Pressão Alta (Hipertensão Arterial): Sintomas, Causas e Tratamentos

Saiba Tudo Sobre a Pressão Alta (Hipertensão Arterial)

Um problema comum que atinge diversas pessoas, a pressão alta, também conhecida como hipertensão arterial, caracteriza-se quando a pressão está igual ou superior do que a considerada normal, ou seja, 14 por 9. A partir de 18/12, é considerada altamente grave e merece mais atenção.

Geralmente, como será visto neste artigo, diversos fatores no cotidiano podem estar ligados a essa ocorrência, que é marcada por uma maior contração dos vasos sanguíneos, uma vez que a pressão da circulação sanguínea é maior contra a parede das artérias.  Com uma pressão maior, os vasos sanguíneos podem sofrer sérias complicações, como o endurecimento ou contração.  Ao longo do tempo, é possível que sejam obstruídos ou cheguem a se romper.

É um problema que pode atingir pessoas de todas as faixas etárias, em especial a partir dos 19 anos, apresentando uma incidência maior a partir dos 40 anos. Segundo informações da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), aponta-se que cerca de 25% da população brasileira convive com a doença. Ainda mais, essa enfermidade é responsável por em torno de 40% dos infartos e 80% de casos de derrame.

É normal que a pressão fique elevada em algumas ocasiões, como sustos, estresse, atividades físicas, entre outros momentos, porém, quando representa de fato o quadro de hipertensão arterial, é preciso realizar o tratamento adequado, para que problemas maiores, tais como AVC e infarto, entre outras complicações, não apareçam. Confira a seguir os sintomas, causas e formas de tratamento para a pressão alta.

Quais os sintomas de pressão alta?

Por mais que a hipertensão arterial seja considerada uma doença que progride de maneira silenciosa e lenta, alguns sintomas comumente relacionados com outros problemas de saúde, podem surgir, inclusive quando a doença já está comprometendo o funcionamento correto do organismo. Veja abaixo alguns deles:

  • Enjoo
  • Tontura
  • Dores na nuca e no peito
  • Dificuldade para respirar
  • Sonolência
  • Visão embaçada
  • Zumbidos no ouvido
  • Pequenos pontos de sangue nos olhos

Quais são as causas de pressão alta?

Em diversas ocorrências, muitas vezes as causas responsáveis pelo aparecimento da hipertensão arterial estão relacionadas com fatores genéticos. A hereditariedade é um fator desencadeante que já foi cientificamente comprada, estando presente em cerca de 90% dos quadros de pressão alta, sendo herdada dos pais. No entanto, como será visto neste tópico, não é a única causa.

Fatores internos e externos possuem a capacidade de desencadear ou até mesmo de aumentar a severidade do quadro. Ao citar fatores externos, podem ser considerados exemplos como, a idade, levando em consideração que o envelhecimento torna as pessoas mais propensas ao desenvolvimento da doença, além da obesidade, sedentarismo e diabetes.

Já os fatores internos, estão envolvidos essencialmente hábitos com relação ao estilo de vida. Estão neste grupo a má alimentação, excesso de gordura no sangue, consumo exagerado de álcool, estresse, sal em excesso e o tabagismo. Todos os hábitos citados, colaboram com a elevação da pressão, podendo ser controlados com tratamentos específicos, além disso, é necessário notar que são hábitos que podem desencadear diversos outros tipos de problemas de saúde.

Como baixar pressão alta (Hipertensão Arterial)?

Entre os brasileiros, estima-se que cerca de 12 milhões possuem o quadro de hipertensão arterial, porém, um número bem inferior, em torno de 2 milhões, realizam o tratamento para um maior controle. Assim como em outras doenças, quanto mais cedo o diagnóstico for dado, mais chances de evitar maiores complicações e realizar um tratamento eficaz. Não se esqueça de que a medição da pressão deve ser feita regularmente.

Claramente, o melhor tratamento será prescrito pelo médico, porém, de forma geral, as complicações da pressão alta podem ser evitadas por meio do uso de medicamentos e com alterações no estilo de vida. Por exemplo, uma alimentação mais saudável, que conte com a redução do sal, além de evitar o consumo de bebidas alcoólicas, fazer exercícios físicos, cuidar do seu estado de saúde mental e buscar um acompanhamento médico constante para controlar a progressão ou controle do seu quadro.

Acabar com o zumbido no ouvido

Nem sempre em primeiro momento os medicamentos são indicados, mas tudo dependerá em que estágio a sua doença está e qual são suas condições no momento da consulta. Quando os medicamentos para pressão alta são prescritos, geralmente necessitam de uso ao longo de toda a vida. No entanto, pode ser que o médico responsável por acompanhá-lo no tratamento, comumente um cardiologista, possa recomendar alterações nas doses ou na medicação para exercer um melhor controle do quadro.

