ferida pelo encravado. Seu uso constante diminui o tamanho do calombo, e pode abrir os poros para que o pelo saia, ou então cortá-lo de vez.

Seu uso deve ser cauteloso. Uma vez que a esfoliação “descama” a pele, utilizá-la de forma desmedida pode causar ainda mais danos a pele. Aproveite o banho para fazer uma massagem esfoliante na região machucada.

3 – Tente a pinça caso veja o pelo…

A inflamação mais comum envolvendo pelos é quando estes crescem dentro da pele, sendo impossível retirá-los de forma direta. Caso não seja esse o seu caso, é possível retirá-lo com uma pinça. Mas é preciso muito cuidado! O risco de machucar ainda mais a pele nessas horas é grande o bastante para tornar a situação ainda pior.

Portanto, considere a pinça apenas se o pelo estiver visível, e o calombo formado não seja muito grande. Dessa forma, não terá riscos de piorar a situação. Contudo, podemos garantir que não erá sem dor…

4 – Tratamento por compressas

Compressas mornas ajudam e muito nessas horas. Para pelos encravados inflamados, a melhor saída sem machucar a pele ao redor, bem como causar menos riscos. são compressas mornas. A ação do calor nos poros vai ajudar a secar o pus presente na pele. Você pode usar apenas água, ou infusões de camomila.

Após o uso das compressas mornas, não deixe de lavar a região tratada com água fria. Fechar os poros da pele vai evitar novas infecções e inflamações.

5 – Uso de Gel de Babosa

A aloe vera é uma das folhas mais versáteis para a saúde e estética em geral. Um dos usos mais relevantes são como cicatrizantes e calmantes para a pele. Logo, o gel de babosa é um importante aliado nos cuidados contra o pelo encravado inflamado.

Antes de passar o gel, busque algumas indicações com dermatologistas, para garantir que não possua algum tipo de alergia a aloe vera, para não agravar ainda mais o quadro.

6 – Uso de medicamentos anti-acne

Essa é a saída mais recomendada pelos médicos, pelo simples fato dela ser mais rápida. Porém, é mais comum recorrer a esse ponto apenas quando os métodos acima não funcionaram, ou quando a situação já é muito grave.

No geral, tanto medicamentos antiacne, como alguns antinflamatórios ou mesmo antibióticos são indicados. Novamente, busque um médico que lhe ofereça essa segurança.

O pelo encravado inflamado pode ser resolvido de forma mais agressiva ou mais calma. Tudo depende da gravidade do caso, e a necessidade de cada um dos passos. Considere aqueles que sã mais importantes para você, e até a próxima!

5 Exercícios Fáceis para Queimar a Gordura do Braço

Uma dos aspectos considerados mais feios por quem busca se cuidar são as famosas “pelancas”, aquelas gorduras no braço que ocorrem principalmente devido à falta de exercícios físicos e um mal direcionamento na alimentação. E queimar a gordura do braço não chega a ser difícil, apesar de precisar de disciplina.

Mesmo que uma reeducação alimentar ajude a cortar parte do problema, o ideal é fazer exercícios localizados para queimar essa gordura do braço. Ao ter esse direcionamento, eles não ficarão apenas mais bonitos, como também mais fortes, o que é importante para muitas pessoas.

I) Vejamos alguns exercícios que lhe ajudarão a ter braços mais fortes e saudáveis.

1 – Uso de Pesos

5 Exercícios para Queimar a Gordura do Braço - Uso de Pesos

Seja na forma de barra ou em pesos separados, esse é um exercício básico e muito importante não apenas para quem deseja queimar a gordura dos braços, como tonifica-los. Um dos motivos da pele e músculos ficarem mais flácidos nessa região é justamente a falta de um estímulo do tipo.

Logo, é essencial que você utilize os pesos não apenas por estética, mas por força também. Para que esse exercício dê certo, é preciso saber de verdade qual a quantidade de peso que consegue suportar.

Idealmente, halteres de no máximo 2 kg em cada braço é o suficiente para começar sem causar danos a musculatura, e lhe manter estimulada. Faça no máximo 3 séries de 10 repetições de levantamento de braço, tomando cuidado com a postura da coluna, e flexionando o braço adequadamente.

