Barriga Inchada – O que Pode Ser? Veja Causas e Remédios Caseiros

15 Principais Causas da Barriga Inchada

Já percebeu como é comum ouvir queixas sobre barriga inchada? Também conhecida como distensão abdominal, esse problema pode acontecer com qualquer pessoa. Basicamente, ocorre um aumento no tamanho da barriga, por haver excesso de substâncias como gás, sólidos ou líquidos.

Aperte o play acima e ouça a narração desse post feita pelos nossos parceiros do Vooozer.

Quando sentir esse sintoma não ignore, pois muitas vezes isso é indicação de uma doença mais grave.

Possíveis causas para a barriga inchada

15 Principais Causas da Barriga Inchada

1) Gases

O acumulo de gás no estômago e intestino, pode dar uma sensação de barriga inchada, o que não significa um aumento no volume na barriga. Pode acontecer quando consumimos alimentos como o alho, refrigerantes, feijão, brócolis, cereais, maçã e leite.

Esses alimentos demoram mais tempo para serem digeridos o que faz com que o enxofre (um tipo de gás) seja liberado. Para tratar pode-se usar um remédio chamado Dimeticona, mudar os hábitos alimentares e mastigar bem os alimentos.

2) Indigestão

É um desconforto no estômago, que surge após as refeições. Além do inchaço na barriga, pode haver dor, náusea, vômito, sensação de calor, arroto e azia.

A indigestão é resultado de comer alimentos gordurosos, beber durante a refeição, comer rápido demais ou por outras doenças graves. O tratamento pode ser feito com uma simples mudança na alimentação e medicamentos antiácidos.

3) Intolerância a glúten

É uma doença imunológica, onde o organismo tem uma dificuldade para absorver o glúten (uma proteína). O que causa uma inflamação na parede do intestino e resultam no inchaço no abdômen, dores, diarréia e irritação. Não ingerir alimentos com glúten, como trigo e aveia alivia os sintomas.

4) Sal

Seu corpo precisa dele, mas a maioria de nós ganha mais do que precisamos. Isso faz com que você segure – ou retenha – a água e pode causar problemas de saúde mais graves, como a pressão alta.

5) Carboidratos em excesso

Os carboidratos dão ao seu corpo combustível que ele pode usar rapidamente. Mas muitos ao mesmo tempo podem fazer você reter água. E quanto mais rápido os carboidratos entrarem em seu sangue, mais provável é que isso aconteça. Carboidratos simples – pão branco e doces – entram no seu sangue quase instantaneamente. Carboidratos complexos – grãos integrais, frutas e vegetais – levam mais tempo para serem digeridos.

6) Comer muito rápido

Quanto mais rápido você come, mais ar você engole. Pode levar 20 minutos para o seu estômago dizer ao seu cérebro que você está cheio, então você pode acabar comendo o suficiente para ficar inchado e desconfortável antes que seu cérebro receba a mensagem.

7) Constipação intestinal

Também conhecida como prisão de ventre, onde a pessoa tem dificuldades para evacuar. Não há uma causa definida, porém a constipação pode estar associada a outras doenças ou com o uso de certos medicamentos.

Os sintomas são barriga inchada e dura, fezes duras e esforço para evacuar. O tratamento é feito a base de medicamentos e comer alimentos que ajudam no funcionamento do intestino como o iogurte. Leia mais sobre Constipação Intestinal

6) Intolerância a lactose

Se você está se sentindo inchado e com dor abdominal, flatulência e diarreia, você poderá estar passando por uma intolerância alimentar causada pelo intestino não ser capaz de digerir certos alimentos.

Ocorre quando o organismo não consegue digerir a lactose (açúcar presente no leite e seus derivados). Podem surgir inchaço no abdômen, gases, diarréia e náusea. Pode-se evitar o problema por não consumir alimentos a base leite.

