12 Alimentos Ricos em Melatonina e seus Super Benefícios

A melatonina é um hormônio produzido pela glândula pineal do cérebro e que ajuda a regular os ciclos de sono. Durante a infância, a melatonina é muito abundante, começa a diminuir na adolescência e diminui muito na idade adulto, chegado a redução de 90% na produção até os 70 anos.

Se você manter bons níveis de melatonina, o corpo passa a apresentar diversos benefícios, sendo eles:

I) Veja Quais são os Benefícios da Melatonina:

1) Tratamento para Alzheimer

Pacientes que possuem Alzheimer costumam ter dificuldades para dormir. Por isso, a melatonina é de extrema importância, ajudando na regulação do sono, além de proporcionar o alívio dos sintomas da doença.

2) Auxilia pessoas que possuem doença de Parkinson

O Parkinson costuma ser associado ao interrrompimento da secreção de melatonina no cérebro. Assim como ocorre com pacientes que possuem Alzheimer, a melatonina suplementar auxilia na melhora da qualidade do sono.

3) Diminui danos para Acidente Vascular Cerebral (AVC)

Se você conhece alguém que teve um AVC, saiba que a suplementação do hormônio pode diminuir a quantidade de danos nas áreas cerebrais. Dessa forma, a taxa de morte ocasionada pelo AVC se torna consideravelmente menor.

4) Regula os níveis de pressão arterial

De acordo com estudos na área, a melatonina é funcional para a regulação dos níveis de pressão arterial. Para esse caso, ela surge como suplementação em pacientes que já apresentavam um histórico hipertenso.

5) Previne enxaquecas

Conhece alguém que sofre com as terríveis enxaquecas? A melatonina suplementar pode ser a resposta para o alívio das crises de dor de cabeça. De acordo com pesquisas na área, pessoas que faziam uso de 3 mg de melatonina tiveram melhoras significativas no alívio dos sintomas ocasionado pelo problema.

Se você quer ter uma dose extra de melatonina em seu organismo, e não conhece ainda formas de suplementar na dieta alimentar, saiba que existem diversos alimentos que são ricos na substância.

6) Alivia o zumbido no ouvido

O estudo incluiu 18 adultos com zumbido. Em média, os pacientes tinham cerca de 61 anos e tinham tido zumbido há 11 anos. Todos foram atendidos no departamento de Washington da Universidade de otorrinolaringologia e cirurgia de cabeça-pescoço.

Primeiro, foram medidos os níveis de seus sintomas de zumbido e qualidade do sono. Em seguida, tomaram 3 miligramas de melatonina todos os dias durante quatro semanas. Os pacientes foram acompanhados por mais quatro semanas depois que pararam de tomar os suplementos.

O nível dos sintomas de zumbido e de sono dos pacientes melhoraram durante o estudo, mesmo depois de pararem de tomar. De acordo aos pesquisadores, as pílulas tiveram efeitos duradouros.

II) Confira Abaixo a Lista com 12 Alimentos Ricos em Melatonina:

10 Alimentos que Ajudam a Produzir Melanina

1) Goji Berry

De origem chinesa, a goji berry é uma fruta muito utilizada para quem deseja suplementar a dieta com bons níveis de melatonina. A fruta pode ser utilizada em em sucos, saladas, ou consumidos sozinhos.

2) Abacaxi

Além de ótimo para pessoas que querem ter uma vida mais saudável, o abacaxi possui bastante melatonina, e pode ser consumido em sucos, sobremesas ou puro, como um ótimo lanche.

3) Vinho

Já imaginou aliar uma boa taça de vinho a uma vida mais saudável? Saiba que é possível. A uva é uma das principais frutas que apresenta traços de melatonina e, por isso, o vinho se torna também uma das bebidas que apresenta. Contudo é preciso moderação pelos níveis alcoólicos.

4) Bananas

Quer atrelar diversos benefícios como potássio, vitamina B6, magnésio, além de propriedades antioxidantes? Consuma banana. A fruta é uma das principais no que se refere a converter e melhorar os níveis de melatonina no organismo.

5) Azeite de oliva

Conhecido por ser um bom condutor de melatonina para o organismo, o azeite virgem extra é uma das alternativas para quem deseja regulares os níveis do composto no corpo.

6) Aveia

Por serem carboidratos de origem complexa, a aveia pode ser uma ótima alternativa para quem quer ter bons níveis de melatonina. Aliado a isso, o alimento é uma boa opção para quem está na dieta para perder peso.

7)  Nozes

As nozes possuem uma grande quantidade de melatonina devido a quantidade de triptofano, presente na semente, e de vitamina B6, que são os condutores responsáveis pelo composto no organismo.

8) Tomates

Você pode acrescentar os tomates em sua dieta com diversas opções, e ver as vantagens que o consumo da fruta traz, como regular os níveis de melatonina no organismo.

9) Arroz

A busca por um sono de qualidade começa quando você regular os níveis de melatonina no organismo. Uma das opções para essa busca é consumir arroz. Além de ser uma energética, o arroz possui diversas vitaminas que conduzem o hormônio para o corpo.

10) Leite

Sabe os aminoácidos que você encontra na banana e aveia, responsáveis por ajudar você a ter melhores níveis de melatonina? Eles também estão presentes no leite. Essa é uma boa opção para não ter uma dieta alimentar sem variação.

