10 Remédios Caseiros para Curar a Depressão

A depressão é um mal que atinge cerca de 350 milhões de pessoas no mundo, uma em cada dez é afetada pela doença no Brasil. Capaz de destruir famílias e carreiras, a depressão tem sido cada vez mais estudada. Por ser uma doença psiquiátrica, crônica e recorrente, nem sempre a pessoa que apresenta a depressão se dá conta de que tem a doença, que pode apontar três diferentes graus: leve, morada e grave.

Quais são as causas da depressão?

Veja também este vídeo animado que explica sobre a depressão (4:27):

As mulheres são as mais vulneráveis a depressão, por terem uma grande oscilação hormonal. Fatores como estresse físico e psicológico, consumo de drogas lícitas e ilícitas, doenças sistêmicas, uso de certos medicamentos e até traumas, podem ajudar no desenvolvimento da doença, porém a genética também pode ser um fator contribuinte.

Quais são os sintomas?

Não só o estado deprimido é um dos sintomas da depressão, mas sinais como perda de peso, dificuldade de concentração, distúrbio do sono, ideias suicidas, diminuição do desempenho sexual, sentimento de medo, dores e entre outros também compõem a lista dos sintomas da grave doença.

Se você identificar algumas dessas sintomas, principalmente os dois primeiros você pode estar sofrendo de depressão.

  • Você se sente inútil e sem esperança
  • Você perde interesse em amigos, atividades e em coisa que gostava de fazer
  • Você sente cansado o tempo todo
  • Você perde o sono e perde o apetite
  • Você não consegue se concentrar ou descobre que as tarefas que você fazia facilmente se tornaram difíceis.
  • Você não consegue controlar seus pensamentos negativos mesmo tentando.
  • Você fica sensível, mal humorado, ou agressivo do que o normal.
  • Você consome mais álcool do que o normal ou se engaja a outros comportamentos imprudentes.

Existe tratamento?

Para o tratamento da depressão é preciso acompanhamento médico. A pessoa pode reagir bem ao tratamento psicológico se o quadro for leve, mas se caso a doença estiver em um estágio grave será necessário o uso de antidepressivos. Os medicamentos podem apresentar alguns efeitos colaterais, e em alguns casos deverão ser usados para o resto da vida para evitar o reaparecimento da doença, mas os mesmos não causam dependência.

Sentir deprimido faz você se sentir miserável. Mas você é não! Além das terapias e medicamentos, você mesmo pode ajudar a combater a depressão e você se motivar. Primeiro, tente mudar o seu comportamento começando pelas atividades físicas, estilo de vida e o seu jeito de pensar.

10 Dicas para você tratar a depressão do jeito natural:

10 Remédios Caseiros para Curar a Depressão

1) Crie uma rotina

Se você está deprimido, você precisa criar uma rotina. Crie uma rotina programando as suas atividades

2) Crie metas

Quando você está deprimido, você começa a sentir que é incapaz de fazer qualquer coisa. Para combater esse problema, crie metas diárias para cumprir.

3) Faça atividades físicas

Esse tipo de atividade aumenta a endorfina no cérebro, a qual ajuda na depressão em longo prazo. Atividades físicas diárias encoraja o cérebro a pensar positivamente.

4) Tenha uma alimentação saudável

Não há uma dieta mágica que conserte a depressão, mas comer de forma saudável definitivamente fará você sentir melhor. Há evidências que o ácido omega-3 e acido fólico pode ajudar a sair da depressão.

5) Durma o suficiente

Depressão dificulta na hora de dormir que acaba piorando a situação. Mude o seu estilo de vida, não cochilando durante o dia e removendo a TV e computador do quarto.

6) Assuma responsabilidades

Quando você está deprimido, você tende a abandonar as suas responsabilidades em casa e no trabalho. Mas não faça isso! Você precisa se envolver ainda mais nas suas responsabilidades para te dar uma sensação satisfatória no trabalho e em casa.

7) Desafie os seus pensamentos negativos

Lutar contra a depressão requer saúde mental. Mudar a maneira de pensar pode ajudar a sair do pessimismo.

8) Encontre com um médico para recomendar os suplementos

Existem suplementos eficientes para combater a depressão como óleo de peixe, ácido fólico e SAMe (Adenosil Metionina)

9) Faça algo novo

Quando você está deprimido, a tendência é se sentir um inútil. Motive a si mesmo para fazer algo diferente. Vá a um parque e leia um livro. Faça aula de dança ou ajude um trabalho voluntário.

