12 Principais Tipos de Transtornos Mentais

Principais transtornos mentais

Transtorno mental, ou doença mental como também é conhecido, caracteriza-se por alterações, anormalidades ou comprometimento do funcionamento da mente que prejudicam o desempenho da pessoa em sua vida pessoal, social, familiar, profissional, escolar, ou seja, na vida em geral.

Esses distúrbios podem ocorrer em qualquer época da vida, causando muito sofrimento e incapacidade e podem até causar outras doenças pelo corpo, produzindo sintomas somáticos.

Vamos conhecer então os 12 principais tipos de transtornos mentais:

Transtornos mentais

1) Depressão

O transtorno Depressivo é classificado como um transtorno do humor que pode durar meses ou anos, afetando a forma como a pessoa se sente, pensa e age. Há presença de tristeza e perda de vontade nas atividades que eram prazerosas.

Dentre os principais sintomas estão: sentimentos de fracasso; incapacidade de concentração e atenção; sentir-se inferior aos outros; diminuição da auto-estima; dores sem motivos aparentes; perda ou ganho de peso; insônia; e podem até ocorrer pensamentos suicidas.

2) Transtorno Bipolar

O Transtorno Bipolar é também considerado um transtorno de humor. Nele estão presentes dois pólos opostos: a mania e a depressão. Ocorrem alterações de humor exageradas que seguem entre esses dois extremos e podem durar dias, semanas ou meses.

Nos episódios de mania, a pessoa apresenta euforia, agitação, insônia, desinibição e vontade de fazer muitas coisas ao mesmo tempo. Já nos episódios depressivos, ela se encontra triste, sem energia e vontade, e muitas vezes se isola.

3) Transtornos de Ansiedade

Quando vários sintomas ansiosos causam desconforto e comprometem a vida da pessoa, classificam-se como um transtorno de ansiedade. Existem vários tipos de transtorno de ansiedade, como por exemplo: transtorno de ansiedade generalizada (preocupação e ansiedade crônica), ataque de pânico (medo intenso associado com sentimentos de morte iminente), fobia social (medo irracional de situações de interação social), agorafobia (medo irracional de ter uma crise de ansiedade em espaços abertos e achar que não vai conseguir escapar).

Nos transtornos de ansiedade em geral há presença de sintomas como: falta de ar, palpitações, tonturas, sensação de desmaio, fadiga, enjôos, dor de cabeça, mal estar, etc.

4) Transtorno do Pânico (ou Síndrome do Pânico)

Sendo um tipo de transtorno de ansiedade, o Transtorno do Pânico é caracterizado pelos ataques freqüentes de ansiedade em circunstâncias que não dão para prever.

A pessoa tem a sensação de morte iminente, medo de perder o controle de si ou de “ficar louca”. Vem acompanhada de dor no peito, falta de ar, vertigem, calor excessivo ou calafrios, boca seca, náuses, etc. Com isso, poderá desenvolver fobias, como, por exemplo, a agorafobia e a fobia social.

Acabar com o zumbido no ouvido

5) Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT)

O Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) é um tipo de transtorno de ansiedade e caracteriza-se pela exposição da pessoa a um evento traumático, causando uma experiência muito estressante ou até ficando incapacitada após este acontecimento.

A pessoa começa a ficar irritada, se isola, tem pesadelos, sentimentos de raiva, cansaço emocional, principalmente se ela revive o trauma ocorrido.

6) Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC)

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

Considerado também um tipo de transtorno de ansiedade, o TOC, ou Transtorno Obsessivo-Compulsivo, ocorre quando pensamentos que causam sofrimento (as obsessões) fazem com que a pessoa realize repetidamente certas ações (compulsões) para se sentir melhor e reduzir a ansiedade, tendo sentimentos de medo, angústia e estresse.

A pessoa pode, por exemplo, lavar as mãos várias vezes ao pensar que vai se contaminar, ou que vai machucar alguém, checar várias vezes se trancou a porta ao sair de casa, organizar repetidamente as coisas, etc.

7) Transtornos Alimentares (Anorexia e Bulimia)

Existem diferentes tipos de transtorno alimentar. Porém, os mais comuns são a Anorexia nervosa e a Bulimia nervosa.