11) Laranjas

Quer mais opções de frutas que ajudem a catalisar a melatonina no cérebro? A laranja é uma delas. Além disso, a fruta possui muitas vitaminas e cálcio, trazendo mais saúde para o seu cotidiano.

12) Cerejas

A cereja também é uma das frutas que lhe ajuda na produção de melatonina. O consumo regular auxilia para manter bons níveis de melatonina no corpo.

10 Super Alimentos que Ajudam a Produzir Melanina

Sabe aquela cor bronzeada que a maioria das pessoas deseja ter? A substância responsável por dar esse tom ao corpo é a melanina que também tem como função de pigmentação e proteção contra a radiação solar.

Para ter um tom de pele saudável, com cara de verão, saiba que não é preciso ficar pegando sol, até pelos perigos que a exposição solar causa.  Geralmente todos os alimentos alaranjados auxiliam no processo de produção da melanina. Veja a lista que preparamos.

Confira Abaixo os 10 Super Alimentos que Ajudam a Produzir Melanina:

10 Super Alimentos que Ajudam a Produzir Melanina

1) Damascos

Com grande quantidade de vitamina A no damasco, a fruta tem beta-caroteno, um dos responsáveis por dar aparência bronzeada. Além disso, os carotenoides que oferecem a cor laranja para a fruta também ajudam a produzir melanina.

2 ) Cenouras

Assim como as laranjas, as cenouras possuem uma grande quantidade de carotenoides. Contudo, é preciso tomar cuidado com a quantidade de cenoura que você consome, pois sua pele pode ficar em um tom alaranjado.

3) Soja

A tirosina é uma substância que auxilia na produção de melanina, e está presente na soja. Assim, qualquer produto que você consumir que tiver origem na soja possui uma quantidade elevada da substância.

4) Batatas doces

Com vitamina A e betacaroteno, a batata doce é uma ótima aliada que você esteja com um bronze no corpo. Essas substâncias são as responsáveis por aumentar os níveis de melanina no organismo e, consequentemente, contribuir para uma cor mais bronzeada.

5) Ovos

Que tal acrescentar os ovos no seu café? Além de ser uma das opções para quem está em dieta restritiva, a gema do ovo é uma aliada para quem deseja ter uma cor bronzeada, já que possui tirosina, uma substância que auxilia na produção de melanina.

6) Salmão

O salmão é um dos peixes que mais possui vitamina B2 em sua composição. Essa vitamina é uma das principais no quesito de auxiliar a produzir a melanina. Portanto, se você quer um bronzeado, não custa nada acrescentar esse tipo de peixe na sua dieta, não é mesmo?

7) Tomate

O beta-caroteno é uma das principais fontes de melanina, e também está presente no tomate. Dessa forma, assim como o efeito produzido pela cenoura, os tomates ajudam a manter os altos níveis da substância no organismo, garantindo o bronze.

8) Melão

Além das vitaminas A e B2, a vitamina E também é uma das estimulantes para a produção de melanina. Com um alto teor dessa vitamina, o melão é, portanto uma das frutas que devem estar no dia a dia para manter a pele saudável.

9) Amêndoas

Assim como é o melão, as amêndoas são ricas em vitamina E, principais responsáveis pelos altos índices de melanina no corpo. Além de serem ricas em gorduras saudáveis, as amêndoas serão aliadas no processo que envolve ter uma cor mais bronzeada.

10) Laticínios

Com vitamina A, tirosina e cistina em seus compostos, os produtos que tem origem láctea também são ótimos para produzir melanina no organismo.

10 Benefícios Surpreendentes de Acerola para a Saúde

A acerola é a segunda fruta mais rica em vitamina C, depois do camu-camu. Consumir acerola é imprescindível se você deseja ter uma vida mais saudável.

Tome um suco de acerola durante a refeição e você estará repondo as vitaminas que o corpo precisa.  Se você não é muito fã do sabor da fruta, vamos te passar algumas razões pelas quais você irá mudar de idéia.

Confira abaixo os 10 Benefícios Surpreendentes de Acerola para a Saúde:

10 Benefícios Surpreendentes de Acerola para a Saúde

1) Previne câncer

Quer benefício melhor que esse? Atualmente as pesquisas demonstram que a maior parte dos alimentos processados possui fatores cancerígenos e, por isso, tornar a alimentação o mais natural possível é o ideal para quem deseja prevenir o câncer.  A acerola possui muita vitamina B, o que auxilia a prevenir diversos tipos de câncer.

2) Fonte de vitamina C

Com uma grande quantidade de vitaminas, a acerola proporciona diversos benefícios pelo seu consumo. Se você tomar um copo de suco por dia, você terá a quantidade necessária de vitamina C diária.

3) Evita o desenvolvimento de escorbuto

Você deseja evitar o aparecimento de escorbuto? A doença é causada pela ausência de vitamina C no corpo e, por isso, consumir a acerola auxiliará você a evitar o problema.

4) Efeito antioxidante

Com diversas propriedades de efeito antioxidante, a fruta é ideal para quem deseja consumir antioxidantes que sejam naturais. Assim, é possível evitar e tratar infecções de forma mais natural, e também auxiliar na busca por radicais livres.

 5) Ajuda a manter uma boa visão

Quer evitar problemas na visão? O consumo da acerola auxilia no processo, devido a grande quantidade de vitamina A presente na fruta. Essa vitamina é essencial para a saúde da visão.

