perda auditiva em crianças

A perda auditiva em crianças não detectada pode ser incapaz de desenvolver a fala normal e linguística ou adquirir as habilidades cognitivas(saber, pensar e julgar) necessárias para a aprendizagem. A perda de audição em crianças não é identificada até os seus 2 ou 3 anos de idade podem sofrer de insuficiência permanente de fala, linguagem e aprendizagem.

Identificando a perda auditiva em crianças

A identificação precoce da perda auditiva permite o início do tratamento e reabilitação da criança com deficiência auditiva ainda inicial. A criança, então, aprenderia as habilidades de fala normalmente quando a perda auditiva é identificada ainda antes.

O grau de perda auditiva pode variar leve a mais grave. Muitas pessoas pensam que a audição só pode ser classificada como saudável/normal ou surdez/inexistente.

Elas podem pensar que uma criança pode estar escutando bem quando a mesma responde a um chamado ou a estímulo de som.

Desenvolvimento no aprendizado

No entanto há muitos níveis de graduações entre a audição normal e a surdez total, por isso a perda auditiva de uma criança pode não ser identificada facilmente.

Acabar com o zumbido no ouvido

Por exemplo, é comum uma criança com perda auditiva moderada desenvolver a fala e a linguagem e ainda assim não conseguir entender a metade do que esta sendo falado a ela.

A criança nessa situação terá uma desvantagem no desenvolvimento de sua aprendizagem e, muitas vezes, não conseguirá avançar mais, a menos que a perda auditiva seja detectada no início do tratamento.

O estresse de uma criança com perda auditiva (e seus familiares) pode ser grande, isso devido o fato da criança não entender porque ela se esforça constantemente para aprender algo aparentemente simples (e a família fica confusa porque seu filho não está fazendo alguma coisa corretamente ou obedecendo a algum comando de voz).

Fontes:

Acabar com o zumbido no ouvido

http://jshd.pubs.asha.org/article.aspx?articleid=1775455

 


Equipe Biosom

contato@biosom.com.br