  • Imagem 1 – Estique o braço para cima e sem movimentar o braço dobre o cotovelo para trás até chegar 90 graus.
  • Imagem 2 – Estique o braço em baixo e lavante os pesos flexionando os braços. Na hora de descer, desça bem devagarinho.

Aos poucos, aumente o ritmo de séries e repetições, sempre preocupando-se em manter o conforto. Caso seja necessário, procure por um personal trainner para fazer os direcionamentos de acordo.

2 – Flexões e exercícios para o tríceps

5 Exercícios para Queimar a Gordura do Braço - Flexões

Os exercícios que indicamos acima trabalham diretamente o peito e o tríceps. Flexões são muito populares para trabalhar o tríceps. Este exercício é um pouco mais puxado para quem não está acostumado, pois a maior parte das tarefas envolvem os músculos dos braços.

Invista em exercícios desse tipo quando estiver bem acostumada com o uso de pesos. E da mesma forma que estes, com séries simples de poucas repetições, e aumentando ao longo do tempo. Variações a flexões podem ser agachamentos apoiadas na cama ou com joelhos dobrados.

3 – Exercícios para os ombros

5 Exercícios para Queimar a Gordura do Braço - Ombro

Os ombros são tão importantes nesse aspecto quanto os músculos do braço. Além dele complementar a musculatura da região, ombros bem trabalhados garantem mais força e resistência ao carregar pesos. Com o tempo, você consegue desenvolver algo completo para o corpo.

Existem exercícios para o ombro tanto feito com halteres, como em aparelhos mais sofisticados. Mas uma das formas mais simples de trabalhar essa área, caso não tenha os aparelhos, é com simples alongamentos. Eles não trabalham apenas os próprios ombros, como também o trapézio, garantindo ainda mais resistência.

Com pesos na mão, levante o peso até a altura dos ombros. No máximo 3 séries de 10 repetições, para não sobrecarregá-los. Fazer isso uma vez ao dia, antes de fazer outros exercícios, já é o suficiente para fortalecer essa região.

4 – Giros com os braços

5 Exercícios para Queimar a Gordura do Braço - Giro com Braços

Este é outro exercício básico e muito útil para quem não possui os aparelhos de treino, e mesmo assim busca queimar a gordura do braço. Como um dos motivos para o surgimento de gordura nessa região é a falta de movimentação adequada, um exercício simples como este ajudará muito.

É muito simples fazer esse exercício. Estique os braços até o máximo de sua envergadura. Com as mãos igualmente esticadas, faça 3 três séries de 15 a 20 repetições de giros no sentido horário. Com o tempo, aumente a quantidade de séries, mantendo o mesmo número de repetições

Quando se sentir confortável, aumente o exercícios para o sentido anti-horário. Você pode alternar entre esses exercícios e os mencionados anteriormente, para ter uma experiência completa e saudável.

5 – Faça alongamentos constantemente

5 Exercícios Fáceis para Queimar a Gordura do Braço - Alongamento

Alongamentos em todo o corpo são essenciais para um cuidado constante com o corpo. Eles são a base para acabar com o sedentarismo, e de quebra com essas gorduras no braço. Antes de começar seus exercícios localizados, certifique-se de que todo o corpo está bem preparado para a carga de exercícios que vai fazer.

Alongue bem os braços, esticando-os para cima, para os lados, junto com o tronco. Estique os dedos, não deixando o polegar de lado. E por fim, faça os exercícios de alongamento para os braços em si. Em um determinado ponto, você fará tantos deles que a falta de aquecimento vai machucar os músculos, o que é tão perigoso quanto a presença de gordura.

E quando finalizar, não deixe de fazer o mesmo, para que os músculos sejam relaxados e garantir uma recuperação ainda melhor. Com esse pacote completo, você acabar com as gorduras do braço em pouco tempo.

II) Alimentação nessas horas é essencial para queimar a gordura do braço

Por fm, não deixe de cuidar da alimentação para que os efeitos dos exercícios sejam mais eficientes e definitivos. De nada adianta eliminar as “pelancas”, se os cuidados alimentares subsequentes não vão no mesmo ritmo.

