4 Dicas para Desenvolver seu Equilíbrio Emocional

4 Dicas para Desenvolver seu Equilíbrio Emocional

Ter o equilíbrio emocional forte, implica em diversas questões benéficas para o dia a dia. Normalmente, ter o equilíbrio emocional abalado, por exemplo, em uma discussão, faz com que tomemos decisões menos acertadas e o resultado acaba por não ser satisfatório.

Logo, conseguir controlar nosso equilíbrio emocional, faz com que possamos manter o foco com mais eficiência, aumentando a chance de tomar decisões certas.

Veja as 4 Dicas para Desenvolver seu Equilíbrio Emocional

4 Dicas para Desenvolver seu Equilíbrio Emocional

1 – Não se apoie em expectativas

Segundo o dicionário Priberam, expectativa é “Esperança baseada em supostos direitos, probabilidades, pressupostos ou promessas”.

Você pode ter suas expectativas, mas nunca se apoie a elas. Apoie-se aos planos, metas, objetivos etc. Em grande parte do tempo, as coisas não saem como o planejado, por isso, se seu emocional estiver apoiado em expectativa, ele ficará comprometido abalado.

O equilíbrio emocional abalado acarreta em diversas atitudes negativas. Entre outras coisas, ficamos nervosos, abalados, frágeis, perdemos o foco e, algumas vezes, adquirimos problemas com a postura.

Nenhuma dessas opções são favoráveis, seja uma situação amorosa ou de trabalho. Por tanto, não mantenha sua expectativa alta. Para isso, simplesmente não apoie-se nelas.

Bons lideres não têm o emocional abalado e conseguem tomar decisões em situações de tensão, justamente por não se apoiarem em expectativas. Estão o tempo inteiro preparados para situação adversas.

Acabar com o zumbido no ouvido

2 – Busque soluções

No mundo dos negócios é muito dito para “pensar fora da caixa”. Isso se aplica a tudo, inclusive em “agir fora da caixa”. Saia de sua zona de conforto.

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

Procure ser um “solucionador” de problemas. Tanto em sua empresa quanto em sua vida pessoal. Quando tudo começa a dar errado, não foque no problema, foque nas causas dele, na solução e busque agir na raiz.

Se seu relacionamento não anda bem, não adianta buscar atitudes que camuflem o problema, como um jantar romântico. É preciso entender o que está errado para que possa resolver qualquer questão.

Em seu trabalho, se algo está indo mal, mesmo que não faça parte de uma função sua, busque uma solução.

Enfrentar os problemas, encontrar a causa e uma solução, irá fortalecer seu sistema emocional. E isso irá, inclusive, te ajudar a enfrentar e solucionar mais problemas.

3 – Fonte de inspiração

Após ter a capacidade de manter seu equilíbrio emocional, é preciso mante-lo assim, mas não é uma tarefa simples. O que irá ajudar, e muito, é ter sempre uma razão clara para cada ação que irá fazer. Um objetivo bem especifico.

Busque se perguntar “por que estou fazendo isso”. Se a resposta não for favorável, muitas vezes seguidas, algo está errado.

Uma fonte de inspiração pode ser qualquer coisa que torne claro o motivo de estar fazendo tal atitude. Isso irá manter forte seu equilíbrio emocional. Por exemplo, se quiser emagrecer, mas na primeira semana tiver engordado… a desmotivação é provável. Mas, com um objetivo bem definido (fonte de inspiração) seu emocional estará fortalecido e essa semana não será o suficiente para te desmotivar.

4 – Saiba seguir em frente

Mesmo que o seu lado emocional seja equilibrado, e tenha grande parte de suas escolhas sob controle, é importante saber que a qualquer momento, tudo pode dar errado. Você pode fracassar.

Acabar com o zumbido no ouvido

Segundo o dr. Sean Richardson, em uma palestra no TEDx em 2011, “aceitar o fracasso, ficar bem em não conseguir exatamente o que quer neste momento, é a melhor estratégia para o sucesso. Mas é preciso força emocional”.

Logo, conseguir e manter fortificado o seu equilíbrio emocional, é importante, não apenas para conseguir algo, mas também deixar algo para trás, mesmo que por algum momento.

Assim, você irá conseguir se focar para obter outras conquistas, ou mesmo retomar um objeto.

Perda auditiva afetado pela falta de equilíbrio emocional

A perda auditiva não é restrita somente aos ouvidos: envolve um impacto emocional que, às vezes, é difícil de poder entender para aqueles que não sabem o que isso significa.

Em muitas situações do dia a dia, essas pessoas podem se deparar com constrangimento por causa da deficiência auditiva. Se coloque um pouco no lugar delas: na hora de pedir informações, ou para dar sequência em uma conversa com alguns companheiros de trabalho, todos entendem o que foi dito, mas só você fica sem entender a história.

Escutar não é uma atividade passiva para pessoas que têm dificuldade de ouvir. Elas precisam estar sempre se esforçando para não perder o assunto ou prevendo o que vai ser dito. É muito exaustivo fisicamente estar nessa posição, porque requer maior atenção a qual deixa o corpo mais tenso. Além disso, esse stress pode causar insônia e doenças.

perda auditiva é difícil e suga muita energia. É uma luta invisível que não sabemos como realmente é, mas somente aqueles que passam por isso sabem como requer esforço para estar sintonizado em um diálogo ou em uma conversa entre amigos.