Saiba Tudo Sobre a Anemia

Saiba Tudo Sobre a Anemia

Anemia é uma condição em que não se tem glóbulos vermelhos saudáveis para transportar oxigênio suficiente aos próprios tecidos. A doença pode ser também causada pela deficiência de outros nutrientes, como ferro, zinco, proteínas e vitamina B12.

A anemia ferropriva, causada pela deficiência de ferro, é a mais comum e representa 90% dos casos de anemia. Isso porque, o ferro se resume ao nutriente essencial para vida que é responsável pela fabricação de células vermelhas do sangue e em transporte de oxigênio a todas as células corporais.

Os tratamentos para esta condição se resumem em tomar suplementos para realização de procedimentos médicos. É possível ser capaz de prevenir alguns tipos de anemia ao seguir uma dieta variada e saudável. Consultar um médico, caso suspeite de ter anemia, porque esta pode ser um sinal de doenças graves.

1) Quais são os principais sintomas da anemia?

Saiba Tudo Sobre a Anemia

Os sintomas variam de acordo com tipo de anemia, mas podem incluir:

  • Fadiga
  • Fraqueza
  • Pele pálida
  • Batimento cardíaco rápido ou irregular
  • Falta de ar
  • Dor no peito
  • Tontura
  • Problemas cognitivos
  • Mãos e pés frios
  • Dor de cabeça

Inicialmente, a doença pode ser tão leve que segue despercebida. Mas, os sintomas aumentam conforme a anemia piora. Procure o seu médico se estiver sentindo cansaço por razões inexplicáveis. Algumas anemias, são causadas por deficiência de ferro ou deficiência de vitamina B-12.

A fadiga tem muitas causas além da anemia, por isso, nem todo cansaço significa um estado anêmico. Algumas pessoas entendem que sua hemoglobina está baixa, quando doam sangue. Hemoglobina baixa pode ser um problema temporário remediado ao consumir mais alimentos ricos em ferro ou tomar um multivitamínico contendo ferro.

Isto pode ser também um sinal de alerta de sangramento no próprio corpo que pode estar causando a deficiência em ferro. Se for dito que, no caso, não é possível doar sangue por causa do nível baixo de hemoglobina, procure um médico.

2) Quais são as causas?

As razões da anemia pela deficiência de ferro, em relação às crianças e gestantes, são determinadas de modo básico, a ingestão insuficiente dos alimentos fontes de ferro, e/ou com baixa biodisponibilidade.

Em gestante, a doença pode ser causada também por baixas reservas de ferro pré-concepcionais e necessidade alta de mineral por causa da formação de tecidos maternos e fetais.

O problema ocorre quando o sangue não tem glóbulos vermelhos suficientes. Isto pode acontecer se:

  • O corpo não produz a quantidade necessária de glóbulos vermelhos.
  • Sangramento causa a perda dos glóbulos vermelhos mais rapidamente do que possam ser substituídos.
  • O próprio corpo destrói os glóbulos vermelhos.

O corpo produz 3 tipos de células do sangue, os glóbulos brancos para combater a infecção, as plaquetas para ajudar o coágulo de sangue, e os glóbulos vermelhos para transportar oxigênio por todo o corpo.

Os glóbulos vermelhos contêm hemoglobina, uma proteína rica em ferro que dá ao sangue a coloração vermelha. A hemoglobina permite aos glóbulos vermelhos transportar oxigênio dos próprios pulmões para todas as partes do corpo e transportar dióxido de carbono a partir de outras partes do corpo para os pulmões, para que possa ser exalado.

A maioria das células do sangue, a incluir glóbulos vermelhos, é produzida regularmente na própria medula óssea, um material vermelho, esponjoso encontrado dentro das cavidades de muitos ossos grandes. Para produzir hemoglobina e glóbulos vermelhos, o corpo precisa de ferro, vitamina B-12, folato e outros nutrientes dos alimentos consumidos.