6) Auxilia a fortalecer a imunidade

Se você deseja fortalecer o seu sistema imunológico, a  presença de vitamina C é essencial, pois ajuda a tratar e evitar doenças virais ou inflamatórias. Dessa forma, o consumo da fruta é essencial para o processo.

7) Evita o envelhecimento precoce

Quer evitar o envelhecimento precoce, comumente causado pelo estresse do dia a dia? A acerola pode ser uma ótima ajuda para quem quer diminuir ou evitar as terríveis rugas, além de manter a pele hidratada.

8) Evita o surgimento de cólicas

Com uma alta quantidade de fibras, ela é excelente no cuidado com a saúde do aparelho digestivo. Dessa forma, o organismo saudável sofre menos com problemas digestivos, tais como inchaço, diarreias e as temidas cólicas.

9 ) Ajuda na dieta

Já pensou em acrescentar a acerola naquela dieta para perder peso? A fruta possui um baixo nível de carboidratos e pode ser inclusive utilizada por pessoas que estão em low carb. Além disso, a acerola ajuda a acelerar o metabolismo, contribuindo para o emagrecimento.

10) Previne doenças cardiovasculares

Você sabia que o consumo desta fruta ajuda a manter o nosso coração saudável? A fruta a regular os níveis da pressão arterial e também o ritmo do coração. Ao regular os níveis cardíacos, a acerola ajuda a evitar doenças cardiovasculares.

Saiba Tudo Sobre o Cisto de Baker (no joelho)

Existem diversos tipos de causas e lugares onde os cistos ocorrem, recebendo diferentes nomes, sendo um deles o Cisto de Baker, que acomete a região atrás do joelho. Antes de qualquer coisa, é importante saber que um cisto, trata-se de um saco fechado que pode ser formado em qualquer tecido do corpo, seu conteúdo pode ser líquido, semi-sólido ou pastoso. Para saber mais sobre esse tipo de cisto, confira os tópicos a seguir.

1) O que é Cisto de Baker?

O Cisto de Baker também é chamado de Cisto Poplíteo, como dito anteriormente, surge na região oposta ao joelho e pode não apresentar sintoma algum. No caso desse cisto, seu conteúdo é composto por líquido sinovial, que é um líquido transparente que pertence ao sistema locomotor e está presente em nosso corpo com a função de lubrificação das articulações sinoviais.

Cisto de Baker (no joelho), tratamento, roto, causas e cirurgia

 

2) Quais são as causas?

Trata-se uma consequência de adversidades no joelho, como rupturas e inflamações, como por exemplo artrite e artrose, que acabam resultando em uma produção maior que o normal do líquido lubrificante (sinovial), que por sua vez, induz a formação dessa saliência.

No entanto, também pode ocorrer em crianças por problemas intra-articulares ou descobertos ao acaso pelos pais, mas é uma formação cística bem rara nesse período de vida, sendo mais comum a partir dos 19 anos e ainda mais recorrente em idosos a partir dos 60 anos.

3) Fatores de risco

Normalmente, um cisto de Baker surge em adultos e principalmente em idosos, já que nessa fase, a articulação está mais propensa ao desenvolvimento de algum problema ligado a degeneração, pois já ocorreu um desgaste significativo.

Por essa razão que pessoas propensas a problemas nas articulações ou que já possui algum tipo, como obesos e idosos, fazem parte do grupo que possuem fatores de risco ao falar-se do cisto poplíteo.

4) Quais são os sintomas? 

Geralmente em crianças, o cisto de Baker é assintomático, porém, em todas as idades podem ocorrer casos em que sintomas apareçam. Veja a seguir quais são deles:

  • Dor: dores podem ser sentidas na região do joelho ou em lugares próximos na perna, ao esticar a perna dores intensas também podem aparecer;
  • Grande nódulo: algumas vezes o cisto pode apenas ser levemente sentido e não é muito aparente, mas em outras, um grande nódulo pode ser visto;
  • Inchaço: há casos em que a parte de trás do joelho pode apresentar inchaço;
  • Rigidez: a sensação de enrijecimento na articulação pode surgir, o que pode acabar gerando dificuldades para dobrar o joelho.

5) Como diagnosticar?

Sempre é importante ter a orientação médica mais adequada para o seu caso. Quem pode diagnosticar o Cisto de Baker são médicos fisioterapeutas, clínicos gerais e ortopedistas por meio dos exames não invasivos abaixo:

  • Exame de imagem: nesse tipo de exame, a causa do cisto pode ser evidenciada. A ultrassonografia e a ressonância magnética são duas opções que podem ser aplicadas para eliminar opções para o que possa ser o cisto, ajudando assim a chegar em uma conclusão mais clara e apurada;
  • Exame físico: caso o cisto esteja visível, o médico pode analisá-lo da forma mais adequada possível;
  • Raio-X: Essa é uma opção que não evidencia o cisto, mas é capaz de encontrar causas para o seu crescimento, uma delas, pode ser a osteoartrite.

6) Qual é o tratamento?

Geralmente, o cisto por si só, não representa um risco notório para a saúde. A necessidade de tratamento é direcionada para a sua causa e dessa forma, depois de algum tempo, ele desaparece sozinho. É importante observar que se sua causa não for tratada, ele pode voltar a aparecer.

