Plantas Medicinais para Curar o Zumbido no Ouvido

Plantas Medicinais para Curar o Zumbido no Ouvido

Existem várias plantas medicinais que podem ajudar a tratar a perda auditiva e outros sintomas que muitas vezes acompanham o zumbido.

6 plantas medicinais para tratar zumbido no ouvido

Plantas Medicinais para Curar o Zumbido no Ouvido - eucalipto

1) Eucalipto

Eucalipto é uma planta medicinal frequentemente utilizado para o tratamento de zumbido. Balch explica que as propriedades descongestionantes do eucalipto pode ajudar a explicar a sua capacidade de parar o zumbido nos ouvidos. O Medical Center da Universidade de Maryland afirma que o eucalipto (árvore perene, originária da Tasmânia) possui uma ação anti-bacteriana e anti-séptica que ajuda a retirar o catarro do pulmão. Ele trata dores musculares, resfriados, tosse e outros distúrbios respiratórios. O eucalipto é recomendado apenas para o uso externo.

2) Planta Hissopo

Planta Hissopo (Hissopus Officinalis) é utilizada especificamente para a tosse, bronquite crônica e catarro. Vapor quente de hissopo tem sido utilizado para tratar a inflamação e zumbido.

3) Tomilho

Chá feito com tomilho, reduz a congestão nasal e limpa os seios da face. Tem sido outra alternativo para diminuição de zumbido.

O zumbido pode afetar significativamente a sua qualidade de vida. Dificuldades de dormir, estresse, depressão e problemas de concentração são alguns problemas que podemos citar quando se tem zumbido no ouvido. Antes de consumir qualquer tipo de medicamento consulte sempre um especialista ou médico que possa passar informações mais detalhados.

4) Ginkgo biloba

A ginkgo biloba é uma erva derivada da árvore da ginkgo, que é uma das mais antigas árvores sobreviventes no mundo. Os compostos químicos da ginkgo biloba pode melhorar a circulação sanguínea do vasos e capilares do ouvido, melhorando o zumbido e a audição do indivíduo. Em casos muito raros, esta erva pode causar irritação, náusea e vômitos.

Acabar com o zumbido no ouvido

5) Gengibre

3.000 a.C. curandeiros chineses já usavam o gengibre como uma erva medicinal. Eles acreditavam que a erva poderia ajudar a prevenir pedras nos rins. De acordo com Phyllis Balch, autor do livro Prescription for Nutritional Healing (Prescrição para a Cura com a Nutrição) os compostos químicos do gengibre ajudam a impulsionar o sistema imunológico, favorecendo no combate a bactérias e vírus que podem danificar os ouvidos. Esta erva melhora a circulação e reforça a entrega de vitaminas e nutrientes necessários para uma audição adequada.

6) Alcaçuz

Há 5.000 anos, antigos médicos chineses usavam o alcaçuz como um remédio para intoxicação alimentar, dificuldades para respirar, tosse e malária. Esta erva ajuda o seu corpo a combater infecções bacterianas e virais que provocam o zumbido no ouvido. O alcaçuz também diminui a inflamação nos canais auditivos.

7) Betônia

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

Se você tem zumbido e a causa dele é por acúmulo de cera nos ouvidos, infecção bacteriana ou viral, ou até mesmo por stress, esta dica talvez poderá ajudá-lo. A betônia, é uma planta medicinal, também conhecida como Officinalis Stachys, pode ser usada para o tratamento para o zumbido no ouvido.

Anti-inflamatório

A betônia tem sido utilizada em conjunto com outras plantas medicinais para tratar problemas, como a alergia, inflamação e o inchaço. Se o seu zumbido foi provocado por infecção ou alergia, ervas anti-inflamatórias podem ser úteis contra estes problemas dentro do ouvido.

De acordo com David Hoffman, autor do livro Medical Herbalism, a betônia é uma rica fonte de betonicina, um alcalóide anti-inflamatório. Ela possui óleos essenciais e antioxidantes que podem ter um efeito benéfico sobre os ouvidos e membranas mucosas.

Antibacteriano

A planta é também utilizada quando se tem uma infecção bacteriana. Em um estudo realizado pelo Royal Botanic Gardens, no Reino Unido, foi analisado uma série de plantas da família Stachys.

De todas as plantas estudadas a betônia foi considerada com as propriedades anti-bacterianas mais fortes. Essa atividade na betônia é atribuída nos seus óleos essenciais que possui um produto químico chamado hidrocarboneto monoterpênico, que pode ser usado quando o zumbido estiver associado a infecção dentro do ouvido.

Excesso de cera

Quando o zumbido é diagnosticado por excesso de cera ou mucosa nos ouvidos, a betônia pode ter um efeito significativo sobre a secagem para ajudar a reduzir a cera e produção de muco. As folhas e flores da betônia são compostas de 15% de tanino, produtos químicos com ação adstringente antimicrobiana e secagem em tecidos do corpo.

De acordo com o Drug Information Online, a betônia tem sido utilizada tradicionalmente para tratar diarreia, excesso de catarro e garganta inflamada. Ela pode ser tomada como um chá.

Sistema nervoso

De acordo com Gillian Painter, autor de Matéria Medica the Southern Hemisphere, a betônia é uma das poucas plantas com um efeito restaurador para o sistema nervoso.

Acabar com o zumbido no ouvido

Enquanto pesquisas não confirmam o uso da betônia como um tônico calmante e sedativo, ela está sendo utilizada para todas as questões relacionadas ao sistema nervoso e do cérebro, incluindo danos nos nervos, dores de cabeça, histeria, vertigem, zumbido, ansiedade e insônia. As suas ações podem ser devido à presença de alcalóides.

Segurança e toxinas

A betônia é geralmente considerada segura e bem tolerada pela população, embora não seja recomendado o uso durante a gravidez e na amamentação. Devido ao elevado nível de tanino, é recomendado tomar fora das refeições por reduzir o poder de absorção de alguns nutrientes tais como o ferro.

Mesmo que não haja contra-indicações, é sempre recomendável consultar um médico ou um especialista antes de qualquer consumo de plantas e ervas medicinais.

Fonte:

http://www.livestrong.com/article/509210-wood-betony-for-tinnitus/

http://www.livestrong.com/article/373612-herbal-medicines-for-tinnitus/

http://www.livestrong.com/article/332912-chinese-herbal-remedies-for-tinnitus/