Coceira no Ânus: O que pode ser? Veja as 5 Principais Causas e Como Aliviar!

5 Causas mais Comum de Coceira no Ânus

A coceira no ânus, também conhecida como prurido anal, é muito comum e pode ocorrer dentro ou em torno do ânus. Na maioria das vezes, é muito intensa, por isso, vem acompanhada de um forte desejo de coçar, o que causa uma sensação desconfortável e muito embaraçosa.

Aperte o play acima e ouça a narração desse post feita pelos nossos parceiros do Vooozer.

Caso a coceira seja persistente e duradoura, procure um especialista. Com o tratamento e tomando medidas adequadas, a maior parte das pessoas conseguem ter o alívio completo.

Possíveis sintomas de coceira no ânus

A coceira pode ser associada com a vermelhidão, ardor e dor. A irritação pode ser temporária ou persistente, isso varia dependendo da causa. A maioria dos casos de prurido anal, não necessitam de cuidados médicos. Veja abaixo alguns sintomas:

  • Prurido anal grave ou persistente
  • Sangramento anal
  • Parecer de infecção do ânus
  • Não sabe o que está causando a coceira persistente

O que precisamos saber, é que a coceira persistente pode ser relacionada à problema de pele ou algum problema de saúde, podendo necessitar de tratamentos médicos.

O que pode causar a coceira no ânus?

Algumas alternativas que podem causar a coceira no ânus:

  • Alimentos contaminados: É importante se alimentar em lugares higiênicos. Alimentos estragados e contaminados podem gerar parasitas intestinais, tais como, giardia, vermes e lombrigas no intestino que saem à noite e põem milhões de ovos na pele do ânus. Os ovos causam coceira insuportável. É importante tomar cuidado com comidas cruas, como carne de pouco e peixe cru que são os alimentos que mais criam parasitas no intestino.
  • Higiene pessoal: Sua rotina com seus cuidados com a pele podem incluir produtos ou comportamentos que irritam a pele, por exemplo, excesso de lavagem, pouca lavagem, uso de sabonete, lenços umedecidos ou papel higiênico com perfumes e corantes. Tudo isso pode desenvolver lombrigas no intestino causando coceira no ânus.
  • Infecções: as infecções sexualmente transmissíveis podem causar coceira no ânus. O oxiúro pode causar um persistente prurido anal e outros parasitas também. Existem infecções de levedura, geralmente afetam as mulheres.
  • Problemas de pele: alguns casos podem ser o resultado de problemas de pele específicos, como psoríase e dermatite de contato.
  • Outras doenças: essas outras condições médicas podem ser diarréia, hemorróidas, tumor anal e reto e por fim problemas que afetam o corpo inteiro, como diabetes.

A coceira no ânus pode ser verme? 

O oxiúros é o parasita responsável pela coceira anal, apresentando sintomas como enjoo, irritabilidade e o intenso incomodo principalmente durante a noite. A atenção deve ser redobrada em meninas e mulheres, uma vez que o verme pode causar contaminação vaginal acarretando possivelmente na infertilidade.  

Semelhante à um fio ou agulha, os oxiúros chegam a medir cerca de 1cm de comprimento, habitando o intestino e o peri anal, acarretando na tão incomoda coceira. O indivíduo contaminado com o parasita tente a contaminar pessoas próximas e, por esse motivo, todos devem seguir o tratamento por igual.  

Durante a noite os vermes tendem a sair para colocar ovos na entrada do ânus, causando a coceira noturna. Uma boa dica é aplicar um pequeno pedaço de fita adesiva na região anal e observar se nela ficaram grudados os parasitas. Caso sim, iniciar imediatamente o tratamento.  

Em caso de atendimento médico, provavelmente as recomendações serão a ingestão de mebendazol ou albendazol, remédios para eliminação dos vermes. Algumas opções caseiras também podem ser indicadas, como ingestão de vinagre de maçã ou óleo de coco. Falaremos mais sobre o tratamento a seguir. 

Acabar com o zumbido no ouvido

Quais são os métodos de tratamento?