A anemia é pode ter diversas causas como deficiência de ferro, falta de vitamina, anemia de doença crônica, a aplástica, as associadas à doença de medula óssea, as hemolíticas, a falciforme, anemia Diamond Blackfan, e outras. Dentre os vários tipos de anemia, estão os 3 principais:

  • Anemia Aplástica: esta anemia muito rara de ameaça à vida é causada por uma redução na capacidade da medula óssea de produzir glóbulos vermelhos. As causas da anemia aplástica incluem infecções, drogas e doenças autoimunes.
  • Anemias Hemolíticas: este grupo de anemias se desenvolve quando os glóbulos vermelhos são destruídos mais rapidamente do que a medula óssea pode os substituir. Algumas doenças do sangue podem causar aumento da destruição dos glóbulos vermelhos. É possível herdar uma anemia hemolítica ou é possível desenvolver isto mais tarde na vida.
  • Anemia Diamond Blackfan: trata-se de uma aplasia eritróide congênita que geralmente se apresenta na infância. E causa contagens baixas de glóbulos vermelhos, a anemia, sem substancialmente afetar os outros componentes do sangue, que são geralmente normais.

III) Existem tratamentos?

Segue abaixo os tratamentos específicos para cada tipo de anemia:

A) Anemia Aplástica: 

O tratamento para esta anemia pode incluir transfusões de sangue para aumentar níveis de glóbulos vermelhos. É possível necessitar de um transplante de medula óssea, se a própria medula estiver doente e não puder produzir células sanguíneas saudáveis.

B) Anemias Hemolíticas: 

Gerenciar as anemias hemolíticas inclui evitar medicamentos, tratar infecções relacionadas e tomar medicamentos que suprimem o sistema imunológico, o que pode estar atacando os glóbulos vermelhos.

Dependendo da gravidade da doença, uma transfusão de sangue ou plasmaferese pode ser necessária. Esta última é um tipo de procedimento de filtragem do sangue. Em certos casos, a remoção do baço pode ser útil.

C) Anemia Diamond Blackfan: 

Os corticosteróides podem ser usados para tratar este caso. Em um grande estudo de 225 pacientes, 82% inicialmente respondeu a esta terapia, embora muitos efeitos colaterais foram notados. Alguns pacientes permaneceram sensíveis aos esteróides, enquanto a eficácia diminuiu em outros.

As transfusões de sangue podem também ser utilizadas para tratar grave anemia deste tipo. Os períodos de remissão podem acontecer, durante os quais as transfusões e tratamentos com esteróide não são necessários. O transplante de medula óssea pode curar os aspectos hematológicos desta doença.

Esta opção pode ser considerada quando pacientes se tornam dependentes da transfusão porque as transfusões frequentes podem levar à sobrecarga de ferro e danos aos órgãos.

No entanto, os eventos adversos do transplante de medula óssea podem exceder aqueles da sobrecarga de ferro. Um estudo de 2007 mostrou a eficácia da suplementação de leucina e isoleucina em um paciente. Os estudos maiores estão sendo conduzidos.

IV) Veja abaixo 20 alimentos que combatem a anemia:

Saiba Tudo Sobre a Anemia

A anemia é um problema que ocorre quando os níveis de hemoglobina e hemácias no sangue estão deficientes, tendo como causa a má alimentação, que leva à falta de nutrientes importantes (principalmente o ferro).

[wd_hustle id="drconsulta" type="embedded"]

Os sinais típicos da anemia são fadiga, fraqueza, tontura, falta de apetite, dor de cabeça, falta de ar, pressão baixa, apatia, entre outros, e se não tratada corretamente pode originar desnutrição e outros problemas de saúde. Existem alimentos poderosos que ajudam a combater os efeitos da anemia no organismo.

1. Grãos integrais

Grãos integrais são carregados de fibras, ferro e vitaminas do complexo B, que ajudam a fortificar o sistema imunológico e prevenir doenças cardiovasculares, além de diminuir os indícios de um câncer intestinal. Alguns exemplos de grãos integrais são a linhaça, farelo de trigo, aveia e gergelim, que podem ser consumidos junto a lanches entre as refeições, pães integrais e batido com leite ou iogurte desnatado.