7) Frutose

Este é um tipo de açúcar e é mais difícil para o seu corpo quebrar do que outros tipos. Isso pode levar a gases, inchaço e dor. Aparece em muitos alimentos na forma de “xarope de milho rico em frutose”, e isso acontece naturalmente em alguns como frutas (especialmente frutas secas), bem como mel, cebola e alho.

8) Alimentos ricos em gordura

Seu corpo precisa dela para fazer paredes celulares, tecido nervoso (como o cérebro) e hormônios. Porém, alimentos que são ricos em gordura, como um hambúrguer e uma porção de batata frita, podem causar problemas gastrointestinais. Enquanto algumas gorduras são ótimas para o seu intestino, como o ômega-3 encontrado em peixes ou nozes, essas gorduras não interagem com o seu corpo da mesma maneira. Alimentos como fast food geralmente contêm altos níveis de gordura trans que causam uma resposta inflamatória no corpo, causando o inchaço.

9) Doença celíaca

É quando o seu corpo responde ao glúten – uma proteína do trigo, cevada, centeio e muitos alimentos pré-embalados – atacando o revestimento do intestino (parte do sistema digestivo). Pode causar diarreia, perda de peso, dor na área da barriga e muito gás, o que pode fazer você se sentir inchado.

10) TPM – Tensão Pré Menstrual

A TPM inicia 11 dias antes do ciclo menstrual da mulher e causa inchaço na barriga devido à maior retenção de líquidos nesse período. Também pode apresentar cólicas, estresse, vontade de comer doces, irritação e cansaço.

O alívio dos sintomas ocorre após o inicio da menstruação, mas podem ser usados remédios como Fluoxetina para diminuir o estresse. Leia mais sobre TPM – Tensão Pré Menstrual

11) Estresse

Estresse e ansiedade perturbam o equilíbrio de hormônios e neurotransmissores que desempenham papéis importantes na digestão normal. Como resultado, a comida não é digerida adequadamente, levando à criação de gás e inchaço. Ansiedade também aumenta a velocidade da respiração, o que faz com que você engula mais ar do que o normal. Certos hábitos relacionados ao estresse podem aumentar a probabilidade de inchaço, como tomar bebidas cafeinadas e mascar chicletes.

12) Medicação

Certos medicamentos podem resultar em distúrbios estomacais que levam a gases e inchaço, particularmente aspirina, antiácidos e a pílula anticoncepcional combinada.

13) Hérnia

É basicamente um nódulo no abdômen causado pela invasão de parte dos órgãos internos. Os sintomas são o inchaço ou saliência, dor, sangue nas fezes e vômitos. O tratamento é por meio de cirurgia.

14) Ascite (Barriga d’ água)

Excesso de líquido na cavidade abdominal. Pessoas que tem cirrose hepática, problemas no fígado, insuficiência renal são mais propensas a ter ascite. Os sintomas são distensão abdominal, barriga dura, perda de apetite, vômitos e dores. No tratamento usam-se diuréticos para estimular a vontade de urinar, antibióticos e exclusão do sal na dieta.

15) Síndrome do intestino irritável

É um distúrbio crônico que afeta o bom funcionamento do intestino. Pode causar barriga inchada, diarréia, gases, constipação e dores. Mudanças na alimentação e medicamentos para os sintomas específicos estão entre os tratamentos.

Acabar com o zumbido no ouvido

16) Pancreatite aguda

É uma inflamação no pâncreas, que causa inchaço no lado esquerdo do abdômen, dor, gases, icterícia e má digestão. Para tratar usam-se medicamentos como analgésicos.

17) Obstrução intestinal

Caracteriza-se por um bloqueio no intestino que dificulta a passagem de comida e líquidos. Esse bloqueio pode ser o resultado tanto de cicatriz de uma cirurgia no intestino, como também de tumores e hérnias.

Além de inchaço agudo no abdômen, podem ocorrer cólicas, gases, vômito, diarréia e perda de apetite. A procura médica deve ser imediata e o tratamento é com cirurgia nos casos mais graves ou medicamentos.

