Pílulas Anticoncepcionais – Mais Usadas, Como Tomar? Engorda?

Tudo o que Você Precisa Saber Sobre as Pílulas Anticoncepcionais

Descubra as perguntas e respostas mais comuns sobre preocupações a cerca do uso de pílulas anticoncepcionais. Se você regularmente usa anticoncepcional, ou seja, um contraceptivo oral, provavelmente deve estar satisfeita com a conveniência e confiabilidade. Mas você pode ter muitos questionamentos sobre os potenciais efeitos em sua saúde geral. Vamos aqui responder as dúvidas mais comuns.

Você pode usar pílulas anticoncepcionais para atrasar ou eliminar o seu ciclo menstrual?

Sim, pílulas anticoncepcionais podem ser usados para reduzir ou eliminar o sangramento mensal. Quando as pílulas anticoncepcionais foram disponibilizadas, foram embalados como 21 dias de pílulas hormonais ativas e sete dias de pílulas de placebo. Durante a semana, as mulheres tomaram as pílulas de placebo e tinham sangramento semelhante a um período menstrual regular.

Hoje, as mulheres têm muito mais opções. Podem escolher, por exemplo, pacotes com 24 dias de pílulas ativas e quatro dias de pílulas de placebo para os esquemas que usam todas pílulas ativas. Os primeiros esquemas de pílulas de ciclo prolongado fornecem pílulas de hormônio ativo todos os dias durante três meses após uma semana de pílulas de placebo ou pílulas de baixa dosagem de estrogênio. Os esquemas mais recentes de ciclo prolongado, são projetados para que tomem as pílulas continuamente durante um ano, assim suprimindo todos os sangramentos.

Este tipo de controle contínuos, ou de ciclo prolongado, têm vários benefícios em potencial. Eles evitam instabilidade hormonais que são responsáveis por sangramento, cólicas, dores de cabeça entre algumas outras questões desagradáveis.

Quais sao as pílulas anticoncepcionais mais usadas?

As marcas de pílulas anticoncepcionais mais usadas no Brasil são:

  • Aranka
  • Allestra
  • Cerazette
  • Ciclo 21
  • Diane 35
  • Elani ciclo
  • Gybera
  • Microvlar
  • Minigeste
  • Mercilon
  • Selene
  • Tâmisa
  • Yasmin
  • Yaz

As anticoncepcionais injetáveis mais usados no Brasil são:

  • Depo Provera
  • Noregyna
  • Mesigyna

Você precisa de pílulas especiais ou você pode usar pílulas anticoncepcionais comuns para evitar ter um período fértil?

Existem pílulas destinadas a prevenir menstruação durante três meses, ou até mesmo mais tempo. Isto implica em ignorar as pílulas de placebo e iniciar, de imediato, um pacote novo. Os efeitos do uso contínuo de pílulas anticoncepcionais funcionará melhor se você tomar pílula monofásica – com a mesma dose de hormônio nas três semanas de pílulas ativas.

É possível engravidar logo após a interrupção do uso de anticoncepcional?

Depois que você parar de tomar a pílula, você pode ter até duas semanas antes de começar ovular novamente. Seu período seguiria cerca de quatro a seis semanas depois de tomar a última pílula. Uma vez que a ovulação recomeça, você pode engravidar. Se isto acontecer durante o seu primeiro ciclo após tomar a pílula, você não terá um período completo.

Existe alguma vantagem em esperar alguns meses após a interrupção da pílula antes de tentar engravidar?

No passado, os médicos tinham a preocupação de que se você concebesse imediatamente após a interrupção da pílula, teria um maior risco de aborto espontâneo. No entanto, estas preocupações provaram ser infundadas.

A maioria das mulheres não tem mais do que quatro semanas de atraso na menstruação depois de parar de tomar pílula. No entanto, se seus períodos não eram regulares antes de começar a tomar a pílula, provavelmente será dessa forma novamente depois de parar de tomá-las. Algumas mulheres acham que é preciso cerca de dois meses antes de voltar ao período menstrual novamente. Se você pretender esperar alguns meses, é indicado que use outra forma de controle de natalidade, enquanto seus ciclos menstruais voltar ao normal.

Acabar com o zumbido no ouvido

O que acontece se você parar de tomar pílula anticoncepcional, mas seu ciclo menstrual não continuar?

Você pode ter o que é conhecido como amenorréia de pós-pílula. A pílula inibi a produção de hormônios envolvidos na ovulação e menstruação. Quando você parar de tomar a pílula, pode demorar algum tempo para o seu corpo voltar à produção normal desses hormônios.

Normalmente, o período deve começar de novo dentro prazo de três meses após parar de tomar a pílula. Mas algumas mulheres, especialmente aquelas que tomaram pílula para regular seu ciclo menstrual, pode não ter outro ciclo por alguns meses.

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

Se você não tiver menstruação por três meses, faça um teste de gravidez para se certificar de que esteja grávida e, em seguida, consulte um médico.

É preciso fazer teste de gravidez se estiver tomando pílula anticoncepcional?

Enquanto estiver tomando pílula, você pode obter resultados precisos com um teste de gravidez. Os testes de gravidez funcionam medindo hormônio específicos da gravidez – gonadotrofina coriônica humana (HCG) – no sangue ou urina. Os ingredientes ativos em pílulas anticoncepcionais não afetam a maneira como o teste de gravidez mede o seu nível de HCG.

O que acontece se você tomar pílulas anticoncepcionais durante uma gravidez?

