Como Plantar Aloe Vera (Babosa) em Casa?

Como plantar a Aloe Vera (babosa) em casa?

A Aloe Vera, conhecido como babosa, é uma planta que encontra múltiplas funções na estética e na medicina. Com uma quantidade incrível de vitaminas e aminoácidos, ela serve como base para a fórmula de vários produtos. Porém, é importante ressaltar que, com mais de 150 espécies de Aloe Vera, apenas 4 são indicadas para uso humano, enquanto as demais podem ser venenosas ao organismo.

Para não correr riscos, e ainda por cima conseguir as condições necessárias para plantar a Aloe Vera em casa, separamos este pequeno guia para você. Você vai perceber que cultivá-las não é complicado, e pode abrir as portas para uma vida mais saudável.

I) Quais são as espécies de Aloe Vera (Babosa) adequadas para os humanos?

Estas são as espécies de Babosa seguras para uso humano:

  • Aloe arborensis
  • Aloe barbadensis
  • Aloe succotrina
  • Aloe vera (ela por si só é uma espécie)

Com pequenas diferenças entre si, todas elas são viáveis para o plantio, cultivação e usos que iremos exemplificar a seguir. Preferencialmente, opte pela Aloe Vera, pois é ela possui os maiores nutrientes entre estas espécies viáveis.

II) Aprenda a plantar Aloe Vera em casa – Passo a Passo

Como plantar a Aloe Vera (babosa) em casa?

Agora que você já sabe quais são as espécies, já pode procurar pelas sementes, ou melhor dizendo, brotos e mudas já da planta adulta. Vamos ao Passo a Passo.

1) O Clima. A babosa é uma planta que tem como clima natural regiões quentes e secas. Se sua região não é assim, serão necessárias algumas adaptações que vamos considerar adiante.

Acabar com o zumbido no ouvido

2) O local para plantar. Um vaso de tamanho médio, preferencialmente de barro, é o bastante para plantar sua aloe vera. Escolha um ponto da casa bem ensolarado, para que ela cresça de forma saudável. Em épocas de temperatura mais baixa, ou regiões de clima mais baixo, procura deixar o vaso próximo de alguma fonte de calor para que ela não murche.

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

3) Como tirar o broto. Sementes de Babosa são bem difíceis de serem encontradas e comercializadas, sendo o mais fácil a se fazer é procurar por brotos, que podem ser plantados em vasos separados. Lembre-se que eles só serão úteis se estiverem com a raiz, que deve ser retirada com cuidado.. Não é difícil identificar o broto: são plantas menores, que crescem ao redor da planta-mãe. Para retirá-la, segure-a junto com as folhas próximas, e com uma faca pequena, corte cuidadosamente da planta-mãe.

4) Os Cuidados com a Terra. Após para o vaso já com terra, e cobrir completamente, adicione areia e perlita. Como a Aloe Vera não depende de grandes quantidades de água, os outros materiais além da terra a manterão com os níveis de água adequados.

5) Regando no tempo tempo certo. Após cobrir de terra, mantenha no local sugerido acima, e comece a regar apenas 2 semanas após plantá-las. Depois disto, a cada 15 ou 20 dias é o suficiente para mantê-la hidratada – Muitas quantidades de água podem apodrecer a planta. E faça isso ou no início da manhã (até as 10h), ou no fim da tarde (após às 16h), períodos em que o sol não está em seu pico.

Seguindo os cuidados adequadamente, você terá uma planta forte e com muitos benefícios para o organismo. Só para você saber alguns, aí vai uma pequena lista.

III) Quais são os benefícios do Aloe Vera para a saúde?

Como plantar a Aloe Vera (babosa) em casa?

Outro nome conhecido do Aloe Vera, a Babosa, tem essa nomenclatura por conta do gel que ela possui dentro da planta. Esse gel pode ser usado para vários fins, veja alguns deles.

Acabar com o zumbido no ouvido
  • Propriedades hidratantes, funcionando como um antirrugas natural.
  • Pode cuidar de queimaduras de 1º grau.
  • Acelera a cicatrização de feridas.
  • Alivia picadas de insetos.

Além do gel, é possível fazer um suco de Aloe Vera, aproveitando ainda mais suas propriedades. Entre elas, destacamos as seguintes:

  • Trata problemas gastrointestinais graças a suas propriedades anti-inflamatórias (atenção: esse uso deve ser feito em farmácias especializadas, para que não se consuma a aloína, propriedade que pode agravar os problemas).
  • Estimula o sistema imunológico
  • Propriedades antibacterianas e antiviriais
  • Antioxidantes para combater os radicais livres

É importante ressaltar que o suco não deve ser ingerido por gestantes ou mães em fases de lactação. Salvo nestes casos, e para quem tem alergia aos componentes da planta, a Aloe Vera pode ser usada por todos. Cultive com carinho, e a natureza irá recompensá-lo com vários benefícios.

Veja também este vídeo interessante sobre como cultivar a Aloe Vera (Babosa) 7:11:

Fontes:

http://www.aloeplant.info/pots-for-aloe-vera/