No entanto, existem casos em que ele fica muito grande e pode acabar causando um extremo incomodo para as pessoas. Nessas situações, pode ser necessária a realização de um dos procedimentos a seguir:

  • Remoção por meio de cirurgia: em alguns casos, o líquido pode ser espesso, dificultando assim a eficácia dos métodos abaixo. Nessas situações, a cirurgia acaba sendo a melhor opção para a remoção do líquido;
  • Remédios: alguns dos remédios usados para o tratamento do Cisto de Baker, são anti-inflamatórios não esteroides e corticoides;
  • Fisioterapia: em casos onde a dor é intensa e frequente, a fisioterapia acaba tornando-se uma boa alternativa;
  • Drenagem: a drenagem com agulha juntamente com aparelho de ultrassom pode ser indicada pelo médico.

É claro, todas essas opções acima devem ter uma orientação médica, geralmente, a cirurgia só é recomendada em casos em que os outros meios não foram eficazes.

 

7) É possível realizar o tratamento em casa?

Como dito anteriormente, a prioridade máxima é o tratamento da causa do cisto, para que o problema seja resolvido com êxito. No entanto, existem algumas dicas para amenizar os sintomas. Veja a seguir:

  • Perna elevada: elevar a perna pode contribuir com a diminuição do inchaço, por isso que mantê-la um pouco elevada pode contribuir com a amenização desse sintoma;
  • Compressa: uma compressa feita com um pano ao redor da perna pode ajudar na dor, rigidez e no inchaço, principalmente a gelada;
  • Repouso: o esforço exagerado pode piorar a perna com cisto e piorar o inchaço entre outros sintomas, por isso que evitar ficar muito em pé ou a prática de exercícios físicos é recomendado.

8) Existem formas de prevenção?

Infelizmente, não existem maneiras de se prevenir, já que ele geralmente é causado por lesões e inflamações. No entanto, alguns hábitos como a prática de exercícios, alongamentos e visitas regulares ao médico podem contribuir com um maior suporte para a saúde de seu joelho, evitando assim maiores complicações.

9) Complicações

A situação com o cisto poplíteo pode ficar complexa quando ocorre seu rompimento causando uma reação inflamatória ou com seu volume aumentando de forma excessiva, o que pode comprometer o fluxo sanguíneo na perna, já que vasos importantes acabam sendo comprimidos.

O cisto de Baker roto encontra-se no grupo de possíveis pioras, pois provoca dor intensa e pode até levar a dificuldade de locomoção da perna, pois é quando o cisto estoura e o vazamento do fluído se direciona para baixo, na região da panturrilha. Não esqueça de sempre contar com ajuda médica.

Saiba Tudo Sobre a Canelite

Apesar de ser um tipo de inflamação considerada comum, naturalmente, nem todos sabem do que se trata a canelite. No entanto, principalmente para as pessoas que possuem o hábito de praticar exercícios físicos, especialmente corrida, é importante ter noção do que se trata. Para obter as informações necessárias, confira os tópicos a seguir:

1) O que é a Canelite?

Trata-se de uma inflamação que acomete a região do osso da canela, a tíbia, na qual seus músculos e tendões, que sofrem microrrompimentos. Além do nome de canelite, também é conhecida como periostite medial da tíbia e síndrome do estresse tibial medial.

A Canelite é dividida em dois tipos:

  • Canelite anterior: também conhecida como canelite anteromedial, a dor acomete o lado anterior e a lateral da perna;
  • Canelite posterior: também chamada de canelite anteromedial, o lado posterior da perna é onde a dor irradia, indo pela região medial até a parte central do tornozelo, podendo ocorrer nas duas pernas.

2) O que pode causar esse problema?

Saiba Tudo Sobre a Canelite

A síndrome do estresse tibial medial acomete mais especificamente o periósteo, uma membrana fibrosa e densa que envolve os ossos, tendo como funções principais proteger e nutrir os ossos. Essa síndrome tem relação com a capacidade do corpo de amortecer o impacto do exercício que está sendo realizado e ao tempo de recuperação.

Dessa forma, a partir do momento que o indivíduo não tem condições propícias, a carga pode ser maior e com o tempo resultar na inflamação. Esse problema ocorre geralmente quando a pessoa pratica esportes com impactos repetitivos e nesse contexto, tanto a musculatura como as estruturas ao redor da tíbia, não aguentam a carga imposta. Veja as principais causas:

A) Terrenos inapropriados:

A prática de esportes em terrenos irregulares ou rígidos podem resultar na canelite entre outros tipos de complicações para o seu corpo. Opte por terrenos macios principalmente se for praticar corrida, como a grama;

B) Pronação dos pés:

Os pés pronados podem ser um dos fatores para que a canelite ocorra. A pronação é um movimento considerado natural, em que os pés “caem” levemente para dentro durante a locomoção, mas quando ocorre em excesso, pode resultar em lesões e dores;

C) Excessos:

O excesso de exercícios pode ser maléfico para o corpo, uma vez que é fundamental lembrar que os limites precisam ser respeitados e as atividades realizadas com cautela. Além disso, é fundamental ter pausas para que sua musculatura seja capaz de se recuperar;

D) Rotina alterada:

Atletas que alteraram seus treinos recentemente também estão propensos a ter a canelite, isso porque uma carga diferente repentina pode não fazer bem para os músculos e tendões.

3) Fatores de risco

Os mais atingidos pela síndrome do estresse tibial medial, são os praticantes de atividades físicas, porém, o índice é maior em corredores e em praticantes de esportes com parada e retomada como o basquete e futebol.

4) Quais são os sintomas?