Se você continuou a tomar a pílula, porque você não percebeu que estava grávida, não se assuste. Apesar de casos como este acontecerem durante anos, há pouca evidência de que uso de pílulas anticoncepcionais causam problemas na gravidez ou nascimento. Naturalmente, após  saber que está grávida, pare de tomar a pílula anticoncepcional.

Você pode usar várias pílulas anticoncepcionais de uma só vez por questão de alguma emergência?

É possível usar pílulas anticoncepcionais para contracepção de emergência, mas verifique com um médico para saber a dose adequada o tempo. 

Existem dois tipos de pílulas especificamente projetadas para impedir que você engravide caso tenha tido relações sexuais sem proteção. Estas pílulas são por vezes referidas como a “pílula do dia seguinte“.

  • Levonorgestrel – Ele está disponível em farmácias, bem como clínicas de saúde e Planned Parenthood.
  • Acetato de ulipristal (Ella) também está aprovado para contracepção de emergência. Ele está disponível apenas por prescrição.

Se você estiver tomando pílulas anticoncepcionais por muitos anos e decidir parar, você pode parar a qualquer momento ou você deve terminar o seu pacote atual?

Não existe diferença a cerca do momento exato que você irá parar de tomar o anticoncepcional. Mas quando parar, você pode ter alguns sangramentos, o que pode alterar o ritmo do seu ciclo menstrual. Mas você pode parar a qualquer momento.

Você pode engravidar durante a semana que você estiver tomando pílulas inativas (placebo)?

Os inativos fazem parte do esquema contraceptivo. Tomando corretamente exatamente como indicado, você estará protegida por uma eficácia de 98% à 99% contra gravidez.

Se, no entanto, você perdeu uma pílula – ou várias pílulas – durante um ciclo, você pode estar em maior risco de gravidez indesejada durante esse ciclo. Para ser seguro, use uma forma de “backup” de contracepção, como um preservativo.

Tomar pílulas anticoncepcionais engorda?

Muitas mulheres pensam assim. No entanto, estudos têm mostrado que é muito pequeno o efeito da pílula em ganho, se é que existe. Em vez disso, o que é acontece é que você pode reter mais liquido, o que pode fazer a mulher se sentir inchada, particularmente nos seios, quadris e coxas. As pílulas anticoncepcionais podem afetar células adiposas (gordura), tornando-as maiores, mas não mais numerosos.

Como pílulas anticoncepcionais afetam o risco de câncer?

A evidência científica sugere o uso de pílulas anticoncepcionais por longos períodos de tempo, pode aumentar riscos de alguns tipos de cânceres, como o câncer de colo do útero e câncer de fígado. Por outro lado, pode diminuir o risco de outros tipos de câncer, incluindo câncer de ovário e câncer do endométrio.

Acabar com o zumbido no ouvido

O efeito de pílulas anticoncepcionais no risco de câncer de mama, não é muito claro. Enquanto alguns estudos têm mostrado uma ligação entre o uso da pílula e câncer de mama, estudos mais recentes não mostram um aumento do risco de câncer de mama com pílulas anticoncepcionais. Se você estiver preocupada com o risco de câncer de mama, converse com seu médico para saber se seu anticoncepcional é ideal para você.

Pílulas anticoncepcionais afetam os níveis de colesterol?

As pílulas anticoncepcionais podem afetar os níveis de colesterol. No entanto, depende do tipo e qual é a concentração que você esta tomando. As pílulas anticoncepcionais com mais estrogênio, podem ter um efeito global ligeiramente benéfico sobre os níveis de lipídios no sangue. Em geral, porém, as alterações não são significativas e não afetam sua saúde geral.

Tomar pílulas anticoncepcionais afetam a pressão arterial?

As pílulas anticoncepcionais podem aumentar ligeiramente a pressão arterial. Se você tomar pílulas anticoncepcionais, procure ter sua pressão arterial verificada regularmente. Se você já tem pressão alta, converse com seu médico sobre se você deve considerar uma forma alternativa de controle de natalidade.

Mulheres com mais de 35 anos de idade podem continuar a tomar pílulas anticoncepcionais?

Embora costumava ser dito para mulheres com mais de 35 anos de idade, que parassem de tomar pílulas anticoncepcionais, esses limites não se aplicam mais a mulheres saudáveis (e  não-fumantes). No entanto, pílulas anticoncepcionais não são recomendados para mulheres com mais de 35 anos de idade que fumam, isso pois o risco de doença cardiovascular pode aumentar. Se você é 35 anos ou mais e você fuma, você precisa parar de fumar para poder tomar pílulas anticoncepcionais em segurança.

Antibióticos podem diminuir a eficácia de pílulas anticoncepcionais?

Os efeitos dos antibióticos sobre pílulas anticoncepcionais podem ser exagerada – exceto no caso de um antibiótico: o rifampicina. Estudos mostram claramente que a rifampicina diminui a eficácia das pílulas anticoncepcionais para evitar a ovulação. No entanto, o rifampicina não é amplamente utilizada hoje em dia.

Como calcular o período fértil?

Existem alguns aplicativos que ajudam a calcular o período fértil. Naturalmente, podem não ser 100% das vezes eficazes.  Clique aqui para conferir »» Como calcular o período fértil para engravidar?

Fontes:

https://www.hhs.gov/opa/pregnancy-prevention/hormonal-methods/birth-control-pills/index.html

https://medlineplus.gov/druginfo/meds/a601050.html