O tratamento varia de acordo com a causa da coceira no ânus. Algumas medidas tomadas de autocuidado são creme anti-coceira sem prescrição médica ou tratamento de uma infecção ou hemorróidas.

Se os sintomas forem mais agressivos no período noturno, pode ser recomendado um anti-histamínico oral ou um creme anti-coceira. É importante procurar um especialista se a coceira for prolongada, muitas pessoas conseguem experimentam o alívio da coceira.

Existem alguns tratamentos caseiros. Se você tem coceira no ânus, tente as recomendações abaixo:

  • Medicamentos: Existem vários medicamentos de venda livre ou com prescrição em vários formatos, como gel, pomada, creme, comprimido e supositório para o tratamento deste problema. Às vezes, são recomendados anestésicos locais para proporcionar alívio temporário. Porém, estes medicamentos não podem ser usados por um longo tempo. Se é presente inchaço junto com a coceira, podem ser aplicados medicamentos vaso-construtores que ajudam a reduzir a dor, inchaço e coceira.
  • Higiene-se suavemente: depois de fazer a evacuação no banheiro, limpe a área do ânus com água ou sabão neutro. Use bolas de algodão úmido ou uma pequena garrafa de água, de preferência aquelas que espirram água. Nunca esfregue, o objetivo é manter a área limpa e sem irritação na pele.
  • Seque completamente: após fazer a higiene, suavemente seque a área com papel higiênico ou toalha. Talco não medicados pode ajudar a manter a área seca. Outra alternativa é colocar uma bola de algodão umedecido ou seco contra o ânus, isso ajuda a absorver a umidade, substitua quando for necessário.
  • Não coce: ao coçar vai irritar mais a pele e causar uma inflamação duradoura. Pode-se aplicar uma compressa fria ou tomar um banho na temperatura morna para aliviar a coceira. Use luvas quando for dormir, assim evitaria os arranhões enquanto dorme.
  • Roupas: use roupas íntimas largas e de algodão, isso ajuda a manter a área seca. É bom evitar o uso de meia-calça e outras peças parecidas.
  • Evite substâncias irritantes: banhos de espuma, sabonetes perfumados, produtos de hamamélis e outros itens podem causar irritação na área. Evitar ou até cortar café, álcool, frutas cítricas, chocolates, alimentos picantes e alimentos que podem causar diarreia.
  • Pomadas: aplique pomada ou gel. Proteja a pele da umidade passando uma fina camada de óxido de zinco ou vaselina.
  • Manter a evacuação regular: caso as fezes sejam moles ou tenha uma alta frequência de evacuações, podem ser um problema. Se for o caso, adicione fibras ou suplemento de fibras na sua dieta.

Lista de alguns medicamentos:

  • Adstringentes como calamina, hamamélis e óxido de zinco
  • Analgésicos como mentol e cânfora
  • Anti-sépticos
  • Cortisona tópica
  • O Quadriderm ® é uma medicina que contém um antibiótico (gentamicina) e cortisona (besometasone).

Sempre consulte um médico antes de usar qualquer medicação. Isso ajuda a descobrir e tratar as doenças que podem causar coceira anal.

Remédios caseiros para coceira no ânus

Na maioria dos casos, por não ser necessário acompanhamento de um especialista, o prurido anal possui medicamentos e tratamentos caseiros. Confira algumas opções:

1) Vinagre de maça:

Indicado para inúmeros tratamentos, o vinagre de maça ajuda a equilibrar o pH da pele e combater a proliferação de parasitas, aliviando a coceira. Pode-se aplicar o produto direto na região anal com o auxílio de uma gaze ou algodão, misturar dois copos do vinagre com água em um recipiente grande e realizar banhos de assento ou ainda ingerir duas colheres de sopa diluídos em um copo d’agua de duas a três vezes ao dia.