O sintoma mais comum nas pessoas que possuem canelite é a dor generalizada e intensa na parte posterior da perna. No entanto, existem alguns outros sintomas que devem ser observados:

  • Vermelhidão;
  • Maior dificuldade para andar;
  • Dor ao passar a mão;
  • Elevação da temperatura no lugar.

5) O que é a fratura por estresse da tíbia?

Em casos mais graves, as pessoas podem acabar tendo complicações e apresentando a fratura por estresse da tíbia, causada pela fraqueza muscular ou pela amenização ou falha da absorção de impacto sobre o osso. Dessa maneira, fraturas mais graves podem surgir caso o problema não seja tratado a tempo.

6) Como é feito o diagnóstico?

Geralmente, o diagnóstico pode ser dado das seguintes maneiras, que influenciam também no tratamento:

  • Clínico: Através de um médico que poderá realizar exames como o de raio-x para descartar opções como fraturas;
  • Funcional: Por meio de um fisioterapeuta ou ortopedista que também solicitará exames para identificar possíveis alterações.

7) Conheça o tratamento

A canelite é curável. Após o diagnóstico, o melhor tipo de tratamento será indicado. O fisioterapeuta pode recomendar alguns métodos como a termoterapia, que consiste no uso do calor e do frio, entre outras opções como o laser e o ultrassom terapêutico. O período de recuperação, naturalmente, varia de caso para caso, mas em média, ocorre dentro de 3 semanas.

8) Quais são os remédios usados?

Analgésicos e antiinflamatórios podem ser prescritos pelo médico, para que ocorra um maior controle da dor e que o processo inflamatório seja resolvido.

No entanto, de maneira geral, o tratamento envolve muito repouso e cautela para as próximas atividades físicas. Neste período, o uso de gelo e analgésicos pode ser comum entre os casos.

9) Como aliviar a dor?

Para o alívio da dor, acredita-se que massagens nas panturrilhas e o uso de compressas geladas podem ser significativamente satisfatórias. Ainda assim, é preciso contar com a orientação médica para tratar das particularidades do seu caso corretamente.

10) Formas de prevenção

Existem algumas formas que podem contribuir de maneira notável para a prevenção da canelite. Confira abaixo:

  • Realização correta dos exercícios: É fato que não basta apenas fazer as atividades físicas, é preciso buscar orientação, conhecer as técnicas e principalmente, saber respeitar os limites do seu corpo;
  • Alongamentos: Antes de realizar qualquer tipo de exercício, é válido sempre se alongar e se aquecer, começando também aos poucos, pois é uma forma de evitar lesões pelo corpo todo;
  • Calçados: Os calçados devem ser apropriados para o seu tipo de necessidade, incluindo a modalidade do exercício que será realizado.

Saiba Tudo Sobre a Espondilose Lombar, Dorsal e Cervical

Conhecida como osteoartrite espinhal, a espondilose lombar ocorre quando a coluna inferior é degenerada com o passar do tempo.

A coluna inferior tem uma estrutura parecida com os discos, por conta dessa degeneração, essa área pode ocorrer à perda de elasticidade, ser rasgadas ou danificadas, também pode chamar prolapso de disco, mais conhecido como hérnia de disco, características da espondilose lombar.

1) Como ocorre a Espondilose Lombar?

Há alguns fatores principais que podem causar a Espondilose, o principal fator é o envelhecimento, pois com o passar dos anos, os ossos vão ficando cada vez mais fracos, o mesmo ocorre com os discos intervertebrais que causam a hérnia de disco.

Outros fatores são incluídos como forças as costas excessivamente ou fazer algum tipo de exercício que prejudique a coluna, fumantes tem uma facilidade maior para ter precocemente, pois diminui a água nos discos, e isso impede que absorva o impacto. É perigoso, porém comum, por isso é necessário acabar com alguns hábitos ou praticar exercícios mais leve ou no seu nível e não em excesso.

Veja as principais causas:

  • Enevelhecimento ou desgaste
  • Diminuição da água nos discos
  • Hérnia de disco
  • Excesso de crescimento dos ossos
  • Lesões na coluna
  • Rigidez nos ligamentos
  • Uso excessivo que força a coluna

2) Tipos e diferenças de Espondilose:

  • Espondilose Lombar: Esta localizada no parte inferior das costas, que dá suporte ao tronco. As vértebras afetadas são em níevel l5 e S1.
  • Espondilose Cervical: Com o passar dos anos a espondilose cervical acaba afetando as articulações, os discos, coluna cervical que está localizado no pescoço, também conhecida como artrite cervical.
  • Espondilose Dorsal: Está localizada na parte torácica, no meio das costas, geralmente não é um local que apresenta sintomas, é o lugar que menos pode ocorrer a espondilose.

3) Quais são os sintomas apresentados pela Espondilose Lombar?

Como já diz a explicação que isso acontece nos ossos, há alguns sintomas a parte que mostram e induzem se é ou não uma osteoartrite. Inicialmente é muito difícil algum paciente apresentar algum sintoma, isso realmente acontece com o tempo. As dores podem ser numa escala de leve a grave, tudo dependerá de como ocorreu a Espondilose. Os principais sintomas são:

  • Dor no local
  • Espasmos musculares
  • Fraqueza no local afetado
  • Sensibilidade

4) Como diagnosticar?

Geralmente pessoas que apresentam a espondilose lombar, são pessoas com 50 ou mais idade. Devido a algum desgaste de ossos e por isso, pode apresentar alguns sintomas. Caso ocorra com alguém mais novo, o importante é recorrer a um especialista para que ele informe se é a espondilose ou não.