2. Ovos

Ovos são um dos alimentos mais recomendados para prevenir e combater anemias, uma vez que possuem grande quantidade de ferro, além de antioxidantes, repondo as vitaminas e nutrientes perdidos e ajudando na saúde dos ossos. Consumindo pelo menos 1 ovo por dia (de preferência cozido ou como salada), você já notará os benefícios em seu corpo.

3. Carne

As carnes (brancas ou vermelhas) também são ótimas fontes de ferro e vitamina B12, principalmente o peixe e o fígado de boi, que ajudam no crescimento e funcionamento normal dos órgãos. O ideal é consumir peixes ou carne vermelha magra pelo menos 3 vezes por semana, a fim de obter todos os seus benefícios. Dê preferência para consumi-las de forma cozida ou grelhada.

4. Castanha e nozes

Castanhas e nozes são ricas em ferro e zinco, fortalecendo a imunidade, evitando doenças cardiovasculares e oxigenando melhor as células do corpo. Você pode ingerir um punhado de castanha ou nozes todos os dias como lanche da manhã ou da tarde, conservando-os em um recipiente longe da luz (natural ou artificial) para conservar todas as suas propriedades.

5. Espinafre

O espinafre é um dos alimentos mais recomendados em casos de anemia, devido a sua grande importância em melhorar a visão, imunidade, pele, ossos, neurônios e reposição dos nutrientes perdidos. Conta com vitaminas C, B, C e E, ferro, cálcio, betacarotenos, entre outros. Pode ser consumido como salada, sopa ou refogados.

6. Maçã

Esta fruta é muito rica em ferro e outros nutrientes importantes, como cálcio, potássio e magnésio, contando também com a pectina, que controla os níveis de colesterol e melhora a circulação. A vitamina C presente realiza uma maior absorção de ferro, um dos minerais mais importantes nos casos de anemia. Uma maçã por dia já beneficia o organismo a se livrar dos males deste problema.

7. Tomate

Outra fruta essencial no tratamento de uma anemia é o tomate, que é rico em vitamina C (absorve melhor o ferro da alimentação) e E, betacaroteno e licopeno. Além de ajudar nos casos de anemia, o tomate contribui para uma pele e cabelos saudáveis. Consuma o tomate cru, em saladas, como já é de costume, em sucos naturais ou como molho (sem adição de conservantes).

8. Beterraba

É comum vermos a beterraba sendo ingerida em forma de suco batido com fígado para tratar anemias. E não é para menos, uma vez que contém alto teor de ferro em sua composição. Ela ajuda a aumentar a quantidade de hemácias (células vermelhas) do sangue, oxigenando melhor os tecidos do corpo. Pode ser então batida como suco, cozida, usada em sua forma picada ou ralada em saladas, e até como acompanhamento junto a outros vegetais.

9. Soja

A soja é grande aliada no combate à anemia, uma vez que possui grande quantidade de ferro, potássio, fósforo, magnésio, fibras e vitaminas B e K. Tem propriedades antioxidantes e não possui muita gordura, ajustando também os níveis ideais de proteína no organismo. A soja pode ser consumida até 3 vezes por semana, através do shoyu (sem adição de sódio), tofu (ingeri-lo como lanche entre as refeições), carne ou leite de soja (batido com frutas, por exemplo).

10. Laranja / limão

A laranja e o limão, assim como qualquer fruta cítrica, possuem muita vitamina C, que, como já dito anteriormente, ajuda a absorver melhor o ferro e a originar mais ferritina (proteína produzida pelo fígado e que reserva ferro). Essas frutas também possuem vitamina A, B, flavonóides, cálcio, potássio, fósforo e outros minerais, contribuindo ainda mais para repor os nutrientes perdidos na anemia. A laranja é usada em sucos e como sobremesa após as refeições; o limão também como suco e tempero para saladas e carnes.

11. Fígado

O fígado, por conter o ferro heme, é considerado um dos alimentos mais importantes para superar a anemia. Além deste tipo de ferro ele contém dois nutrientes essenciais para anemia que são folato e vitamina B12.