2) Óleo de coco:

outro item utilizado em inúmeros tratamentos para saúde ou beleza, o óleo de coco é ótimo para aliviar a coceira, infecções ou condições causadas pela psoríase ou a dermatite, além de agir como anti-inflamatório. Para utilizar, basta aquecer uma pequena quantidade no micro-ondas, umedecer a gaze ou algodão e aplicar levemente na área afetada de 2 a 3 vezes ao dia. Ingerir de 2 a 3 colheres de sopa do óleo ao dia, também pode ser efetivo na maioria dos casos.

3) Banhos de assento com plantas:

Agindo diretamente na região afetada, os banhos de assento com plantas medicinais como camomila, hamamélis, malva ou sálvia são efetivos na maioria dos casos, aliviando consideravelmente a coceira no ânus. Neste caso, basta encher um recipiente grande com água morna e adicionar a infusão das plantas. Fique “de molho” na mistura de 10 a 15 minutos. Após, seque muito bem a área, evitando qualquer resquício de umidade.

4) Babosa:

Recomendada para hemorroida, a babosa é uma das melhores opções para alívio da coceira no ânus. Basta extrair o gel da planta e aplicar diretamente na região anal, deixar por alguns minutos e lavar muito bem com água  e sabão neutro. Lembre-se de secar muito bem a área e repetir o procedimento de 2 a 4 vezes ao dia.

Recomendações gerais 

Além dos medicamentos naturais citados para o alivio do prurido anal, separamos alguns conselhos e recomendações para um tratamento efetivo. 

Acabar com o zumbido no ouvido
  • Evite coçar o local, uma vez que as unhas podem causar machucados e aumentar o risco de infecções; 
  • Procure lavar a região anal de 2 a 3 vezes ao dia com sabão neutro e água morna; 
  • Evite utilizar produtos de higiene com álcool, perfume e corantes; 
  • Seque bem a área sempre com toalha limpa, bolas de algodão ou papel higiênico suave; 
  • Procure usar roupas íntimas de algodão e troca-las a cada banho; 
  • Evite alimentos gordurosos, álcool, cafeína, açúcares, etc. 
  • Consuma fibras e beba bastante água; 

Como prevenir?

Para prevenir possível proliferações de parasitas e consequentemente a incomoda coceira no ânus, é importante saber como se prevenir.  

1) Alimentação:

Inclua alimentos como frutas e legumes em sua dieta, além de opções ricas em fibras. Evite principalmente a ingestão de carnes cruas como de porco ou peixe. Redobre a atenção para refeições feitas em locais de procedência duvidosa. 

2) Líquidos:

Beba muita água e mantenha-se sempre hidratado. Principalmente se um dos sintomas apresentados é diarreia crônica ou evacuação muitas vezes ao dia. O mesmo cuidado deve ser tomado em casos de prisão de ventre. 

3) Higiene em ordem:

Recomenda-se tomar 2 banhos ao dia, sem cometer excesso de higiene na região anal. Utilize sabonetes neutros ou com pH equilibrado, além de manter a área seca. 

4) Cuide das roupas:

Prefira roupas íntimas de algodão e troque-a a cada banho. Lave-as com sabão neutro e passe com ferro antes de guarda-la no armário. Os mesmos cuidados devem ser tomados com roupas de cama e toalhas de banho, principalmente quando compartilhadas com outros indivíduos. 

5) Evite ficar sentado:

Caso permaneça muito tempo sentado em uma mesma posição, inclua almofadas próprias para evitar possíveis inflamações como hemorroidas 

Prevenções em caso de infestações por vermes 

Em caso se infestações e contaminações por vermes como oxiúros, deve-se seguir as seguintes recomendações: 

  • Procure auxílio de um especialista sempre que o prurido anal persistir por mais de duas semanas ou apresentar sintomas graves como sangramentos, fissuras, ardência ou dor; 
  • Evite ingestão de chocolate, álcool, tabaco e afins durante o tratamento; 
  • NÃO ingerir medicamentos sem prescrição ou acompanhamento médico. 

Fontes:

http://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/anal-itching/basics/lifestyle-home-remedies/con-20023539


Equipe Biosom

contato@biosom.com.br