5) Há algum tipo de tratamento?

Os tratamentos podem ser diversos, tudo dependerá de qual nível está. Geralmente, a maioria dos casos são situações leves, o que leva tratamentos como fisioterapia, terapia osteopática, acupultura, medicamentos anti-inflamatórios, exercícios leves, ioga ou hidroginástica, entre outros. Em casos graves, pode ocorrer de ter alguma conversa com o cirurgião para que ele veja, se há algo a se fazer.

6) Há algum método de prevenção?

É sempre bom manter uma vida ativa e saudável. Procure um especialista que possa te passar exercícios que irão te ajudar por muitos anos. Se alimente de alimentos saudáveis, a perda de peso pode ser uma chave-mestra na sua vida, descanse sempre que possível, não fume, durma pelo menos oito horas por noite e por fim arrume a postura.

Fontes:

­https://emedicine.medscape.com/article/249036-overview

­https://www.belmarrahealth.com/lumbar-spondylosis-causes-symptoms-treatment/

https://www.emedicinehealth.com/spondylosis/article_em.htm#what_are_causes_and_risk_factors_of_spondylosis

Saiba Tudo Sobre a Paracoccidiomicose

Paracoccidiomicose ou blastomicose sul-americana é uma doença causada pelo fungo chamado Paracoccidioides lutzii e P. brasiliensis. Esta infecção pode atacar os pulmões, pele, nariz, boca ou ossos.  Esta infecção está presente mas áreas rurais do Brasil e de outros países de América do Sul e Central.

Estes fungos são encontrados no solo, mas geralmente só é causado quando se inala e vai direto para o pulmão, o lugar que eles se desenvolvem fungos unicelulares.

1) Qual a causa da infecção Paracoccidiodomicose?

Causada pelos fungos P. lutzii e P brasiliensiss, acontece após muitos anos inalando esses fungos que estão no solo e no ar. Quando inalado, os fungos se direcionam para os pulmões, o principal local, com o tempo pode se transformar em leveduras e se espalhar para outros lugares. Em alguns casos, pessoas com a imunidade baixa tem mais facilidade para inalar alguns fungos, incluindo também portadores do vírus Aids.

2) Tipos de Paracoccidiomicose?

  • Forma progressiva: Atinge as partes dos órgãos, caso não seja tratada pode levar até óbito. Dependerá da duração e do quanto foi invadido os órgãos.
  • Forma regressiva: É benigno, pois então é mais fácil para curar.

3) Quais principais sintomas desta infecção?

Não são todas as pessoas que absorvem a paracoccidiomicose apresentam sintomas, mas caso apareça algum sintoma, neles estão listados:

  • Cansaço
  • ­Dores de cabeça
  • Dores no corpo
  • Febre
  • Feridas no corpo
  • Mal-estar
  • Perda de peso
  • Perda dentária
  • Tosse
  • Entre outros.

4) Como diagnosticar?

Tudo Sobre a Paracoccidiomicose

O diagnóstico geralmente é feito por algum médico especialista, ele fará perguntas de onde mora, se há estado de calamidade entre outros, para poder decifrar o motivo dos sintomas apresentados e para confirmar se é ou não a paracoccidiodomicose. O diagnóstico pode aparece no raio X de tórax e o agente pode ser diagnosticados por:

  • Imunofifusão
  • Contraimunoeletroforese
  • Imunoflorescência
  • Ensaio Imunoenzimático
  • Imunoblot

Também serão feitos exames de escarro ou pus e averiguados através de coleta e raspagem em testes sob o microscópio para descobrir o tempo e tamanho do fungo.

É confirmado o diagnóstico quando as amostras da coleta do tecido infectado são tratadas nos laboratórios e resultam no que deve ou não fazer.

5) Principais tratamentos para a infecção:

O principal tratamento é através de medicamentos antifúngicos, serão os medicamentos de suporte para evitar as dores e todos os sintomas e úlceras que foi desenvolvida ou está para desenvolver. E em outros casos, a cirurgia. Nesta situação, a cirurgia é indicada no momento em que a doença está afetando os órgãos de maneira que nunca mais o funcione, caso contrário, o tratamento será através de medicamentos indicados pelo seu médico. O que é muito importante vá a uma consulta para saber se os sintomas são mesmo da paracoccidiomicose, pois em alguns momentos podem não ser nada demais.

Os principais medicamentos indicados pelos especialistas são os antifúngicos:

  • Anfotericina B
  • Sulfonamidas
  • Triazoles
  • Cetoconnazol
  • Itraconazol
  • Cotrimoxazol

Todos os medicamentos serão tomados com o acompanhamento médico.

6) Há prevenção para esta infecção?

Como os fungos estão presentes mais na America do Sul e Central, o melhor é visitar esses locais, incluindo Argentina e Brasil, e lugares como bosques e florestas que sejam suspeitos de ter o P. brasiliensiss. Até porque, infelizmente não foi desenvolvido nenhum tipo de medicamento para vacina para evitar a infecção e se precisar ir a algum desses lugares, utilize mascaras ou outros acessórios que possam impedir o contato com os fungos.

Fontes:

­http://botit.botany.wisc.edu/toms_fungi/jan2005.html

­https://study.com/academy/lesson/paracoccidioidomycosis-symptoms-diagnosis-treatment.html

 

Lua de Mel em Gramado “A Cidade Mais Romântica do Mundo”

A Lua de Mel é um dos momentos mais mágicos na vida de muita gente. Portanto, é necessário pensar muito na hora de escolher o lugar perfeito para passar a Lua de Mel. Gramado é uma excelente opção!

