O que é psoríase?

psoríase principal

Psoríase é uma doença de pele, que se caracteriza pelas lesões avermelhadas e descamativas, geralmente em placas, que surgem de forma mais frequente no couro cabeludo, joelhos e cotovelos.

Trata-se de crônica, no entanto não contagiosa, aparece principalmente entre a idade de 30 e 50, porém, nos 15% das situações pode surgir ainda pela infância. Há 8 tipos da doença, a vulgar, a invertida, a gutata, a ungueal, a artropática, a postulosa, a palmo-plantar e a psoríase eritrodérmica.

1) Quais são as causas da Psoríase?

Causas da psoríase

A psoríase é uma doença inflamatória, com mudanças pelo sistema imunológico, geneticamente estabelecida. No sistema imunológico, há uma célula popular como célula T, que segue o corpo humano inteiro em procura dos elementos estranhos, sendo exemplo bactérias e vírus, para combater os mesmos.

Se o indivíduo possui psoríase, as células T terminam atacando células com saúde da pele, como se fosse fazer cicatrização da ferida ou tratamento da infecção.

Isto geralmente causa a dilatação dos vasos sanguíneos e o aumento da quantidade de glóbulos brancos, que fazem avanço às camadas mais externas da pele de modo bastante rápido, gerando lesões avermelhadas. Além de um ciclo sem interrupção que apenas tem final através do tratamento e entre outras consequências.

A genética é encontrada em ao menos 30% dos casos de psoríase, aparentemente. Embora se acredite que questões ambientais também estejam associadas. Determinados fatores que podem ser responsáveis pelo desencadeamento da psoríase são lesões sobre a pele, sendo exemplo machucados, feridas, picadas de inseto, queimaduras do sol.

Ainda as infecções da garganta e pele, tempo frio, , fumo, ingestão excessiva do álcool e medicamentos, como alguns prescritos ao , e .

2) Quais são os sintomas da Psoríase?

Sintomas da psoríase

Os sintomas da doença mudam de indivíduo para indivíduo, porém no geral, incluem as pequenas manchas vermelhas, bem comum em crianças. Ainda aparecimento de lesões avermelhadas sobre a pele, com cobertura de camada branco prateada e descamativa.

Unhas espessas e esfareladas, descoladas e apresentando pequenos furos na superfície e amareladas. Mais sintomas são inchaços e articulações com rigidez e dor e pele seca, com facilidade aos sangramentos.

3) Veja os tratamentos caseiros para a Psoríase

Tratamentos para a psoríase - azeite de oliva

Há muitos tipos de tratamento para a doença, porém todos apresentam ao menos um dos 2 focos. Um deles é diminuir a inflamação e composição de placas, fazendo com que células da pele interrompam o crescimento tão rápido.

E o outro foco é regulagem e normalização da aparência da pele. Para tal, há 3 opções gerais para tratar, tópico, oral e pela fototerapia. O indicado é consultar o médico para decisão de qual a opção ideal para tratamento.

Veja alguns tratamentos naturais que você poderá fazer em casa:

1- Banha de porco com urtigas: Misture banha de porco sem sal com um pouco de urtigas frescas e deixe ferver por 20 minutos. Deixe esfriar e coe o liquido. Aplique nas lesões duas vezes por dia.

2- Babosa com vaselina: Misture o gel de babosa com um pouco de vaselina líquida. Aplique nas lesões e deixe agir por alguns minutos.

3- Chás desintoxicantes: Eles ajudam a eliminar as toxinas, as quais são fundamentais para o surgimento desse tipo de doença. Os chás mais comuns que você poderá tomar são: barbana, nogueira, salsaparilha e urtiga.

4- Chás calmantes: Estresse também contribui para o aumento da doença. Por isso, para ajudar a combater, tome chás de: capim cidreira, erva de São João, camomila e entre outros.

5- Óleo de gérmen de trigo: Misture com um creme comum de hidratação para pele. Aplique antes da exposição ao sol.

Conheça mais dicas em 10 Dicas Caseiras para Combater a Psoríase.

Veja também este vídeo que fala sobre os tratamentos caseiros para psoríase (12:22):

Fontes:

http://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/psoriasis/basics/definition/con-20030838

Equipe Biosom

contato@biosom.com.br