18) Cisto no ovário

Cisto é uma bolha com acúmulo de líquidos no ovário, geralmente é benigno e desaparece sozinho. Quando ocorre o crescimento do cisto pode causar inchaço na barriga, sensação de peso e dores. O tratamento depende da situação do paciente como idade e sintomas, mas o ideal é que se faça o monitoramento com ultrassom.

19) Gravidez

Apesar ser uma causa óbvia, a gravidez provoca um inchaço localizado abaixo do umbigo devido à facilidade de acumular líquidos e a expansão do útero. Também pode ocorrer inchaço em outras partes do corpo como tornozelos, pernas e mãos. Se houver aumento dos seios, cólica abdominal e atraso na menstruação há grandes chances de ser gravidez.

20) Mioma uterino

É um tumor, mas não tem associação com câncer e pode surgir em qualquer idade. Não há uma causa definida e muitas vezes não apresenta sintomas. Caso ocorram os sintomas estes são inchaço na barriga, devido a prisão de ventre, grande fluxo de sangue durante a menstruação e dificuldade para esvaziar a bexiga. Para o tratamento faz-se uma avaliação de cada caso e é preciso ter o acompanhamento médico.

21) Giardíase

É um parasita que causa uma infecção no intestino. Os sintomas são barriga inchada, gases, cólicas, vômito e diarreia. É comum encontrar a giárdia em lugares sem saneamento básico e em água contaminada. O tratamento é feito com remédios para matar o verme.

Veja este que vídeo que fala sobre os 5 alimentos poderosos para acabar com o inchaço

O que fazer?

Agora que você sabe as causas, procure imediatamente um médico quando:

  • O inchaço na barriga aumentar sem ter nenhuma melhora
  • Se não conseguir comer ou beber por mais de 8 horas
  • Se além do inchaço houver outros sintomas, como febre
  • Se tiver diarreia e sangue nas fezes

Veja abaixo os médicos responsáveis pelo diagnóstico de barriga:

  • Gastroenterologista
  • Endocrinologista
  • Urologista
  • Clínico geral
  • Infectologista.

Prevenção para barriga inchada

  • Beber muita água
  • Fazer atividade física
  • Evitar consumir alimentos muito gordurosos
  • Comer de 3 e 3 horas

Veja também este infográfico com as 15 principais causas da barriga inchada:

Remédios Caseiros para Barriga Inchada:

Mas o que você pode fazer para se livrar do gás e ter certeza de que ele não ficará preso em seu estômago? Antes de ir à farmácia para comprar medicamentos, dê uma olhada nos seguintes remédios caseiros naturais.

1) Coma devagar

Tente evitar hábitos alimentares que causam a ingestão de excesso de ar, como goma de mascar, usar canudinhos, fumar e conversar enquanto come. Sempre se certifique de comer devagar e mastigar bem a comida para facilitar a digestão do corpo e evitar grandes lacunas entre as refeições. Além disso, evite comer frutas logo após uma refeição, pois elas são formadoras de gás e provavelmente aumentarão o inchaço.

2) Evite alimentos salgados

Comer em excesso é uma das causas mais comuns de gases e inchaço. Limite o seu consumo de alimentos gordurosos, picantes ou salgados, tanto quanto possível. Os carboidratos podem fazer com que o corpo retenha água, portanto, devem ser evitados à noite para evitar uma barriga inchada pela manhã.

3) Coma alimentos ricos em potássio

O inchaço nem sempre é causado pelo excesso de gás. Em certos casos, pode ser desencadeado pela ingestão elevada de sódio (sal), o que aumenta a retenção de líquidos ao redor da barriga. O potássio ajuda a combater os efeitos do sódio, por isso coma alimentos ricos em potássio diariamente para ajudar a equilibrar os níveis de fluidos no corpo. Boas fontes de potássio incluem bananas, mangas e espinafre.