Afinal, que noiva não sonha em passar este momento em um lugar extremamente romântico? Para aqueles que buscam esta experiência, a Lua de Mel em Gramado e Canela é a opção perfeita.

Localizada a cerca de 100km de Porto Alegre, a cidade de Gramado, na serra Gaúcha, é um verdadeiro encanto que parece ter saído de um verdadeiro conto de fadas. Isso se explica pelo fato de que a cidade foi colonizada por italianos e alemães.

Os colonizadores trouxerem elementos da arquitetura europeia para Gramado.

Portanto, a cidade carrega toda a beleza europeia. Não é à toa que muita gente que quer passar a lua de mel em uma cidade europeia, acaba passando a Lua de Mel em Gramado, pois é quase a mesma coisa do que sair do Brasil.

Os casais que passam a sua Lua de Mel por Lá sempre acabam se apaixonando por tudo o que encontram e fazem.

Existem muitos passeios em Gramado, muitos deles são românticos quando feitos a dois. Qualquer casal pode se encantar com as várias opções encontradas pela cidade.

Aqui estão algumas das melhores opções do que fazer na Lua de Mel em Gramado.

Lua de Mel em Gramado – Um dos mais românticos do mundo!

Lago Negro

O Lago Negro sempre aparece como uma das melhores recomendações de passeios. Não poderia ser diferente em uma lista de passeios românticos. Afinal, além de curtir bastante toda a beleza do lago, com as belas arvores da floresta trazidas da Floresta Negra Alemã, ainda é possível fazer um passeio de pedalinho.

O pedalinho pelo Lago negro é um dos passeios mais românticos de toda a Serra Gaúcha. Este é um passeio a dois que não pode ficar de fora da sua Lua de Mel.

Como melhor Mês para Aproveitar Gramado ?

Essa é uma pergunta difícil de responder, já que todo ano Gramado é deslumbrante, logo a época do inverno com aquele friozinho é sem dúvidas um momento ímpar, já imaginou ver a neve em uma cidade que mais lembra a Europa?

Então recomendamos Gramado em Julho para você aproveitar o que a cidade reserva de melhor.

Cânion Itaimbezinho

Se você e o seu parceiro adoram uma boa aventura e um contato único com a natureza. O Cânion Itaimbezinho pode ser a melhor opção. Esta é uma das mais belas atrações de Porto Seguro, impressionando a todos com a sua beleza e magnitude vertical.

Existem três trilhas maravilhosas que dão acesso ao Cânion, ideal para andar de mãos dadas e curtir a natureza como nunca. Só é importante lembrar de fazer este passeio com roupas esportivas, pois é uma trilha bem natural. Uma das trilhas leva apenas 45 minutos para ser completada, já a outra, cerca de 2 horas.

Aproveitando que vocês já estão em um clima aventureiro, que tal dar um pulinho no parque do Caracol? em Canela?

Lojas, hotéis e toda a estrutura para a Lua e Mel em Gramado

Outras grandes opções para os recém-casados estão no resto da estrutura da cidade. As lojas que você encontra por toda Gramado são charmosas e muito românticas, sendo perfeitas para quem está viajando a dois.

As lojas de chocolate e de fondue são uma excelente opção para quem quer um fim de tarde cheio de romance, principalmente nos dias mais frios, esta é uma excelente opção para esquentar o corpo e o relacionamento.

Você pode perguntar para qualquer um que já tenha ido, todos vão te dizer que a Lua de Mel em Gramado é uma das opções mais românticas do Brasil, talvez até do mundo!

Gramado é tão mágica para casais que até mesmo a estrada de volta para Porto Alegre é uma atração romântica a parte. Já que por lá é possível fazer a Rota Romântica, uma das rotas mais famosas para os casais, principalmente para aqueles que adoram o clima europeu!

Você não pode perder uma Lua de Mel tão mágica!

Saiba mais em : www.oquefazeremgramado.com.br

Passeio Maria Fumaça em Gramado – O Mais Charmoso da Região

O Passeio Maria Fumaça em Gramado é um dos mais procurados em toda a Serra Gaúcha. Não é de surpreender, afinal, esse passeio é um grande clássico de Gramado! O principal charme do Passeio Maria Fumaça de Gramado está na possibilidade de curtir uma atmosfera bucólica com ambientação única.

Este é o passeio de trem mais famoso de Gramado e do Rio Grande do Sul. Talvez ele seja o passeio de trem mais famoso do Brasil!

Quer conferir mais sobre este belíssimo passeio? Continue com a gente!

Passeio Maria Fumaça em Gramado – O passeio perfeito para as suas férias.

Passeio Maria Fumaça

 

Quem não gostaria de poder voltar um pouco no tempo e aproveitar um passeio tão bucólico? Essa é a principal proposta do Passeio Maria Fumaça de Gramado.

Você pode aproveitar toda a paisagem em um passeio que dura mais de 2 horas, é diversão para o dia inteiro. Não apenas isso, mas também é possível juntar o passeio a algumas outras atrações.

Como é o Passeio de Maria Fumaça em Gramado

O passeio dura cerca de 2 horas e passam por vários lugares, como Bento Gonçalves, Carlos Barbosa e Garibaldi. São 23km em um caminho muito agradável, feito através de um ambiente que remete muito ao interior e a simplicidade de antigamente.

