Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR): Classificação, Causas e Ocupacional

PAIR (Perda Auditiva Induzida por Ruído)

PAIR – Perda Auditiva Induzida por Ruído acontece quando há exposição frequente a ruídos fortes ou moderadamente alto por um longo período de tempo que, consequentemente, danifica a sua audição. Células e nervos do ouvido interno são desgastados por exposição contínua a sons altos, danificando a sua audição permanentemente.

O ruído prejudica a sua audição dependendo do volume e o tempo que você está exposto ao ruído. O volume de um som (medido em decibéis, ou dB) e do tempo de exposição estão relacionados. Quanto mais alto o som, menor deve ser a exposição para que não ocorram danos.

Por exemplo, 8 horas de exposição diária a 85 dB de ruído (equivale ao ruído de uma rua com trânsito intenso), pode começar a danificar as orelhas de uma pessoa ao longo do tempo. Usando ferramentas de poder (a cerca de 100 dB), ouvindo fones de ouvido estéreo altos (em cerca de 110 dB), assistir a um concerto de rock (a cerca de 120 dB) ou ouvir um tiro (em 140-170 dB) pode danificar a audição de algumas pessoas depois de apenas algumas vezes.

Como a PAIR é classificada:

A PAIR é classificada como uma perda auditiva neurossensorial, como vimos aqui e, por isso, é perigosa, pois o tratamento deste gênero é muito difícil. Uma vez que as células ciliadas estão mortas, não há mais como recuperá-las.

Sendo o ruído algo presente na nossa sociedade caracterizada por alta poluição sonora, as ações devem priorizar a prevenção. Se você trabalha em um emprego no qual está submetido regularmente a ruídos intensos, exija que os limites de exposição estabelecidos pela legislação sejam obedecidos. Além disso, faça a sua parte e siga as orientações sobre programas de prevenção e controle de riscos, que a empresa deve ter.

Você também pode prevenir-se utilizando protetores auriculares, diminuindo o volume de aparelhos de som e de fones de ouvido e fazendo repouso auditivo toda vez que se submeter a barulhos muito altos.

Quais são os sintomas da Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR)?

A razão das pessoas não perceberem o perigo de ruído é que a exposição excessiva ao ruído causa poucos sintomas. A perda auditiva é raramente dolorosa. Os sintomas são geralmente vagos, como sentimentos de pressão nos ouvidos, a fala que parece ser abafada, e um som de zumbido nos ouvidos que você percebe quando está em lugares calmos. Esses sintomas podem desaparecer em minutos, horas ou dias após a exposição ao ruído alto.

As pessoas normalmente presumem que, se os sintomas desaparecerem, os seus ouvidos voltaram ao normal. Isso não é verdade. Mesmo se não houver sintomas, algumas das células do ouvido interno podem ter sido destruído pelo ruído.

A sua audição volta ao normal se as células forem saudáveis o suficiente em seu ouvido interno. Mas é possível desenvolver uma perda auditiva permanente se a exposição ao ruído for repetitiva, pois muitas células serão destruídas.

O primeiro sinal de uma perda auditiva induzida por ruído (PAIR) é não ouvir sons agudos, como o canto dos pássaros, não compreender a fala quando está em uma multidão ou uma área com um monte de ruído de fundo.

Como você pode decidir que os ruídos são muito altos?

Os seguintes sinais devem ser uma bandeira vermelha que o barulho em torno de você é muito alto:

  • Se você começar a falar mais alto que as pessoas ao redor.
  • Se você não consegue entender alguém que está falando com você com menos de 2 metros de distância.
  • Se uma pessoa de pé perto de você pode ouvir os sons do seu fone de ouvido.

Como que a Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR) é diagnosticada? Ela é gradual, quase imperceptível e seu desenvolvimento ocorre conforme o passar dos anos, por isso, seu diagnóstico é difícil, o que só piora a perda de audição. O que o indivíduo pode perceber é um pequeno ruído ou outros sons na orelha, o qual pode ser resultado de longo período de exposição ao ruído.

O indivíduo também pode ter problemas ao entender o que outras pessoas falam, pois pode parecer que estão murmurando , especialmente em lugares mais barulhentos. Isto pode ser o início de perda auditiva de alta frequência, e um teste de audição pode detectá-la.

Esses sintomas podem ser nada mais do que a cera impactada na orelha ou uma infecção no ouvido, que podem ser facilmente corrigidos. No entanto, o problema pode ser mais grave, como a Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR), o que pode resultar em perda de audição permanente.

Quando sentir algum dos sintomas acima, consulte um médico com treinamento especial em cuidados de ouvido e distúrbios auditivos. O médico pode diagnosticar o seu problema auditivo e recomendar a melhor maneira de controlá-lo.

Nível de ruído (dB) Máxima exposição diária permissível

  • 85…..8 horas
  • 86…..7 horas
  • 87…..6 horas
  • 88…..5 horas
  • 89…..4 horas e 30 minutos
  • 90…..4 horas
  • 91…..3 horas e 30 minutos
  • 92…..3 horas
  • 93…..2 horas e 30 minutos
  • 94…..2 horas
  • 95…..1 hora e 45 minutos
  • 98…..1 hora e 30 minutos
  • 100…1 hora
  • 102…45 minutos
  • 104…35 minutos
  • 105…30 minutos
  • 106…25 minutos
  • 108…20 minutos
  • 110…15 minutos
  • 112…10 minutos
  • 114…8 minutos
  • 115…7 minutos

Como tratar a Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR)?

Quando você sentir que está acostumado a sons altos, suas orelhas provavelmente estão danificadas. A melhor e a única solução é o software Hearing Guardian que foi desenvolvido para as pessoas que têm de perda leve à moderada.