Alimentos que estimulem a circulação sanguínea, bem como o desenvolvimento da musculatura, são bons aliados nessas horas horas. Vejamos alguns exemplos:

  • Laranja
  • Banana
  • Folhas escuras
  • Carne vermelha cozida
  • Carne Branca Grelhada
  • Ovos
  • Feijão

Com fontes de proteínas, junto ao potássio, cálcio e ferro, serão seus maiores aliados para queimar a gordura do braço. E não deixe de praticar os exercícios sugeridos mesmo depois de conquistar esse objetivo, para ter uma vida muito mais sadia. Até a próxima!

10 Alimentos Incríveis que Ajudam a Hidratar a Pele

A água é o nutriente mais essencial que nós precisamos. O nosso corpo é composto por mais de metade de água e usamos água para quase todas as funçôes corporais, desde regulação da temperatura do corpo até o transporte de oxigênio para as células. É normal que nós sintamos cansaço quando estamos desidtratados. Por isso é muito importante ter a água do seu lado. Nós selecionamos frutas saborosas e outros alimentos incríveis que você pode usar como suplemento para recompor a água no seu sistema.

Conheça agora 10 alimentos que podem ajudar a hidratar a pele.

10 Alimentos Incríveis que Ajudam a Hidratar a Pele

1) Abacate

O abacate é rico em vitaminas C, E, gorduras monoinsaturadas, fibras, fósforo, cálcio, potássio, uma grande porcentagem de água, entre outros nutrientes que ao serem ingeridas podem ajudar a reduzir e bloquear a umidade da pele. Além disso, os abacates são uma fonte de antioxidantes. Para aumentar a atividade da fruta, uma ideia também é utilizá-lo como máscara de hidratação para o cabelo ou pele.

2) Peixes

Os peixes são famosos por possuírem ômega-3 que ajudam a fortalecer as células da pele protegendo a contra danos do sol, câncer e outras inflamações. Ainda, os peixes possuem selênio, fator que ajuda a preservar a elastina da pele, deixando a mais macia, suave e firme. Outra recomendação é evitar os peixes fritos, optando sempre pelos grelhados, cozidos, assados ou cozidos. Os mais indicados são: salmão, truta, cavala, anchova, arenque e sardinha.

3) Ovo

Os ovos são ricos em proteína que podem ajudar na regeneração de células e luteína capaz de promover a elasticidade e hidratação da pele. Também não se deve exagerar no consumo de ovos, e a melhor forma para prepara-los é cozido ou escalfados. Fritos e mexidos também podem ser ingeridos, mas com moderação.

4) Azeite extra virgem

O azeite extra virgem é rico em vitamina E e gorduras boas, o seu consumo regular e moderado ajuda a hidratar a pele tanto do lado de dentro quanto lado de fora.

5) Nozes e sementes

Ácidos graxos ômega-3, vitaminas A,B e E, gorduras monoinsaturadas e minerais e antioxidantes. Esses nutrientes estão todos contidos em nozes e sementes que ajudam a hidratar a pele, promover a elasticidade, entre outros fatores.  Os itens podem ser apreciados puros, em iogurtes ou cereais ou em coberturas de pratos salgados. Podemos destacar algumas sementes que podem ajudar:  avelã, amêndoas, pistache, nozes, sementes de girassol, linhaça e abóbora.

6) Vegetais alaranjados

Os vegetais de cores alaranjadas e amarelas possuem beta-caroteno item ótimo para a pele. Ele é um antioxidante que pode ajudar a pele seca conta danos do ambiente e sol. Além disso, a maioria desses alimentos possuem vitamina A e C, que ajudam a produzir colágeno, reparar tecidos do corpo humano e contribuir para a renovação de células, fortalecer a imunidade e ainda o brilho da pele. Alguns itens que podem ajudar a cuidar da pele são: manda, abóbora, mamão, melão, cenoura, entre outros.

