O que é a Loratadina (Claritin)?

loratadina

A Loratadina é um dos medicamentos mais indicados por médicos para combater os sintomas da rinite alérgica, presente principalmente em épocas de tempo seco. Sua apresentação mais conhecida é na forma de xarope, e é o mais comum quando se trata de casos mais recorrentes de alergias.

Se usada como preventiva, consegue evitar por completo os efeitos da alergia, como a coriza e a coceira nos olhos.

Seu uso requer tantos cuidados quanto qualquer outro medicamento, pois mesmo que mais leve se comparado a outros medicamentos, ele não está livre de contra-indicações e efeitos colaterais. Vamos mostrar como você pode usá-lo.

1) Principais marcas de Loratadina

  • Loratamed
  • Clarytine
  • Aerotidina
  • Histadin
  • Sensibit D

2) Como a Loratadina funciona?

Este medicamento é considerado um Anti-Histamínico, isto é, foi feito para combate a alergias. Sua ação previne e controla os seguintes efeitos:

  • Coceira nos olhos e nariz
  • Coriza
  • Espirros
  • Ardor

Além de controlar os sintomas da rinite alérgica, também é recomendada para amenizar as crises alérgicas ocorridas na pele, como urticárias, por exemplo. Embora sua forma de xarope seja a mais conhecida e prática de ser usada, também pode vir na forma de comprimido.

Acabar com o zumbido no ouvido

3) Qual a posologia?

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

O uso da Loratadina pode ser feito por crianças à partir de 2 anos de idade, e adultos. As medidas para sua apresentação em xarope estão a seguir:

  • Crianças entre 2 e 12 anos: 5 ml a cada 24 horas (caso tenha menos de 30 kg) ou 10 ml (acima de de 30 kg) a cada 24 horas.
  • Acima de 12 anos: 10 Ml 1 vez por dia. Em ambos os usos, cada uso não deve ter menos de 24h de intervalo.

Ainda existe o uso da Loratadina em comprimido (10 mg), mas seu uso é restrito e prescrito apenas para adultos, com consultoria médica.

4) Quais são as contra-indicações?

Seu uso é contra-indicado para pessoas que tenham alergia a loratadina. Também não é indicado para gestantes ou que estão na fase de amamentação, pois os componentes da fórmula podem prejudicar o crescimento da criança.

Pessoas que tenham diabéticos ou níveis incomuns de glicemia também devem ficar atentos com o uso, já que a composição da Loratadina (principalmente em xarope) leva açúcar.

5) Existem efeitos colaterais?

loratadina efeitos colaterais

Acabar com o zumbido no ouvido
  • Dor de Cabeça
  • Cansaço
  • Problemas Estomacais
  • Nervosismo Aparente

Em casos mais extremos, como em superdosagem, podem ocorrer os seguintes sintomas:

  • Taquicardia
  • Complicações no Fígado
  • Tontura
  • Queda de Cabelo
  • Palpitações

Portanto, por mais que seja considerado um medicamento seguro, é importante fazer uso da Loratadina sob prescrição médica, para evitar efeitos indesejados.

Fonte

http://www.medicinanet.com.br/bula/3161/loratadina.htm

Farmacêutica Especializanda em Assistência Farmacêutica Hospitalar Instituto Central do Hospital das Clinicas de Sao Paulo.