Surdez Súbita: O que é? Causas, Sintomas e Tratamentos

Surdez Súbita: O que é? Causas, Sintomas e Tratamentos

Perda repentina de audição ou perda auditiva neurossensorial súbita (SSNHL – Sigla em inglês) é definido como uma perda superior a 30 dB (decibéis) em três frequências contínuas, ocorrendo durante um período de menos de três dias. A surdez súbita deve ser avaliada por um médico rapidamente. Pode-se notar ao acordar pela manhã ou desenvolve-se rapidamente no decorrer das horas ou ao longo dos dias.

Geralmente, em mais ou menos 70% dos casos, a surdez súbita vem acompanhada de zumbidos e em 30% dos casos vem acompanhada de vertigens. Elas geralmente costumam reduzir a sua intensidade ao passar dos dias, mas o zumbido persiste na maioria dos casos.

A incidência aumenta com a idade: 4,7 a cada 100.000 pessoas de 20-30 anos e 15,8 em 100.000 na faixa etária de 50-60 anos. A recuperação espontânea ocorre em 30-70% dos casos, geralmente dentro das primeiras duas semanas. As chances de recuperação são menores para pacientes com perda de audição severa acompanhados de vertigem. Quanto mais jovem o paciente, maior a chance de uma recuperação completa.

Por ano, uma em aproximadamente 5000 pessoas sofre de surdez repentina. Este tipo de surdez é do tipo neurossensorial e se dá por uma perda de cerca de 30 decibéis em três ou mais frequências consecutivas. Ela é de aparecimento repentino, começa a se manifestar em poucas horas e em praticamente 99% dos casos acomete somente um ouvido. Apesar de ser considerada uma perda auditiva grave, o indivíduo consegue recuperar sua audição parcial ou totalmente em um período de 10 a 14 dias.

1) Quais são as causas da surdez súbita?

Surdez Súbita: O que é? Causas, Sintomas e Tratamentos

Este tipo de distúrbio não costuma ter uma causa identificável, sendo chamada de surdez súbita idiopática, mas normalmente se manifesta após uma doença viral como a caxumba, a parotidite, o sarampo, a gripe ou a mononucleose infecciosa que correspondem a mais ou menos 80% da frequência dos casos.

Em algumas situações, a surdez súbita também pode ser causada por atividades físicas muito intensas, como por exemplo, o levantamento de peso que exerce bastante pressão nos ouvidos. Além desses fatores, infecções bacterianas, doenças autoimunes, distúrbios vasculares e medicamentos ototóxicos, também podem causar surdez súbita.

Exercitar, quando combinado com o ruído, pode resultar em perda auditiva. Ouvir música usando fones de ouvido pode fazer a orelha interna mais propensa a danos, e música com volume alto, durante aulas de ginástica em academias, também pode causar um impacto em sua audição. Os sintomas associados com perda auditiva repentina incluem tonturas e sensação de ouvido tampado e são precedidas por zumbido.

A) A Síndrome do Aqueduto Vestibular Alargado

Acabar com o zumbido no ouvido

Síndrome do aqueduto vestibular é uma condição causada pela pressão intracraniana e pode ser agravada pelo exercício extenuante, de acordo com a “Hearing Loss Help”. O conteúdo do saco endolinfático, que está localizado entre o cérebro e o crânio, flui no sentido contrário para a cóclea durante o exercício, onde o teor extra da endolinfa altamente iônica no saco provoca problemas no ouvido interno, que conduz à perda de audição. Esta condição pode ser diagnosticada por um médico através de uma ressonância magnética ou tomografia computadorizada.

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

B) Fístula perilinfática

Exercício vigoroso pode levar uma membrana no ouvido interno à ruptura permitindo fluido perilinfático vazar para o meio da cavidade do ouvido. Isto é chamado fístula perilinfática. Esta condição, por vezes, se cura, mas em alguns casos, necessita de cirurgia para corrigir, e pode ser temporária ou permanente. Na maioria dos casos, a audição das pessoas que a perderam retorna ao longo do tempo, mas com algum grau de perda permanente.

C) Yoga e Perda Auditiva

Realizar exercícios respiratórios vigorosos erroneamente durante o ioga pode resultar em sintomas de vertigem e causar perda auditiva repentina. Respiração por narinas alternadas é uma prática antiga da ioga que envolve inalar a energia da vida e exalar energia negativa. Feito de forma incorreta, a parte do meio da orelha pode ser afetada por uma acumulação de pressão. Engolir algo durante este tempo pode piorar o problema e a perda auditiva pode se tornar permanente.

2) Quais são os sintomas?

Quando diagnosticada e tratada precocemente, ela comporta uma melhor evolução de seu quadro clínico e possui uma maior chance de cura, principalmente na primeira semana de surgimento dos sintomas. Os sintomas que costumam aparecer em um quadro de surdez súbita são: diminuição da audição, zumbidos, vertigens, sensação de pressão nos ouvidos e ás vezes pode surgir também um estalo no ouvido afetado. A evolução desses sintomas é variável.

Em adultos, o diagnóstico é mais precoce, pois é mais fácil estabelecer o momento exato do início da surdez. Em crianças, este momento é bem mais difícil de ser estabelecido, já que quando é percebido pelos pais, não há como saber quando se iniciou o quadro. Geralmente, este distúrbio é descoberto primeiramente pelos professores, ao perceberem que as crianças não estão rendendo tanto quanto deveriam nas atividades escolares.

3) Quais são os tratamentos?

O tratamento da surdez súbita, mesmo nos dias atuais é bastante controverso. Na maioria dos casos é baseada na experiência e observação de cada médico (chamado de tratamento empírico). Quando a causa consegue ser descoberta logo no início, o médico indica algum tratamento mais específico, mas não é isso que acontece na maioria dos casos. O comportamento evolutivo da surdez súbita é bastante inconsistente, com curas espontâneas totais ou parciais, podendo ainda deixar sequelas auditivas irreversíveis.

De acordo com os especialistas, se o problema estiver no início e a causa for aparente, eles costumam prescrever medicamentos à base de corticoides sistêmicos que podem ser associados a vasodilatadores para potencializar seu efeito, mas o melhor tratamento para a surdez súbita ainda é a prevenção. As campanhas de vacinação diminuem a incidência de grande parte das doenças infecciosas responsáveis pela surdez súbita.

Como tratamento alternativo, alguns médicos indicam a acupuntura, mas ela não possui resultados significativos para ser adotada como método de tratamento para todos os indivíduos. Quando não há mais chances de recuperação de audição, os especialistas indicam o uso de aparelhos auditivos e em alguns casos, o implante coclear. Cerca de um terço dos pacientes apresentam melhoria espontânea do sintoma.

Acabar com o zumbido no ouvido

Campanhas de esclarecimento quanto ao uso de substâncias ototóxicas, bem como campanhas de prevenção à exposição de ruídos intensos, podem auxiliar na diminuição dos casos de surdez súbita. Esclarecimentos e adoção de cuidados aos grupos de risco (mergulhadores e portadores de doenças sistêmicas), também são eficazes.

4) Baixe o software Hearing Guardian v1 para melhorar a capacidade auditiva! 

O software Hearing Guardian tem como propósito prevenir, retardar e recuperar a capacidade auditiva. Baixe o software agora no seu computador e utilize diariamente para sentir melhorias em sua capacidade auditiva. Clique no link www.biosom.com.br para fazer o download do aplicativo para mobile ou desktop.

Veja este vídeo para saber como o software Hearing Guardian atua na sua audição (3:17):

Fontes:

http://american-hearing.org/disorders/sudden-hearing-loss/