Tudo Sobre Dorflex

dorflex

O Dorflex é um medicamento que, embora por vezes seja relacionado a dores de cabeça, ele é na verdade um eficiente relaxante muscular e analgésico. Apresentado na forma de comprimidos e gotas, o dorflex é utilizado para dores em geral – existe uma composição específica para dores de cabeça em geral.

E por mais que sua compra não peça por uma receita médica, é importante e necessário que haja uma indicação prévia, principalmente para efeitos de superdosagem, efeitos colaterais, ou mesmo choques anafiláticos devido a alergia a um de seus elementos.

1) Quem produz o Dorflex? E do quê ele é feito?

O Dorflex é um produto único do laboratório Sanofi-Aventis. Sua composição inclui Dipirona Sódica Monoidratada, Citrato de Ofernadrina, e Cafeína. Todos os componentes são direcionados para regular dores localizadas, e o dorflex para dores de cabeça (o Dorflex P) ainda conta com Paracetamol, para tratar enxaquecas e dores similares.

Seu uso deve ser realizado sob prescrição médica para garantir efeitos mais benéficos ao organismo. E mais adiante veremos o porquê.

2) Quais as formas de usá-lo?

O dorflex tanto em comprimidos como em gotas é de uso exclusivo para adultos, para os casos de dores e inflamações. Veja a posologia a seguir.

Acabar com o zumbido no ouvido

a) Dorflex comprimido

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

1 a 2 Comprimidos 3 a 4 vezes por dia é o suficiente para controlar os sintomas. Para a quantidade exata, o ideal é se consultar com antecedência com um médico. Em casos de dores de cabeça mais amenas e localizadas, um único comprimido é o suficiente.

b) Dorflex gotas

Para a versão líquida, 30 a 60 gotas 3 a 4 vezes por dia são o suficiente para conseguir os efeitos. A variação vai depender dos fatores prescritos pelo médico. Mas não passe de 240 gotas por dia! Os efeitos colaterais caso esse limite seja ultrapassado são terríveis.

3) Quais são as contra-indicações?

Assim como vários outros medicamentos, o dorflex não pode ser utilizado por gestantes ou mães em fase de amamentação dos filhos, correndo o risco de transferir os componentes do medicamento através do leite materno. Além disso, o uso não pode ser feito caso o paciente possua um dos seguintes quadros:

  • Glaucoma
  • Aumento de Próstata
  • Úlcera
  • Acalasia do Esôfago
  • Miastenia Grave
  • Disfunções na Medula Óssea.

Também não se deve usar em casos de alergia a quaisquer um dos componentes do Dorflex, além de outros analgésicos como Paracetamol, Ibuprofeno, Diclofenaco e outros derivados das substâncias pirazolona e pirazolidina.

4) Efeitos Colaterais

  • Arritmia Cardíaca
  • Sudorese
  • Sede Excessiva
  • Retenção de Líquido (dificuldade para urinar e diminuição do suor)
  • Tontura
  • Prisão de Ventre
  • Coceiras
  • Irritações no Estômago
  • Pupila Dilatada
  • Visão Embaçada

5) Riscos e Alertas

dor muscular dorflex

Acabar com o zumbido no ouvido

Nunca use o Dorflex antes ou depois de ter ingerido bebida alcóolica, nem para os cuidados de rigidez muscular. Além disso, pessoas que sofrem de insuficiência das funções do fígado, rins, além de distúrbios no coração como taquicardia e insuficiência coronária, por exemplo, também devem usar o dorflex com prescrição médica, ou mesmo não usar.

Por fim, para quem dirige ou opera máquinas, é recomendável não realizar tais atividades enquanto faz uso do medicamento, sob o risco de perder os níveis de reflexo para tais atividades. Seguindo estas cautelas, é possível controlar as dores musculares e a dor de cabeça com o Dorflex.

Fonte:

http://www.medicinanet.com.br/bula/2045/dorflex.htm

Farmacêutica Especializanda em Assistência Farmacêutica Hospitalar Instituto Central do Hospital das Clinicas de Sao Paulo.