Remédios caseiros para a pressão alta

Sem dúvidas, quadros de hipertensão arterial devem contar com um suporte médico especializado para o tratamento, porém, é possível complementar o seu tratamento com algumas dicas naturais. Lembre-se sempre de tirar dúvidas com seu médico e seguir suas orientações! Veja a seguir alguns dos remédios que ajudam na trajetória do tratamento:

1) Água de chuchu e limão:

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

acredita-se que essa bebida ajuda a regular a pressão. Para o seu preparo, é necessário descascar e picar 1 chuchu, 1 sumo de limão e um copo de água (250 ml). Basta bater no liquidificador o chuchu com a água e acrescentar o limão, misture e beba.

2) Água de alho e limão:

para o preparo, é necessário deixar um dente de alho amassado e sem casa repousar em torno de 6 a 8 horas em um copo de água. O recomendado é ingerir em jejum, ao acordar. É uma bebida benéfica também para amenizar o colesterol alto.

3) Suco de beterraba:

Para preparar o suco de beterraba, basta cortá-la em pedados pequenos e bater no liquidificador com água, dependendo de sua preferência, é possível ser gelada. Depois, basta coar e beber.

4) Suco de melão e banana:

Para preparar essa bebida, você vai precisar de 1 banana, 4 fatias de limão e 1/2 de água de coco, basta bater tudo no liquidificador bem picado. Caso tenha preferência, coe antes de beber.

5) Chá de erva-cidreira:

Adicione de 2 a 3 folhas a uma xícara de água fervente e deixe repousar tapado durante alguns minutos. Depois, basta coar e beber!

Dica de dieta para quem tem pressão alta

Como citado anteriormente, parte do tratamento para a pressão alta geralmente envolve mudanças no estilo de vida, isso acaba incluindo alterações na forma de se alimentar. Veja a seguir uma dica de dieta para implementar no seu dia a dia:

Saiba Tudo Sobre a Pressão Alta (Hipertensão Arterial)

A pressão alta tem relação com o estado emocional?

Por mais que o estado emocional algumas vezes seja negligenciado, é preciso estar atento, pois ao longo no tempo, a tensão diária e o estresse, podem se acumular e ter grande impacto na saúde. Um dos grandes exemplos de problemas que podem ser desencadeados ou agravados por causa do estresse, é a hipertensão arterial.

É necessário observar o que está ocorrendo no dia a dia ao visitar o médico, pois há diferenças entre problemas no estado emocional e irritações normais. Por essa razão, conte tudo o que julgar necessário para obter o diagnóstico mais preciso o possível, afinal, é a forma de realizar o tratamento mais adequado para o seu caso.

Quais são as principais complicações para quem tem pressão alta e baixa?

A hipertensão arterial atinge o organismo como um todo, em especial quando se leva em consideração que os rins, cérebro, coração e vasos sanguíneos são indispensáveis e o mau funcionamento de cada um pode levar a complicações sérias. Por exemplo, um acidente vascular cerebral, angina, alterações na filtração realizada pelos rins, entre muitas outras.

Acabar com o zumbido no ouvido

Tanto a pressão alta, quanto à baixa, estão relacionadas a principalmente complicações que acometem o sistema cardiovascular. Por exemplo, como citado anteriormente, a pressão alta aumenta o risco de AVC, já a pressão baixa, compromete o funcionamento equilibrado do cérebro, além de deixar as pessoas mais propensas a terem um infarto de miocárdio.

Por essa razão, é recomendado medir de forma regular a pressão, para que seja possível evitar complicações que podem mudar a sua qualidade de vida totalmente, afinal, algumas enfermidades, como o AVC, pode mudar diversas capacidades das pessoas acometidas, tornando-as, muitas vezes, dependentes para realizar ações que antes eram consideradas simples.

Como se prevenir da pressão alta?

Como pode ser notado anteriormente, as principais causas para a pressão alta estão relacionadas com hábitos diários, por exemplo, com alimentação e prática de atividades físicas. Dessa forma, as formas de prevenção também são baseadas neste contexto:

1) Exercícios físicos:

Além de contribuir com a resistência do corpo, a prática de atividades físicas também colabora com a redução do estresse e ajuda a combater o sedentarismo, que é uma porta de entrada para diversas complicações na saúde;

2) Controlar a pressão arterial:

Busque sempre medir regularmente a pressão arterial, afinal, quanto mais cedo um diagnóstico, melhores são as chances de evitar complicações, principalmente se tem um histórico familiar com hipertensão arterial;

3) Cigarro:

O tabagismo é um dos fatores relacionados com alterações no fluxo sanguíneo, além disso, é essencial para a prevenção não apenas deste, mas de outros problemas de saúde.

As formas de prevenção citadas acima, contribuem de forma geral para a sua vida, além delas, é possível buscar sempre que possível uma alimentação saudável, evitando assim o excesso de gordura no sangue e a obesidade, entre outros problemas que favorecem o quadro de hipertensão arterial.

A alimentação para algumas pessoas pode soar automática, algumas vezes, só a rotina é seguido sem preocupar-se com o que é ingerido. No entanto, é preciso levar em consideração os alimentos, principalmente os industrializados e os que possuem sódio em sua composição, por exemplo, embutidos, temperos prontos e o famoso pão.

Fonte:

http://www.webmd.com/hypertension-high-blood-pressure/