7) Verduras

As folhas verdes são ricas em ferro, ácidos graxos ômega-4 e vitaminas A, B e E, nutrientes que podem proteger e ajudar na hidratação da pele, também melhorando o sistema imunológico. Algumas folhas verdes como o espinafre e alface trazem 95% de água em sua constituição, por isso, são essenciais para os cuidados com a pele, pois eliminam toxinas e impurezas. Além das folhas verdes, o pepino e aipo são ótimos alimentos que também são compostos por 95% de água.

8) Água

A água é o principal item para a hidratação da pele, pois o nosso corpo tem apenas 60% de água. Além do líquido nos a ingerimos por meio de outros alimentos já citados, como folhas, verduras e legumes.

9) Frutas

As frutas são ricas em água e, por isso, são uma fonte importante para a hidratação e proteção da pele. A maioria das frutas possuem um grande volume de vitaminas A e C, antioxidante que ajuda a repor os nutrientes na pele, promovendo a produção de colágeno e ajudando  a manter uma pele macia e firme. Algumas frutas que são ótimas para ajudar na hidratação da pele são: melancia, maça, abacaxi, banana, laranja, goiaba, morango, entre outros.

10) Melancia

A melancia é um dos alimentos que mais possuem água, cerca de 92%, e rica em vitamina C. Além de ser um alimento refrescante ela possui inúmeros nutrientes, como licopeno e glutationa, que ajudam a proteger o organismo contra oxidação celular. A melancia é ótima para contribuir para uma pele hidratada, e pode reduzir riscos de doenças cardíacas e diversos tipos de câncer.

11) Água de coco

Ao contrário das bebidas isotônicas, a água de coco contém baixo nível de carboidratos. De acordo com o estudo, esta bebida natural é eficaz na reidratação após atividades físicas pesadas por conter sódio.

15 Benefícios Incríveis do Óleo de Eucalipto para a Saúde

O óleo de Eucalipto, óleo produzido por meio da árvore de eucalipto, contém diversos agentes que combatem diversas doenças e nutrientes que beneficiam a saúde geral do nosso corpo.

Além de possuir um aroma agradável, rejuvenescedor e terapêutico, o óleo de eucalipto pode ser feito em casa e ajudar com problemas de saúde em diversas vertentes, como anti-inflamatório, antiespasmódico, descongestionante, desodorizante, antisséptico, antibacteriano, estimulante, entre inúmeros outros fatores.

Conheça a seguir 15 dos diversos benefícios do óleo de Eucalipto para a saúde.

15 Benefícios Incríveis do óleo de Eucalipto para a Saúde

1) Evita problemas respiratórios

O óleo de eucalipto ajuda em vários problemas respiratórios, dentre eles o frio, bronquite, tosse, asma, corrimento nasal, dor de garganta, congestão nasal, entre outros. O óleo possui características naturais anti-inflamatória, antifúngico, antimicrobiano, antiviral, antibacteriana e descongestionante. Esses fatores fazem com que o óleo de eucalipto seja um ótimo componente para diversos medicamentos que tratam de problemas respiratórios. Um exemplo da utilização do óleo é o caso da asma e da bronquite. Nestes casos, você deve massagear algumas gotas do óleo de eucalipto no peito durante uma crise ou até inalar o aroma para conseguir respirar melhor.

2) Um ótimo antisséptico

O eucalipto possui muitas características naturais, uma delas é o antisséptico cineol, que em contato com o ar, forma o ozônio que é considerado um ótimo antisséptico para ajudar no tratar úlceras, cortes, feridas, abrasões e queimaduras. Além disso ele pode ajudar no caso de picadas de insetos e prevenir o crescimento de germes e tratar a ferida. Outro fator importante relacionado ao eucalipto é que ele é um ótimo limpador de gorduras e sujeiras, podendo até rejuvenescer os pés e mãos.

3) Alivia dores de garganta

O óleo de eucalipto por conter agente antibacteriano, é ótimo para alíviar os sintomas de dores de garganta como tosse, febre, inchaço de garganta, nariz entupido e espirros. Ele pode trazer um alívio imediato se usado adequadamente.

