Tudo sobre a dislexia

Dislexia é uma dificuldade na área da leitura, escrita e soletração, que pode também apresentar dificuldades nas percepções dos lados (esquerda e direita), de dimensões (distâncias, espaços, tamanhos), na realização de matemática (discalculia) e no funcionamento da memória de curta duração.

A dislexia costuma ser identificada nas salas de aula durante a alfabetização, pela dificuldade durante o aprendizado. Não é uma doença e nem preguiça, mas sim um transtorno neurológico de aprendizagem, gerando certa dificuldade em decodificar os códigos que lhe são enviados durante os estudos.

O problema na dislexia é uma questão de linguagem e não tem nenhuma relação com falta de inteligência. Pessoas com , embora encontre mais dificuldade no aprendizado, podem ser brilhantes.

Estas dificuldades resultam tipicamente de um déficit no componente fonológico que muitas vezes é inesperado em relação a outras habilidades cognitivas. Consequências secundárias, como problemas de compreensão da leitura, acarretando a redução do interesse pela própria leitura, irão reduzir o conhecimento de vocabulários.

Por causa disso, o cérebro da pessoa com dislexia tem dificuldade em organizar as palavras que lê. Estas mesmas pessoas, geralmente, podem entender as mesmas palavras quando são lidas em voz alta por outra pessoa.

Embora presente em todas as etnias, a língua nativa de uma pessoa desempenha um papel importante no problema. A língua em que há uma ligação clara entre a forma como a palavra é escrita e como parece, somando regras gramaticais consistentes, como italiano e espanhol, pode amenizar os problemas de quem tem dislexia leve ou moderada.

No entanto, línguas como o português, onde muitas vezes não há ligação clara entre a forma escrita e som, por exemplo, palavras como “censo” e “senso”, pode ser mais complicado para uma pessoa disléxica.

1) Quais são as causas da dislexia?

dislexia causas e tratamento 2

Entre 6 e 7 anos, a maioria das crianças apresenta condições de maturação neurológica para aprender a ler e a escrever. Por volta desta idade, a criança aprende a utilizar letras de tal forma que cada uma corresponde a uma sílaba. Essa é a escrita silábica. Posteriormente, chega à fase alfabética e começa a utilizar consoantes e vogais. É relativamente freqüente que certas crianças invertam letras e números, mas se uma lentidão exagerada persistir, é preciso ficar atento para acompanhar este aprendizado.

Em geral, os pesquisadores não sabem exatamente o que causa a dislexia, mas acreditam que um problema durante o desenvolvimento da criança pode afetar a forma como o cérebro processa a informação. Além disso, estudos recentes apontam como uma das causas da dislexia a produção excessiva de testosterona pela mãe durante a gestação da criança.

Eles também acreditam que a genética (herança) desempenha um papel importante. Mas  não é causada por uma deficiência física, tais como problemas de visão ou audição. Muitas pessoas com dislexia têm inteligência média ou acima da média. Basicamente, o cérebro de pessoas com dislexia tem dificuldade em receber e organizar informações.

2) Quais são os sintomas? 

dislexia causas e tratamento 3

Na fase pré-escolar, entre 2 e 6 anos, alguns sinais já podem ser percebidos e incluem:
  • Baixo desenvolvimento da atenção.
  • Dispersão
  • Atraso no desenvolvimento da linguagem.
  • Dificuldade em aprender rimas e canções.
  • Falta de interesse por livros.
  • Dificuldade em aprender o alfabeto e números.
  • Baixo desenvolvimento da coordenação motora.
Já na idade escolar, após os 6 anos, alguns indivíduos com dislexia podem apresentar problemas que se repetem aos citados anteriormente, como dispersão e o desenvolvimento lento da coordenação motora, e outros como:
  • Identificar palavras;
  • Reconhecer os sons que compõem as palavras (na leitura);
  • Ortografia;
  • Organizar ou sequenciar pensamentos;
  • Palavras que rimam e sons iguais no início das palavras;
  • Desatenção;
  • Dificuldade de copiar de livros e da lousa;
  • Dificuldade em nomear sensos de direção, como esquerda ou direita;
  • Atrasos na entrega de trabalhos e perda de seus pertences;
  • Dificuldade em utilizar certos itens, como mapas e dicionários.

Por exemplo, uma pessoa com dislexia tende a inverter ou descaracterizar letras e/ou palavras, como confundir a letra “b” para “d” ou lendo o número “6” como “9″ ou até mesmo mudar a ordem das palavras em uma frase.

A dislexia não é um problema de visão. Os olhos não veem palavras incorretamente, mas o cérebro aparentemente tem dificuldade no processamento da informação.

3) Como tratar a dislexia? 

dislexia causas e tratamento 4

Primeiramente, ao buscar um diagnóstico de dislexia com um médico pediatra, o mesmo fará primeiramente uma investigação, perguntando sobre as consultas anteriores, o desenvolvimento na infância e analisando outras possíveis causas físicas que poderiam tornar a leitura difícil, como a audição ou problemas de visão.

