8 Erros mais Comuns nas Entrevistas de Emprego

8 Erros mais Comuns nas Entrevistas de Emprego

Muita gente por aí pensa que só pelo fato de ter sido convocado para as entrevistas ou ter um bom currículo já está praticamente contratado. Certamente, se o recrutador selecionou seu currículo, é porque você possui os requisitos mínimos para trabalhar naquela função, mas isso não quer dizer que a vaga já é sua.

Uma boa apresentação pessoal, a forma como se comporta e como se fala em uma entrevista contarão muito mais pontos do que seu currículo anteriormente selecionado. Muitos já sabem dicas de como se comportar diante do recrutador, mas nem sempre as pessoas fazem aquilo que deveria. E diante da atual crise que o país vem passando, é melhor não perder as oportunidades que surgem ou que vão aparecer, certo?

Confira abaixo os 8 erros mais comuns nas entrevistas de emprego:

8 Erros mais Comuns nas Entrevistas de Emprego

1) Não buscar informações sobre a empresa anteriormente

Ao receber a ligação do recrutador para a entrevista, muita gente não procura saber anteriormente o nome da empresa, somente as informações sobre a vaga. Claro que, quando estamos desempregados, mandamos currículos para tantas vagas que às vezes não lembramos por onde enviamos nosso currículo e, assim, as informações sobre a empresa e a vaga ficam perdidas.

De qualquer forma, na própria ligação pergunte o nome da empresa e, antes de comparecer à entrevista, procure saber mais sobre ela, sua história, ramo de atuação, cultura, missão, objetivos, para depois, ao ser questionado pelo recrutador, você demonstrar que leva a empresa a sério, que sabe informações sobre ela e que tem interesse em fazer parte de sua equipe.

2) Ir com roupas inadequadas

Muita gente já imagina qual roupa é mais indicada para as entrevistas de emprego, mas nem sempre uma pessoa que vai de terno e gravata será realmente contratada se ela não tiver um bom desempenho durante a conversa. O conteúdo e conhecimento do candidato serão levados mais em conta, mas também deverá ter uma boa apresentação.

Cada função exige um tipo de vestimenta. Você, por exemplo, não vai vestido tão formalmente para uma vaga mais informal e vice-versa. De qualquer maneira, tenha sempre bom censo e não exagere no tamanho de certas peças (opte por cores mais neutras e discretas), nem no perfume, maquiagem ou penteado.

Acabar com o zumbido no ouvido

3) Chegar atrasado nas entrevistas

Já é sabido que qualquer atrasado em uma entrevista, e também em várias ocasiões de nossas vidas, é visto com maus olhos. Mas mesmo assim muitos candidatos cometem este erro. Isso já é anotado como ponto negativo pelo recrutador. Em geral, é melhor chegar pelo menos 30 minutos antes da entrevista.

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

Quem mora em cidades grandes sabe que imprevistos podem acontecer, como, por exemplo, trânsito, acidentes, etc, mas antes de uma entrevista, estude com cuidado sua localização, formas de se locomover (se de carro, ônibus, metrô), rotas mais fáceis e pontos de referência de onde descer. Se o atraso for inevitável por conta de algum imprevisto, avise a empresa imediatamente.

4) Falar demais ou falar pouco

Candidatos que falam sem parar, interrompem o recrutador com perguntas ou também aqueles que não comentam absolutamente nada e não demonstram interesse na conversa são mal vistos. É melhor dar respostas mais objetivas, sem rodeios, sempre de forma a estar focado naquilo que foi perguntado.

Seja pontual, bem articulado, mostrando-se seguro ao falar, que conhece o assunto questionado, e com naturalidade. Por isso é importante estudar bem o seu currículo para depois saber do que está falando. O mais importante é sempre se ater à sua experiência profissional e ter uma boa postura, pois falar sobre outros assuntos, como problemas familiares ou financeiros, não trará pontos positivos ao seu favor.

5) Falar mal da empresa anterior

Ao serem questionados sobre o motivo que os fizeram sair de suas últimas empresas, muitos candidatos acabam “detonando” seus ex-chefes ou suas atividades anteriores. Conflitos existem em qualquer empresa e o recrutador vai querer saber como você se saiu ou se sairá em casos como estes.

Porém, nunca diga que não se dava bem com seu superior, seus colegas ou que odiava seu ex-emprego, pois o recrutador poderá pensar que você fará a mesma coisa com ele ou com a empresa caso venha a assumir o novo cargo, além de imaginar que você não sabe gerenciar conflitos e frustrações. Portanto, seja discreto e ético, informando que está em busca de uma melhor oportunidade que te leve a um melhor desenvolvimento profissional.

6) Inventar competências ou mentir sobre elas

Na grande maioria das entrevistas, antes do recrutador chamar para a sala, é comum preenchermos uma ficha cadastral na recepção. Vemos muitos currículos com informações divergentes do que é preenchido nesta ficha, como, por exemplo, datas de admissão e demissão, motivo da saída do último emprego, atividades exercidas, cursos, línguas, competências, etc.

Atente-se sempre a estes detalhes, preencha a ficha cadastral e os dados de seu currículo coerentemente, e sempre responda às perguntas do recrutador de acordo com as informações do seu currículo, de forma verdadeira, para que os dados não sejam divergentes e pareça que você está inventando ou mentindo sobre os fatos.

Acabar com o zumbido no ouvido

7) Ser arrogante e autoconfiante ao extremo

Você é avaliado desde a hora que entra na empresa até sua saída dela. A forma como se comporta com a recepcionista e com outros funcionários antes da entrevista já avalia sua personalidade e perfil.

É sempre interessante mostrar seu valor e realizações profissionais, mas não saia por aí mostrando autoconfiança demais e arrogância, que sabe de tudo, que não precisa dos outros para ter um bom desempenho e que se acha auto-suficiente, pois trabalho em equipe é um requisito considerado muito importante.

8) Pressionar o recrutador e fazer perguntas desnecessárias

Há candidatos que interrompem o recrutador logo no começo da entrevista, questionando salário, se há férias coletivas, se emendam pontes em feriados, quando será dada a resposta da entrevista, se enviarão algum feedback ou não, ou até após a entrevista, ligando várias vezes para obter resposta sobre a vaga, mandando muitos e-mails etc. Ou seja, precipitações e perguntas desnecessárias, que só atrapalham o andamento da entrevista e deixam impressões negativas sobre você, o que denota ansiedade e insegurança.

Portanto, aja com naturalidade e respeite o prazo que o recrutador informar sobre o fechamento do processo seletivo. Aguarde com paciência até a data estipulada, e caso não tenha retorno, aí sim você pode enviar um e-mail para saber sobre a resposta e até agradecer pela atenção que foi dada a você na entrevista.

Fonte:

http://www.telegraph.co.uk/finance/jobs/11237738/The-13-most-common-job-interview-mistakes.html