4) Acelera a cicatrização das feridas

Por possuir qualidades antissépticas, o óleo de eucalipto pode ser usado para feridas e cicatrizes, cortes, entre outros machucados. Ele também pode ser usado em picados de mosquitos, aliviando a área e protegendo feridas abertas de exposição ao ar ou futuras infecções.

5) Alivia os sintomas de resfriado e gripe

O eucalipto pode funcionar como um expectorante que ajuda a limpar o corpo das diversas toxinas e microrganismos nocivos que causam doenças. Uma forma de usar as gotas de eucalipto é coloca-las em um difusor antes de dormir, dessa forma você pode aproveitar todos os benefícios enquanto dorme.

6) Hidrata a pele

Ao ser usado na pele, o óleo de eucalipto pode fazer com que a pele fique mais hidratada e ele é usado também para cuidar e tratar de infecções na pele.

7) Fortalece os cabelos

O óleo de eucalipto pode ajudar a melhorar o brilho dos cabelos, sua espessura e saúde em geral do seu cabelo. Algumas gotas podem ser muito hidratantes, afastando capaz e coceiras. O óleo pode até ajudar a tratar contra piolhos. Mas cuidado, o uso em excesso pode resultar em um cabelo sem brilhos e gorduroso. Especialistas sugerem o uso do óleo de eucalipto por apenas uma hora ou minutos antes de tomar banho nos cabelos. E após isso, é preciso lavar o cabelo com um bom shampoo e condicionador para remover todo o resíduo por completo.

8) Ajudar a controlar o açúcar no sangue

Por possuir a capacidade de vasodilatação, o uso de óleo de eucalipto pode aumentar a circulação sanguínea em pessoas diabéticas. Você pode massageá-lo no corpo após o banho. Além disso, quando ingerido o óleo de eucalipto pode ajudar a controlar o açúcar no sangue. A inalação do vapor também pode ajudar a facilitar a constrição dos vasos sanguíneos.

9) Reduz dores musculares

O óleo de eucalipto pode ser usado no local onde estão as dores musculares, ao massagear o óleo em movimentos circulares na superfície da pele, ele pode ajudar a reduzir dores e estresse. O óleo trabalha como um analgésico, além de ser também anti-inflamatório natural. Ele é muito indicado para pessoas que possuem reumatismo, ligamentos lesados e tendões lombalgia, atritre, músculos rígidos, dores nervosas e musculares, entre outros.

10) Alivia os sintomas de tuberculose

Como já citado, o óleo de eucalipto combate infecções e possui qualidades antibacterianas e antissépticas. Ele pode ajudar na limpeza dos pulmões e reduzir a inflamação. Ao ser massageado no peito ou usado durante a inalação de vapor, o óleo pode aliviar sinais e sintomas de doenças como a tuberculose.

11) Protege os dentes

O óleo de eucalipto é muito bom contra placas dentárias, cavidades, dores, cáries, gengivite e inúmeras infecções dentárias. Por possuir um caráter germicida e antibacteriano, ele é muito encontrado como ingrediente em produtos para higiene bucal e dental. Além disso, o eucalipto possui um teor natural, refrescante e bastante gostoso.

12) Evita infecções

O óleo de eucalipto, com algumas gotas, pode ajudar a aliviar a diarreia, inflamações e combater infecções. Você deve coloca-las sobre o abdômen, e massageá-las no sentido anti-horário. O óleo de eucalipto pode ser usado como um vermífugo para remover germes no intestino.

13) Elimina o cansaço

O óleo de eucalipto cria um efeito muito refrescante capaz de estimular e remover o cansaço e lentidão mental de algumas pessoas que sofrem com pequenos distúrbios e desordens e acabam sendo mais lentas. Ele pode ajudar a rejuvenescer espíritos dos doentes, sendo eficaz em tratamentos relacionados à estresse e transtornos mentais.

14) Previne a depressão

O óleo de eucalipto trabalha como um estimulante, ele ajuda a relaxar os vasos sanguíneos  e aumentar o fluxo sanguíneo de outras partes do corpo, como o cérebro. O fluxo saudável direcionado ao cérebro ajuda a rejuvenescer o corpo inteiro, estimulando um comportamento mais energético.