O passeio de Trem é a principal atração, mas não é a única. Claro, há quem vá curtir apenas o passeio de Maria Fumaça. Mas nas paradas é possível aproveitar muita festa e música. Principalmente com a parada em Garibaldi, que conta com músicas gaúchas e italianas, também há a degustação de espumantes, moscateis e o legítimo suco de uva.

A última parada da Maria Fumaça é em Carlos Barbosa, onde há ainda mais música Italiana e a própria Epopeia Italiana (Um museu que celebra a cultura do pais europeu).

Depois alguns voltam para casa, outros ficam por lá mesmo, aproveitando a cidadezinha.

Maria Fumaça em Gramado com tour do Vinho

Outro passeio muito famoso de Gramado é o Tour da Uva e Vinho. Ele está diretamente ligado ao passeio de Maria Fumaça, com ingresso para o passeio incluso.

Ele tem as mesmas belezas do passeio de Maria Fumaça, mas com a oportunidade de aproveitar o produto dos melhores vinhedos e parreiras da região (conhecida por ser uma das maiores produtoras de vinho do Brasil).

A primeira parada do tour do vinho acontece em Nova Petrópolis. Por lá, há o Labirinto Verde e a Praça das Flores, dois pontos em que os turistas participando do passeio podem conhecer.

Quem gosta de comprar e acompanha a tendência e mercado de malhas, é possível conhecer O Shopping das Malhas. Ideal para quem quer levar o visual regional para confecções próprias.

Após esta parada, a Maria Fumaça vai até Caxias do Sul, onde há uma parada em uma cantina italiana que produz vinhos e espumantes artesanais. Uma verdadeira delícia para quem gosta deste tipo de bebida.

Depois disso, já na parte da tarde, o trem seguirá para Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa, como no passeio simples sem o Tour do Vinho.

Independente de qual dos Passeios na cidade de Gramado você fará, você não se arrependerá de ter esta experiência nas suas férias.

Ponta Negra, a Copacabana de Natal Espera por você!

A Praia de Ponta Negra é a Praia Urbana mais badalada de Natal e uma das melhores opções para as suas férias. Continue com a gente e conheça mais sobre a “Copacabana de Natal”.

Natal – RN é um local fantástico e não há dúvidas em relação a isso. Existe uma grandeza de possibilidades e de aventuras que você pode fazer na bela Cidade do Sol.

Natal é tão mágica, que você pode ir para lá todos os anos e ainda via continuar tendo novas descobertas e aventuras.

A Praia de Ponta Negra é, provavelmente, a mais famosa praia de Natal. Por ser uma praia urbana ela oferece uma estrutura completa para os seus visitantes. Aliando isso ao fato de ela conter uma beleza natural única, você tem a receita para um destino perfeito nas suas férias.

Outra grande vantagem da praia de Ponta Negra é o fato de ela estar localizada em uma região hoteleira. Isso quer dizer que, você não terá dificuldade em encontrar um bom Hotel para se hospedar, e melhor ainda, a concorrência dos hotéis torna os preços competitivos.

A Praia de Ponta Negra, sua estrutura, e a água para banho.

Ponta Negra a Copacabana de Natal Espera por você!

A Praia de Ponta Negra conta com uma estrutura completa de restaurantes, quiosques, passeios pela orla e até mesmo vendedores ambulantes que oferecem os mais diversos produtos.

Por lá você não vai passar apuros, pois terá tudo o que é preciso para um dia tranquilo e sem preocupações.

Mas e a água do mar? É tão boa quanto a estrutura da praia? Bom, o mar de Ponta Negra é um lugar com águas limpas e refrescantes, ideal para quem quer dar aquele mergulho relaxante e apenas curtir os prazeres que a natureza nos oferece.

Por ser uma praia urbana e muito movimentada na cidade de Natal.

A Praia de Ponta Negra pode ser um pouco concorrida, tornando a água do mar um pouco mais cheia. Mas nada que atrapalhe o seu descanso.

Só é bom prestar atenção nas ondas e tomar cuidado quanto a maré estiver cheia.

A orla também é cheia de bares, restaurantes e casas noturnas onde você terá opções de lazer e diversão durante o dia, ou a noite, toda.

Morro do Careca em Ponta Negra: Descubra os encantos

Do Cartão postal de Natal

O Morro do Careca é um dos maiores cartões postais do estado do Rio Grande do Norte. A fama, porém, é justificada, já que o Morro do Careca é uma duna incrível com mais de 100 metros de altura.

O peculiar desta duna é que ela é cerca por uma vegetação verde belíssima, trazendo uma certa similaridade com a cabeça de uma pessoa calva.

Desde 2004 ficou proibido o sobe e desce na duna por motivos de preservação ambiental. Isso garante que o Morro do Careca permaneça altivo e belo sempre, para que você possa tirar maravilhosas fotos e também aproveitar esta maravilha da natureza.

É possível contratar alguns passeios que chegam bem perto do Morro do Careca, possibilitando a sua vista de diversos ângulos diferentes. Muitos destes passeios podem ser contratos na própria Praia de Ponta Negra.

Existe muito mais para falar sobre este maravilhoso local. Como dissemos, cada visita a Natal é uma experiência nova e diferente. Não deixe de conhecer este local maravilhoso!

Saiba mais : https://natalpraias.com.br/