Como é Conviver com um Parceiro HIV Positivo Quando Você é HIV Negativo?

Como é Conviver com um Parceiro HIV Positivo Quando Você é HIV Negativo?

Ser soropositivo ao HIV não é mais uma sentença de morte automática. Na verdade, a medicina fez grandes avanços, permitindo que as pessoas tenham uma vida normal. Porém e se você for negativo e seu parceiro HIV positivo? É crucial ter conhecimento sobre a doença e opções individuais de terapia para lidar melhor com essa situação.

A) O que o parceiro HIV negativo precisa fazer?

Os parceiros HIV negativos podem reduzir o risco de transmissão com uma profilaxia pré-exposição diária (PrEP). Se você está se perguntando: “O que é a PrEP?” é uma mistura de um medicamento antirretroviral que impede o vírus de se replicar e usado regularmente, reduz a transmissão em pelo menos 92%. É recomendado para aqueles que têm vários parceiros ou um parceiro HIV positivo. A PrEP raramente causa efeitos colaterais, embora algumas pessoas experimentem algumas náuseas menores que diminuem após três semanas.

Aqueles que usam precisarão de um teste de função renal para garantir que possam lidar com a medicação. Tenha em mente que a PrEP não protege contra o e outras IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis) e não é um substituto para os métodos de contracepção de barreira.

B) Além dos testes regulares de HIV, você também deve fazer para:

  • HPV – se você é mulher, faça Papanicolaou ou Preventivo.
  • Herpes simplex – se você é de alto risco ou tentando engravidar.
  • Chlamydia e Gonorreia – que requerem amostras de urina. Estes são facilmente tratados.
  • Hepatite 
  • Sífilis e tricomoníase – que são testados com uma amostra, esfregaço ou exame de sangue.

C) O que o parceiro HIV positivo pode fazer?

Se o parceiro HIV positivo regularmente toma os medicamentos, isso ajuda manter a carga viral no corpo mais baixa, o que diminui as chances de que o vírus se espalhe para o parceiro. A terapia antirretroviral altamente ativa (HAART) é um coquetel de medicamentos que impedem o HIV em vários pontos, diminuindo o número de mortes. Este tratamento transformou a em uma doença crônica em vez de uma potencialmente fatal.

Quanto mais você sabe sobre a doença, mais você pode combater o preconceito. Se você é soropositivo, informar seus entes queridos é um excelente começo para mudar as atitudes nocivas em relação a esta doença. Obter apoio de amigos, familiares, colegas ou profissionais é importante.

D) Precauções:

  • Nenhum dos parceiros deve ter outra IST porque isso pode aumentar as taxas de transmissão.
  • Os contraceptivos de barreira tornam-se ineficazes se estiverem expostos a lubrificantes à base de óleo. Apenas devem ser utilizados lubrificantes à base de silicone e à base de .
  • Ao fazer devem ser utilizados preservativos.
  • Se forem usados ​​brinquedos de qualquer tipo, lave-os sempre com água e sabão após cada uso. Os brinquedos de silicone são muitas vezes os mais fáceis de limpar – eles podem ser fervidos ou jogados na máquina de lavar louça.
  • Ver um profissioal também pode ajudar a lidar com os medos sobre a morte de seu parceiro.
  • Evite um relacioameto abusivo por uma das partes; sempre coversem sobre o que é melhor para o casal.

Fontes:

http://positivemed.com/2017/07/26/living-hiv-positive-partner-youre-hiv-negative/

http://goaskalice.columbia.edu/answered-questions/falling-love-person-who-hiv-positive

Equipe Biosom

contato@biosom.com.br