Acabar com o zumbido no ouvido

10) Tente se divertir

Se você está deprimido, sempre arranje um tempo para se divertir. Assista um filme de comédia, encontre com os seus amigos, vai jogar uma bola ou coma algo delicioso.

Embora a depressão seja uma doença grave e precise ser tratada o quanto antes. É necessário a sua vontade de combatê-la porque é uma luta interna.

Veja os 10 Remédios caseiros para curar a depressão

10 Remédios Caseiros para Curar a Depressão

1) Mel

Além de adocicar a sua vida, o mel é um excelente meio de combate a depressão. Além de regular os níveis de glicose no sangue, que ajudam a manter as funções metabólicas do cérebro, ela estimula a produção de serotonina, hormônio responsável pela sensação de prazer e bem estar.

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

Você pode degustar o mel de várias formas:

  • Pode combiná-lo a frutas, como morangos ou banana;
  • Um ingrediente extra para o seu chá favorito;
  • Uma mistura simples de mel com algumas de limão.

São várias as possibilidades, mas lembre-se sempre de comer ao menos uma colher de sopa de mel por dia.

2) Laranja e Maçã

As frutas em geral oferecem um forte papel na luta contra depressão. E duas que se destacam por possuírem características similares, e aplicações diferentes, são a Laranja e a Maçã. Ambas são fontes de Vitamina C e Ácido Fólico, nutrientes que ajudam, entre outras coisas, a diminuir os níveis de estresse, aliviar o corpo e promover um bem estar geral. Enquanto a Laranja possui mais Vitamina C, a Maçã é uma fonte excelente de Ácido Fólico.

Um suco de laranja pelas manhãs ou a tarde oferecem a Vitamina C que necessita para enfrentar a depressão. A maçã, após o almoço também é uma ótima pedida. E sabe o mel sugerido acima? Pode ser combinado a ela sem maiores problemas. Quer remédio caseiro mais gostoso do que eles?

3) Leite e Iorgute

O cálcio é outro mineral muito eficiente na luta contra a depressão. Agindo não apenas no reforço dos ossos, ele ajuda no controle de funções cerebrais relacionadas aos impulsos nervosos, sobretudo os responsáveis pelo nervosismo e pelas irritações constantes.

O leite e o iogurte são duas das melhores fontes de cálcio para enfrentar a depressão. Variando entre 2 e 3 porções diárias de um ou de ambos os alimentos, você terá uma vida muito mais tranquila.

Mas atenção: os leites do tipo Tetra Pak, os famosos “leites de caixinha”, não são as melhores indicações nestes casos, bem como os iogurtes feitos a partir dele. Caso não tenha a opção de pegá-los naturalmente, opte pelo pasteurizado ou que não sejam comercializados nas caixas UHT, para garantir os nutrientes com muito mais pureza.

4) Castanha do Pará

A castanha-do-Pará faz parte do grupo das oleaginosas, alimentos que incluem nozes e amêndoas e são fontes valiosas de selênio, mineral que combate o estresse diretamente, este é um dos responsáveis pela depressão. Embora o consumo da castanha deva ser moderado, já que possui uma quantidade expressiva de calorias, você pode transformá-lo em um ótimo remédio caseiro contra a depressão para suas manhãs.

Uma castanha-do-Pará é o suficiente no café da manhã para ter uma boa fonte de selênio. E se atenha a apenas uma, pois seu consumo exagerado pode levar a tonturas, dores de cabeça e queda de cabelo.

5) Chá de Hipericão

O hipericão é uma flor com fortes efeitos calmantes e, não por acaso, é excelente para reduzir os níveis de estresse, ansiedade, além de doenças em outros sistemas do organismo que decorrem de problemas emocionais, como a asma, hemorroidas e gota.

Um bom chá de hipericão por dia pode ajudá-lo a animar seu humor e enfrentar a depressão com muito mais facilidade. Veja a receita a seguir.

Ingredientes

  • 2 Colheres de Chá de folhas de Hipericão
  • 500 ml de Água

Modo de Preparo
– Ferva a água e adicione as folhas de Hipericão.
– Desligue o fogão, tampe e deixe a mistura por 5 minutos.
– Coe e beba duas vezes por dia, sempre após as refeições.

6) Biomassa de Banana Verde

A banana verde muitas vezes é vista como um sinal de que ainda não se deve consumi-la, já que ainda não está madura o bastante. Mas você pode fazer bom uso da mesma principalmente para enfrentar a depressão.

Entre os nutrientes que ela apresenta neste estado, estão as Vitaminas B1, B6, C, Betacaroteno, além do seu já conhecido potássio, que incentiva as ações dos músculos em geral.

