10 Dicas para Identificar um Psicopata

Para os leigos, psicopata é sinônimo de assassino em série, que sai por aí matando todos que vê pela frente. Na verdade, a psicopatia é um Transtorno de Personalidade Antissocial, caracterizado por um comportamento manipulador, mentiroso, sedutor, egocêntrico, entre outros.

Em nosso meio, pode parecer uma pessoa totalmente tranqüila, que se dá bem com todos e convive bem em sociedade, porém, é um transtorno que não possui cura, mas sim controle a partir de um tratamento intensivo com medicamentos e psicoterapia.

Confira abaixo 10 dicas para identificar um psicopata:

10 Dicas para Identificar um Psicopata

1. É manipulador

Psicopatas são pessoas que manipulam situações para se beneficiar em proveito próprio. Podem fingir emoções facilmente a fim de serem vistos como vítimas e conseguirem atingir seus objetivos, por mais que ajam em desconforme com as normas da sociedade. Dessa forma, descobrem rapidamente as fraquezas da outra pessoa e as usa em prol de si mesmo.

2. Não tem empatia

Uma das principais características de um psicopata é ser uma pessoa falsa, indiferente e fria, que não se importa com os sentimentos dos outros, ou seja, não tem empatia, não se colocando no lugar do outro. Ele desconhece sentimentos como compaixão e confiança, por exemplo. E sabem muito bem como utilizar os pontos fracos da outra pessoa para manipulá-la e se satisfazer com o sofrimento alheio.

Acabar com o zumbido no ouvido

3. É impulsivo

A impulsividade fala mais alto nos psicopatas, uma vez que agem inconsequentemente sem pensar nas conseqüências que suas ações podem trazer. O mais importante para eles é satisfazer seus próprios desejos sem pensar em seus atos, além de não reconhecerem seus erros, culpando os outros pelas conseqüências que ele mesmo causou. Dessa forma, levam tudo ao extremo, como, por exemplo, dormir demais, fazer sexo demais, etc.

4. É egocêntrico

Egocentrismo nada mais é que se sentir o centro das atenções, e o psicopata é exatamente desta forma, sempre achando que é o melhor, que o que lhe importa é o mais valioso, que é o mais inteligente, ou seja, que o mundo gira ao seu redor. Mesmo fingindo que se importa com as outras pessoas, seus sentimentos e desejos são o que mais lhe interessa, colocando-os no topo da pirâmide. Para ele, as pessoas só são um meio de chegar onde ele quer.

5. É narcisista

Para um psicopata ele é o mais bonito, o mais esperto, o mais interessante, charmoso, engraçado etc. Ele realmente tem certeza de que é a pessoa mais poderosa no mundo todo, sendo indiferente aos outros, tendo sentimentos de que tudo pode e tudo consegue, ou seja, mania de grandeza. Seu desejo de poder e dominar tudo são maiores do que qualquer outra coisa.

6. Mente em prol de si mesmo

Como o psicopata é um ser manipulador, a mentira faz parte de sua rotina, pois é através dela que conseguirá conquistar seus objetivos. Muitas vezes, é visto como alguém bonzinho, neutro, que ameniza qualquer situação, mas, por detrás, está mentindo constantemente para conseguir mais “aliados” e chegar no “topo do mundo”. Porém, muitas vezes suas mentiras são descobertas e infundáveis.

7. Não sente remorso

Uma vez que não tem empatia, ou seja, a capacidade de se colocar no lugar do outro, o psicopata consequentemente não sente remorso. Mente impulsivamente, tenta controlar todas as situações, abusa das pessoas através de seus pontos fracos, sem ao menos sentir culpa e remorso por isso, já que não liga para o que os outros sentem. Assim, facilmente pode roubar, quebrar regras, mentir, tornando-se uma pessoa insensível e cínica.

Acabar com o zumbido no ouvido

8. Arrisca-se em situações perigosas

Já que são impulsivos por natureza, psicopatas se arriscam em situações perigosas, pois não estão nem aí para questões morais e éticas. Estão sempre em busca de coisas que aumentem a adrenalina, sem medir conseqüências, como dirigir em alta velocidade, embriagado, fazer sexo compulsivamente e sem proteção, de forma irresponsável e imprudente, etc.

9. Agride pessoas em benefício próprio

Encontrar o ponto fraco das pessoas, como já citado anteriormente, é uma das metas de um psicopata. Assim, ele utiliza isso para agredir verbalmente e até fisicamente suas vítimas. Criam dramas e brigam por qualquer motivo, sempre saindo dessas situações como vítimas. E por isso seus relacionamentos afetivos sempre terminam rapidamente, jogando a culpa para o outro.

10. É charmoso e sente-se poderoso

Psicopatas sempre são considerados pessoas charmosas, atraentes e inteligentes, já que sabem manipular muito bem os outros, conseguindo o que querem. Parecem pessoas calmas e amigáveis, que se dão bem com todos. Na verdade, sabem sempre o que falar e na hora certa, para depois atingirem suas vítimas da forma mais sórdida. É como um ator, que sabe muito bem desempenhar seus papéis na sociedade, mas que caracterizam uma doença psicológica, necessitando de ajuda profissional.

 


Mariana de Andrade

Psicóloga E-mail: mary.drad@yahoo.com.br