4) Reduza alimentos causadores de gases

Certos alimentos saudáveis também podem aumentar o risco de inchaço. Enquanto estes não devem ser evitados completamente, vale a pena comê-los com moderação para reduzir o inchaço. Eles incluem feijão, cebola, brócolis, repolho, couve-flor, pêssegos, ameixas secas, lentilhas e milho.

5) Coma gengibre

O gengibre estimula o esvaziamento do estômago e acelera a digestão. A raiz acalma e relaxa os músculos intestinais e reduz os espasmos. Basta adicionar o gengibre às refeições ou tomar um suplemento diário de gengibre.

6) Tome probióticos

Um desequilíbrio de bactérias boas e más no trato digestivo é uma causa comum de inchaço, juntamente com constipação, diarreia e flatulência. Probióticos são boas bactérias que produzem enzimas para melhorar a digestão de alimentos problemáticos, como amido e laticínios.

7) Prepare-se para cada ciclo menstrual

Para muitas mulheres, o ciclo menstrual mensal causa retenção de líquidos e inchaço, entre outros sintomas. Foi demonstrado que uma combinação de cálcio e magnésio alivia o inchaço associado à TPM, portanto, assegure-se de obter o suficiente antes do início de cada ciclo.

8) Exercício diário

A inatividade é uma causa comum de inchaço, por isso, tente manter-se ativo todos os dias. Uma simples caminhada de 20 minutos após o almoço pode fazer com que a comida se mova pelo trato digestivo e evite o acúmulo de gás. Suar também ajuda a liberar fluidos. Se você é novato em exercícios ou recentemente intensificou seu regime, pode descobrir que os treinos provocam inchaço. No entanto, o inchaço pós-treino deve desaparecer depois de algumas semanas, enquanto o corpo se ajusta à nova rotina.

9) Beba muita água

Quando o corpo está desidratado, ele começa a reter água, o que pode fazer com que o estômago inche. Certifique-se de beber pelo menos 2 litros de água por dia para eliminar as toxinas que podem causar inchaço e constipação. Chás de ervas também podem ser benéficos, mas você deve evitar bebidas com gás que provavelmente acentuam o problema.

10) Consuma hortelã-pimenta

As folhas de hortelã-pimenta contêm óleo de mentol, que age como um antiespasmódico para relaxar o trato digestivo e ajudar a passagem de comida e ar pelo estômago.

11) Converse com o médico

No entanto, sob nenhuma circunstância você deve parar de tomar os medicamentos prescritos sem procurar orientação médica. Se o inchaço for causado por eles, converse com seu médico para discutir quaisquer alternativas em potencial.

12) Cominho

Por séculos, o cominho, que também é conhecido como cominho persa, serviu como um remédio para liberar o gás aprisionado no estômago. Se você estiver ficando inchado, simplesmente mastigue um pequeno punhado de sementes de cominho.

13) Camomila

A camomila é conhecida há muito tempo por suas propriedades relaxantes e sedativas. A erva funciona principalmente para aliviar o gás intestinal, diarreia, dores de estômago, azia crônica, perda de apetite, náuseas, vômitos e enjoo. Um estudo descobriu que a camomila é particularmente útil para se livrar do gás, aliviar as cólicas estomacais e “empurrar” os alimentos pelo intestino.

14) Cúrcuma

Açafrão contém curcumina que é popular por suas propriedades anti-inflamatórias. A pesquisa descobriu que é particularmente útil para aliviar os sintomas de indigestão, incluindo o excesso de gases. Um estudo concluiu que 87% dos pacientes relataram que seus sintomas diminuíram após sete dias.

15) Canela

A canela é uma especiaria popular e deliciosa conhecida por suas propriedades medicinais. A canela pode ser útil para aliviar o inchaço devido aos seus altos níveis de antioxidantes que têm uma potente atividade anti-inflamatória. Este tempero também pode reduzir a pressão no abdômen, incentivando a passagem do gás, aliviando assim o inchaço.