Para fazer a biomassa, siga os seguintes passos.

Ingredientes

  • 5 Bananas Verdes
  • 2 Litros de Água

Modo de Preparo

Acabar com o zumbido no ouvido
  • Pique as bananas ainda com casca e coloque em uma panela de pressão junto com a água.
  • Deixe ferver por cerca de 8 minutos, ou até as bananas ficarem bem macias.
  • Retire a casca e bata no liquidificador até ficar uma mistura bem homogênea.
  • Separe uma forma de gelo e preencha com a biomassa.
  • Deixe congelar. Para combater a depressão, use dois cubinhos por dia da biomassa em receitas como sopas, molhos, ou mesmo em recheios para o pão.

7) Suco de Banana e Aveia

Uma das maneiras mais simples e diretas para acabar com a depressão é consumindo alimentos com triptofano, uma substância que incentiva a produção da já mencionada Serotonina. A banana é uma dessas fontes, e você pode incrementar ainda mais com outros provedores deste nutriente com o seguinte remédio caseiro.

Ingredientes

  • 100 Ml de Leite
  • 1 Banana
  • 1 Colher de Sopa de Aveia

Modo de Preparo
– Pique a banana sem casca e bata todos os ingredientes no liquidificador
– Beba em jejum todos os dias, até sentir-se mais motivado ao longo do dia.

8) Suco de Espinafre e Agrião

Esta pode ser considerada um Smoothie, as chamadas vitaminas que misturam diversas frutas e verduras com o objetivo de melhorar a saúde completa dos seus usuários. E claro, os nutrientes presentes no agrião, espinafre e laranja são voltados especialmente para os casos de depressão e crises de ansiedade.

Ingredientes

  • 100 g de Espinafre
  • 100 g de Agrião
  • 200 ml de Suco de Laranja

Modo de Preparo
– Pique bem o espinafre e o agrião, bata os três ingredientes no liquidificador.
– Durante 10 dias, beba a mistura em jejum. Após o período, pode repetir o processo a cada 3 meses, e sentirá a diferença no seu organismo quanto a depressão.

9) Chá de Alecrim

Considerada uma erva nobre, o Alecrim circula as mesas aristocráticas por séculos, e seu chá é muito apreciado por aqueles que sofrem não apenas de depressão, como de ansiedades, problemas capilares e mesmo diabetes, já que ele que regula os níveis de açúcar. Alecrim possui efeitos calmantes, que podem ser inclusive utilizados como tempero.

Para fazer o chá de alecrim, siga a seguinte receita.

Ingredientes

  • 1 Colher de Chá de Folhas Secas de Alecrim
  • 1 Xícara de Água

Modo de Preparo
– Ferva a água, e despeje ainda quente em um recipiente com as folhas de Alecrim.
– Tampe o recipiente por cerca de 5 minutos.
– Beba três vezes ao dia, sempre após as refeições.

10) Vitamina de Frutas com Linhaça

Uma das formas mais inventivas de acabar com a depressão é através da criatividade. Ou melhor, do seu estímulo. E uma vez que precisamos oferecer nutrientes que aumentem a produção do hormônio do prazer, a serotonina, não há nada mais prazerosos do que colocar a cabeça para funcionar sem medos. Nesta receita de remédio, você pode fazer o que vamos chamar de medicina free style. Confira a receita a seguir.

Ingredientes

  • 2 Colheres de Linhaça
  • 2 ou 3 Frutas de sua preferência

Modo de Preparo

  • Deixe a Linhaça em um recipiente com água por cerca de 12 horas. Dessa forma, ela será melhor aproveitada como vitamina
  • Pique as frutas escolhidas, adicione a Linhaça, e bata no liquidificador;
  • Beba 2 a 3 vezes por dia.

Gostou das dicas? Quais você utiliza para acabar com a depressão? Não deixe de colocar nos comentários, e não deixe de praticar outras tantas atividades que mudem este quadro tão crítico.

Segundo a otorrinolaringologista Fernanda Fiorese Philippi, o zumbido no ouvido pode ter origem psicogênica e as duas principais manifestações são a ansiedade e a depressão, sendo que ambas podem ser anteriores ou posteriores ao zumbido.

A ansiedade parece intensificar a percepção do zumbido do ouvido, enquanto a depressão faz com que o mesmo passe a ter maior importância para o indivíduo. Vários autores relatam entre 20 e 50% de depressão clínica, sendo que em metade destes casos já havia história prolongada de depressão antes do início do zumbido.