O programa tem a particularidade de proteger a audição dos ruídos altos do cotidiano e/ou ruído excessivo, bem como de melhorar a sensibilidade auditiva. Isso devido a sua exclusiva tecnologia de condicionamento de som que estimula as células ciliadas mais danificadas da cóclea. Baixe agora no seu computador! www.biosom.com.br

Veja este vídeo que explica como que o software Hearing Guardian atua na sua audição! (3:18)

[wd_hustle id="drconsulta" type="embedded"]

Como prevenir da Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR)?

A melhor maneira de prevenir futuros danos ao ouvido é evitar sua exposição ao som alto. Quando estiver assistindo televisão ou ouvindo MP3, tente não deixar o volume muito alto. Tente evitar atividades que possam danificar os ouvidos, como mergulho e o uso de alguns remédios, como a aspirina.

Quando não for possível evitar lugares com barulhos excessivos, use protetor auricular. Um exemplo de lugares onde a proteção deve ser usada é quando utilizar ferramentas que fazem barulho excessivo. Há dois tipos de aparelhos protetores que diminuem a intensidade do som que chegam aos tímpanos: protetor auricular (protetor de ouvido) e abafadores auditivos.

Por último sempre tenha o software Hearing Guardian instalado no seu computador e no seu mobile.

A perda de audição pode afetar a vida de um indivíduo em várias formas. Ruídos altos pode reduzir a eficiência em executar trabalhos difíceis, pois distrai o indivíduo e as conversas são mais difíceis de serem compreendidas.

Veja alguma das profissões mais afetadas:

1) Músicos

Depois da tripulação de voo, os músicos são os mais atingidos pela PAIR – Perda Auditiva Induzida por Ruído. Os ensaios e os shows devem ser feitos com protetor de ouvido, mas nem todos eles usam. Até porque, para quem gosta de música alta isso é bem difícil… No entanto, a exposição a ruídos, que pode chegar até 120 decibéis, é capaz não só de acelerar a perda auditiva, como também colabora no surgimento do zumbido crônico.

2) Motoristas

Outra profissão que também sofre com a PAIR – Perda Auditiva Induzida por Ruído são os motoristas. O barulho do trânsito pode ser muito estressante, mas além disso, ele pode prejudicar tanto a audição que pode até deixar uma pessoa surda. A combinação dos vários ruídos de uma avenida movimentada, por exemplo, pode chegar até 90 decibéis. Agora se coloque no lugar de um motorista de ônibus ou de um taxista e imagine como é escutar o barulho das ruas da cidade durante um dia inteiro de trabalho.

3) Engenheiros

Os engenheiros praticamente passam o dia expostos a poluição sonora. O uso dos protetores de som é imprescindível nessas profissões, sendo a prevenção a melhor escolha.

Se a sua profissão está entre as profissões da lista e se você está exposto a mais de 85Db, é essencial que o empregador providencie proteções auditivas pela segurança de trabalho dos seus empregados. Inclui também fornecer informações a respeito de perda de audição e prover equipamentos necessários para proteger os ouvidos. Em caso de danos, o empregador poderá recomendar o software Hearing Guardian v1 aos seus funcionários, que tem ajudado milhares de pessoas a recuperarem dos danos causados pela poluição sonora no trabalho.

4) Professores 

Sinais tocando nos intervalos e grupo de crianças gritando ao mesmo tempo são algumas das cenas que os professores presenciam na escola. De acordo com uma pesquisa, os professores estão tendo certa perda auditiva devido aos altos níveis de ruído no local de trabalho. No Canadá, a escola de Winnipeg testou cerca de 400 professores e não professores a cada ano para detectar a perda auditiva, e as autoridades dizem que esta é a primeira vez que viram uma mudança.

Eugene Gerbasi da Escola de Winnipeg diz que professores e funcionários, em breve, serão obrigados a usar aparelhos de proteção auditiva. (CBC)

“É um sinal de alerta para nós, que precisamos fazer alguma coisa”, diz o diretor da divisão de recursos humanos, Eugene Gerbasi à CBC News.

“Se não fizermos algo, os professores estarão em grande risco.”

A divisão da escola realizou uma pesquisa recente e descobriu que ginásios escolares são mais barulhentos, representando em mais de 90 decibéis. Nos termos da legislação no local de trabalho de Manitoba, Canadá, os níveis de ruído não podem ultrapassar 85 decibéis. Esta conclusão não surpreende Nick Dyck, que foi professor de educação física por 20 anos.

“Em certos lugares ou em certos níveis de ruído, por exemplo, que eu não ouço mais”, disse Dyck, que agora é um consultor de educação física e de saúde na Divisão Escolar de Pembina Trails.

“Eu realmente tenho que me esforçar para ouvir as pessoas e não posso deixar de pensar… tem que ter algo a ver com os problemas de ruído que eu passei.”

Outras áreas escolares que obtiveram altos níveis de ruído incluem música, coral e nas bandas da escola, bem como salas de aula de artes industriais.

Segundo as autoridades os alunos não precisarão se preocupar, pois eles não estão em ginásios ou nas salas de música tempo suficiente para ter danos à audição.

PAIR (Perda Auditiva Induzida por Ruído)

Fonte:

https://www.nidcd.nih.gov/health/noise-induced-hearing-loss

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/protocolo_perda_auditiva.pdf

http://www.cbc.ca/news/canada/manitoba/story/2012/05/01/mb-teachers-hearing-noise-winnipeg.html


Equipe Biosom

contato@biosom.com.br