16) Carvão Ativado

O American Journal of Gastroenterology concluiu que o carvão ativado é um remédio eficaz para prevenir o gás intestinal que ocorre como resultado de uma refeição que produz gás. Carvão ativado pode ser comprado na forma de suplementos.

Chás para Aliviar o seu Inchaço:

Se você acabou de comer uma porção de fatias de pizza e ficou inchado, felizmente, existem muitos chás, que podem ajudar com o inchaço, não importa qual seja a causa – e segundo a ciência, as mulheres naturalmente incham mais do que os homens.

Aqui estão os sete chás para aliviar seu inchaço:

1 – Chá de erva-doce

Há óleos redutores de gás na erva-doce que podem ajudar seu estômago a lidar com qualquer tipo de alimento causador de inchaço, como vegetais crucíferos, frango frito gorduroso ou um enorme prato de massa. Acrescente algumas sementes de erva-doce esmagadas ou inteiras em água a ferver durante 10 minutos e depois desfrute.

2 – Chá de gengibre

Esta poderosa erva contém compostos que relaxam os músculos intestinais e reduz a inflamação, o que é exatamente o que você precisa para se livrar do gás e inchaço. Coloque várias fatias finas de gengibre fresco em um copo de água fervente, cubra-o e deixe em infusão por cerca de 10 minutos. Um toque de mel certamente não faria mal.

3 – Chá de hibisco

O chá de hibisco não é apenas uma coisa bonita de se ver, mas tem compostos como flavonoides que afetam o hormônio que regula o equilíbrio entre água e eletrólitos. Sua barriga será muito menos propensa a armazenar todos os fluidos indesejados, se você tomar uma boa xícara de chá de hibisco.

4 – Chá de camomila

Tradicionalmente, o chá de camomila é servido no final de uma noite, pois serve para ajudá-lo a adormecer em um sono tranquilo. Mas também é um remédio natural para acalmar o seu estômago inchado. A camomila naturalmente tem propriedades anti-inflamatórias, de modo que sua barriga inchada não terá a menor chance. Você pode comprar saquinhos de chá de camomila em qualquer mercearia básica.

5 – Chá de limão

Algumas fatias de limão fresco em água quente podem fazer maravilhas para sua barriga inchada. Há um componente do óleo da casca, que afasta qualquer retenção de água ou flatulência que você possa estar lidando. Limão tem sido usado para fins diuréticos e medicinais por um longo, longo tempo, então você pode também tentar dar uma olhada e ver se funciona para você.

Acabar com o zumbido no ouvido

6 – Chá de hortelã

De acordo com a Universidade de Maryland Medical Center, hortelã-pimenta é o antídoto perfeito para o inchaço, uma vez que ajuda o seu aparelho digestivo se livrar de seu gás acumulado. Acrescente algumas folhas de hortelã fresca da sua horta medicinal em água fervente ou use alguns saquinhos de chá de hortelã.

7 – Chá de cominho

Você pode até não ter sementes de cominho na sua despensa, mas se você é o tipo de pessoa que sofre de inchaço, você pode querer estocar. As sementes de cominho são antimicrobianas e possuem propriedades carminativas, que reduzem o inchaço e ajudam o intestino a encontrar alívio. Esmague algumas sementes em uma xícara de água fervente e deixe em infusão por alguns minutos antes de tomar um gole.

Como Tratar o Inchaço do Estômago e Retenção de Água

Retenção de água e inchaço do estômago são dois sintomas desconfortáveis que todos experimentam de vez em quando. Suas causas variam de síndrome pré-menstrual a uma dieta pobre em nutrientes, mas a solução é a mesma. Uma simples mudança no estilo de vida é tudo o que é normalmente necessário para combater o inchaço e a retenção de líquido.

Passo 1

Informe o seu médico sobre seus problemas com inchaço e retenção de líquidos. A retenção de líquidos ocasional ou relacionada à TPM e o inchaço do estômago são normais, mas o inchaço frequente ou inexplicável pode ser um sinal de outra condição médica que requer atenção do médico.

