O que é dermatose?

A é um termo utilizado para todo e qualquer tipo de doença relacionadas a alterações na pele, unha ou cabelo, devido a algum tipo de agente nocivo ao corpo humano.

Portanto, a dermatose abrange um grande número de doenças e problemas que possuem uma relação direta com a pele e com consequências totalmente diversificadas.

O termo é facilmente confundido com outro tipo de doença bastante comum: a . O fato ocorre devido a semelhança que possuem no nome e a o que se refere, já que a dermatite está relacionada com doenças de origem inflamatória.

I) Quais são os tipos de dermatose?

dermatose

A dermatose pode alterar qualquer camada da pele desde a epiderme até o tecido subcutâneo, as alterações mais comuns são:

  • Mácula: Mudança de cor que a pele pode contrair.
  • Pápula: Pequena elevação na pele.
  • Nódulo: Pequeno galo na pele.
  • Placa: Parte da pele ressecada e sujeita a descascar.
  • Bolhas: Bolhas em regiões do corpo, geralmente compostas por fluido.
  • Pústulas: Protuberâncias composta por pus.
  • Erupção: Lesões avermelhadas na pele causadas por inflamação

II) As principais doenças que podem ser classificadas como dermatose?

Como já dito, a dermatose é comumente confundida com a dermatite que também envolve doenças na pele, mas se priva as que são causadas por algum tipo de inflamação, reação alérgica ou , tais como a , eczema e urticária. Porém, o termo dermatose também é utilizado para se referir a dermatite, já que engloba todos os tipso de doenças cutâneas.

Abaixo apresentamos as principais e mais comuns condições e doenças que podem ser classificadas como dermatose:

1) Impetigo

O impetigo é uma infecção que ataca a epiderme, é causada por bactérias como Streptococcus pyogenes ou Staphylococcus aureus. A doença é classificada por dois tipos: as bolhosas e as não-bolhosas.

As infecções bolhosas costumam afetar por meio da formação de bolhas finas na região da face, axilas e tronco. Já as não-bolhosas são responsáveis em gerar múltiplas lesões no rosto ou em qualquer área em que haja uma quebra de barreira na defesa natural da pele. Inicialmente ela se manifesta por meio de pequenas pústulas que se agravam conforme o tempo.

2) Acne

A acne também é considerada uma dermatose, ela é desencadeada quando os folículos pilosos (estrutura dérmica responsável pela produção dos pelos) são tapados por sujeira excessiva ou células mortas, ou também pode ser causada simplesmente pelo excesso de hormônio, por isso afeta grande parte dos jovens que passam pela puberdade.

Geralmente ela se manifesta por meio da formação de cravos e espinhas compostos por pus ou caroços que provocam vermelhidão.

3) Melanoma

O é um tipo grave de de pele, ele ocorre quando as células que são responsáveis pela pigmentação tornam-se cancerosas, desencadeando assim o surgimento de pintas irregulares ou alterações em pintas antigas.

4) Eritema nodoso

O eritema nodoso (EN) é uma inflamação da pele conhecida pelo surgimento de nódulos avermelhados capazes de provocar dor. Eles podem surgir em diferentes partes do corpo, mas na grande parte dos casos surgem nos membros inferiores ou nos braços.

O eritema nodoso pode ser precedente de algumas doenças, como a e a , mas também pode estar ligado a por algum medicamento.

5) Vitiligo

O é caracterizado pela despigmentação da pele em forma de manchas de diferentes tamanhos e formatos, surgem principalmente nas mãos, antebraços, pés e rosto.

O vitiligo ainda não possui uma causa concreta, o que se sabe é que ele ocorre quando as células responsáveis pela formação da melanina param de funcionar ou simplesmente morrem.

III) Diagnóstico e prevenção

As condições de pele classificadas como dermatose são muito difíceis de serem diagnosticadas corretamente, justamente por haver milhares de doenças relacionadas. Por esse motivo, é necessário realizar uma consulta ao médico especialista, pois só ele poderá identificar a doença e passar o tratamento adequado.

Você também pode controlar ou reduzir os riscos de uma possível dermatose, basta identificar o agente nocivo capaz de provocar o problema e evita-lo. Em casos extremos em que não se pode se evitar, pois faz parte de sua profissão ou algo do tipo, procure sempre proteger a pele, além de outras formas, roupas de algodão que cubram o máximo possível do corpo podem ajudar.

No vídeo a seguir conheça outro tipo de dermatose, denominada dermatose papulosa nigra, e descubra também como funciona o tratamento (3:40):

 

Fonte:

http://www.healthline.com/health/dermatoses

Equipe Biosom

contato@biosom.com.br