Na anorexia, a pessoa fica obsessiva ao controlar a quantidade de comida que ela consome. Ela se vê diferentemente do que o espelho realmente mostra, ou seja, há uma distorção da imagem corporal, e acaba restringindo a ingestão de alimentos importantes, fazendo dietas, jejuns e até exercícios físicos de forma exagerada. O pouco alimento que a pessoa come já faz com que ela se sinta desconfortável.

Na bulimia, a pessoa possui um padrão alimentar anormal, ingerindo alimentos em excesso e induzindo formas de eliminar as calorias, como, por exemplo, provocar o vômito, usar laxantes. Após isso, ela se sente triste, mal humorada e culpada por ter ingerido aqueles alimentos.

8) Esquizofrenia

A Esquizofrenia se enquadra nos transtornos psicóticos, com presença de sintomas como anomalias da percepção, da comunicação, do comportamento, da atenção, das emoções e da motricidade, isolando a pessoa de atividades sociais.

É uma doença psicopatológica grave, em que a pessoa perde o contato com a realidade. Há presença de ideias delirantes (crenças falsas) e alucihttps://biosom.com.br/blog/saude/esquizofrenia/nações (percepções falsas), e a pessoa não as reconhece como anormais. Ela pode, por exemplo, achar que tem alguém a seguindo, ouvir ou ver algo que não existe.

9) Transtorno de Personalidade Múltipla

No Transtorno de Personalidade Múltipla, a pessoa possui duas ou mais personalidades, se alternando uma de cada vez.

As personalidades criadas podem ter idade, raça, sexo ou comportamentos diferentes e cada uma tem suas próprias memórias, comportamentos e gostos, bem complexas e elaboradas.

10) Transtorno de Personalidade Anti-Social

Neste tipo de transtorno de personalidade, também chamado de psicopatia ou sociopatia, ocorre uma tendência da pessoa não interagir com a sociedade. A pessoa pode isolar-se, cometer furtos, roubos, agressões, mentir constantemente, manipular pessoas, sentir-se rejeitada, etc.

Normalmente ouvimos muitas pessoas chamando de “anti-social” aquelas que são tímidas, reservadas, que não gostam conhecer pessoas novas ou que não conseguem se encaixar em algum grupo. Isso é muito comum principalmente nas escolas entre os alunos. Porém, esse “anti-social” que a sociedade nomeia não é aquele que realmente tem o Transtorno de Personalidade Anti-Social. Esta é uma doença grave e que precisa de tratamento, principalmente de psicoterapia.

Acabar com o zumbido no ouvido

11) Transtorno por Uso de Substâncias (Abuso de Drogas)

Este transtorno engloba o abuso e dependência de drogas, que frequentemente está associado a outras patologias psiquiátricas. A pessoa perde o controle do uso da substância e sua vida vai se deteriorando gravemente.

É uma doença química e física (já que a reação química provoca dependência e as modificações físicas são perceptíveis) e uma doença interna e psicológica (onde quem usa o produto é a própria pessoa e há uma sensação de satisfação para evitar o mal estar).

No Transtorno por Uso de Substâncias é sempre importante investigar se existe outra doença mental ou se ela ocorreu por conseqüência do uso de drogas.

12) Hipocondria

A hipocondria é considerada um tipo de transtorno somatoforme, ou seja, que envolve sintomas físicos, porém não existe uma causa física.

Nesse distúrbio ocorre uma preocupação persistente e não realista de ter algum sintoma ou uma doença grave que ainda nem foi diagnosticada. A pessoa pode ter certos sintomas que para nós seriam normais, mas ela acaba os interpretando de forma errônea.

Por exemplo, ela poderá apresentar uma dor de cabeça e ter a certeza que é um tumor cerebral. Assim, a pessoa começa a apresentar sintomas de ansiedade, procura médicos repetidamente, realiza exames complexos com freqüência, podendo acarretar até uma depressão.

Veja uma psiquiatra comentando sobre os tipos de transtornos mentais no programa do Jô Soares (35:57)

Fonte:

http://www.webmd.com/mental-health/mental-health-types-illness