15)  Resfria a temperatura do corpo

O óleo de eucalipto ajuda a resfriar o corpo, principalmente durante os meses quentes do ano. Algumas gotas de óleo pulverizadas no corpo topo podem ajudar a fazer com que a temperatura corporal caia rapidamente.

Descubra agora os 3 melhores e mais disputados Passeios em Natal para Você!

Passeios em Natal aqui você vai descobrir por que esta cidade encanta milhares de turistas ano após ano.

Natal é um dos pontos turísticos mais belos do Brasil e com certeza o ponto principal de visitação no Rio Grande do Norte.

Os Passeios em Natal são espetaculares, não é à toa que eles são tão concorridos e disputados, principalmente durante o fim do ano.

Agora em dezembro e janeiro, período de verão e alta temporada de Natal, alguns passeios já estão se esgotando, portanto, não perca tempo! Vamos mostrar para você quais são os passeios mais concorridos em Natal – RN.

Se você está atrás das melhores experiências para as suas férias e para a melhor diversão para a sua família. Você está no lugar certo!

Venha conhecer os melhores Passeios em Natal.

Passeio de Buggy – Uma das experiências mais emocionantes de Natal

Já imaginou poder aproveitar todas as emoções e uma montanha russa, só que em gigantes dunas de areia? Esta é uma descrição bem próxima do que você realmente pode esperar do passeio de Buggy nas Dunas de Genipabu.

Esta é uma das mais famosas atrações de Natal e um dos passeios mais disputados na Cidade do Sol.

O Passeio de Buggy em Natal oferece a possibilidade de conhecer as maravilhosas Dunas de Genipabu (Cenário que já foi até mesmo palco de várias novelas e filmes).

Porém, com este passeio em Natal, você não apenas conhece as dunas, você conhece elas com muita emoção em um passeio divertidíssimo e que pode ser curtido por pessoas de qualquer idade e qualquer perfil.

Não é à toa que este é o passeio em Natal que esgota mais rápido. Há quem venha para a cidade apenas para poder fazer este passeio.

Passeio de Maracajau – Um mergulho fantástico

Saindo das dunas altas e majestosas de Genipabu, vamos para as maravilhas do mar. No passeio de Maracajau, outro passeio em Natal disputadíssimo, é possível mergulhar próximo de belíssimos corais e observar maravilhosas espécies de animais marinhos.

O mergulho em Maracajau conta também com um passeio e lancha inesquecível e a possibilidade de fazer a atividade com snorkel ou com o cilindro. Ou seja, é uma experiência completa para qualquer tipo de aventureiro.

Também é possível optar pelo passeio que garante a diária no Mano-a Prime, um parque aquático de alto escalão e com estrutura de primeira. São mais de 600m² de atrações como tobogãs, bares molhados, rios com correnteza para descer de boia, campo de futebol e muito mais.

Passeio para Praia da Pipa – Uma das praias mais bonitas do Brasil

A Praia da Pipa é considerada uma das mais bonitas de Natal RN, além de também estar entre as mais belas do Brasil todo. Pipa é uma atração à parte, é possível passar todas as suas férias nesta bela praia e ainda vai faltar tempo para aproveitar tudo que ela tem de bom.

Por lá, você vai encontrar águas claras e limpas com uma areia fofa que massageará os seus pés. Além disso, você poderá conhecer pontos únicos de belezas naturais e quem sabe até ter a sorte de ver alguns golfinhos?

Não é só isso, próximo à Pipa estão diversos barzinhos e restaurantes que permitem que você curta uma badalação e uma movimentação.

Estes são os três passeios mais concorridos de Natal, a procura é justificada, afinal são os passeios mais mágicos e mais emocionantes da cidade. Porém, mesmo que estes passeios tenham esgotado durante sua visita, não desanime: Natal é uma cidade cheia de surpresas e atrações, você não vai se arrepender de vir em momento algum.

Espero que tenham gostado de conhecer mais sobre os melhores e mais disputados passeios de Natal!