Posteriormente, ele irá procurar por sinais de outros problemas que poderiam causar dificuldades de leitura. Estes poderiam incluir: distúrbios de coordenação motora, de déficit de atenção, hiperatividade, depressão, ansiedade e distúrbios da tireóide. Caso o médico encontre uma causa física, poderá encaminhar o paciente a um especialista para outros tipos de avaliações.

Em geral, o tratamento da dislexia tem um enfoque multidisciplinar, onde os profissionais trabalham em conjunto para cuidar da pessoa disléxica, como os próprios professores da escola, médicos neurologistas, psicólogos, psicopedagogos, e fonoaudiólogos. Eles ajudarão a pessoa com dislexia a superar da melhor forma possível suas dificuldades.

Além disso, uma série de testes padronizados é usada por estes profissionais para avaliar a inteligência, linguagem, comportamento e habilidades acadêmicas do paciente, que em grande parte são crianças.

4) Veja a lista dos disléxicos famosos

famosos com dislexia

Comentamos que a dislexia não é um fator relacionado à inteligência. Embora dificulte em muito a aprendizagem, pessoas com dislexia podem seguir uma carreira de sucesso como qualquer outra pessoa.

Veja abaixo uma lista de alguns dos disléxicos que tiveram uma excelente carreira profissional:

  • Alexander Graham Bell – inventor do telefone
  • Walt Disney – criador de disney world
  • Lewis Carroll – autor das aventuras de Alice no País das Maravilhas
  • Richard Branson – empresário, fundador do Grupo Virgin, que consiste em mais de 400 empresas.
  • Albert Einstein – o físico que desenvolveu a teoria da relatividade.
  • Leonardo da Vinci – pintor, cientista e matemático.
  • Jules Verne – autor de ficção científica
  • Tom Cruise – ator
  • Steve Jobs – co-fundador da Apple Inc.
  • John Lennon – músico, um dos Beatles.
  • Jay Leno – apresentador
  • Jamie Oliver – famoso chef
  • Keanu Reeves – ator
  • David Rockefeller – empresário e filantropo
  • Steven Spielberg – diretor de cinema
  • Magic Johnson – Jogador de basquete

Veja também esta reportagem sobre a dislexia (5:01):

Fonte:

http://dyslexiaassociation.org.au/how-is-dyslexia-evaluated

Mariana de Andrade

Psicóloga E-mail: mary.drad@yahoo.com.br

Recently Published Stories

Soro Caseiro: Para que Serve e Como Preparar em Casa?

Soro Caseiro: Para que Serve e Como Preparar em Casa?

O soro caseiro é uma mistura de substâncias muito conhecidas e comuns, como água, sal e açúcar, que ajuda em

Como é Conviver com um Parceiro HIV Positivo Quando Você é HIV Negativo?

Como é Conviver com um Parceiro HIV Positivo Quando Você é HIV Negativo?

Ser soropositivo ao HIV não é mais uma sentença de morte automática. Na verdade, a medicina fez grandes avanços, permitindo

Saiba Tudo Sobre a Esclerose Lateral Amiotrófica

Saiba Tudo Sobre a Esclerose Lateral Amiotrófica

A Esclerose Lateral Amiotrófica, também chamada de ELA, é uma doença onde há degeneração do sistema nervoso, ou seja, há

Lipoproteínas de Baixa e Alta Densidade: O que São?

Lipoproteínas de Baixa e Alta Densidade: O que São?

As lipoproteínas são um conjunto de proteínas e lipídeos (gorduras e colesterol) que possuem o papel de transportar gorduras pelo

Primeiros Socorros em Casos de Infarto

Primeiros Socorros em Casos de Infarto

O infarto do miocárdio é um problema que decorre de uma interrupção do fluxo sanguíneo, levando a um acúmulo de

Saiba Tudo Sobre a Overdose!

Saiba Tudo Sobre a Overdose

A overdose é a reação causada pelo consumo excessivo de substâncias químicas, lícitas ou ilícitas, que levam a intoxicação, ou

glândulas prepuciais (Glandulas de Tyson)

Saiba Tudo Sobre as Glândulas Prepuciais (Glândulas de Tyson)

O órgão sexual masculino, o pênis, é um órgão que merece atenção assim como o da mulher. Você sabia que

parkinson capa

10 Perguntas Frequentes Sobre a Doença de Parkinson

A doença de Parkinson é uma condição degenerativa do sistema nervoso central que atinge cerca de 1% da população mundial

Como o Nervosismo e o Estresse Afetam o seu Estômago?

Como o Estresse Causa Queimação no Estômago?

Imagine a seguinte situação: faltam cinco minutos para você apresentar o projeto em que esteve trabalhando há seu chefe e

curar a gripe rapidamente capa

10 Formas de Curar a Gripe Rapidamente

Estamos em temporada de gripes e resfriados, você já pegou gripe esse ano? Poucas pessoas estão respondendo que não, porque