12. Mandioca

O ferro, mineral que contém na mandioca ajuda o corpo a formar duas importantes proteínas: hemoglobina (molécula de proteína nos glóbulos vermelhos) e mioglobina (proteína encontrada no coração) – que servem para transportar oxigênio para o corpo. Consumir folhas de mandioca ou as raízes pode ajudar a prevenir o corpo de deficiência de ferro que leva à anemia e ajuda no processo de renovação dos glóbulos vermelhos.

13. Chuchu

O chuchu garante a quantidade correta de vitamina B2 e ferro no organismo, componentes que quando estão deficientes levam a anemia. Assim, este super alimento aumenta a produção de células vermelhas (hemácias) do sangue, além de absorver mais ferro no organismo. A vitamina C também ajuda neste processo, fortalecendo o sistema imunológico contra doenças.

14. Quinoa

Para aqueles que têm dificuldade em manter-se com suas necessidades de ferro em dia, a quinoa pode ser uma grande ajuda com isso e também é uma opção mais saborosa do que tomar um suplemento de ferro. Com apenas um copo, você estará recebendo 15% do ferro necessário a cada dia. Obter bastante ferro é bom para o seu cérebro e seus músculos e irá prevenir a anemia.

15. Tigernuts

Um dos maiores causadores da anemia é a deficiência de ferro no organismo. Estudos mostram que a chufa tem maior concentração de ferro do que o leite de vaca e o fígado de boi. Esse alimento também é indicado para pessoas vegetarianas por suprir vários nutrientes que a carne possui.

16. Frutas vermelhas

Algumas frutas presentes no grupo das vermelhas – goiaba e acerola -, quando consumidas junto a uma fonte de ferro, como fígado auxiliam na absorção e fixação do ferro no organismo e, por isso, contribuem para tratar (ou evitar!) a anemia.

17. Milho

Se você está procurando os benefícios do fubá para a saúde, a prevenção da anemia é um deles. A anemia é muitas vezes causada devido à falta de vitaminas. E o fubá contém um nível considerável de ferro que é um dos minerais mais importantes que formam os glóbulos vermelhos. Se você não tem ferro, pode sofrer de anemia.

18. Frutas do mar

Os frutos do mar, principalmente as ostras, mariscos, mexilhões e lulas possuem altas taxas de ferro. As ostras podem ter, por exemplo, entre 3 a 5 mg do nutriente (rico também em zinco e vitamina B12). Outros frutos do mar que são ricos em ferro, mas em pequena quantidade são o salmão e o atum.

19. Lentilhas

As lentilhas são ricas em proteínas, cobre, vitaminas e potássio, além do ferro. Muito parecida com as propriedades do feijão, elas oferecem em torno de 6mg por copo. Os benefícios do alimento são muitos, o que inclui a redução do colesterol, a prevenção de câncer e o emagrecimento.

20. Feijão

Além da facilidade de manuseio e preparo, o feijão contém elementos que são altamente saudáveis para nosso organismo, e isso inclui o ferro. Uma xícara de feijão comum pode conter de 3 a 7mg de ferro, que podem aumentar com o acompanhamento de alimentos como a couve e o brócolis, que ajudam na absorção das propriedades deste nutriente.

V) Confira outros alimentos:

Alimentos de origem animal e vegetal possuem um grande fornecimento de ferro para o organismo. Além disso, o ferro de origem animal tem aproveitamento melhor pelo organismo.

A principal chave para tratar a anemia, é a alimentação. Veja a seguir um guia dos alimentos que você deverá consumir para combater a doença.

  • Vísceras, os miúdos, sendo exemplo coração e rim
  • Carnes de aves e peixes.

Existem também alguns alimentos que potencializam a absorção do ferro, com proveniência dos produtos vegetais, como:

  • Couve-flor.
  • Brócolis.
  • Frutas cítricas entre outros.

Mas, há determinados fatores, cálcio, taninos, fosfatos, polifenóis, que são capazes de inibir à absorção do ferro, encontrados no chá, café, cereais integrais, leite e derivados, mate. É ressaltado que o leite materno é determinado fator protetor contra anemia, pela deficiência de ferro, por causa da alta biodisponibilidade de ferro que existe.

Veja também esta reportagem (22:00):


Equipe Biosom

contato@biosom.com.br