Saiba mais : https://natalpraias.com.br/

Natal RN – Conheça um pouco sobre o destino perfeito para suas férias

Natal RN é uma das verdadeiras joias do Brasil. Por lá, você vai encontrar todas as emoções que você pode esperar de suas férias. Natal é linda e possui as mais belas paisagens que você pode aproveitar no estado.

A cidade do Sol é conhecida por ser convidativa e muito aconchegante para qualquer perfil de visitante. Se você quer ter a experiência mais completa nas suas férias, Natal é o lugar perfeito!

Não importa se você é do tipo que adora uma grande aventura, ou então do tipo que gosta apenas de sentar embaixo da sombra de um coqueiro e aproveitar a calmaria. Você vai encontrar tudo o que sempre quis na cidade de Natal RN.

Conheça mais sobre a bela cidade de Natal – RN

Como dissemos, Natal tem muito a oferecer para qualquer tipo de turista. Existe muito mais do que podemos falar em uma única postagem. Mas vamos falar aqui sobre os principais pontos turísticos, aqueles que você não pode perder!

Praia de Ponta Negra – A principal praia urbana de Natal

A Praia de Ponta Negra é a mais conhecida e mais visitada de Natal RN. Ela é considerada uma praia urbana, ou seja, ela fica bem pertinho da cidade. Isso quer dizer que não é difícil chegar até ela.

Porém, a facilidade de acesso à praia não é o único chamariz deste maravilhoso ponto turístico. Em Ponta Negra você também encontra muita beleza natural, muito agito e um mar maravilhoso.

O mar de Ponta Negra é bem calminho, ideal para tomar um banho relaxante e maravilhoso, até mesmo para as crianças.

Os passeios mais famosos de Natal RN

Natal não é famosa apenas por suas belas praias. A cidade também conta com passeios espetaculares que você não pode deixar de curtir.

Passeio de buggy em Natal

O Passeio de Buggy em Natal RN é o mais famoso e mais procurado da cidade. Não é à toa, claro, afinal este é um dos passeios mais emocionantes que você pode curtir na cidade do sol.

Bugueiros te levam até as dunas de Genipabu, um verdadeiro paraíso da aventura. Você ainda pode optar por fazer o passeio com ou sem emoção, para ter a certeza de que terá uma experiência inesquecível.

Mergulho em Maracajau

Como mencionamos, Maracajau oferece um dos melhores passeios de Natal: O Mergulho em Maracajau. Com este passeio, além de você curtir um delicioso passeio de lancha, você ainda pode ver a maravilhosa vida marinha do local.

Não só isso, em alguns pacotes de passeio, você ainda ganha um dia inteiro no Ma-noa Prime. Este é um dos maiores parques aquáticos de Natal.

Natal possui muito mais do que apenas isso, é claro. Natal é um lugar rico em opções de lazer e de passeios. Conheça mais sobre a cidade e tenha a certeza de que aqui você terá as férias perfeitas.

Praia da Pipa – Uma experiência cinematográfica

A Praia da Pipa é um lugar realmente mágico. Não há como exemplificar com palavras o que Pipa pode trazer para você. A beleza desta praia de Natal é tão grande que ela até mesmo foi escolhida para ser cenário de algumas superproduções da Rede Globo.

A Praia de Pipa possui um mar clarinho, com águas maravilhosas e mornas. A areia? Macia e pronta para massagear os seus pés. A redor deste belíssimo mar, você encontra falésias incríveis
Não importa o seu tipo de viagem, passar pelo litoral nordestino e não conhecer Pipa é um erro que você não pode cometer!

Maracajaú – O Caribe Brasileiro

Se você tem vontade de conhecer o Caribe, mas não quer deixar o Brasil, saiba que você pode conhecer o Caribe Brasileiro: Maracajau. Localizada apenas a 55km da cidade de Natal, está é uma praia verdadeiramente admirável.

Em Maracajau você encontra uma beleza natural e ainda com a possibilidade de fazer um mergulho inesquecível. Em Maracajau há o famoso mergulho próximo dos recifes de corais, onde você pode ver toda a fauna e flora marítima de Natal.

Saiba mais : https://natalpraias.com.br/