Passo 2

Reduza sua ingestão de sódio, pois muito sal pode causar retenção de água. Use ervas e especiarias para dar sabor às suas refeições, em vez de sal de cozinha, e tente minimizar sua ingestão de alimentos embalados e processados, incluindo sopas enlatadas, refeições congeladas e condimentos, que geralmente têm muito sódio. Quando você comer alimentos embalados, procure variedades com baixo teor de sódio.

Passo 3

Elimine álcool e açúcar de sua dieta, tanto quanto é razoável, uma vez que ambos contribuem para o inchaço e retenção de líquidos, relata a Universidade de West Virginia. Além dos doces, atente para o açúcar em molho de churrasco, cereais, geleia, suco, granola e iogurte com sabor.

Passo 4

Beba pelo menos oito copos de água todos os dias. Beber água pode realmente ajudar o seu corpo a eliminar a água extra que está retendo, já que a água é um diurético natural. Baixe aplicativos que lhe avisarão quando beber.

Passo 5

Aumente sua ingestão de alimentos ricos em água, como frutas e legumes. Todas as frutas e legumes são ricos em água, mas melancias, laranjas e pepinos são particularmente úteis na redução da retenção de líquidos.

Passo 6

Uma das maneiras mais fáceis de esvaziar sua barriga é cortar as bebidas com gás, como refrigerantes e substituí-las por água com sabor; coloque um limão ou pepino para dar um pouco de sabor.

Passo 7

Evite adoçante.

Passo 8

Tome um banho com sal Epsom

Relaxar em qualquer banheira é sempre bom e acrescentando duas xícaras de sal Epsom pode ajudar a esvaziar sua barriga de forma mais eficaz, puxando o excesso de água do seu corpo. Para evitar a desidratação, só faça esse ritual uma vez por semana.

Passo 9

Corte a ingestão de alimentos por sete horas ou oito horas durante a noite e adie o café da manhã um pouco mais para o dia. Certifique-se de ter pelo menos 12 horas entre a sua última refeição à noite e sua primeira refeição pela manhã. Você vai dar tempo ao seu sistema digestivo para se recuperar e esvaziar sua barriga rapidamente. Jejum intermitente é sempre bom para o corpo e digestão.

Passo 10

Quebre seu jejum com proteína

Depois de ter despertado sua digestão, comece o dia comendo proteína. Todos nós ficamos distraídos ou ocupados durante o dia, mas um início com proteína evitará surpresas inesperadas no meio da manhã ou no início da tarde que nos levam a procurar açúcar, cafeína ou uma carga de carboidratos para um impulso rápido. Adicione um shake de proteína ou ovos cozidos e waffles de manteiga de amendoim.

Passo 11

Coma melão, abacaxi e mamão

O melão tem uma propriedade diurética que combate a retenção de água, enquanto que o abacaxi e o mamão contêm enzimas que auxiliam na digestão e quebram as proteínas que geralmente causam inchaço. Faça um suco ou salada de frutas como lanche da tarde.

Veja também o vídeo que mostra as dicas caseiras para desinchar a barriga inchada (1:13):

Fontes:

https://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/003122.htm

https://www.webmd.com/digestive-disorders/ss/slideshow-bloating-reasons

https://www.simplysupplements.co.uk/healthylife/digestive-disorders/remedies-for-a-bloated-stomach

https://www.collective-evolution.com/2016/12/09/10-natural-home-remedies-for-stomach-gas-bloating/

https://hellogiggles.com/lifestyle/health-fitness/teas-ease-bloating/

https://www.livestrong.com/article/335543-how-to-treat-stomach-bloating-water-retention/

http://home.bt.com/lifestyle/health/diet/deflate-your-tum-13-natural-ways-to-get-a-flat-belly-fast-11364051771288


Equipe Biosom

contato@biosom.com.br